Archive for the 'Pink Floyd' Category

18
out
17

Ignorância faz internautas conservadores confundirem homenagem ao Pink Floyd com campanha LGBT

Polenguinho - Reprodução da imagem postada no FacebookUma publicação publicitária da marca Poleguinho no Facebook que tinha como intuito fazer uma homenagem ao clássico álbum “The Dark Side of The Moon”, do lendário Pink Floyd, causou polêmica na rede social e se espalhou por toda a internet. Tudo porque a ignorância fez alguns poucos internautas conservadores confundirem a lembrança da capa do disco com uma referência à causa LGBT.

Na postagem no Facebook da popular marca de queijo, a conhecidíssima capa do álbum, que traz um prisma sendo atingido por um feixe de luz que é transformado em um arco-íris, fui alterada, com a substituição do prisma por uma amostra do queijo e sua tradicional embalagem.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

Anúncios
21
maio
17

Roger Waters cutuca brasileiros sobre Temer e também lança clipe que aborda questão de refugiados

Roger Waters provoca com Temer - Foto: Reprodução do FacebookPrestes a lançar novo álbum em junho, Roger Waters está bem ativo nas redes sociais e na promoção do novo trabalho. No sábado, dia 20 de maio, ele cutucou os brasileiros com uma provocação em relação ao escândalo recente envolvendo o presidente da República, Michel Temer. Dias antes, em 18 de maio, liberou no YouTube um belo clipe que aborda a questão dos refugiados para a nova música “The Last Refugee”.

A provocação que cita Temer foi a mistura da capa do novo disco com uma foto do presidente que é rejeitado pela maioria esmagadora da população brasileira. Waters também usou o nome do disco “Is This The Life We Really Want?” para fazer a seguinte pergunta aos brasileiros: “Brasil, é essa vida que vocês realmente querem?”

Tradicionalmente engajado nas questões políticas e bastante antenado com o que acontece em várias partes do mundo, Waters é mais um artista internacional do rock a entrar em assuntos brasileiros.

Outro músico que mencionou recentemente os problemas brasileiros foi o também politizado guitarrista Tom Morello. Ele aproveitou a boa apresentação do Prophets of Rage no Maximus Festival, em São Paulo, no dia 13 de maio, para integrar o “Fora, Temer!”, dias antes das revelações escandalosas da JBS sobre o presidente da República.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

10
maio
17

Roger Waters mostra em programa de TV dos EUA a música ‘Déjà Vu’, do novo disco previsto para junho

Roger Waters - Foto: Divulgação Roger Waters FacebookRoger Waters apresentou uma música nova aos fãs na terça-feira, 9. “Déjà Vu” foi tocada ao vivo no programa “The Late Show with Stephen Colbert”, da rede norte-americana CBS.

É a segunda faixa conhecida do novo disco “Is This The Life We Really Want?”, que o músico britânico lançará em 2 de junho.

A primeira havia sido “Smell The Roses”, liberada no dia 20 de abril.

O álbum é o primeiro trabalho de estúdio solo de Waters em 25 anos.

O último trabalho deste tipo do artista havia sido “Amused To Death”, de 1992.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

21
abr
17

Roger Waters libera a música ‘Smell the Roses’, do novo álbum previsto para junho

Roger Waters - Reprodução da capa do disco "Is This The Life We Really Want?"Roger Waters liberou na quinta-feira, 20 de abril, a música “Smell The Roses”. É a primeira amostra do novo álbum “Is This The Life We Really Want?”, que o músico britânico lançará em 2 de junho.

O disco, cuja capa pode ser vista ao lado, é o primeiro trabalho de estúdio solo de Waters em 25 anos. O último trabalho deste tipo do artista havia sido “Amused To Death”, de 1992.

Neste intervalo, Waters chegou a lançar álbuns ao vivo e até uma ópera, “Ça Ira”, de 2005, que chegou a ser lançada em CD.

O novo disco “Is This The Life We Really Want?” havia sido anunciado em fevereiro. Desde então, Waters vinha lançado alguns vídeos de gravações e trechos no YouTube, mas ainda não havia dado uma amostra completa em forma de música.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

23
jan
17

40 anos do álbum ‘Animals’ do Pink Floyd

"Animals" - Reprodução da capaO dia 23 de janeiro de 2017 marca os 40 anos do lançamento do disco “Animals”, do Pink Floyd. Décimo disco da banda britânica, é mais um trabalho conceitual, no qual há críticas às condições sociais e políticas da Inglaterra dos Anos 70.

O disco é baseado no clássico livro “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell, que tem o título original “Animal Farm”, em inglês.

“Animals” sucedeu nada menos que os álbuns de imenso sucesso “The Dark Side of the Moon”, de 1973, e “Wish You Were Here”, de 1975.

Comparado a estes dois discos, é um álbum totalmente anticomercial, com poucas músicas, sendo que a mais longa delas, “Dogs”, possui nada menos que 17 minutos e três segundos de duração.

Enquanto “The Dark Side of the Moon” traz uma quantidade bem maior de canções e um número relevante de clássicos do rock, “Animals” não tem músicas que tenham atingido tal condição, comercialmente falando, apesar da qualidade das mesmas.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

06
mar
16

David Gilmour completa 70 anos e lança clipe da música ‘In Any Tongue’

David Gilmour - Foto: DivulgaçãoDavid Gilmour completou 70 anos de idade neste domingo, dia 6 de março. Eterno guitarrista do Pink Floyd, o respeitadíssimo músico acabou aproveitando a véspera do aniversário para presentear os fãs com o clipe da música “In Any Tongue”.

É mais uma faixa do álbum “Rattle That Lock”, que chegou ao público em setembro de 2015.

Antes do clipe de “In Any Tongue”, os fãs de Gilmour já haviam visto os das faixas “Rattle That Lock”, “The Girl In The Yellow Dress” e “Today”.

Mais uma vez, de maneira idêntica ao clipe de “The Girl In The Yellow Dress”, Gilmour aproveita para usar e abusar de animações bem bacanas no vídeo de “In Any Tongue”.

Danny Madden, que já havia colaborado no primeiro clipe animado, é o responsável pelo “In Any Tongue”, no qual a melodia belíssima ajuda muito e lembra alguns dos grandes sucessos do Pink Floyd.

Sobre os 70 anos de Gilmour? Precisam, e muito, de comemoração. No ano que o mundo perdeu outro David, o Bowie, que tinha 69 de idade, cresceu a sensação de que grandes nomes do rock estão cada vez mais se aproximando de idades avançadas e que muitos deles podem partir e deixar novos fãs órfãos, como os de Bowie.

Gilmour, por sinal, parece muito em forma e não entraria numa eventual lista de ídolos próximo do fim. Recentemente, além de lançar o novo álbum, passou pelo Brasil para elogiadíssimos shows, realizando o sonho de muitos que já não imaginavam o músico em solo brasileiro.

Nascido em Cambridge, Gilmour não é apenas guitarrista e vocalista, mas um multi-instrumentista e doutor em Arte. A revista norte-americana Rolling Stone o elegeu o 14º melhor guitarrista do mundo, mas, para muitos críticos e músicos, ele está entre os 10 ou até os 5 primeiros.

Sua enorme contribuição ao Pink Floyd e a própria música pop como um todo merece ser lembrada eternamente, já que a banda é uma das mais importantes de todos os tempos. Ao lado de Roger Waters, outro que já passou pela barreira dos 70 anos, lançou discos fundamentais e, apesar das brigas que os dois tiveram pelos direitos do grupo, ambos carregarão para sempre a imagem da extinta banda.

Veja o clipe de “In Any Tongue”:

13
dez
15

Set list, fotos e vídeos dos shows de David Gilmour no Allianz Parque em SP

David Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossiDavid Gilmour finalmente estreou em palcos brasileiros nos dias 11 e 12 de dezembro. Nas duas apresentações realizadas no Allianz Parque, o eterno guitarrista e vocalista do Pink Floyd realizou o sonho de milhares de sortudos que estiveram presentes na nova arena do Palmeiras, na capital paulista.

Entre os shows de 2015 no Brasil, os de Gilmour talvez tenham sido o que mais mexeram com a ansiedade do público. Toda vez que um grande músico ou lendária banda vem ao País pela primeira vez esse comportamento é natural.

Ansiedade parecida foi vista, por exemplo, em 2013 com a vinda do trio clássico do Black Sabbath: com Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler. Naquela ocasião, instalou-se um verdadeiro culto ao heavy metal no Campo de Marte e ninguém jamais esquecerá aquele momento.

Em 2015, pode não ter sido constatado o fanatismo incomparável dos fãs do heavy metal, mas os relatos dos fãs presentes aos shows de Gilmour também são de que as pessoas podem ter visto os maiores shows de suas vidas. Guitarrista de qualidade excepcional, ele conseguiu, com um set list bem caprichado, saciar a vontade de quem já imaginava que nunca iria vê-lo ao vivo.

Na primeira noite, cerca de 40 mil felizardos estiveram presentes no Allianz Parque. Na segunda, cerca de 50 mil sortudos também terão histórias para contar para filhos e netos.

Entre os relatos diversos, o sentimento é o melhor possível. Pouquíssimos foram os fãs que não ficaram empolgados. Uma ou outra música do Pink Floyd de fora não foram suficientes para gerar insatisfação.

Não bastasse a óbvia distribuição de clássicos da lendária banda britânica, a passagem de Gilmour pelo Brasil serviu para a divulgação de seu mais recente álbum. “Rattle That Lock” é o primeiro disco solo do mestre da guitarra desde o álbum “On An Island”, de 2006, e foi elogiado pela qualidade superior ao trabalho anterior.

As apresentações de Gilmour tiveram duração de cerca de 3 horas, divididas em duas partes: uma de 70 minutos e outra de 80 minutos, com um intervalo entre elas de 20 minutos para descanso.

O equipamento que Gilmour trouxe ao Brasil ocupou 10 contêineres, sendo que oito deles são dedicados exclusivamente ao material de iluminação e efeitos cênicos. Na moderníssima arena do Palmeiras, esses efeitos ficaram ainda mais impressionantes, conforme os diversos vídeos que não param de ser enviados ao YouTube.

David Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/Camila CaraDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/Camila CaraDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossiDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/Camila CaraDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossiDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossiDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossiDavid Gilmour em SP - Foto: Divulgação Mercury Concerts/MRossi

Entre os fãs houve, porém, espaço para reclamações ligadas à organização dos shows. Algumas delas estão ligadas a obstáculos visuais, como as torres de som espalhadas pela pista e à tenda que abrigou o house mix. Tal reclamação foi vista nos shows de Paul McCartney no mesmo Allianz Parque no fim de 2014.

Outra reclamação imperdoável foi a de furtos de celulares e carteiras, fato que nem sempre é comum em shows de rock, mas que são mais frequentes em apresentações muito badaladas ou com ingressos mais elevados do que o normal. No show de Gilmour alguns marginais aproveitaram essa deixa e trouxeram alguns prejuízos, conforme relatos de fãs na página da organizadora dos shows.

Voltando ao lado bom do evento, clássicos históricos do Pink Floyd levaram muitos ao delírio no Allianz Parque. “Wish You Were Here”, “Money”, “Us and Them”, “High Hopes”, “Shine On You Crazy Diamond”, “Time”, “Breathe – Reprise” e “Comfortably Numb” foram só algumas das faixas que devem ter ficado grudadas na mente da galera presente.

O Roque Reverso teve a credencial de imprensa negada para a cobertura, mas quem nos conhece sabe que não é um obstáculo desses que nos impedirá de trazer material relacionado aos shows para os nossos leitores da mais alta qualidade. Quem gosta de rock e vive para ele sempre vai descolar com o maior carinho os melhores momentos das históricas apresentações em São Paulo.

Foi o que fizemos. E o leitor poderá conferir abaixo por meio de vídeos de grande qualidade descolados no YouTube. Para começar, descolamos nada menos que o de “Wish You Were Here”. Veja depois Gilmour e banda tocando “Us and Them”, “Shine On You Crazy Diamond”, “Time” e “Breathe. Para fechar, fique com “Comfortably Numb”. Mas não estranhem se o vídeo não rodar, já que o Pink Floyd tem sido bastante chato até com coisa ao vivo postada pelos fãs no YouTube.

Set list

5 A.M.
Rattle That Lock
Faces of Stone
Wish You Were Here
A Boat Lies Waiting
The Blue
Money
Us and Them
In Any Tongue
High Hopes

Astronomy Domine
Shine On You Crazy Diamond
Fat Old Sun
On an Island
The Girl in the Yellow Dress
Today
Sorrow
Run Like Hell

Time
Breathe
Comfortably Numb




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #scottian Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #charbenante

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 89 outros seguidores

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE