11
fev
19

No Grammy, Greta Van Fleet ganha prêmio de Melhor Álbum de Rock; Chris Cornell vence em Melhor Performance de Rock

Greta Van Fleet - Foto: DivulgaçãoA jovem banda Greta Van Fleet fez bonito e conquistou seu primeiro reconhecimento via Grammy na premiação nos Estados Unidos que começou no domingo, 10 de fevereiro, e terminou na madrugada da segunda-feira, 11 de fevereiro (horário de Brasília). Indicado para quatro categorias, o grupo venceu o Grammy de Melhor Álbum de Rock.

A vitória do Greta Van Fleet aconteceu naquele esquema sem noção que só o Grammy consegue fazer, já que o álbum contemplado é um EP, “From the Fires”, que foi lançado em novembro de 2017! Em pleno 2019, o que se esperava é que a banda concorresse com seu aguardado disco de estreia “Anthem of The Peaceful Army”, que chegou aos fãs em outubro de 2018.

Nada surpreendente para uma premiação que já reconheceu um dia o progressivo Jethro Tull  na categoria de Melhor Performance de Hard Rock/Heavy Metal e deixou o Metallica a ver navios em pleno ano seguinte ao do lançamento do ótimo álbum “…And Justice For All”, que tem o ultraclássico do metal “One” na lista de faixas.

Mas o rock anda tão desprestigiado ultimamente que o fã de estilo começa a ficar feliz simplesmente com a existência de algum reconhecimento. Desta vez, foi de uma banda que caiu no gosto da galera rock n’ roll. E o Roque Reverso teve o prazer de ser um dos primeiros veículos brasileiros a divulgar o Greta Van Fleet ao público e o primeiro a publicar uma entrevista com o grupo no País.

Para conquistar o prêmio de Melhor Álbum de Rock, o Greta Van Fleet teve que derrotar o Alice in Chains (“Rainier Fog”, o Fall Out Boy (“M A N I A”), o Ghost (“Prequelle”) e o Weezer (“Pacific Daydream”).

A banda perdeu nas demais categorias ligadas ao rock. No prêmio de Melhor Performance de Rock, o Greta Van Fleet concorreu com o hit “Highway Tune”, mas o prêmio ficou com o saudoso Chris Cornell, com “When Bad Does Good”. Disputaram ainda Arctic Monkeys, com “Four Out of Five”, Fever 333, “com “Made an America” e o Halestorm, com “Uncomfortable”.

Na categoria Melhor Música de Rock, o Greta Van Fleet, concorreu com “Black Smoke Rising”, mas perdeu para a cantora St. Vincent, com “Masseducation”. Também concorreram o Bring Me the Horizon, com “MANTRA”, o Ghost, com “Rats”, e o Twenty One Pilots, com “Jumpsuit”.

Numa categoria mais ampla, que não envolvia apenas nomes do rock, o Greta também concorreu na categoria Artista Revelação, mas perdeu para a cantora Dua Lipa. Concorriam também Luke Combs, Chloe X Halle, H.E.R., Margo Price, Bebe Rexha e Jorja Smith.

Na tradicional categoria de Melhor Performance de Metal, o vencedor foi o grupo High on Fire, com “Electric Messiah”. Também concorreram o Between the Buried and Me, com “Condemned to the Gallows”, o Deafheaven, com “Honeycomb”, o Trivium, com “Betrayer”, e o Underoath, com “On My Teeth”.

Em mais uma categoria ligada ao rock, o Guns N’ Roses não conseguiu levar o prêmio de Melhor Box ou Edição Limitada Especial. A banda concorria com o box set “Appetite For Destruction – Locked ‘N Loaded”, lançado na metade de 2018. O prêmio ficou com “Weird Al” Yankovic, pelo material “Squeeze Box: The Complete Works Of ‘Weird Al’ Yankovic”. Também concorriam The Decemberists, com “I’ll Be Your Girl”, o Grateful Dead, com “Pacific Northwest ’73-74′: The Complete Recordings”, e Johnny Nicholas, com “Too Many Bad Habits”.

Entre as apresentações, o rock esteve presente com o Red Hot Chilli Peppers, que acompanhou o cantor Post Malone.

A despeito do pouco espaço que o Grammy tem dado ao rock, valeu a pena assistir às performances de Lady Gaga, que consegue ser mais rock n’ roll do que muito músico ou grupo do estilo, além da homenagem feita aos 60 anos da Motown.


0 Responses to “No Grammy, Greta Van Fleet ganha prêmio de Melhor Álbum de Rock; Chris Cornell vence em Melhor Performance de Rock”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Curtas do Roque Reverso -> Para você que está pensando em ir ao aguardado show que o Greta Van Fleet realizará em São Paulo na Audio, uma notícia nada boa: os ingressos estão já no terceiro lote e saltaram do valor inicial de R$ 220,00 (https://roquereverso.com/2019/02/04/greta-van-fleet-snow-patrol-e-outras-bandas-tocarao-nas-lolla-parties-em-sp/) para inacreditáveis R$ 320,00 (inteira). Integrantes da equipe do Roque Reverso se deslocaram por volta das 13h30 (horário de Brasília) deste sábado, 9 de fevereiro, ao longínquo Credicard Hall, na zona sul da capital paulista, e tiveram esta nada agradável "surpresa", ao tentar fugir das famigeradas taxas de conveniência e entrega. Obviamente, como não temos carteirinha de estudante (e não adotamos mecanismos fora dos meios legais para adqui-la), como não existe facilidade alguma (como parcelamento ou coisa parecida) e como tivemos a sensação de "assalto", decidimos não comprar. Tudo porque há uma linha divisória clara entre ser fã de uma banda e ser trouxa. Sabemos que o Greta Van Fleet é uma ótima banda, que é uma promessa cada vez mais clara de algo bom e duradouro para o rock n' roll e que, muito provavelmente, vai ganhar um ou mais prêmios Grammy na cerimônia do domingo, nos Estados Unidos. Mas os organizadores de shows brasileiros vêm abusando demais em relação aos preços de ingressos de quem só pode pagar entrada inteira.Resta a cada fã se sujeitar ou não a estes abusos. Com este caso relatado e com as últimas negativas de credenciais de imprensa que o Roque Reverso vem recebendo da assessoria de imprensa da Time For Fun (suspeitamos de retaliação por fazermos nossas habituais criticas jornalísticas nas resenhas de shows), é muito provável que este veículo de imprensa fique fora das coberturas dos shows do Greta Van Fleet, tanto do Lollapalooza Brasil, como do show na Audio pelas Lolla Parties. É muito triste especialmente para nós, que fomos um dos primeiros veículos brasileiros a falar da banda e o primeiro do País a publicar uma entrevista exclusiva com os integrantes. Não desistiremos tão fácil de ir, mas avisamos nossos queridos leitores do ocorrido. #roquereverso #gretavanfleet

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 100 outros seguidores

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias


%d blogueiros gostam disto: