Archive for the 'Metal Open Air' Category

23
abr
12

Set list do curto show do Megadeth no Metal Open Air

Se alguma coisa prestou no Metal Open Air, a tentativa de algumas poucas bandas tocarem no caótico festival foi, talvez, o único ponto positivo. Apesar dos diversos cancelamentos verificados no evento vergonhosamente mal produzido pela Negri Concerts e pela Lamparina Produções, o Megadeth, um dos maiores grupos da história do heavy metal mundial, subiu ao palco em respeito aos fãs.

A banda liderada por Dave Mustaine fez um show curtíssimo, de cerca de uma hora, mas conseguiu levar um pouco de alegria ao público que sofreu com o mais puro desrespeito dos organizadores, que transformaram o MOA no mico do século entre os festivais de rock no Brasil.

Antes do grupo norte-americano de thrash metal, outras bandas gringas já haviam se apresentado e encantado as pessoas que foram a São Luís, no Maranhão. Foram os casos do Destruction, do Exodus e do Symphony X, que fizeram shows elogiados por crítica e público presentes no Parque da Independência.

O Megadeth tocou apenas 10 músicas. Apesar da alegria levada a muitos que nunca haviam visto a banda ao vivo, houve muita reclamação sobre a qualidade do som neste show. O próprio Mustaine chegou a ir ao microfone explicar que tinha alguns problemas com o som de sua guitarra.

Em outros tempos, quem conhece o Megadeth, sabe que seu líder não teria muita paciência e não pouparia os próprios técnicos de som. Como os tempos são outros, Mustaine foi pelo menos simpático com o público e tocou até onde foi possível, depois de entrar e sair do palco várias vezes para tentar transformar o show em algo audível. Ao final da apresentação, ainda saudou e se despediu da plateia, que ainda foi presenteada com palhetas e adereços da banda.

Mais tarde, em sua página oficial no Facebook, o vocalista agradeceu demais o público que foi ao festival e disse que o primeiro dia do Metal Open Air só aconteceu graças ao esforço de sua equipe. “Tornaram couro de porco em seda”, escreveu Mustaine. “Nós tocaríamos, não importava como. Não estavámos tocando mais pelos organizadores, estávamos tocando para o público”, acrescentou.

O Roque Reverso descolou o set list oficial do show no site do Megadeth e dois vídeos que foram colocados no YouTube. Fique com “A Tout Le Monde” e “Symphony of Destruction”.

Set list

Trust
Hangar 18
She-Wolf
Public Enemy No. 1
Whose Life (Is It Anyways?)
Guns, Drugs & Money
A Tout Le Monde
Symphony of Destruction
Peace Sells
Holy Wars…The Punishment Due

 

 

Anúncios
22
abr
12

Após caos do 2º dia, que contou com desistência do Anthrax, Metal Open Air é cancelado no Maranhão

O que era praticamente inevitável aconteceu neste domingo, dia 22 de abril, em São Luís, no Maranhão. Após o segundo dia (21) do festival ter sido ainda mais caótico do que o primeiro (20), com a apenas quatro bandas (!!!) se apresentando, o Metal Open Air foi pateticamente cancelado oficialmente pela organização do evento, realizada pela Lamparina Produções e pela Negri Concerts. Com este final lamentável e vergonhoso, aquilo que estava sendo prometido como o maior festival de heavy metal no Brasil em todos os tempos acabou se transformando no maior mico da história do estilo e, talvez, de toda a história dos festivais já realizados no País.

Em nota distribuída à imprensa presente no Maranhão, a Lamparina Produções lamentou “profundamente” o cancelamento do terceiro dia do festival, que ainda traria, entre outros nomes, o Annihilator e o Obituary. Outras bandas que também tocariam no último dia, já haviam cancelado suas respectivas participações: o Venom, por problemas de visto na véspera do início do MOA, e o Saxon, na companhia de diversas outros grupos, na sexta-feira.

Se o primeiro dia do Metal Open Air já havia sido um festival de notícias negativas, com  vários cancelamentos e informações de que o público estava sendo muito mal tratado, o segundo dia do evento foi ainda mais caótico, com mais bandas desistindo, como o grande Anthrax e o Blind Guardian; e um dos palcos principais sendo desmontado. O Roque Reverso, por meio do Twitter e do Facebook, tentou manter seus leitores informados sobre a maioria dos acontecimentos na medida do possível, já que as informações negativas pipocavam de minuto a minuto.

Os boatos de cancelamento do Metal Open Air já circulavam pela internet e pelos bastidores do festival no segundo dia, que quase não aconteceu. Tudo porque as notícias que chegavam a todos eram de que os organizadores não haviam pago as empresas responsáveis pelo som, iluminação e infraestrutura. Aos trancos e barrancos e com mais um atraso enorme, apenas quatro bandas tocaram no dia 21: o Ácido, o Dark Avenger, o Legion of the Damned e o Korzus.

Enquanto isso, na internet, pipocavam notas oficiais de desistência de vários outros grupos, como o Matanza e o Carro Bomba, que sequer saiu de São Paulo, alegando “falta de organização e desprezo” da produção do festival. Em contrapartida, nos sites, Twitter e Facebook do MOA, nada era abordado e nenhuma informação do caos instalado era divulgada para a imprensa que não conseguiu sequer uma credencial para o evento, como este Roque Reverso.

“Não tinha como continuar depois do clima de ontem”, disse Natanael Jr., dono da Lamparina Produções, neste domingo, em reportagem divulgada pelo portal UOL. Ele, por sinal, negou ter agredido o proprietário da Negri Concerts, Felipe Negri, que chegou a postar, e depois apagar, uma foto no Facebook com um galo na cabeça, em mais um momento vergonhoso do Metal Open Air.

Conforme reportagem do portal Terra, o Procon de São Luís já abriu um processo em parceria com o Ministério Público contra os organizadores do evento. “Ainda assim o Procon vai receber ações individuais, de pessoas que querem ser ressarcidas”, explicou Kléber José Moreira, gerente do órgão, ao portal noticioso.

O estrago causado pelo Metal Open Air é fenomenal. Inicialmente, claro, para os heróis que se dirigiram ao Maranhão, acreditando nos organizadores. Depois, para a própria São Luís, já que, mesmo com a cidade não tendo nada a ver com a falta de competência das empresas envolvidas, dificilmente grupos estrangeiros vão querer voltar para lá, tamanha a repercussão negativa que já se alastrou pela internet.

Outra imagem que foi arranhada é a do Heavy Metal, pelo menos na cabeça daqueles que sempre torceram o nariz para o estilo neste Brasil. Depois de anos de conquista gradativa do respeito e de enfrentar várias tentativas de ridicularização, o estilo musical foi notícia negativa até no Jornal Nacional da Rede Globo, aquela que inventou o termo “metaleiro” e que raramente fala de maneira positiva desta vertente do rock n’ roll.

Os culpados pela vergonha nós já conhecemos. Torcemos muito, portanto, para que a justiça seja feita e que as pessoas prejudicadas sejam tratadas com o respeito que não tiveram lá no Maranhão. Infelizmente, não é exagero dizer que o dia 22 de abril de 2012 pode ser considerado como o mais triste da história do Heavy Metal no Brasil!

21
abr
12

Rock N Roll All Stars, Saxon, R.D.P. e mais bandas nacionais cancelam participação no Metal Open Air

Se, na véspera do Metal Open Air, o cancelamento do show do Venom, por problemas de visto, já havia trazido uma grande decepção aos fãs brasileiros, no primeiro dia do festival de heavy metal, o estrago seria muito maior. Tudo porque, no dia 20 de abril, foi vista uma verdadeira enxurrada de notíciais de mais desistências de bandas internacionais e nacionais, todas alegando o descaso dos organizadores do evento, seja pela falta de pagamento de cachê ou até de passagens para a chegada a São Luís, no Maranhão, onde o festival acontece. Entre os grupos internacionais, o Rock N Roll All Stars e o Saxon se juntaram ao Venom. Entre os nacionais, o Ratos de Porão é, por enquanto, o maior nome do Brasil a anunciar seu cancelamento.

Ao lado da banda de João Gordo, nada menos que mais 8 grupos brasileiros também desistiram de participar do festival, que prometia ser o maior da história do heavy metal no País: Attomica, Headhunter DC, Stress, André Matos, Ânsia de Vômito, Obskure, Uneartlhy e Expose Your Hate. Eles se juntaram ao Hangar e ao Terra Prima, que foram as bandas daqui que na véspera também haviam alegado descaso dos organizadores.

Se não bastasse toda esta onda de cancelamentos, o primeiro dia do Metal Open Air também contou com uma série de reclamações do público com o caos instalado no Parque da Independência, onde o festival acontece nos dias 20, 21 e 22 de abril. Falta de informação para chegar ao local; falta de banheiros suficientes; camping armado em uma antiga área que era um estábulo; área de alimentação precária e ainda passando por reparos finais; e um atraso de mais de 4 horas para o início do evento estão na extensa lista de problemas enfrentados por quem se deslocou até o festival.

Segundo o relato de outros sites de rock que estão fazendo a cobertura do evento, até o Anthrax, um dos principais nomes do festival, foi vítima do descaso dos produtores.  O grupo norte-americano de thrash metal chegou ao Aeroporto de Guarulhos às 11 horas e não encontrou ninguém da produção para recebê-los  e providenciar a baldeação para outra aeronave em direção a São Luís. Por conta própria, os músicos e técnicos da banda conseguiram um voo para o Maranhão.

Na outra ponta, a Negri Concerts e a Lamparina Produções, responsáveis pelo Metal Open Air, limitaram-se a lamentar o ocorrido em entrevistas a alguns veículos de comunicação, como o UOL e o G1. No site, no Facebook ou no Twitter do festival, nada sobre os cancelamentos! Nenhuma informação para quem precisa ficar atualizado sobre o evento (E tem gente que ainda reclamava do Rock in Rio!).

Especificamente sobre o cancelamento do supergrupo Rock N Roll All Stars, os produtores divulgaram nota, dizendo que o grupo quebrou contrato com a organização do MOA. Segundo Natanael Júnior, da Lamparina, a dois dias do evento os organizadores foram informados que o ator Charlie Sheen não viria mais. Ele seria o apresentador e uma das atrações principais deste sábado, que teria o Rock N Roll All Stars como banda de fechamento. Pelo contrato, a produção local teria direito a substituir o artista ou reduzir o valor contratual, o que não aceito pelo supergrupo. De acordo com Natanael, o Rock N Roll All Stars ainda fez exigências que não estavam previstas em contrato, que envolviam quantidade de hospedagens, por exemplo.

Nas redes sociais da internet e nos fóruns de discussões de fãs de heavy metal, o sentimento é de vergonha e revolta com os organizadores do MOA. A revolta aumentou ainda mais depois que o Felipe Negri, da Negri Concerts, postou no Twitter, logo após o início do festival, a seguinte mensagem: “Para quem falou que não ia rolar, VÃO TODOS SE FODER!!!” 

O Roque Reverso lamenta demais o que vem acontecendo no festival. Qualquer pessoa que gosta de heavy metal estava torcendo, E MUITO, pelo sucesso do Metal Open Air. O que ficou parecendo, entretanto, é que os organizadores sonharam com algo muito maior do que poderiam produzir; como se quisessem comprar uma Ferrari com um dinheiro para um Fusquinha. 

É, sem dúvida, louvável a ideia de trazer várias bandas internacionais para o Brasil e incrementar o festival com vários grupos brasileiros. Mas não seria melhor um número menor de atrações na primeira edição? Sendo este o primeiro grande megaevento roqueiro do Nordeste em toda a história, não seria melhor ter pensado em algo nos moldes do saudoso e bem avaliado Monsters of Rock, que contou com 4 edições na cidade de São Paulo, na década de 90, todas elas em um único dia e com menos bandas? 

Não estamos aqui para instalar uma Inquisição ou para jogar os produtores na fogueira. Mas a imagem do Brasil será fatalmente arranhada fora do País entre os grupos de rock pesado. Justamente numa época em que os shows estavam crescendo em níveis incríveis por aqui. Aguardamos, portanto, um posicionamento mais claro dos organizadores para uma conclusão final do que foi este Metal Open Air. 

O festival, aos trancos e barrancos, começou na sexta-feira (20) e o Megadeth, banda principal do dia, conseguiu se apresentar. Resta agora saber como serão os dois últimos dias, justamente sem as bandas que fechariam: o Rock N Roll All Stars, no dia 21, e o Venom, no dia 22.

Para quem ainda vai ao MOA, existem informações ainda importantes no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Algumas dúvidas específicas sobre o festival, podem ser esclarecida também nesta área específica do site.

19
abr
12

Venom cancela participação no Metal Open Air na véspera do início do festival

Na véspera do início daquele que promete ser o maior festival brasileiro de heavy metal de todos os tempos, o grupo Venom anunciou o cancelamento de sua participação no Metal Open Air. Em nota divulgada no site oficial da banda britânica, os músicos disseram que problemas com o visto para viajar para a América do Sul são os motivos, já que, por engano, ele foi emitido para uma viagem à África!?!?

Detalhe: o Venom era apenas o grupo que iria fechar o Metal Open Air, no dia 22 de abril.

O evento começa dia 20 de abril em São Luís do Maranhão, no Parque da Independência, e promete reunir no fim de semana grandes nomes do metal internacional e nacional, como o Megadeth, o Anthrax, Exodus, Saxon, Ratos de Porão e Korzus, entre outros, como o supergrupo Rock N Roll All Stars, que reunirá grandes nomes do rock pesado: Gene Simmons (KISS); Joe Elliott (Def Leppard); Matt Sorum, Duff McKagan e Gilby Clarke (todos ex-Guns N’ Roses); Glenn Hughes (Deep Purple); Ed Roland (Collective Soul); Sebastian Bach (a voz original do Skid Row); Steve Stevens (Billy Idol); Mike Inez (Alice in Chains); e Billy Duffy (The Cult).

Além do Venom, que também cancelou shows que faria no Chile e no Equador, três bandas brasileiras não vão mais participar do Metal Open Air: Shadowside, Hangar e Terra Prima. A primeira alegou, no dia 12 de abril, problemas de logística para chegar ao festival. As outras duas soltaram notas distintas neste dia 19, alegando descaso da organização do festival com as bandas nacionais.

O baterista Aquiles Priester, do Hangar, soltou comunicado no Facebook, dizendo que a banda não recebeu o cachê combinado e que o valor que chegou ao grupo não era suficiente para pagar as despesas da viagem ao Maranhão. Pelo mesmo Facebook, o Terra Prima salientou que nem mesmo detalhes de hospedagem ou translado aéreo do grupo foram informados.

Do lado dos organizadores, até o fechamento deste post, apenas silêncio. Tanto a Negri Concerts quanto a Lamparina Produções não divulgaram notas sobre os cancelamentos em seus sites oficiais, Facebook, Twitter ou página oficial do festival. Numa das notas mais recentes da Lamparina no Facebook, a informação era de que a empresa estava enfrentando alguns problemas de logística com algumas bandas nacionais, mas que todos eles estavam sendo solucionados.

Sempre houve grande torcida entre os fãs para o sucesso pleno do Metal Open Air. Desde o início, os organizadores do festival sempre garantiram que o evento possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Qualquer dúvida sobre o festival, poderá ser esclarecida também nesta área específica do site. O evento ainda tem tudo para ser o maior festival de rock pesado da história do Brasil e fica aqui a torcida para que novas baixas não sejam anunciadas.

Veja abaixo a programação original do festival:

Dia 20/4
Palco Ronnie James Dio
10h30 – Headhunter DC
12h00 – Hangar
14h15 – Almah
16h45 – Shaman
19h15 – Destruction
22h00 – Symphony X

Palco Cliff Burton
11h15 – Dark Avenger
13h00 – Exciter
15h30 – Orphaned Land
18h00 – Anvil
20h30 – Exodus
23h45 – Megadeth

Palco El Diablo
10h30 – Terra Prima
11h15 – Ânsia de Vômito
12h00 – Drowned
Após Megadeth: Fetish Dolls e Fúria Louca

Dia 21/4
Palco Ronnie James Dio
11h15 – Obskure
13h00 – Legion of the Damned
15h30 – Glenn H.
18h00 – Udo
20h30 – Blind Guardian
23h45 – Rock N Roll Allstars

Palco Cliff Burton
12h00 – Stress
14h15 – Korzus
16h45 – André Matos
19h15 – Grave Digger
22h00 – Anthrax

Palco El Diablo
11h15 – Expose Your Hate
12h00 – Ácido
Após Rock N Roll Allstars: Fetish Dolls e Carro Bomba

Dia 22/4
Palco Cliff Burton
10h30 – Attomica
12h00 – Matanza
14h15 – Torture Squad
16h45 – Ratos de Porão
19h15 – Fear Factory
22h00 – Saxon

Palco Ronnie James Dio
11h15 – Motorocker
13h00 – Otep
15h30 – Obituary
18h00 – Dio Disciples
20h30 – Annihilator
23h45 – Venom

Palco El Diablo
10h30 – Megaheartz
11h15– Uneartlhy
12h00 – Semblant
Após Venom: Fetish Dolls e Baranga

08
mar
12

Com anúncio de supergrupo Rock N Roll All Stars, Metal Open Air define programação final

O Metal Open Air realmente promete abalar todas as estruturas do heavy metal mundial em abril. A organização do festival brasileiro finalmente fechou a lista de atrações anunciadas e definiu a programação do evento, que vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. O último nome anunciado para o megafestival é bombástico, já que o supergrupo Rock N Roll All Stars fará uma apresentação única e inédita no País.

Para quem nunca ouviu falar do supergrupo, ele é formado por várias figuras carimbadas do rock and roll pesado.

Gene Simmons (KISS); Joe Elliott (Def Leppard); Matt Sorum, Duff McKagan e Gilby Clarke (todos ex-Guns N’ Roses); Glenn Hughes (Deep Purple); Ed Roland (Collective Soul); Sebastian Bach (a voz original do Skid Row); Steve Stevens (Billy Idol); Mike Inez (Alice in Chains); e Billy Duffy (The Cult) são o time de estrelas que prometem um show inédito, como nunca antes visto!

O Rock N Roll All Stars se apresentará no dia 21 de abril como um dos dos headliners do Metal Open Air, ao lado do Megadeth (dia 20) e do Venom (dia 22). Para apresentar o supergrupo, como mestre de cerimônias, a organização do evento trará nada menos que o ator norte-americano Charlie Sheen, da consagrada série “Two And A Half Men”.

Importante dizer que o grande Glenn Hughes, além de tocar com o Rock N Roll All Stars, também fará um show só dele no mesmo dia. Entre as atrações nacionais recentemente anunciadas, um grande destaque é o Ratos de Porão, grupo fundamental do punk capitaneado por João Gordo.

Com a definição da última atração, a configuração final do Metal Open Air ficará desta maneira, com inúmeras bandas nacionais e internacionais das várias vertentes do heavy metal :

20 DE ABRIL
Semblant, Ânsia de Vômito, Drowned, Headhunter D.C., Hangar, Almah, Orphaned Land, Torture Squad, Exciter, Anvil, Destruction, Exodus, Symphony X e Megadeth.

21 DE ABRIL
Terra Prima, Ácido, Obskure, Dark Avenger, Shadowside, Stress, Legion of The Damned, Andre Matos, Korzus, Glenn Hughes, U.D.O., Grave Digger, Blind Guardian, Anthrax e Rock N Roll All Stars.

22 DE ABRIL
Expose Your Hate, Megahertz, Unearthly, Attomica, Motorocker, Matanza, OTEP, Shaman, Ratos de Porão, Obituary, Dio Disciples, Fear Factory, Annihilator, Saxon e Venom.

Os organizadores do festival garantem que o evento possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias custa R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Ingressos de pista também podem ser comprados separadamente por dia do festival, para os fãs que desejam assistir a somente uma noite do Metal Open Air. Eles custam R$ 250 por pessoa, por dia.
Há também um passaporte chamado “El Diablo”, que custa R$75 por pessoa e é válido para a entrada na boate El Diablo nos três dias do festival. O El Diablo é um clube noturno, que funcionará após o término das apresentações na área de shows do Metal Open Air. Haverá shows das bandas Baranga, Carro Bomba e Fúria Louca e performances do Festish Dolls.
O valor do “El Diablo” é apenas relativo à entrada, sendo a consumação cobrada separadamente nos dias em que você frequentar o El Diablo. Os ingressos individuais custam R$ 35 por pessoa e podem ser comprados apenas para o dia que o fã quiser freqüentar o local.
O único ponto de venda física de entradas que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.
Recentemente, a produção do festival, formada pela Lamparina Produções, Negri Concerts e CKConcerts, alertou que não tem qualquer tipo de vínculo com vendedores ou pontos de vendas avulsos, ou seja, não autorizados, que estejam possivelmente realizando a comercialização de passaportes para o festival.
Qualquer dúvida sobre o festival, poderá ser esclarecida também nesta área específica do site do evento. O evento tem tudo para ser o maior festival de rock pesado da história do Brasil.
08
fev
12

Saxon é mais uma banda confirmada para o Metal Open Air

A organização do Metal Open Air confirmou que o Saxon é mais um grande grupo do heavy metal que vai se apresentar no megafestival que vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. A banda, representante da New Wave Of British Heavy Metal, volta ao Brasil menos de um ano depois de passar por aqui. Em outubro do ano passado, o grupo fez um show elogiado por crítica e público no HSBC Brasil em São Paulo.

No Metal Open Air, o Saxon vai se juntar a Megadeth, Anthrax, Exodus, Venom, Obituary, Annihilator, Destruction, Blind Guardian, Grave Digger, Fear Factory, U.D.O., Dio Disciples, Anvil, Legion of the Damned e OTEP, além do também recém-anunciado Symphony X.

Entre as bandas nacionais, a escalação tem Korzus, Matanza, Andre Matos, Dark Avenger, Torture Squad, Shaman, Drowned, Unearthly, Attomica, Motorocker, Hangar, Stress, Shadowside, Almah, Terra Prima, Semblant, Obskure, Headhunter D.C. e Expose Your Hate. O Krisiun, que era um dos grandes grupos brasileiros anunciados, cancelou sua participação por conta da agenda internacional longa que tem pela frente neste ano.

Os organizadores do festival garantem que o evento possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias já está no terceiro lote, com o valor atualizado de R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Ainda não há previsão de venda de passaportes diários. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Os ingressos poderão ser adquiridos no cartão de crédito em até 12x com encargos reduzidos e também através de boleto bancário. Além da venda na internet, os passaportes poderão ser comprados em um ponto de venda fixo.

O único ponto de venda física que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.

Para homenagear o retorno do Saxon ao Brasil, o Roque Reverso descolou no YouTube o vídeo da música “Power And The Glory”, do álbum de mesmo nome, de 1983.

01
fev
12

Annihilator vem ao Brasil pela 1ª vez para shows no Metal Open Air e em SP

Mais festa para os fãs brasileiros de thrash metal! Depois dos anúncios das vindas do Anthrax, do Megadeth, do Exodus e do Destruction ao País em 2012, agora é a vez de um grupo que nunca pisou em terras tupiniquins: nada menos que o Annihilator, do ótimo guitarrista Jeff Waters. A banda canadense é a mais nova atração totalmente confirmada para o Metal Open Air, megafestival de heavy metal que vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. Além da participação no grande evento no Nordeste, o grupo confirmou um show no dia 24 de abril, em São Paulo, no Carioca Club.

Criada em 1984 em Ottawa, no Canadá, o Annihilator já teve diversas formações, mas sempre contou com seu líder e criador Jeff Waters no comando de todas as ações. Dono de uma técnica incrível na guitarra, Waters poderia ser muito mais badalado do que é, assim como a própria banda.

O Annihilator já gravou 13 álbuns em toda a carreira. Os dois primeiros, “Alice in Hell” (1989) e “Never, Neverland” (1990), são de grande qualidade. Foram os responsáveis pela confirmação do nome do grupo na história do heavy metal e indispensáveis para qualquer fã de thrash metal, com verdadeiras aulas de Waters.

Recentemente, em maio de 2010, a banda lançou o auto-intitulado “Annihilator”, seu 13° álbum de estúdio. Passou o ano de 2011 também dedicado à composição de um novo trabalho, que conta com expectativa para lançamento no primeiro semestre deste ano. Atualmente, além de Jeff Waters, o grupo conta com Dave Padden (vocal e guitarra), Al Campuzano (baixo) e Flo Mounier (bateria)

No Metal Open Air, o Annihilator, vai se juntar a Megadeth, Anthrax, Exodus, Venom, Obituary, Destruction, Blind Guardian, Grave Digger, Fear Factory, U.D.O., Dio Disciples, Anvil, Legion of the Damned e OTEP, que abrirá o show do grupo em São Paulo. Entre as bandas nacionais, a escalação tem Krisiun, Matanza, Andre Matos, Korzus, Dark Avenger, Torture Squad, Shaman, Drowned, Unearthly, Attomica, Hangar, Terra Prima, Semblant, Obskure, Headhunter D.C. e Expose Your Hate.

De acordo com os organizadores do festival, ainda há bandas nacionais e internacionais participantes a serem anunciadas em breve. Eles também garantem que o festival possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias já está no terceiro lote, com o valor atualizado de R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Ainda não há previsão de venda de passaportes diários. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Os ingressos poderão ser adquiridos no cartão de crédito em até 12x com encargos reduzidos e também através de boleto bancário. Além da venda na internet, os passaportes poderão ser comprados em um ponto de venda fixo.

O único ponto de venda física que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.

Quanto ao show de São Paulo, os preços dos ingressos são de R$ 100 para a Pista (inteira). Quem tem carteirinha de estudante, paga R$ 60. O preço do ingresso para o camarote é de R$ 200. As vendas também estão sendo feitas no site www.ticketbrasil.com.br.

Para homenagear a vinda do Annihilator ao Brasil pela primeira vez, o Roque Reverso descolou vídeos da banda no YouTube. Para começar, fique com o clip clássico de “Alison Hell”, do álbum “Alice in Hell” e que tem uma das introduções mais famosas do heavy metal. Depois, fique com a ótima “Fun Palace”, do álbum “Never, Neverland”, em uma gravação ao vivo de 2008. Para fechar, fique com o clipe de “Set the World on Fire”, do álbum de mesmo nome, de 1993.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #scottian Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #charbenante

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 89 outros seguidores

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE