Archive for the 'Grindcore' Category

13
jul
19

Shows diversos em SP e boas atrações na TV marcam o Dia Mundial do Rock

O sábado, 13 de julho de 2019, marca mais um Dia Mundial do Rock. A coincidência da data marcante para o estilo ter caído justamente num sábado foi benéfica para a agenda de bandas e canais de televisão interessados em festejar o assunto que move este Roque Reverso.

Cidade ainda pulsante do rock, São Paulo terá diversos shows bacanas ao longo do dia, vários deles na região central, o que facilita a locomoção dos fãs. Bandas, como o Ira!, o Angra, o Golpe de Estado, Supla, As Mercenárias e o Krisiun, são exemplos de nomes representativos que farão apresentações gratuitas no chamado “Centrão”.

Entre os canais de TV, o sempre ótimo BIS e o Music Box Brazil terão uma grade com várias atrações ligadas ao rock.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

11
jul
19

Brujeria voltará ao Brasil em novembro e será atração principal do Kool Metal Fest em SP

O Brujeria voltará ao Brasil no fim do segundo semestre para ser a atração principal do Kool Metal Fest em São Paulo. O festival acontecerá na capital paulista em novembro, no dia 10, no Carioca Club.

Até o momento, é a única atração do evento, mas os organizadores prometem anunciar outras bandas em breve.

O Brujeria completa 30 anos em 2019 com uma das trajetórias mais peculiares dentro do heavy metal/grindcore. Criado em Los Angeles, mas sempre contando com membros de diversas nacionalidades, o grupo é tradicionalmente conhecido como um conjunto mexicano-norte-americano.

Surgiu como supergrupo e já foi formado por integrantes de bandas como Fear Factory, Faith No More, Napalm Death, Dead Kennedys, Carcass, At The Gates e Cradle of Filth. Billy Gould (baixista do FNM), Dino Cazares (guitarrista do Fear Factory) e Shane Embury (baixista do Napalm Death) são só alguns dos membros da fase de maior sucesso.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

28
jun
16

Brutal em show em SP, Napalm Death manteve a tradição de ‘chutar a cara’ dos hipócritas

Napalm Death em SP - Foto: Divulgação The Ultimate Music/Costábile Salzano Jr.O Napalm Death passou por São Paulo e entregou aos fãs mais um de seus shows brutais e intensos. Para um Clash Club praticamente lotado no domingo, dia 26 de junho, a já veterana banda britânica de gridcore manteve a tradição de “chutar a cara” dos hipócritas com músicas recheadas de letras contundentes e politizadas que fazem falta no atual momento do rock e do mundo em plena onda conservadora.

A despeito de já possuir uma extensa lista de idas e vindas ao Brasil, o grupo inglês ficou muito longe de realizar uma apresentação repetitiva ou sem novidades. Aproveitando a turnê de divulgação do mais recente disco “Apex Predator – Easy Meat”, de 2015, o Napalm mesclou músicas novas com sucessos antigos, até surpreendendo alguns fãs com algumas faixas que não eram aguardadas.

O show de São Paulo fechou a turnê brasileira da banda, que havia passado antes por Limeira, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Manaus e Curitiba. O set list do Napalm Death no Clash Club chamou a atenção por ser um pouco diferente do que o das noites anteriores e agradou justamente por isso.

A abertura na capital paulista ficou por conta de dois grupos brasileiros que só ajudaram a deixar a noite ainda mais agradável.

O primeiro deles foi o Test, a eterna banda da Kombi, que surpreendia o público antigamente tocando do lado de fora das casas de show em plena calçada e que agora, cada vez mais experiente e com um som de dar inveja a muito grupo mais antigo, também abre apresentações do quilate de um Napalm Death em lugares fechados. A segunda banda foi nada menos que o Genocídio, de saudosos shows do underground paulistano dos Anos 80 e 90 e que trouxe seus membros mostrando que ainda têm muita lenha para queimar.

Após as boas apresentações de abertura, o Napalm subiu ao palco. Comandado pelo vocalista Mark “Barney” Greenway, o grupo britânico iniciou seu caos sonoro e transformou o Clash Club num local pouco propício para quem gosta de calmaria. Após a introdução de “Apex Predator – Easy Meat”, a banda emendou “Mass Appeal Madness”, do EP de mesmo nome lançado em 1991.

Sem muito tempo para deixar a plateia ficar parada, o Napalm Death trouxe a poderosa “On The Brink Of Extinction”, do disco “Time Waits for No Slave”, de 2009. Em meio a rodas de mosh que eram criadas na pista, os primeiros de muitos stage divings começaram a se proliferar, com vários fãs saltando sobre a galera presente, com destaque para algumas meninas dando saltos mais radicais do que a maioria masculina.

Depois das novas “Smash A Single Digit” e “Metaphorically Screw You”, do novo álbum, a banda trouxe a ótima “Greed Killing”, do disco “Diatribes”, de 1996. Foi um momento bacana que relembrou o show insano do grupo em São Paulo em 1997 na extinta casa de shows Folclore Musical, no Brás.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

01
abr
16

Napalm Death volta em junho ao Brasil para shows em SP, Rio, Belo Horizonte, Manaus e Limeira

Napalm Death - Reprodução do cartaz da turnê na América do SulO respeitado Napalm Death voltará ao Brasil em junho para shows em cinco cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus e Limeira. O veterano grupo britânico de grindcore retorna ao País para divulgar o álbum “Apex Predator – Easy Meat”, lançado em 2015.

A passagem do Napalm começa em Limeira, no dia 21 de junho, no Bar da Montanha. Logo depois, segue para Belo Horizonte, no dia 22 de junho, no A Autêntica; para o Rio de Janeiro, no dia 23, no Teatro Odisseia; para Manaus, no dia 24, no Teatro Manauara; e chega a São Paulo, no dia 26 de junho, no Clash Club.

A excursão brasileira é uma realização da Liberation Tour Booking. Segundo os organizadores, mais informações sobre o valor dos ingressos serão divulgadas nos próximos dias (veja aqui).

Para quem ainda não conhece o velho e bom Napalm Death, é uma das bandas mais pesadas da história do rock. Precursor do Grindcore, o grupo influenciou uma série de bandas pesadas desde a década de 80.

Além do peso e da rapidez das músicas, o Napalm Death também é lembrado pelas letras bastante politizadas. Nem todo fã de rock gosta dos vocais guturais do estilo grindcore, mas a visita às letras do grupo do britânico valem a pena e retratam a indignação com diversos problemas da sociedade.

O Napalm Death já veio diversas vezes ao Brasil. Em 2014, chegou a passar pelo País para tocar no Rio, em São Paulo e Curitiba.

A formação do grupo atualmente tem Mark “Barney” Greenway (vocal), Shane Embury (baixo), Mitch Harris (guitarra/vocal) e Danny Herrera (bateria).

Para celebrar o retorno do Napalm Death ao Brasil, o Roque Reverso descolou clipes no YouTube. Fique com os de “The World Keeps Turning”, “Plague Rages” e “Suffer the Children”.

08
mar
16

Brujeria vem a SP em maio para show único da turnê ‘Fuck Donald Trump!’

Brujeria em SP - Cartaz de DivulgaçãoO Brujeria volta ao País em maio para um show único que será realizado em São Paulo. O grupo criado em Los Angeles, mas que sempre contou com membros de diversas nacionalidades e é conhecido com o um conjunto mexicano-norte-americano, vai se apresentar no dia 16 de maio no Clash Club.

A banda, que teve uma das trajetórias mais peculiares dentro do heavy metal/grindcore, vai trazer para cá a apresentação que pertence à turnê latino-americana “Fuch Donald Trump!”, numa referência ao maluco pré-candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos.

Os ingressos já estão à venda. Para a Pista, custam R$ 70,00 (meia-entrada e promocional para o primeiro lote) e R$ 90,00 (meia-entrada e promocional para o segundo lote). Para o Camarote, têm o valor de R$ 120,00 (meia-entrada e promocional para o primeiro lote).

As entradas podem ser compradas na internet no site Clube do Ingresso.

Os locais físicos de venda são a Loja 255 da Galeria do Rock e a Loja Metal Music em Santo André.

Além delas, há as lojas da Contém 1 Grama dos shoppings West Plaza, Metrô Boulevard Tatuapé, Aricanduva e Santa Cruz.

Quem quiser comprar os ingressos sem taxa de conveniência tem a opção das bilheteria do Carioca Club, mas lá só aceitam dinheiro.

O Brujeria surgiu no início dos anos 90 como um supergrupo e já foi formado por integrantes de bandas como Fear Factory, Faith No More, Napalm Death, Dead Kennedys, Carcass, At The Gates e Cradle of Filth. Billy Gould (baixista do FNM), Dino Cazares (guitarrista do Fear Factory) e Shane Embury (baixista do Napalm Death) são só alguns dos membros da fase de maior sucesso do grupo.

Destes, apenas Shane Embury, que usa na banda o nome de Hongo, costuma ainda aparecer. Entre os membros atuais estão Juan Brujo (vocal), A. Kuerno (guitarra) e Podrido (bateria)

As letras do grupo, todas em espanhol, tratam de temas polêmicos como satanismo, sexo, imigração, tráfico de drogas, política e revolução. Justamente por isso, é natural a “homenagem” a Donald Trump no título da turnê, já que o sujeito chegou a propor a bizarra criação de um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México!!!

24
nov
14

5 anos de Roque Reverso!!!

Sim, queridos leitores!!! O Roque Reverso faz aniversário neste dia 24 de novembro de 2014. Desta vez, chegamos a 5 anos de existência, apesar de toda essa coisa parecer que começou ontem. Inicialmente criado apenas como uma curtição por dois jornalistas fãs de rock n’ roll, este veículo continua conquistando cada vez mais espaço entre os fãs do estilo musical e nosso desejo é de que ele permaneça rompendo fronteiras e trazendo ainda mais gente para acompanhar nosso trabalho.

Mesmo mais velhos, tudo aqui continua como sempre ou segue melhorando! Você pode acompanhar os mais recentes lançamentos de diversas vertentes do rock; ver algumas curiosidades de alguns dos astros do estilo musical; além de ter acesso à cobertura dos grandes shows que passam pelo País ou daquelas apresentações que os veículos mais badalados pouco prestigiam, especialmente as do rock mais pesado.

Além da página tradicional na internet, o Roque Reverso também está no Facebook e no Twitter,  locais onde, muitas vezes, a comunicação é feita de uma maneira mais rápida, por meio do espaço Curtas do Roque Reverso.

No Facebook, temos uma galeria de fotos de shows que acompanhamos. A maioria dessas fotos são fornecidas pelas organizadoras das apresentações e mostra excelentes trabalhos de grandes profissionais. Há um álbum específico para cada show e as atualizações sempre estão acontecendo!

Como sempre fazemos, gostaríamos de agradecer a você, leitor, por escolher o Roque Reverso como uma fonte de informação. Também não podemos deixar de lembrar da força que os parceiros de longa data, o renomado site Whiplash! e o prestigiado Combate Rock, costumam dar, quando aproveitam nosso material!!

Voltamos a agradecer também aos amigos que sempre nos incentivaram; aos outros novos amigos que sempre conhecemos em shows de rock e arriscaram entrar aqui para conhecer nossos textos; e ao grupo de amigos online que nunca vimos pessoalmente, mas que participa das nossas discussões deste espaço ativamente, seja na página da internet, no Facebook ou no Twitter.

Para comemorar os 5 anos do Roque Reverso, decidimos dar 4 presentes descolados no YouTube com shows legais e longos de bandas realizados em 2014.

Fique inicialmente com a apresentação que o Queens of The Stone Age realizou no festival alemão Rock Am Ring. Depois, veja o show surpresa que o Foo Fighters realizou em Chicago. Na sequência, assista a uma apresentação do Arctic Monkeys no Lollapalooza de Chicago. Para fechar, veja um show do Black Sabbath no Hyde Park, em Londres.

12
mar
14

Test, a eterna banda da Kombi, ataca novamente com clipe de música nova

Banda brasileira que ficou marcada pela iniciativa inovadora de fazer apresentações a bordo de uma perua Kombi, o Test lançou recentemente o clipe da nova música “Direção/Desastre”. O vídeo, filmado por Ailton Lucena e editado por Tomás Moreira, traz novamente o grupo com mais um petardo sonoro.

Quem acompanha o Roque Reverso conheceu o Test em junho de 2011, quando a banda havia chamado grande atenção depois de fazer um show na rua, em frente ao Via Funchal, antes da apresentação do grande Slayer na casa de shows.

De lá para cá, o grupo continuou fazendo sucesso na cena underground, na maioria das vezes adotando a fórmula real do “faça você mesmo”. Juntos, o guitarrista e vocalista João Kombi e o baterista Thiago Barata até já fizeram apresentações no estilo tradicional (dentro das casas de show ou em espaços de eventos), mas parecem gostar mesmo da liberdade de tocar onde quiserem.

Em 2013, decidiram fazer uma pequena mudança que agradou ainda mais o público: em vez de tocar na rua antes dos shows das bandas grandes, passaram a tocar depois.

Isso aconteceu na sequência das apresentações que o Iron Maiden fez na Arena Anhembi e que o Black Sabbath realizou no Campo de Marte. Com isso, surgiu a brincadeira que diz que as bandas britânicas “abriram para o Test”.

Na seção Drops Rock Brazuca, o Roque Reverso adiantou que o Test se apresentará na segunda edição do Festival São Paulo em Fúria, que acontece na capital paulista nos dias 15 e 16 de março.

Veja abaixo o clipe do Test:




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias