24
set
21

30 anos do ‘Blood Sugar Sex Magik’, disco que fez o Red Hot Chili Peppers estourar comercialmente

O disco “Blood Sugar Sex Magik”, do Red Hot Chili Peppers, completou 3 décadas de existência nesta sexta-feira, 24 de setembro de 2021. Quinto álbum de estúdio da longa carreira do grupo norte-americano e com vários hits que caíram facilmente no gosto da crítica e do público, o disco fez o Red Hot estourar comercialmente, fazendo com que a banda não somente deixasse o nicho alternativo do rock como alcançasse públicos de fora do estilo musical.

“Suck My Kiss”, “Breaking the Girl”, “Under the Bridge” e o super hit “Give It Away” foram as canções que ajudaram de maneira decisiva a fazer o disco alcançar sucesso gigantesco e vender como nunca até então na história do Red Hot Chili Peppers.

Com clipes que estouraram na MTV e faixas sendo tocadas não somente nas rádios de rock, mas também nas mais comerciais (caso específico de “Give It Away”), “Blood Sugar Sex Magik” levou o Red Hot a locais antes inimagináveis para um grupo antes restrito ao cenário alternativo e que até atingir a formação clássica lidava com altos e baixos na carreira.

Mudanças decisivas

A produção do disco ficou com ninguém menos que Rick Rubin, que dificilmente deixa de fazer sucesso onde coloca a mão. Marcado antes do Red Hot pela produção de álbuns marcantes para grupos do hip hop (Public Enemy, Run-DMC e Beastie Boys) e do heavy metal/hard rock (Slayer, Danzig, The Cult e The Black Crowes), Rubin conseguiu com “Blood Sugar Sex Magik” tirar dos músicos do Red Hot uma sonoridade ligeiramente menos pesada que a do disco anterior “Mother’s Milk” e, ao mesmo tempo, mais melodiosa.

Se, em “Mother’s Milk”, o guitarrista John Frusciante foi fundamental para uma mudança no som do grupo com a introdução de harmonias e estruturas musicais mais complexas, em “Blood Sugar Sex Magik”, a melodia mais rica que começou a aparecer no quarto álbum chegou a um nível maior.

Somado a este detalhe fundamental ligado a Frusciante, o entrosamento e o amadurecimento do vocalista Anthony Kiedis, do baixista Flea e do baterista Chad Smith fizeram o Red Hot atingir um nível musical que justificou todo o sucesso alcançado.

Outro detalhe importante da produção e gravação de “Blood Sugar Sex Magik” diz respeito ao local. Com gravadora nova (o Red Hot saiu da EMI para a Warner) e produtor novo, ficou decidido que todo o processo aconteceria na The Mansion, antiga residência do ilusionista Harry Houdini. Ali, a banda permaneceu concentrada e deu espaço gigantesco à criatividade, sempre incentivada por Rubin.

O poder de “Give It Away”

Cantores e bandas que querem estourar comercialmente sempre buscam um sucesso capaz de puxar as vendas dos discos. No caso do Red Hot, não foi diferente e, com a grudenta “Give It Away”, o grupo atingiu sucesso nunca antes visto em sua carreira.

A despeito de algumas rádios inicialmente não apostarem na música como capaz de puxar o álbum, o excelente videoclipe, feito pelo fotógrafo de moda e diretor de cinema francês Stéphane Sednaoui, foi fundamental para a canção estourar.

Com exibição gigantesca especialmente nas MTVs de todo o planeta, o clipe filmado no Deserto de Mojave trazendo os músicos prateados fez o Red Hot sair do alternativo para o pop e fez a música ficar no topo de diversas paradas em vários países.

Em 1993, o Red Hot ainda ganharia com “Give It Away” o Grammy de Melhor Performance de Hard Rock.

Mais clipes e mais sucesso

Após “Give It Away”, o Red Hot surfou merecidamente na onda do sucesso e continuou soltando clipes de grande repercussão.

Desde a poderosa “Suck My Kiss” até as mais lentas “Breaking the Girl” e “Under the Bridge”, todas entraram num processo de looping na MTV, num período que o rock pesado dominava o canal com o Guns N’ Roses estourando com os clipes dos álbuns “Use Your Illusion”, o Metallica com os do “Black Album” e as bandas de Seattle, puxadas pelo Nirvana, invadindo o mainstream e colocando o estilo de cabeça para baixo.

Vale destacar que “Blood Sugar Sex Magik” foi lançado no mesmo dia que “Nevermid”, do Nirvana, e, se o Red Hot tinha o poderoso clipe de “Give It Away”, o grupo de Kurt Cobain tinha nada menos que o gigantesco e marcante videoclipe de “Smells Like Teen Spirit”.

Eram tempos que o público amante do bom e velho rock and roll tinha motivos de sobra para curtir suas bandas na MTV, num tempo no qual o YouTube, criado apenas em 2005, não era nem um sonho ainda.

Especificamente no Brasil, onde a MTV Brasil vivia seus primeiros e inesquecíveis anos, o momento favorável do rock foi fundamental para moldar o gosto de toda uma geração adolescente, além de fazer as gerações mais velhas viverem momentos inesquecíveis que eram completados com a vinda de vários grupos de sucesso para shows no País.

Não só hits

Importante destacar que o “Blood Sugar Sex Magik”, apesar do grande sucesso comercial, não é apenas um álbum recheado de hits grudentos, mas também traz músicas não tão comerciais que merecem destaque, como a faixa-título, “Funky Monks”, “The Righteous and the Wicked”, “Naked in the Rain”, “The Greeting Song” e “The Power of Equality”.

Algumas letras do disco, como justamente a de “The Power of Equality”, também merecem destaque, já que tocam em temas sociais pouco comerciais e até delicados para mentes conservadoras, já incomodadas pelo conteúdo sexual de outras do mesmo álbum.

Vale salientar que, apesar de “Under the Bridge” ter inicialmente captado garotinhas loucas pelo visual do vocalista Anthony Kiedis e parecer uma balada, foca a relação pesada do músico com as drogas.

Impacto do sucesso

Na enésima história de grupos e artistas que acabam sentindo o peso do sucesso,  o estouro de “Blood Sugar Sex Magik” mexeu justamente com a cabeça de um de seus fundamentais criadores. Na turnê de 1992 do Red Hot, John Frusciante decidiu abandonar a banda, retornando apenas em 1998 para uma nova fase de sucesso importante do grupo.

O fato decisivo de “Blood Sugar Sex Magik” é que o Red Hot nunca mais seria o mesmo após este álbum. Altos e baixos, como antes do disco, voltariam a surgir na carreira da banda, mas, com o este importantíssimo trabalho de estúdio de 1991, o grupo já havia rompido uma barreira e alcançado o status de conjunto musical grande.

A tarefa principal do Red Hot a partir de “Blood Sugar Sex Magik” passou a ser administrar o grande sucesso alcançado e seguir no topo do bom e velho rock and roll.

Para comemorar os 30 anos do importante álbum do Red Hot Chili Peppers, o Roque Reverso descolou clipes e vídeos no YouTube. Fique inicialmente, claro, com o clipe de “Give It Away”. Depois, veja os de “Suck My Kiss”, “Breaking the Girl” e “Under the Bridge”, seguidos por uma apresentação ao vivo de “Blood Sugar Sex Magik” no festival Woodstock de 1994. Se quiser ouvir o álbum na íntegra, siga para o último vídeo.

30 anos do ‘Blood Sugar Sex Magik’, disco que fez o Red Hot Chili Peppers estourar comercialmente


0 Responses to “30 anos do ‘Blood Sugar Sex Magik’, disco que fez o Red Hot Chili Peppers estourar comercialmente”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 102 outros seguidores

setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: