Archive for the 'Slipknot' Category

05
out
15

Slipknot libera clipe da música ‘XIX’

Slipknot - Foto: DivulgaçãoTem clipe novo do Slipknot na área. Nesta segunda-feira, dia 5 de outubro, a banda norte-americana liberou no YouTube o vídeo da música “XIX”.

É mais um clipe ligado ao disco “.5: The Gray Chapter”, que foi lançado no ano passado.

Antes, o grupo dos mascarados de Iowa já havia liberado outros três vídeos oficiais: “The Negative One”, “The Devil In I” e “Killpop”.

A direção do clipe de “XIX” é de M. Shawn Crahan. Ele também já havia sido o responsável pelas três produções anteriores.

O álbum “.5: The Gray Chapter” foi o primeiro do Slipknot desde a morte do baixista e compositor Paul Gray, em 2010, e da saída do excelente baterista Joey Jordison, em dezembro de 2013.

Especificamente no clipe de “XIX”, que é uma faixa bem mais lenta que as habituais dos mascarados de Iowa, há todo um clima que lembra um enterro. O percussionista Crahan já havia revelado para a mídia que o som é uma homenagem a Paul Gray.

Além do caixão que aparece no clipe, há duas garotas que chegam a aparecer totalmente sem roupa.

Para quem se ligou, a música “XIX” fez parte do repertório dos shows do Slilpknot no Brasil em setembro de 2015. Ela foi usada como introdução das apresentações no Rock in Rio e em São Paulo.

01
out
15

Slipknot repete em SP script do Rock in Rio, rasga elogios ao público e faz Pista Vip se ajoelhar

Slipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsDois dias depois de se apresentar e honrar o posto de headliner do Rock in Rio, o Slipknot tocou em São Paulo no domingo, 27 de setembro, na Arena Anhembi. Para um público que deu show de participação e ganhou elogios do vocalista Corey Taylor, o grupo norte-americano seguiu rigorosamente o script do festival realizado na capital fluminense e proporcionou, mais uma vez, uma apresentação intensa e vibrante, a ponto de conseguir a proeza de fazer a plateia que ocupava a eternamente criticada Pista Vip se ajoelhar durante a execução da música “Spit It Out”, no momento maior do show.

Os mascarados de Iowa não tocavam em São Paulo desde o Monsters of Rock de 2013, quando também foram atração principal numa das noites e fizeram uma ótima apresentação. Em 2015, havia atrativos adicionais ao show do Slipknot. Tudo porque a banda veio à capital paulista no ano seguinte ao lançamento recente do novo álbum da banda.

O disco “.5: The Gray Chapter” é o primeiro desde a morte do baixista Paul Gray e da saída do baterista Joey Jordison. Também é o primeiro desde o álbum “All Hope Is Gone”, de 2008.

A banda de abertura do show em São Paulo foi o Mastodon, que também havia tocado dias antes no Rock in Rio. O grupo não conseguiu, porém, tocar todo o repertório planejado, em virtude de um forte temporal que caiu sobre a região do Anhembi. Com a forte chuva, a apresentação da banda de abertura durou cerca de 30 minutos.

Após o temporal, para sorte dos fãs dos Slipknot, a chuva parou de repente e não caiu uma gota sequer durante toda a apresentação dos mascarados. Tal qual o cenário visto no Rock in Rio, o palco fazia referência ao novo álbum. O set list foi idêntico ao do festival carioca e a entrega dos integrantes foi a mesma de sempre: total.

A banda fez a preparação para a entrada ao som da música “XIX” e começou tocando com “Sarcastrophe”. As duas são do novo álbum e foram recebidas por muitos gritos e vibração da plateia.

Note que este jornalista mencionou a existência da Pista Vip no primeiro parágrafo do texto e destacou que até o povo de lá se rendeu às peripécias do Slipknot. Se, em qualquer show, este Roque Reverso costuma criticar a Pista Vip, imagine numa apresentação de um grupo que causa um imenso frenesi do público.

Slipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move Concerts

No caso do Slipknot, é um verdadeiro pecado a existência da Pista Vip. O Roque Reverso acompanhou o show de lá de maneira tranquila e tem até elogios à estrutura da chamada “Bud Zone”, que contava com uma ampla oferta de lanchonetes e bom atendimento ao público. Mas Slipknot é sinônimo de agitação, roda de mosh, energia, apocalipse…

Com uma grade separando o público, as rodas próximas ao palco eram bem menos expressivas do que se viu em apresentações anteriores, como a do Rock in Rio de 2015 e a do Monsters de 2013. Comparar então com o antológico show dos mascarados no inesquecível Rock in Rio de 2011 é uma covardia.

Seguindo o script do show de dias antes na capital fluminense, o Slipknot trouxe ao público as músicas “The Heretic Anthem” e “Psychosocial”. Depois disso, mesclou canções do disco novo, com destaque novamente para a boa “The Devil in I”, com outros clássicos.

Slipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move ConcertsSlipknot em SP - Foto: Divulgação Midiorama/Stephan Solon/Move Concerts

Interessante notar que o vocalista Corey Taylor se surpreendeu com a reação positiva da plateia paulistana. Em dado momento do show, ele disse que o show do Anhembi (apesar de não contar nem com a metade dos 85 mil presentes do Rock in Rio 2015) tinha um público muito mais barulhento.

A declaração de Taylor levou os fãs à loucura e fez com que o público soltasse um “Chupa, Rock in Rio! Chupa, Rock in Rio”. Taylor disse que não fazia a “mínima ideia” do que aquilo significava, mas que concordava.

Com o público na mão, Corey e o Slipknot continuaram o desfile apocalíptico no Anhembi. Os hits “Before I Forget” e “Duality” foram, como sempre, momentos altíssimos do show e foram cantados do começo ao fim pela plateia emocionada.

Com a Pista Vip, a imensa roda que se costuma formar em “Duality” não se repetiu com a mesma magnitude nas proximidades do palco. Havia uma galera que até tentou algo mais expressivo, mas havia um povo que estava mais preocupado em curtir, pular e vibrar, sem um cenário de caos. Muitas meninas presentes também chamaram a atenção pela quantidade, o que também foi bastante bacana, pois show com muito marmanjo feio (pleonasmo) é um porre.

Curta o Roque Reverso no Facebook!!!

Curta o Roque Reverso no      Facebook!!!

“Spit It Out” foi sem dúvida o maior momento da apresentação no Anhembi. Como sempre faz na metade da música, Corey Taylor comandou o momento em que faz com que todo o público fique agachado (ou de joelhos, como já dissemos), para, depois, pular junto quando é dito a palavra “jumpdafuckup”.

Foi simplesmente impressionante novamente ver o poder que a banda possui quando todos os presentes ficaram agachados. Mesmo os fãs mais velhos, mais gordos ou mais tímidos entraram na brincadeira e, quando o sinal de “jumpdafuckup” foi dado, aí sim, praticamente o Anhembi inteiro pulou.

No bis, as mesmas faixas matadoras do Rock in Rio 2015. Primeiro, a aterrorizante introdução de “742617000027”. Na sequência, o Slipknot mandou ver com “(sic)”, “People = Shit” e “Surfacing”.

Do mesmo jeito que dissemos na resenha do show do Rock in Rio, chamou a atenção a performance do novo baterista Jay Weinberg. Não houve a bateria giratória dos tempos de Joey Jordison, mas ele mostrou a todos que tem competência para assumir o importante posto no Slipknot.

Durante o show, não bastasse Corey Taylor dizer que a apresentação de São Paulo tinha sido a mais barulhenta que a do festival carioca, o sujeito afirmou que o evento em terras paulistas estava no Top 3 do Slipknot na turnê. O público, claro, pirou.

O saldo final da apresentação foi extremamente positivo. Mais uma vez, o grupo provou que continua no momento entre os principais expoentes do heavy metal mundial e que tem ainda muito a proporcionar para os fãs.

Para relembrar o show do Slipknot na Arena Anhembi, o Roque Reverso descolou alguns vídeos amadores no YouTube. Fique inicialmente com “Duality”. Depois, veja um trecho de “Spit It Out” com a galera ficando agachada e entrando na brincadeira da banda. Na sequência, assista um vídeo com “(sic)”. Para fechar uma gravação especial feita pelo baterista do Worst, Fernando Schaefer, que traz nada menos que exclusivamente o baterista Jay Weinberg, detonando nas músicas “People=Shit” e “Surfacing” bem na hora do bis!

Set list

XIX/Sarcastrophe
The Heretic Anthem
Psychosocial
The Devil in I
AOV
Vermilion
Wait and Bleed
Killpop
Before I Forget
Sulfur
Duality
Disasterpiece
Spit It Out
Custer

742617000027/(sic)
People = Shit
Surfacing

26
set
15

Agora headliner, Slipknot fez o show mais intenso, vibrante e insano do Rock in Rio 2015

Slipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel Martini

Redação RЯ 

Depois de entrar para a história do Rock in Rio em 2011, quando fez um show antológico, o Slipknot voltou em 2015 merecidamente como headliner e honrou a condição de atração principal do dia 25 de setembro na capital fluminense. Com uma apresentação que também não será esquecida pelos fãs, o grupo norte-americano de Iowa fez o show mais intenso, vibrante e insano do evento.

Desde já, o Roque Reverso avisa que não há comparação com aquela noite de 2011.

Naquela apresentação, o público era maior (100 mil pessoas contra 85 mil de 2015), a banda voltava a um evento imenso um ano e meio depois da morte do baixista Paul Gray e contava com o baterista Joey Jordison, um dos melhores do heavy metal.

Além disso, todo o frenesi que tomou conta da Cidade do Rock superou os limites do mundo metálico e virou assunto no dia seguinte até entre os que não gostam de música pesada. Ajudou para a discussão o fato de a famigerada Rede Globo (que compra os direitos dos eventos e não dá a cobertura correta) transmitir o show na íntegra para todo o Brasil em TV aberta. Desta vez, passou a maioria do show em VT porque estava transmitindo final de novela e restou aos fãs o canal fechado Multishow ou a internet.

Em 2015, o grande atrativo adicional ao show do Slipknot no Rock in Rio foi o lançamento recente do novo álbum da banda. O disco “.5: The Gray Chapter”, de 2014, é o primeiro desde a morte de Paul Gray e da saída de Joey Jordison. Também é o primeiro desde o álbum “All Hope Is Gone”, de 2008.

O Roque Reverso, infelizmente, não esteve presente em carne e osso na Cidade do Rock (estará na Arena Anhembi em SP no dia 27 de setembro), mas acompanhou todos os detalhes do grande show dos mascarados pelos diversos meios possíveis.

Mudanças interessantes em relação a 2011 foram vistas: além das máscaras diferentes e dos novos membros (Alessandro Venturella no baixo e Jay Weinberg na bateria), o palco bem elaborado e com uma série de efeitos também chamou demais a atenção.

Slipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel MartiniSlipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel MartiniSlipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Fernando SchlaepfeSlipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel MartiniSlipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel MartiniSlipknot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in Rio/I Hate Flash/Ariel Martini

Depois de grande ansiedade da plateia, o Slipknot fez a preparação para a entrada ao som da música “XIX” e começou tocando com “Sarcastrophe”. Ambas são do novo álbum e, automaticamente, geraram na Pista do Rock in Rio aquele tradicional efeito de abertura de rodas e mais rodas de mosh.

Para manter o delírio do público, a banda trouxe as já clássicas “The Heretic Anthem” e “Psychosocial”. Daí em diante, mesclou faixas do novo álbum, como a boa “The Devil in I”, com outros sucessos mais conhecidos.

Em diversos momentos da apresentação, o ótimo vocalista Corey Taylor conversou com a plateia. Chamou o público de “família” e tratou todos com o devido respeito que um grande frontman deve fazer. Antes de cantar o hit “Before I Forget”, por exemplo, ele discursou sobre o preconceito idiota que a sociedade historicamente possui em relação ao heavy metal.

Curta o Roque Reverso no Facebook!!!

Curta o Roque Reverso no      Facebook!!!

Após “Sulfur”, Taylor pediu para o público cantar um “Parabéns a Você” para o percussionista (que usa a máscara de palhaço) Shawn Crahan, que fez aniversário recentemente. No clássico “Duality”, o Slipknot fez o estardalhaço de sempre e até soltou papel picado sobre o público, mas, diferente de 2011, quando deu nada menos que dois stage divings matadores, o DJ Sid Wilson ficou um pouco mais comportado.

Mantendo a tradição, o Slipknot tocou “Spit It Out”, e, na metade da música, Corey Taylor comandou o momento em que faz com que todo o público fique agachado, para, depois, pular junto quando é dito a palavra “jumpdafuckup”.

No Bis, três faixas matadoras. Depois da introdução de “742617000027”, a banda tocou “(sic)”. No fim, o público se esgoelou com “People = Shit” e “Surfacing”, que, diferente de 2011, não teve a bateria giratória.

Vale destacar que, a despeito de toda a qualidade e importância do ex-baterista Joey Jordison, o novo ocupante do posto, Jay Weinberg, foi um dos pontos altos do show. Impressionou pela pegada e não ficou devendo em nenhuma oportunidade durante a apresentação.

Para relembrar os grandes momentos do ótimo show do Slipknot no Rock in Rio, o Roque Reverso descolou vídeos no YouTube. Para começar, fique com “Psychosocial”. Depois, veja “Before I Forget”, “Duality” e “(sic)”. Se quiser ver o show na íntegra, há este link imperdível ou vá no último vídeo deste post!!!

Set list

XIX/Sarcastrophe
The Heretic Anthem
Psychosocial
The Devil in I
AOV
Vermilion
Wait and Bleed
Killpop
Before I Forget
Sulfur
Duality
Disasterpiece
Spit It Out
Custer

742617000027/(sic)
People = Shit
Surfacing

18
set
15

Tudo pronto para o Rock in Rio 2015! Veja os horários e os detalhes do festival

Metallica no Rock in Rio de 2013 - Foto: Divulgação RiRTudo pronto para o Rock in Rio 2015! A edição que comemorará os 30 anos do festival que começou em 1985 na capital fluminense tem início nesta sexta-feira, dia 18 de setembro, e promete fazer a alegria dos amantes da música. A despeito das tradicionais atrações pops que sempre geram reclamações dos fãs de rock, o estilo que dá nome ao evento estará bem representado, com destaque para as três noites de som pesado que terá como headliners os Metallica, o System of a Down e o Slipknot.

O Rock in Rio será realizado nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27. Além das três noites recheadas com as mais diversas vertentes do heavy metal, outros nomes de peso da música estarão presentes, como o headliner Rod Stewart, o lendário Elton John, o arrasa quarteirão A-ha, o sempre maluco Faith No More, o competente Queens of The Stone Age e o veterano Mötley Crüe, que está em turnê de despedida.

Do mesmo modo que as edições mais recentes, de 2011 e de 2013, o festival de 2015 terá as atrações mais importantes do Palco Mundo. No Palco Sunset, que costuma trazer encontros, alguns deles inusitados, alguns dos destaques são o Ministry, o Korn, o Deftones e o guitarrista Steve Vai.

Em 2011, os pontos altos do festival foram as apresentações no Palco Mundo do Metallica, do Slipknot, do System of a Down e do Coldplay. A edição de 2013 também teve momentos muito bons, como o show novamente do Metallica, além de Bruce Springsteen, Iron Maiden e Muse.

Os ingressos para o Rock in Rio 2015 se esgotaram no dia 23 de abril. Houve uma venda extra de entradas em agosto, mas tudo terminou rapidamente.

Importante informar que houve uma alteração no line-up do Palco Mundo no dia 27. A cantora sueca Robyn cancelou os shows que faria no festival. O duo de música eletrônica AlunaGeorge vai substituir a cantora no dia que terá Katy Perry como headliner.

Entre as novidades desta edição, estão uma capela, montada na já tradicional Rock Street, onde será celebrado um casamento por dia. Os brinquedos também são atrações à parte. Segundo os organizadores, a montanha-russa está maior e mais radical, a tirolesa agora tem capacidade para três pessoas saltarem por vez e há o X-treme, um pêndulo que gira, muito rápido, em todas as direções.

Ao todo, serão 91 horas de festa durante os sete dias de festival. A Cidade do Rock funcionará das 14 horas às 3 horas e o público, de 85 mil pessoas, verá um total de 150 atrações musicais.

Só para o leitor ter uma ideia da estrutura, o Palco Mundo, por exemplo, terá 25 metros de altura por 86 metros de frente, sendo 24 metros de boca de cena. Três telões compõem a cenografia, tendo o de fundo 20 X 16 metros e os laterais 8.32  X 4.32 metros.

Transporte

O público do Rock in Rio contará em 2015 com um esquema inédito de transportes para chegar ao festival, preparado pela Rio Ônibus em parceria com a Secretaria de Transportes da Cidade do Rio de Janeiro. Pela primeira vez, a única forma de chegar à Cidade do Rock, em transporte público regular, será de BRT.

Na ida, o passageiro deverá embarcar no Terminal Alvorada, onde receberá uma pulseira que permitirá o embarque direto na volta para casa, tornando a entrada mais ágil e prática. A distribuição das pulseiras será feita após a passagem pela catraca especial montada no próprio terminal, próximo ao estacionamento da Cidade das Artes.

Para dar maior comodidade aos passageiros, haverá uma estação temporária do BRT próxima à Cidade do Rock, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno. Na volta, o embarque nesta estação será permitido apenas ao usuário que tiver a pulseira.

O valor do bilhete do BRT (ida e volta) é de R$ 6,80 (+ R$ 1,00 para quem não tiver o cartão RioCard). O passageiro pode ter este R$ 1,00 restituído, desde eu devolva o cartão após o uso.

Uma outra alternativa são as Linhas Primeira Classe, com ônibus executivos, com ar condicionado, que saem de 16 pontos pré-estabelecidos, com horários previamente definidos, sem paradas ao longo do trajeto e ponto final no Terminal Riocentro. O valor da tarifa é de R$ 70,00 e dá direito à ida e à volta. Os pontos de venda para a aquisição do cartão Primeira Classe são o Botafogo Praia Shopping (2º piso) e Shopping Nova América (1º piso).

A Prefeiturado Rio de Janeiro, por meio da CET-Rio, ressalta que não há estacionamento para veículos nas redondezas da Cidade do Rock. As avenidas de acesso ao local do evento estarão bloqueadas ao tráfego de carros, táxis e vans. Apenas ônibus, que terão a frota reforçada, poderão acessar o local. Será realizada uma fiscalização rigorosa para coibir a parada em locais proibidos.

Cobertura e transmissão

Quem não conseguir presenciar o evento ao vivo terá a TV e a internet para acompanhar o festival. A Rede Globo deve transmitir ao vivo a apresentação da atração principal de cada dia e passar reprises dos outros shows durante a madrugada. Se tiver o bom senso, não desprezará os bons shows que acontecerão na capital fluminense.

O canal pago Multishow, como sempre vem fazendo em vários festivais, vai realizar uma cobertura mais completa e totalmente ao vivo. Começará as transmissões do Rock in Rio logo no meio da tarde (por volta de 15 horas) e só terminará quando o último show chegar ao fim.

Pela internet, há sempre a possibilidade de acompanhar os shows no site da emissora. Mas é importante destacar que somente as apresentações do Palco Sunset vão passar neste site. O site Gshow também transmitirá, mas os shows do Palco Mundo.

Aqui no Roque Reverso, o Rock in Rio não passará batido. Do mesmo jeito que em 2011 e em 2013, tentaremos captar o melhor do festival. Estaremos presentes na Cidade do Rock pelo menos no dia 19, quando o Metallica será o headliner, mas não deixaremos de acompanhar de todas as formas os outros dias do evento.

O leitor do Roque Reverso poderá acompanhar detalhes do festival também no nosso Twitter e no nosso canal do Facebook. Set list, atrasos e novidades importantes poderão ser vistas com maior rapidez nesses locais.

Confira os horários divulgados para o Palco Mundo e para o Palco Sunset:

18 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Queen + Adam Lambert
22h30: OneRepublic
21 horas: The Script
19 horas: Rock in Rio 30 Anos
Palco Sunset
20 horas: Homenagem a Cássia Eller
18 horas: Lenine + Projeto Carbono
16h30: Ira! + Rappin Hood e Toni Tornado
15 horas: Dônica e Arthur Verocai

19 de setembro
Palco Mundo

Meia-noite: Metallica
22h30: Mötley Crüe
21 horas: Royal Blood
19 horas: Gojira
Palco Sunset
20 horas: Korn
18 horas: Ministry com Burton C. Bell (Fear Factory)
16 horas: Angra com Dee Snider (Twisted Sister) e Doro Pesch
15h15: Noturnall com Michael Kiske

20 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Rod Stewart
22h30: Elton John
21 horas: Seal
19 horas: Paralamas do Sucesso
Palco Sunset
20 horas: John Legend
18 horas: Magic!
16h30: Baby do Brasil e Pepeu Gomes
15h15: Alice Caymmi com Eumir Deodato

24 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: System of a Down
22h30: Queens of the Stone Age
21 horas: Hollywood Vampires
19 horas: CPM 22
Palco Sunset
20 horas: Deftones
18 horas: Lamb of God
16h30: Halestorm
15h15: Project 46 com John Wayne

25 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Slipknot
22h30: Faith no More
21 horas: Mastodon
19 horas: De La Tierra
Palco Sunset
20 horas Steve Vai com Camerata Florianópolis
18 horas: Nightwish com Tony Kakko
16h30: Moonspell com Derrick Green (Sepultura)
15h15: Clássicos do Terror (com André Abujamra, André Moraes, Constantine Maroullis e The Heavy Metal Allstars)

26 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Rihanna
22h30: Sam Smith
21 horas: Sheppard
19 horas: Lulu Santos
Palco Sunset
20 horas: Sérgio Mendes com Carlinhos Brown
18 horas: Angelique Kidjo com Richard Bona
16h30 Erasmo Carlos com Ultraje a Rigor
15h15: Brothers of Brazil

27 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Katy Perry
22h30: A-ha
21 horas: AlunaGeorge
19 horas: Cidade Negra
Palco Sunset
20 horas: Show 450 Anos
18 horas: Al Jarreau com Marcos Valle
16h30: Aurea com Boss AC
15h15: Suricato com Raul Midon

07
ago
15

Rock in Rio anuncia lote extra de ingressos

Ingressos do Rock in Rio - Foto: ReproduçãoSurgiu uma esperança para quem deseja ir ao Rock in Rio, mas não havia conseguido ingresso. A organização do festival colocará um lote extra de entradas para venda na terça-feira, dia 11 de agosto, a partir das 10 horas da manhã.

A comercialização será feita somente pela internet pelo site rockinrio.ingresso.com. Serão aceitas compras de até quatro ingressos por dia e o pagamento é apenas por cartão de crédito.

Este lote foi possível porque interessados que fizeram a compra por boleto bancário não efetuaram o pagamento. O valor das entradas é de R$ 350,00, com a possibilidade da meia-entrada.

O Rock in Rio de 2015 comemorará os 30 anos da primeira edição do festival no Brasil. Será realizado em setembro, nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27.

No dia 18, quem fecha a noite será o Queen, com Adam Lambert nos vocais. Tocarão ainda o OneRepublic, The Script e uma infinidade de atrações nacionais que vão se revezar no Palco Mundo, num momento que fará um revival dos 30 anos.

No dia 19, é a vez do Metallica ser o headliner de uma das noites do rock pesado pela terceira edição consecutiva. Desta vez, a banda norte-americana terá a companhia do Mötley Crüe, do Royal Blood e do Gojira no palco principal.

No dia 20, Rod Stewart tocará com Elton John, Seal e Paralamas do Sucesso.

No dia 24, o rock pesado volta. O System of a Down vem como atração principal e terá a companhia do Queens of The Stone Age e do Holywood Vampires, banda formada por ninguém menos que Alice Cooper, Johnny Depp e Joe Perry (Aerosmith). O grupo brasileiro CPM 22 tende a ser a banda deslocada da vez, já que não tem nada a ver com os demais.

No dia 25 de setembro, o peso continua, já que tocarão o De La Tierra, o Mastodon, o Faith No More e o headliner Slipknot.

No dia 26, a cantora pop Rihanna será a atração principal e terá a companhia de Sam Smith, Sheppard e o cantor brasileiro Lulu Santos. No dia 27, é a vez de Kate Perry ser a headliner, depois das apresentações do grupo norueguês A-ha, da banda brasileira Cidade Negra e da cantora pop sueca Robyn.

Além das atrações do Palco Mundo, há uma série de nomes já confirmados para o Palco Sunset, aquele que traz uniões inusitadas e marcantes. Ali, alguns dos destaques são o Ministry, o Korn, o Deftones e o guitarrista Steve Vai.

Os horários das atrações já foram definidos. Podem ser conferidos aqui.

Os ingressos no período de venda principal para o Rock in Rio se esgotaram no dia 23 de abril. Há, no entanto, promoções que estão sendo feitas pelos parceiros do festival.

Importante destacar que, desde o dia 1º de julho, estão à venda as passagens de Transporte Primeira Classe Rock in Rio. Com esse sistema, o público conta com paradas especiais, bilhetes vendidos para dias, horários e pontos de embarque específicos e ônibus de turismo. O Transporte Primeira Classe Rock in Rio será vendido apenas de forma antecipada no site eventos.riocard.com/rockinrio. O valor é de R$ 70,00.

28
jul
15

Rock in Rio divulga horários das bandas na edição de 2015

Rock in Rio - Reprodução do LogoA organização do Rock in Rio divulgou no fim da noite de segunda-feira, dia 27 de julho, os horários das atrações que tocarão no festival em setembro na capital fluminense. As informações não saíram no site oficial do evento, mas vieram em primeira mão para quem tinha o aplicativo para smartphone do festival.

Tal qual a edição de 2013, o festival de 2015 terá as atrações mais importantes do Palco Principal tocando durante o início da madrugada do dia seguinte. Se, em 2013, o horário programado era o da 0h05, em 2015, os headliners subiram ao palco exatamente à meia-noite.

O Rock in Rio de 2015 comemorará os 30 anos da primeira edição do festival no Brasil. Será realizado em setembro, nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27.

Os headliners já conhecidos, pela ordem, são  Queen, com Adam Lambert nos vocais; MetallicaRod StewartSystem of a DownSlipknot; Rihanna; e Kate Perry.

Além dos headliners, o Palco Mundo receberá atrações do rock do quilate do Faith No More, Queens of The Stone Age, o Mötley Crüe e o Mastodon. Elton John, Seal e o grupo A-ha também são nomes badalados.

No Palco Sunset, que costuma trazer encontros, alguns deles inusitados, alguns dos destaques são o Ministry, o Korn, o Deftones e o guitarrista Steve Vai.

Os ingressos para o Rock in Rio se esgotaram no dia 23 de abril. Há, no entanto, promoções que estão sendo feitas pelos parceiros do festival.

Importante destacar que, desde o dia 1º de julho, estão à venda as passagens de Transporte Primeira Classe Rock in Rio. Com esse sistema, o público conta com paradas especiais, bilhetes vendidos para dias, horários e pontos de embarque específicos e ônibus de turismo. O Transporte Primeira Classe Rock in Rio será vendido apenas de forma antecipada no site eventos.riocard.com/rockinrio. O valor é de R$ 70,00.

Confira os horários divulgados para o Palco Mundo e para o Palco Sunset:

18 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Queen + Adam Lambert
22h30: OneRepublic
21 horas: The Script
19 horas: Rock in Rio 30 Anos
Palco Sunset
20 horas: Homenagem a Cássia Eller
18 horas: Lenine + Nação Zumbi + Martin Fondse
16h30: Ira! + Rappin Hood e Toni Tornado
15 horas: Dônica e Arthur Verocai

19 de setembro
Palco Mundo

Meia-noite: Metallica
22h30: Mötley Crüe
21 horas: Royal Blood
19 horas: Gojira
Palco Sunset
20 horas: Korn
18 horas: Ministry com Burton C. Bell (Fear Factory)
16 horas: Angra com Dee Snider (Twisted Sister) e Doro Pesch
15 horas: Noturnall com Michael Kiske

20 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Rod Stewart
22h30: Elton John
21 horas: Seal
19 horas: Paralamas do Sucesso
Palco Sunset
20 horas: John Legend
18 horas: Magic!
16h30: Baby do Brasil e Pepeu Gomes
15 horas: Alice Caymmi com Eumir Deodato

24 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: System of a Down
22h30: Queens of the Stone Age
21 horas: Hollywood Vampires
19 horas: CPM 22
Palco Sunset
20 horas: Deftones
18 horas: Lamb of God
16h30: Halestorm com convidado
15 horas: Project 46 com John Wayne

25 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Slipknot
22h30: Faith no More
21 horas: Mastodon
19 horas: De La Tierra
Palco Sunset
20 horas Steve Vai com Camerata Florianópolis
18 horas: Nightwish com Tony Kakko
16h30: Moonspell com Derrick Green (Sepultura)
15 horas: Clássicos do Terror (com André Abujamra, André Moraes, Constantine Maroullis e The Heavy Metal Allstars)

26 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Rihanna
22h30: Sam Smith
21 horas: Sheppard
19 horas: Lulu Santos
Palco Sunset
20 horas: Sérgio Mendes com Carlinhos Brown
18 horas: Angelique Kidjo com convidado
16h30 Erasmo Carlos com Ultraje a Rigor
15 horas: Brothers of Brazil com Glen Matlock

27 de setembro
Palco Mundo
Meia-noite: Katy Perry
22h30: A-ha
21 horas: Robyn
19 horas: Cidade Negra
Palco Sunset
18 horas: Al Jarreau com convidado
16h30: Aurea com Boss AC
15 horas: Suricato com Raul Midon

10
jun
15

Slipknot lança clipe da música ‘Killpop’

Slipknot - Foto: DivulgaçãoO Slipknot liberou no YouTube o clipe da música “Killpop”. É mais um vídeo relacionado ao novo disco “.5: The Gray Chapter”, que o grupo norte-americano de Iowa lançou no ano passado.

O primeiro clipe de faixa relacionado ao álbum novo havia sido o da faixa “The Negative One”. Outro vídeo também liberado pela banda dos mascarados foi “The Devil In I”.

A direção do clipe de “Killpop” é de M. Shawn Crahan. Ele também já havia sido o responsável pelas duas produções anteriores.

O álbum “.5: The Gray Chapter” foi o primeiro do Slipknot desde a morte do baixista e compositor Paul Gray, em 2010, e da saída do excelente baterista Joey Jordison, em dezembro de 2013.

O novo disco também é o primeiro desde o álbum “All Hope Is Gone”, de 2008. Neste período, os brasileiros, por exemplo, foram privilegiados, pois testemunharam excelentes shows da banda no Rock in Rio de 2011 e no Monsters of Rock de 2013.

Em 2015, o Slipknot tem novos encontros marcados com o País. Tocará novamente no Rock in Rio em setembro e aproveitará para passar também por São Paulo, na Arena Anhembi, onde tocará com abertura do Mastodon.

Veja abaixo o novo clipe do Slipknot:




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 87 outros seguidores

maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

Estatísticas

  • 521,564 hits
SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE