Archive for the 'Raimundos' Category

25
abr
19

Esgotados todos os ingressos para todos os dias do Rock in Rio 2019

Estão esgotados todos os ingressos para a edição de 2019 do Rock in Rio. No período da noite desta quinta-feira, 25 de abril, os organizadores do festival confirmaram o fim das entradas para o último dia que ainda restava dentro do evento que será realizado no segundo semestre na capital fluminense.

A última noite a se esgotar foi a do dia 28 de setembro, quando o Palco Mundo tem como atrações o Foo Fighters, Weezer, Tenacious D e CPM 22+Raimundos.

Com as vendas oficiais iniciadas no dia 11 de abril, os primeiros ingressos a esgotarem foram para o dia do metal (4 de outubro), com Iron Maiden, Scorpions, Megadeth e Sepultura.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

19
mar
19

Rock in Rio anuncia Capital Inicial, CPM 22, Raimundos e Bebe Rexha e define Palco Mundo

Capital Inicial no Rock in Rio - Reprodução de cartazA organização do Rock in Rio anunciou mais quatro atrações que completam finalmente o line-up do Palco Mundo para a edição 2019 do festival. Os nomes são os brasileiros do Capital Inicial, CPM 22 e Raimundos, além da cantora norte-americana Bebe Rexha.

A musa pop se apresenta no dia 27 de setembro, mesmo dia em que Drake encerra a noite.

Um encontro inédito de CPM 22 com Raimundos marcará a abertura do Palco Mundo no dia 28 de setembro, quando o Foo Fighters fecha a noite.

No dia 3 de outubro, é a vez do Capital Inicial tocar no mesmo palco no qual o Rede Hot Chili Peppers será o headliner da noite.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

26
abr
18

Após fiasco de 2017, Virada Cultural de 2018 traz programação melhor; rock tem boas atrações

Virada Cultural 2018 - Reprodução de parte do CartazA Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo anunciou na quarta-feira, 25 de abril, a programação da 14ª edição da Virada Cultural. Após o gigantesco fiasco de 2017, o evento de 2018 traz uma programação melhor, além de evitar a decentralização inacreditável promovida na edição anterior. Quanto ao rock, a Virada Cultural de 2018 também conta com boas atrações do estilo, também pouco bem tratado no ano passado.

A edição de 2018 da Virada começará a partir das 18 horas do sábado, dia 19 de maio. Ela seguirá até as 18 horas do domingo, dia 20 de maio.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

07
maio
17

Raimundos fazem releitura de sucessos em turnê acústica, mas sem perder a ‘paulera’

Raimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe BonatelliPor Circe Bonatelli*- Especial para o RR

Os Raimundos estão em turnê nacional para divulgação do lançamento do DVD acústico, que traz um compilado de grandes sucessos e algumas músicas mais recentes. Todas as faixas têm releituras muito originais, com os riffs pesados das guitarras substituídos pelo instrumental de uma “mini big band” de veia roqueira. Embora o novo projeto não tenha canções inéditas, é como se tivesse. Com roupagem acústica e novos arranjos, as músicas ganharam versões capazes de surpreender.

A linha de frente do show tem Digão (violão e vocal), Canisso (baixo acústico), Marquim (violão e backing vocal), Caio (bateria) além do ex-guitarrista do Charlie Brown Jr, Marcão (violão).

O palco é complementado pelos músicos no comando de percussão, teclados, violinos, sax, trompete e trombone. Também estão lá o triângulo e a sanfona, que marcaram o forró-core criado pelo grupo.

A turnê tem a participação especial de Fred Castro, baterista da formação original dos Raimundos, assumindo as baquetas em duas músicas (“Selim” e “Cintura Fina”). Já o DVD do show acústico, gravado em novembro de 2016 em Curitiba, tem outras presenças ilustres, como Ivete Sangalo (em A Mais Pedida), Dinho Ouro Preto (Mulher de Fases) e Alexandro Carlos (Deixa eu Falar).

CONTINUE LENDO AQUI!!!

13
fev
16

Com tributo aos Ramones, Raimundos Rock Fest será realizado em SP no dia 6 de março

Raimundos Rock Fest - Cartaz de DivulgaçãoA Raimundos Rock Fest será realizada em São Paulo no dia 6 de março. O pequeno festival, encabeçado pela banda Raimundos, acontecerá no Carioca Club, casa de shows que, apesar de originalmente abrigar eventos ligados ao samba e pagode, acabou se transformando num espaço tradicional de apresentações de rock na capital paulista.

Na Raimundos Rock Fest, um dos grandes destaques do show que será feito pelo Raimundos será a execução de um tributo ao lendário e saudoso Ramones. O tributo terá duração de 30 minutos e será somado aos hits da banda brasileira.

Além dos Raimundos, os outros grupos confirmados para o evento são: Fistt, La Raza e Cadibóde.

Os ingressos de Pista para o festival tem os seguintes valores: R$ 50,00 (inteira); R$ 25,00 (meia-entrada para estudantes); R$ 30,00 (1º lote promocional mediante à doação de 1 kg de arroz); e R$ 40,00 (2º lote promocional mediante à doação de 1 kg de arroz).

Para o Camarote, o valor do ingresso é de R$ 80,00.

Quanto aos pontos de venda, nas bilheterias do Carioca Club não há cobrança de taxa de conveniência, mas só aceitam dinheiro.

Outros pontos são a Loja 255 da Galeria do Rock, a Loja Monster Music (Rua Teodoro Sampaio, 709 – São Paulo), a Loja Metal Music (Rua Álvaro de Azevedo, 159 – Santo André), além das Lojas Contem 1g dos shoppings West Plaza, Boulevard Tatuapé, Aricanduva e Santa Cruz.

Pela internet, o local de venda oficial é o site Clube do Ingresso: www.clubedoingresso.com/raimundosrockfest

23
jan
16

Ratos de Porão e Raimundos estão entra as atrações do rock gratuitas da festa de 462 anos de São Paulo

SP462 - Foto da Prefeitura de São Paulo, com montagem da guitarra feita pelo Roque ReversoA cidade de São Paulo comemora 462 anos de idade na segunda-feira, dia 25 de janeiro, mas a Prefeitura paulistana comandada por Fernando Haddad decidiu em 2016 fazer uma festa mais ampla, distribuída em 3 dias. De 23 a 25 de janeiro, atividades gratuitas acontecerão em teatros, parques centros culturais, Centro Educacional Unificados (CEUs), ruas abertas e palcos externos.

Na programação, os destaques dos shows gratuitos do rock, ficam com as apresentações de duas grandes importantes para o estilo no Brasil: o Ratos de Porão e o Raimundos.

Ambos os grupos vão se apresentar em CEUs neste sábado, dia 23 de janeiro, às 18 horas.

O Ratos de Porão tocará no CEU Aricanduva (Rua Olga Fadel Abarca, s/n°, no Jardim Santa Terezinha), na zona leste da capital paulista. O Raimundos, por sua vez, vai se apresentar no CEU Alvarenga (Estrada do Alvarenga, 3.752, Balneário São Francisco), na zona sul.

Enquanto o Ratos de Porão deve trazer clássicos da carreira e tocar músicas do álbum mais recente “Século Sinistro”, o Raimundos, conforme a informação da Prefeitura de São Paulo, vem com o show “Turnê Raimundos 20 anos de estrada”. O repertório da apresentação da banda foi montado a partir de uma votação pela internet, com músicas escolhidas pelos fãs.

Além destas grandes bandas nacionais, outros representantes do rock estarão presentes. Da geração um pouco mais nova, o grupo O Terno se apresentará no sábado, dia 23, às 21 horas, no Teatro Paulo Eiró (Avenida Adolfo Pinheiro, 765, Alto da Boa Vista, Santo Amaro), na zona sul.

Quem curte um punk rock das antigas tem a opção de ver o grupo Invasores de Cérebro. A banda volta à ativa, com a formação clássica de 1989 e se apresentará no sábado, às 18 horas, no CEU Meninos (Rua Barbinos, 111 – São João Clímaco), também na zona sul.

Para o pessoal “das antigas”, há também a opção de ver o roqueiro Supla, no sábado, às 19 horas, no Tendal da Lapa (Rua Guaicurus, 1000 – Lapa), na zona oeste da capital paulista.

Crianças

Os pais que curtem rock também terão diversas opções, do estilo ou não, para levar as crianças. Em parceria com a São Paulo Carinhosa, a Secretaria Municipal de Cultura oferecerá uma programação especial nas vias participantes do programa “Rua Aberta”, nos dias 24 e 25 de janeiro.

Na avenida Paulista, a programação para os pequenos na segunda-feira, dia 25, às 15 horas, inclui apresentação do show Beatles para Crianças, entre outras atrações.

Brincadeiras da Recreart e do grupo Slow Kids animarão a criançada na avenida dos Metalúrgicos, em Cidade Tiradentes; na avenida Sumaré, na zona oeste; nas ruas Terezinha do Padro Oliveira e José Pedro Borba, em Parelheiros; e na avenida Carlos Caldeira Filho, no Campo Limpo.

Gastronomia

Para aproveitar a gastronomia da cidade, o público poderá visitar festivais de Food Trucks e de Food Bikes. No domingo, 24, o evento acontece na Praça Oswaldo Cruz, das 12 horas às 20 horas. No feriado (25), o festival acontece na Praça Ramos de Azevedo, das 10 horas às 19 horas.

A programação completa da festa de 462 anos da cidade de São Paulo pode ser conferida aqui.

27
ago
14

20 anos do primeiro festival Monsters of Rock no Brasil

Monsters of Rock 1994 - Cartaz de DivulgaçãoO dia 27 de agosto de 2014 marca os 20 anos do primeiro festival Monsters of Rock no Brasil. Realizado em São Paulo, no Estádio do Pacaembu, nesta mesma data em 1994, o evento foi o primeiro de grande porte somente com bandas de rock pesado a ser realizado na cidade onde heavy metal mais concentra fãs no País.

Na respeitável escalação das bandas, quatro eram internacionais e outras quatro eram nacionais.

Entre os grupos gringos, a lista trazia o Suicidal Tendencies com sua formação clássica; o Black Sabbath sem Ozzy Osbourne ou Ronnie James Dio nos vocais, mas com o terrível Tony Martin; o aguardadíssimo Slayer pela primeira vez no Brasil, mas sem Dave Lombardo na bateria; e o não menos esperado KISS, sem máscara, fechando o festival.

Do lado nacional, estavam o então novo Angra, com Andre Matos nos vocais, o Dr. Sin arrebentando, o Viper fazendo sucesso até no Japão e os Raimundos, com o primeiro disco bombando.

As bandas nacionais abriram o Monsters. O primeiro show, do Angra, estava agendado para as 14 horas, mas, já às 11 horas, as filas para entrar no Pacaembu chegavam ao topo do vale que cerca a Praça Charles Muller. Várias pessoas chegaram a dormir na porta do estádio, tamanha a ansiedade para ver aquele evento.

Para os  jovens de hoje que não puderam presenciar aquele festival, o Brasil engatinhava pela primeira vez com uma onda convincente de atrações estrangeiras do heavy metal. Pouco antes do Monsters, em 1993, o Metallica tinha vindo pela segunda vez ao País durante a turnê do estrondoso “Black Album” e o Anthrax havia feito a estreia em palcos brasileiros, assim como o Pantera no auge! No início de 1994, o Hollywood Rock trouxe o Aerosmith e o Sepultura bombando demais com o álbum “Chaos AD”. Na mesma época, o Helmet fez um excelente show no Olympia e o público queria sempre mais!

A despeito de o Rock in Rio, em 1985, ser o pioneiro a trazer bandas esperadíssimas do estilo, repetir a dose em 1991 e a capital paulista ter tido experiências legais com as edições do Hollywood Rock, o Monsters of Rock consolidou um sonho dos amantes do rock pesado na cidade que tinha uma legião de fãs e era berço da Galeria do Rock, da Woodstock, do bar Black Jack e de outros tantos locais que reuniam o público de uma época na qual as “redes sociais” não eram virtuais.

O Plano Real também era novo e parecia, depois de inúmeros planos que deram errado, que iria dar certo, como, de fato, aconteceu logo depois. A consolidação do plano econômico foi fundamental na sequência para que esta onda de atrações gringas se consolidasse anos depois.

O Angra abril o festival e foi seguido pelo Dr. Sin, Viper e Raimundos. Todos os shows das bandas nacionais foram bons e não comprometeram. O destaque foi a apresentação do Dr. Sin, que chegou a levantar o estádio inteiro com sua versão de “Have You Ever Seen the Rain?”, do Creedence Clearwater Revival.

Quanto aos shows internacionais, o Suicidal Tendencies fez uma apresentação impecável e muito animada. “War Inside My Head” foi um dos grandes momentos, com os fãs cantando o famoso refrão do começo ao fim. Vale lembrar que Robert Trujillo, atualmente baixista do Metallica, fazia parte da formação do ST e, para variar, deu um show à parte.

O grupo também contava com os bons guitarristas Mike Clark e Rocky George, além do baterista Jimmy DeGrasso e o elétrico vocalista Mike Muir, único membro atual que permanece no Suicidal.

Na sequência, o Black Sabbath veio com três de seus quatro integrantes clássicos: Tony Iommi (guitarra), Geezer Butler (baixo) e Bill Ward (bateria). Na falta de Ozzy e Dio, quem assumiu os vocais foi o questionável Tony Martin.

É claro que foi bem interessante ver o Sabbath ali de perto, mas a performance de Martin deixou muito a desejar. Quem se lembra dele cantando “Sabbath Bloody Sabbath”, sabe que ele lembrou muito mais Louis Armstrong cantando do que qualquer vocalista que tenha passado pelo grande grupo de heavy metal.

Após o Sabbath, finalmente o Slayer se apresentava num palco brasileiro. Um dos maiores ícones do thrash metal, a banda norte-americana tinha o baterista Paul Bostaph no lugar do mago Dave Lombardo, mas fez um excelente show, com todos os grandes clássicos do grupo.

Este jornalista lembra de ter visto muito marmanjão da velha guarda do heavy metal chorando na fila do gargarejo porque estava vendo o Slayer pela primeira vez. Entre os destaques da apresentação do grupo, “Mandatory Suicide”, “Hell Awaits”, “Postmorten”, “Angel of Death”, “Raining Blood” são só alguns exemplos de faixas que não deixaram a galera recuperar o fôlego.

Depois de assistir a todos os shows nas primeiras fileiras até a apresentação do Slayer (que era a mais esperada por muitos), este jornalista preferiu acompanhar o KISS mais próximo da torre central. Foi uma forma de descansar e, ao mesmo tempo apreciar os efeitos especiais que o grupo norte-americano trouxe para o Pacaembu.

Sem as máscaras tradicionais e com os ótimos Eric Singer (bateria) e Bruce Kulick (guitarra), o que se viu no show do KISS foi uma grande performance, capitaneada por Gene Simmons (baixo e vocal) e Paul Stanley (vocal e guitarra). ““I Love It Loud”,“Deuce”, “Detroit Rock City”, “Lick it Up” e “Creatures of the Night” foram são alguns dos hits históricos tocados. Mas um momento inesquecível foi quando foi tocada “Heaven’s On Fire”, com grande utilização de fogos e efeitos especiais que encantaram o público.

O Monsters of Rock de 1994 terminou por volta das 2 horas da manhã do dia 28 e totalizou cerca de 12 horas de evento. Foi tanto um sucesso que foram realizadas edições em 1995, 1996 e 1998. O bom resultado daquele festival fez com que organizadores acreditassem mais no potencial do público de heavy metal. Não por acaso, até hoje é este o gênero que está entre os que mais contam com atrações internacionais no Brasil.

Para relembrar o Monsters of Rock de 1994, descolamos, é claro, vídeos no YouTube. Para detonar tudo, fique com as apresentações do Suicidal Tendencies, do Black Sabbath, do Slayer e do KISS filmadas pela finada MTV Brasil.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 101 outros seguidores

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias