Posts Tagged ‘Angus Young



31
mar
15

Os 60 anos de Angus Young

Angus Young - Foto: WikipédiaAs calças curtas e o boné até ajudam a enganar, mas a idade chega para todo mundo. Angus Young, o endiabrado guitarrista solo do AC/DC, completa 60 anos de idade nesta terça-feira, dia 31 de março. Há mais de quatro décadas este escocês radicado na Austrália brinda os amantes do rock’n’roll com alguns dos mais marcantes riffs do estilo. Saíram de suas mãos tantos clássicos do rock que listá-los aqui tomaria mais tempo de leitura que o resto do post.

Quem nunca brincou de air guitar ouvindo “Jailbreak” ou “Thunderstruck” que tente provar o contrário.

Ao longo dos mais de 40 anos de existência do AC/DC, o estilo da banda seguiu fiel ao dos primeiros trabalhos. Não foi por acaso. Eles queriam ser famosos e ganhar bastante dinheiro. E esses objetivos obviamente foram alcançados, mas nem por isso comprometeram o brilho de uma das carreiras mais longevas da história do rock.

Angus e seu irmão Malcolm, agora incapacitado por uma doença degenerativa, encontraram uma fórmula de sucesso e a exploraram à exaustão. São tantas e intermináveis variações sobre o mesmo tema que até parece impossível pensar em uma que não tenha sido tentada pelo AC/DC.

No entanto, ao contrário das tantas bandas cuja criatividade se esvaiu e saíram em turnês meramente caça-níqueis, o AC/DC segue surpreendente. Disco após disco, Angus Young tira do boné novas frases e novos riffs capazes de estremecer qualquer plateia em qualquer lugar do planeta. O álbum mais recente, “Rock or Bust”, que o diga.

Em vista do histórico de abusos lisérgicos, Angus Young é tão sobrevivente quanto outros ícones da guitarra, como Eric Clapton, que, no dia anterior (30), completou 70 anos, ou Keith Richards, que parece caminhar sem pressa rumo à vida eterna.

A essa hora até já é outro dia na Austrália, mas isso não impede o Roque Reverso de prestar sua devida homenagem a Angus Young.

Para relembrar grandes momentos do grande guitarrista, descolamos 4 vídeos no Youtube. Para começar, fique com o clipe clássico de “Jailbreak”. Depois, fique com o AC/DC tocando “The Jack” no show histórico de 1996 na Plaza De Toros De Las Ventas, em Madri. Na sequência, veja o clipe de “Thunderstruck”. Para fechar, mais uma das várias performances alucinadas de Angus em “Let There Be Rock”, desta vez no também histórico show da banda em Buenos Aires, em 2009.

10
mar
15

AC/DC lança clipe da música ‘Rock the Blues Away’

AC/DC - Foto: DivulgaçãoO AC/DC lançou nesta terça-feira, dia 10 de março, mais um clipe de faixa pertencente ao seu novo álbum “Rock or Bust”. Desta vez, a música contemplada é “Rock the Blues Away”.

O vídeo foi gravado no Dragonfly Bar, em Los Angeles, nos Estados Unidos, exatamente há um mês, no dia 10 de fevereiro.

O lendário grupo australiano selecionou 150 fãs para participar da gravação do clipe por meio de inscrição online. A direção é de David Mallet.

“Rock or Bust” é o sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008. Foi lançado em dezembro de 2014 e é o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda, mas que passa por sérios problemas de saúde.

No clipe, é possível ver a participação do baterista Chris Slade, que foi confirmado oficialmente para a turnê de divulgação do novo álbum.

Slade está substituindo o titular Phil Rudd, que se meteu com a polícia no ano passado e que ainda está se entendendo com a Justiça da Nova Zelândia.

Rudd chegou a ser preso (e, depois, liberado) sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

A audiência de Phil Rudd no tribunal da Nova Zelândia está agendada para abril. Ela foi prorrogada em virtude da troca de seus advogados no caso.

Antes do vídeo de “Rock the Blues Away”, o AC/DC já havia lançado os clipes das músicas “Play Ball” e da faixa-título “Rock or Bust”.

Confira abaixo o novo clipe do AC/DC:

09
fev
15

Chris Slade toca com AC/DC no Grammy e seguirá na bateria da banda em turnê

Chris Slade - Foto: Divulgação/Alex RuffiniO AC/DC pode estar passando por momentos turbulentos, mas continua chamando a atenção com novidades nada desprezíveis. A lendária banda australiana foi um dos destaques da premiação do Grammy 2015 na noite do domingo, dia 8 de fevereiro, nos Estados Unidos.

Além de executar duas músicas que tiraram o fôlego da plateia presente, o grupo trouxe como novidade maior a volta de Chris Slade na bateria.

Slade, por sinal, confirmou, em comunicado oficial, que seguirá com a banda durante a turnê de divulgação do disco “Rock or Bust”, lançado em 2014.

Ele ficará, por enquanto, no lugar do titular Phil Rudd, que se meteu numa encrenca danada com a polícia no ano passado e que ainda está se entendendo com a Justiça da Nova Zelândia, onde chegou a ser preso (e, depois, liberado) sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

Os fãs do AC/DC têm um carinho especial por Slade, já que ele passou pela banda entre 1989 e 1994 e gravou com o grupo o bom disco “The Razors Edge”, de 1990. Também participou do ótimo álbum ao vivo “Live at Donington”, de 1991, e do clipe da música “Big Gun”, em 1993,  que fez parte da trilha sonora do filme “O Último Grande Herói”, estrelado pelo ator Arnold Schwarzenegger.

Na apresentação do Grammy, o AC/DC tocou a música “Rock or Bust“ e, na sequência, nada menos que o ultraclássico “Highway to Hell”. Se há algo a reparar logo de cara é que a segunda canção foi tocada de maneira mais lenta que o normal e com um pegada mais forte de Slade na bateria.

A expectativa fica agora para o comportamento do AC/DC durante a turnê, que está sendo bastante aguardada no mundo todo e que tem shows agendados até no megafestival norte-americano Coachella, com o grupo em destaque.

A audiência de Phil Rudd no tribunal da Nova Zelândia está agendada para abril. Ela foi prorrogada em virtude da troca de seus advogados no caso.

O disco “Rock or Bust” é o primeiro em 41 anos de AC/DC sem o guitarrista Malcolm Young, irmão de Angus e também fundador da lendária banda. No comunicado do dia 24 de setembro do ano passado, que trouxe a informação do novo álbum, o grupo confirmou a saída definitiva de Malcolm, que enfrenta problemas de saúde relacionados à demência. Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, é o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC. Ele já aparece no clipe de “Play Ball”que já não conta com a presença de Phil Rudd.

Se não mandarem tirar do ar, veja abaixo a apresentação do AC/DC no Grammy descolada no YouTube:

28
nov
14

Ouça na íntegra o novo álbum do AC/DC e veja o clipe da faixa-título

AC/DC - Foto: DivulgaçãoO novo álbum do AC/DC está previsto para chegar às lojas apenas no dia 2 de dezembro, mas já pode ser ouvido na íntegra e gratuitamente no iTunes. “Rock or Bust” é o sucessor do disco “Black Ice”, de 2008. A banda disponibilizou a audição do novo trabalho desde o dia 24 de novembro, mesmo dia no qual lançou o vídeo clipe da faixa-título.

É o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

Este aqui é o link para ouvir o novo disco. Se você não tem nenhum dispositivo da Apple, você pode fazer aqui o download do iTunes no seu PC Windows.

Basta fazer o download e clicar no link sugerido para ouvir o novo som do AC/DC.

A fase não anda boa para os caras, mas a lendária banda de rock n’ roll vem superando os obstáculos. Focado no lançamento do novo álbum “Rock or Bust”, primeiro o grupo liberou no YouTube o clipe da faixa “Play Ball”, que você já havia escutado aqui no Roque Reverso.

No comunicado do dia 24 de setembro que trouxe a informação do novo álbum, o AC/DC confirmou a saída definitiva do guitarrista Malcolm Young, que enfrenta problemas de saúde relacionados à demência. Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, é o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC. Ele já aparece no clipe de “Play Ball”e também da música “Rock or Bust”.

Não bastasse a sentida ausência de Malcolm Young, o AC/DC também vive o problema de outro integrante, o baterista Phil Rudd, que chegou a parar na cadeia. No dia 6 de novembro, Rudd foi preso e indiciado na Nova Zelândia sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

O caso de Rudd é bem confuso. De acordo com a assessoria jurídica do músico, depois de todo o escândalo divulgado, as outras acusações, por ameaças de morte e porte de drogas foram mantidas, mas a mais grave delas, a contratação de um profissional para cometer os assassinatos, foi descartada pela polícia neozelandesa.

O baterista já não havia participado das filmagens de “Play Ball” e também da foto oficial de divulgação do álbum por problemas familiares. No clipe novo, Rudd continua de fora, enquanto aguarda julgamento justamente para o dia de lançamento do novo disco da banda.

No lugar de Rudd nos clipes, está o baterista Rob Richards, da banda solo de Adrian Smith, guitarrista do Iron Maiden.

A filmagem de “Rock or Bust” foi feita no Black Island Studio, em Londres, pela equipe do produtor David Mallet, que trabalha produzindo os clipes do AC/DC há décadas. A banda conseguiu reunir cerca de 400 fãs de diversos pontos da Europa, mas gente da Argentina, do Canadá, dos Estados Unidos e até do Brasil está presente no clipe.

Confira abaixo o novo videoclipe do AC/DC:

11
nov
14

AC/DC lança clipe da música ‘Play Ball’, que estará presente em novo álbum

AC/DC - Foto: DIvulgaçãoA fase não anda boa para o AC/DC, mas a lendária banda de rock n’ roll vem superando os obstáculos. Focado no lançamento do novo álbum “Rock or Bust”, o grupo liberou no YouTube o clipe da faixa “Play Ball”, que você já havia escutado aqui no Roque Reverso.

O vídeo foi gravado nos dias 3 e 4 de outubro no Black Island Studios, em Middlesex, Inglaterra. A direção é de David Mallet.

“Rock or Bust” é o sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008. Está previsto para o dia 2 de dezembro e será o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

No comunicado do dia 24 de setembro que trouxe a informação do novo álbum, o AC/DC confirmou a saída definitiva do guitarrista, que enfrenta problemas de saúde. Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, será o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC. Ele já aparece no clipe de “Play Ball”.

Não bastasse a sentida ausência de Malcolm Young, o AC/DC também vive o problema de outro integrante, o baterista Phil Rudd, que chegou a parar na cadeia. No dia 6 de novembro, Rudd foi preso e indiciado na Nova Zelândia sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

O caso de Rudd é bem confuso. De acordo com a assessoria jurídica do músico, depois de todo o escândalo divulgado, as outras acusações, por ameaças de morte e porte de drogas foram mantidas, mas a mais grave delas, a contratação de um profissional para cometer os assassinatos, foi descartada pela polícia neozelandesa.

O baterista já não havia participado das filmagens do clipe e também da foto oficial de divulgação do álbum por problemas familiares. No lugar de Rudd, está no vídeo o baterista Rob Richards, da banda solo de Adrian Smith, guitarrista do Iron Maiden.

Apesar dos boatos da saída de Phil Rudd, nada foi confirmado pela banda.

Confira abaixo o novo clipe do AC/DC:

06
nov
14

Batera do AC/DC é preso por suposta tentativa de contratar matador de aluguel

Phil Rudd - Foto: DivulgaçãoDepois de décadas e mais décadas de sucesso, parece que as coisas resolveram desandar para os lados do AC/DC. Apenas alguns meses depois de o guitarrista Malcolm Young ter recebido diagnóstico de demência quando a banda australiana preparava-se para entrar em estúdio e gravar o primeiro disco desde 2008, o baterista Phil Rudd foi parar na cadeia.

Ele foi preso e indiciado na Nova Zelândia nesta quinta-feira, dia 6 de novembro, sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens. A polícia também encontrou maconha e outras drogas em uma batida na casa do baterista.

Se for considerado culpado, Phil Rudd estará sujeito a dez anos de reclusão. E isso às vésperas da uma nova turnê do AC/DC.

Rudd, de 60 anos, foi solto mediante pagamento de fiança, mas deverá reaparecer diante do tribunal no dia 27 e não poderá sair de sua cidade, Tauranga, até a data. Ele também está proibido de se aproximar das pessoas ameaçadas e do suposto matador de aluguel.

Ainda não se sabe exatamente quem ele pretendia liquidar, mas as evidências foram fortes o bastante para sustentar o indiciamento. A Justiça neozelandesa não divulgou a identidade do assassino de aluguel nem revelou quem seriam as duas vítimas em potencial. Os motivos por trás dos atos de Rudd também não estão claros.

Por meio de nota, o AC/DC informou ter ficado sabendo do caso pela imprensa e, talvez ao som de “The Show Must Go On”, assegurou que a prisão do baterista não afetará o lançamento do novo disco “Rock or Bust”, nem a turnê prevista para 2015.

“Rock or Bust” será lançado oficialmente no dia 2 de dezembro. É o sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008 e será o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

A pré-venda do disco já está sendo realizada no site do iTunes. No início de outubro, a banda liberou para o público a primeira faixa do disco: “Play Ball”, que tem 2 minutos e 47 segundos.

07
out
14

AC/DC libera nova música, divulga lista de faixas e mostra provável capa de novo álbum

ACDCO AC/DC liberou para os fãs a primeira música do novo álbum “Rock or Bust”, previsto para ser lançado no dia 2 de dezembro. “Play Ball” é o nome da faixa, que tem 2 minutos e 47 segundos.

Além de apresentar a música nova, o lendário grupo australiano divulgou os nomes das 11 faixas que estarão presentes no disco novo. Também disponibilizou uma imagem que poderá ser a capa do novo trabalho.

Um erro de programação da gravadora chegou a liberar por acidente a faixa título do disco, bastante divulgada pelo YouTube. Rapidamente, porém, ela foi tirada do ar e acabou não sendo conhecida por muitos.

A pré-venda do disco já está sendo realizada no site do iTunes.

“Rock or Bust” é o sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008. Será o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

No comunicado do dia 24 de setembro que trouxe a informação do novo álbum, o AC/DC confirmou a saída definitiva do guitarrista, que enfrenta problemas de saúde.

Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

Na ocasião, os mais preocupantes boatos sobre a saúde de Malcolm Young circularam pelas redes sociais e o AC/DC acabou esclarecendo que continuaria na ativa, mas que o guitarrista iria “dar um tempo”.

A banda continua sem dar detalhes sobre qual a doença de Malcolm, mas reportagens da imprensa australiana chegaram a trazer a informação que o guitarrista fundador tem um quadro de demência.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, será o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC.

“Rock or Bust” terá 11 faixas inéditas. A produção é de Brendan O’Brien e a mixagem de Mike Fraser. Eles já estiveram com o grupo em “Black Ice”.

O novo disco foi gravado durante o primeiro semestre deste ano no Warehouse Studio, em Vancouver, no Canadá.

Confira abaixo a nova música do AC/DC e a lista de faixas do disco novo:

1-Rock or Bust
2-Play Ball
3-Rock the Blues Away
4-Miss Adventure
5-Dogs of War
6-Got Some Rock & Roll Thunder
7-Hard Times
8-Baptism By Fire
9-Rock the House
10-Sweet Candy
11-Emission Control

24
set
14

AC/DC anuncia nome e data de novo disco e confirma a saída definitiva de Malcolm Young

Brian Johnson e Angus Young, do AC/DC - Foto: DivulgaçãoO AC/DC anunciou nesta quarta-feira, dia 24 de setembro, a data e o nome de seu novo disco. “Rock or Bust” é o nome do sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008.

A previsão é de que o novo trabalho da banda australiana chegue às lojas no dia 2 de dezembro.

Nem tudo são flores, já que “Rock or Bust” será o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

No comunicado sobre o álbum, o AC/DC confirmou a saída definitiva do guitarrista, que enfrenta problemas de saúde.

Infelizmente, é a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

Na ocasião, os mais preocupantes boatos sobre a saúde de Malcolm Young circularam pelas redes sociais e o AC/DC acabou esclarecendo que continuaria na ativa, mas que o guitarrista iria “dar um tempo”.

Agora, a banda novamente não deu detalhes sobre qual a doença de Malcolm, deixou claro que ele não volta e definiu o sobrinho Stevie Young como substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação.

“Rock or Bust” terá 11 faixas inéditas. A produção será feita por Brendan O’Brien e a mixagem ficará com Mike Fraser. Eles já estiveram com o grupo em “Black Ice”.

O novo disco foi gravado durante o primeiro semestre deste ano no Warehouse Studio, em Vancouver, no Canadá. Uma prévia do primeiro single do disco, “Play Ball”, será apresentada aos fãs no dia 27 de setembro. A música fará parte da campanha de divulgação do campeonato de beisebol norte-americano.

16
abr
14

AC/DC confirma afastamento de Malcolm, mas segue na ativa

AC/DC - Foto: DivulgaçãoO guitarrista Malcolm Young vai realmente se afastar do AC/DC por problemas de saúde, confirmou a banda por meio de um breve comunicado publicado em sua página na internet nesta quarta-feira, 16 de abril. Na nota, o AC/DC agradece aos fãs e informa que Malcolm “vai dar um tempo”, mas não entra em detalhes sobre os problemas de saúde enfrentados pelo fundador e coautor da maioria dos clássicos da banda.

O AC/DC também pede respeito à privacidade do guitarrista e da família neste momento de dificuldade. Segundo a imprensa australiana, Malcolm teria ficado com um coágulo no cérebro depois de sofrer um derrame, o que prejudicaria sua capacidade de continuar tocando.

A notícia levou a especulações de que os demais integrantes do AC/DC não continuariam com a banda.

No comunicado, porém, o AC/DC afirma que vai “continuar a fazer música”.

Com isso, é provável que, enquanto Malcolm busca recuperar a saúde, as especulações passem agora a girar em torno de quem passará a fazer a base para os solos endiabrados de Angus Young.

Para jogar boas vibrações para Malcolm Young e comemorar a permanência do AC/DC na ativa, o Roque Reverso descolou mais vídeos no YouTube que mostram o que a banda sabe mais fazer: divertir seus fãs. Fique com “For Those About to Rock” e “The Jack” e “Let There Be Rock”, todas ao vivo!

15
abr
14

Rock em luto com rumores sobre o fim do AC/DC

Nunca imaginei que um dia o rock fosse me deixar triste. Mas esse dia chegou: 15 de abril de 2014. A imprensa australiana está em polvorosa com os rumores sobre o fim do AC/DC. Em tempos de informações em tempo real sobre praticamente qualquer assunto, não é de espantar que em poucos minutos o burburinho tenha ganhado o mundo.

Ainda é preciso aguardar detalhes e também a confirmação da notícia, mas o que consta é que Malcolm Young estaria com um coágulo no cérebro decorrente de um derrame sofrido há algumas semanas.

O AC/DC reuniu-se no início de abril para ensaiar, segundo a mídia australiana. A ideia original da banda era entrar em estúdio para um novo disco e preparar uma turnê comemorativa pelas quatro décadas de carreira.

Por causa do derrame, porém, Malcolm não estava em condições de tocar como antes – e não se sabe se um dia voltará a fazê-lo. Apesar de ser comum a recuperação de pacientes na mesma situação de Malcolm, o restante da banda decidiu não seguir adiante sem seu líder.

As informações são atribuídas por jornalistas australianos a pessoas próximas ao AC/DC. O público costuma olhar apenas para Angus Young e Brian Johnson, mas Malcolm Young é considerado o responsável principal pela integridade musical e artística do AC/DC desde sua fundação, em 1973.

Além de ser o guitarrista base e membro fundador do AC/DC, é da autoria dele a maioria dos clássicos da banda nestes mais de 40 anos de estrada. São lendárias também as histórias de que Malcolm e Angus saíam no tapa quando divergiam por causa de algum riff.

Particularmente, não mantenho hoje nenhuma espécie de relação de idolatria ou reverência por quem quer que seja. Isso não evitou, no entanto, que a notícia me entristecesse ao extremo.

A Malcolm Young meu sincero desejo de que recupere a saúde. Se um dia puder voltar a tocar, melhor. Se não, registro minha gratidão pelos riffs que eletrizaram minha vida e certamente a de milhões de pessoas mais pelo mundo.

24
set
13

‘Velhinhos’ fazem os melhores shows do Rock in Rio e reforçam tese de falta de renovação do estilo


Os representantes mais “velhinhos” do rock nadaram de braçada, colocaram a molecada no bolso e fizeram os melhores shows do Rock in Rio 2013. Pergunte para a maioria das pessoas que assistiram aos shows do festival e boa parte das respostas girará em torno de três nomes: Bruce Springsteen, Iron Maiden e Metallica. Mais do que constatar o óbvio, o fato de as melhores performances do evento que aconteceu na capital fluminense terem componentes com idade acima de 50 anos, chegando em alguns casos a superar a casa dos 60 anos, apenas reforça a tese de que está faltando uma renovação mais expressiva no rock n’ roll.

O leitor até poderá dizer que o empresário Roberto Medina preferiu trazer nomes consagrados para não arriscar e garantir o jogo ganho, mas é importante recordar que essa tem sido a estratégia dos produtores na maioria dos festivais que estão acontecendo no Brasil. No Lollapalooza 2013, o Pearl Jam, com Eddie Vedder e seus 48 anos de idade, foi o nome mais badalado. Só encontrou no Queens of The Stone Age, de Josh Homme, que tem 40 anos, um rival de show com qualidade parecida.

Ainda em 2013, o Monsters of Rock terá como um dos headliners o Aerosmith, que conta com Steven Tyler e seus 65 anos de idade, sem sinais cansaço. Mesmo o outro headliner, o Slipknot, que traz um dos shows mais intensos da atualidade, conta com o vocalista Corey Taylor prestes a completar, em dezembro, 40 anos de idade.

Fora do rock mais pesado, o grupo britânico Blur, que é a atração principal do Planeta Terra Festival 2013, tem o vocalista Damon Albarn já com 45 anos. Fora dos festivais, é importante lembrar que a atração mais esperada do ano no Brasil é a vinda do Black Sabbath, que tem Ozzy Osbourne com 64 anos e o guitarrista Tony Iommi com 65 anos e se recuperando de um câncer.

O leitor do Roque Reverso pode até lembrar que o Muse fez uma excelente apresentação no Rock in Rio e poderia representar algum alivio em relação à tese de falta de renovação do rock, mas o grupo, que já tem quase 20 anos, não conseguiu bater as performances de Springsteen, Iron Maiden e Metallica.

Springsteen, com seus 63 anos, não só fez um dos melhores shows do festival (para alguns, o melhor disparado), como colocou sua apresentação entre as mais espetaculares da história de todas as edições do Rock in Rio. O Iron Maiden, que tem Bruce Dickinson com 55 anos pulando loucamente e cantando demais no palco e que conta com o baterista Nicko McBrain com 61 anos, mostrou o motivo de ser a maior banda de heavy metal da história e que tem muito ainda a ensinar. O Metallica, que tem James Hetfield com 50 anos, mostrou com rapidez e energia impressionante porque é a maior banda pesada da atualidade.

Se compararmos com edições anteriores do próprio Rock in Rio, lembraremos que a primeira edição, a de 1985, teve inúmeros destaques, entre eles o próprio Iron Maiden, em seu maior momento, com Dickinson com 27 anos. A edição de 1991 teve o Guns N’ Roses estourando, com Axl Rose tendo, na época, 29 anos.

A falta de um grande nome jovem no rock n’ roll atual e a persistência dos mais velhos no topo trazem algum receio de que o gênero perca cada vez mais espaço para os já dominantes rap, pop e r&b. É claro que, enquanto existir um adolescente com vontade de mudar o mundo e a rebeldia explodindo, sempre haverá a esperança do surgimento de algo bombástico, mas o que será do rock quando um Lemmy Kilmister morrer? Quem assumirá o posto de um Angus Young? A ver…

***A montagem acima foi feita pelo talentoso designer Marcos Tavares Costa, o MTC***



Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se aos outros seguidores de 101

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com