Arquivo para julho \31\-02:00 2010

31
jul
10

Biohazard em SP foi ponto alto do mês de julho, com show vibrante e inesquecível

Julho chega ao fim e o Roque Reverso não poderia deixar de falar do show que marcou o mês em São Paulo e que já entrou para a história dos mais vibrantes que passaram por esta cidade. 10 de julho é o dia. O Biohazard é a banda, que, em sua formação original, era bastante aguardada pela legião de fãs do hardcore e do thrash metal presentes. O Carioca Club, uma modesta casa acostumada a receber eventos da música sertaneja, forró e pagode, é o local do evento que abriu as portas para uma matinê de sábado das mais pesadas que passaram por lá.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

30
jul
10

Rage Against The Machine é confirmado como atração principal do SWU Festival no dia 9/10!!!

Parem as máquinas!!! O Rage Against The Machine, uma das bandas mais aguardadas no Brasil nos últimos anos foi confirmada, na manhã nesta sexta-feira, como headliner de um dos dias do Festival SWU Music and Arts, evento que acontece entre 9 e 11 de outubro na fazenda Maeda, em Itu, no interior de São Paulo. Segundo a organização do festival, a banda norte-americana fechará o dia 9, um sábado.

É a primeira vez que o grupo se apresenta no Brasil e também na América do Sul. Extremamente politizados e engajados em diversas causas, o RATM é uma das bandas comunidade de fãs mais ativa e que arrasta multidões por onde passa. Desde que estouraram, em 1992, com o hit arrasa quarteirão “Killing in the Name”, os fãs sul-americanos da banda aguardam a oportunidade de vê-los tocar ao vivo no continente.

O grupo chegou a se separar em 2000 e surpreendeu o público quando voltou aos palcos depois de sete anos, em 2007, no festival Coachella, nos Estados Unidos. Foram os headliners do evento americano, esgotando a venda de ingressos em tempo recorde na história do festival.

Formada pelo inquieto vocalista Zack de La Rocha, Tom Morello (guitarra), Tim Commerford (baixo) e Brad Wilk (bateria), a banda é conhecido pelo caráter político e de protesto de suas músicas, marcadas pelo som pesado que mistura hip-hop, rock, funk, punk e heavy-metal.

A atitude do RATM se estende também à sua legião de fãs. No fim de 2009, 17 anos depois de seu lançamento, o hit “Killing in the Name” foi nº1 na parada de downloads no Reino Unido com mais de 500.000 downloads, graças a uma campanha feita no Facebook por fãs da banda para acabar com o monopólio de downloads de um programa de TV da região. A campanha deu enorme visibilidade à banda, sendo apoiada por artistas como Dave Grohl, The Prodigy e Paul McCartney.

Agora no SWU, eles prometem uma apresentação que vai entrar para a história e que é simplesmente obrigatória para os amantes do rock de peso e de protesto.

Além do RATM, estão confirmadas para o dia 9 o DJ Marky, The Twelves, Killer on the Dancefloor e Glocal, que se tocam na tenda eletrônica do festival. No dia 10 se apresentam Dave Matthews Band, Kings of Leon, Regina Spektor, Sublime with Rome, Capital Inicial, Jota Quest e, na tenda eletrônica, os artistas Sharam, Roger Sanchez, Markus Schulz, Life is a Loop, Mario Fischetti, Sander Kleinenberg e Nick Warren. Para o dia 11, terceiro e último do Festival SWU Music and Arts, foram divulgados até o momento Linkin Park, Incubus, Pixies, Cavalera Conspiracy e, para a tenda eletrônica, DJ Erol Alkan, Gui Boratto e Anderson Noise. Ao todo, o evento terá mais de 60 atrações.

Vendas

As vendas de ingressos para o dia 9 de outubro e as vendas de passaporte para os 3 dias do festival serão abertas ao público na segunda-feira, dia 2 de agosto , pela Ingresso Rápido (internet, call center e pontos de venda) e na bilheteria do Ginásio Ibirapuera, que volta a funcionar, sem cobrança de taxa de conveniência. Para que as pessoas que estavam aguardando a divulgação do headliner do dia 9 tenham também a oportunidade de comprar ingressos a preços promocionais, a organização do SWU informa que vai estender a promoção até o dia 13 de agosto. Veja os valores:

Pista Comum

R$ 95,00 (meia-entrada)

R$ 190,00 (inteira)

Pista Premium

R$ 280,00 (meia-entrada)

R$ 560,00 (inteira)

Passaporte

A organização informou também que o valor do passaporte é equivalente à soma dos valores dos ingressos avulsos em seus preços promocionais. A venda do passaporte começará no dia 2 de agosto:

Passaporte – Pista Comum p/ os 3 dias

R$ 285,00 (meia-entrada)

R$ 570,00 (inteira)

Passaporte – Pista Premium p/ os 3 dias

R$ 840,00 (meia-entrada)

R$ 1.680,00 (inteira)

Mais informações em: http://www.swu.com.br

Para comemorar a vinda história do Rage Against The Machine ao Brasil, o Roque Reverso selecionou três vídeos do YouTube. O primeiro é nada menos que o da música mais popular da banda: “Killing in the Name”. O segundo é outro hit: “Bulls on Parade”. Para fechar, “Testify”. Fucking Great!!!

29
jul
10

The Smashing Pumpkins e Pavement confirmados no Planeta Terra 2010

O festival Planeta Terra 2010 já tem dois nomes de peso confirmados: The Smashing Pumpkins e o Pavement, duas bandas que fizeram bastante sucesso nos anos 90. O evento será realizado no dia 20 de novembro no Playcenter, em São Paulo. Os ingressos começam a ser vendidos no dia 1º de agosto e poderão ser comprados via internet, telefone (4003-6464) e nos postos de venda autorizados.

O Smashing Pumpkins, que passou por aqui no auge do sucesso e depois virou praticamente um projeto solo do vocalista e guitarrista Billy Corgan, confirmou a presença no evento em seu site oficial e em seu Twitter. O Pavement, que vem pela primeira vez ao Brasil, retomou as atividades em março e promete tocar seus principais hits no festival.

O público vai assistir às atrações em dois palcos – Main Stage e Indie Stage – e também poderá usufruir de alguns brinquedos do local. O primeiro lote de ingressos será vendido ao preço de R$ 160; o segundo a R$ 180; o terceiro a R$ 200; e o quarto ao preço de R$ 220. Há meia entrada para todos os lotes.

Além das duas bandas, foram anunciadas por enquanto as participações de Of Montreal, Girl Talk 3rd Band,  Yeasayer, Hot Chip e Phoenix. Aos poucos, o Roque Reverso deverá divulgar mais detalhes de mais um evento importante que vai agitar São Paulo neste segundo semestre.

27
jul
10

TrezAzêz causa polêmica com releituras de Iron Maiden

O primeiro trabalho do trio paulistano TrezAzêz ainda está em fase de mixagem, mas suas releituras de clássicos do Iron Maiden já estão dando o que falar. Estevan Sinkovitz (violão de náilon), Caio Andrade (violão de aço) e Luque Barros (violão de sete cordas) se uniram para rearranjar e gravar nove sons do Iron e pretendem lançar as músicas em CD ainda este ano sob o sugestivo título de “Can We Play With Maiden?”.

Todas as versões são instrumentais e, como se pode perceber pelos instrumentos usados pela moçada, acústicas. Um vídeo da versão de “The Number of the Beast” já teve mais de 15 mil exibições no YouTube ao longo do último ano e quase cem pessoas já se deram ao trabalho de comentar, quase sempre de forma apaixonada, a favor ou contra.

Os metaleiros mais puristas mostraram-se mais dedicados a esculachar o trio, aparentemente ariscos a qualquer coisa que não tenha guitarras cheias de efeitos e baixo e bateria a 300 km/h. Já os ouvintes de cabeça mais aberta mostram admiração pela competência dos rapazes. Alguns poucos conseguiram emitir comentários ponderados.

“Essa polêmica é bacana”, acredita Estevan. “O mais importante é que as pessoas ouçam, conheçam”, explicou ele em entrevista ao Roque Reverso. “Se eu fosse dar bola pras críticas, nem sairia de casa”, comenta Caio.

O trio juntou-se em 2007 um pouco para ver no que dava. Caio e Estevan são guitarristas de origem e Luque é baixista. Mas a intenção era fazer algo diferente do que estavam acostumados.

A idéia de fazer uma releitura de clássicos do Iron Maiden acabou sendo uma espécie de escolha natural, na interpretação dos integrantes do trio. “Eu ouço Iron Maiden desde os cinco anos”, afirma Luque. “Quando comecei a pegar o violão, tentava imitar as linhas de baixo do Steve Harris sem saber direito o que eram”, conta ele.

Mesmo sem o CD gravado, o TrezAzêz tem conseguido garimpar shows. “Fizemos alguns Sescs e até uma sequência de quatro apresentações na Argentina, graças a uns amigos do Caio”, lembra Estevan.

O trio tocou também na Virada Cultural deste ano. Os violões seguraram a onda, apesar de o show ter sido marcado para o palco de rock, no meio da madrugada, entre a banda Velhas Virgens e o cantor Marcelo Nova.

Como grupo independente que se preze, a gravação de “Can We Play With Maiden?” vem fluindo na base da camaradagem. O lançamento está apalavrado com a Scubidu Records. A expectativa dos integrantes é de que o lançamento do CD alavanque shows e vendas.

As músicas merecedoras de versão foram “Two Minutes To Midnight”, “Losfer Words (Big’ Orra)”, “Phantom of the Opera”, “The Number of the Beast”, “Seventh Son of a Seventh Son”, “Flash of the Blade”, “Hallowed be Thy Name”, “Fear of the Dark” e “Wasted Years”. A ordem das músicas no disco ainda não foi definida. Para os metaleiros que ainda estiverem torcendo o nariz, a versão de “Seventh Son of a Seventh Son” ganhou um solo arrasador das mãos de Moyses Koslene, guitarrista do Krisiun.

No YouTube, o Roque Reverso descolou três vídeos para versões que o TrezAzêz fez para as músicas do Iron Maiden. O primeiro, e mais polêmico, é o da versão para “The Number of the Beast”. Na sequência, veja a interessante versão para “Losfer Words (Big’ Orra)”. Para fechar, uma apresentação ao vivo de “Fear of the Dark”. Mais informações sobre o TrezAzêz podem ser obtidas no Myspace.

23
jul
10

Cinemas retransmitem hoje e amanhã Big Four do thrash metal em show histórico

Será feita hoje e amanhã, nos cinemas brasileiros, a retransmissão do show histórico realizado na Bulgária, pelas bandas do Big Four do thrash metal: o Metallica, o Slayer, o Megadeth e o Anthrax. A intenção da reapresentação é atender a todos que não conseguiram ver a primeira exibição, realizada no dia 22 do mês passado, quando as bandas fizeram a apresentação em Sofia e o evento foi transmitido via satélite para cerca de 800 salas de cinema, em 31 países, na América do Norte, Europa e América Latina, alcançando público superior a 100 mil espectadores. 

No Brasil, o show contou com sessões no Rio, São Paulo, Brasília, Salvador e Santos. Hoje e amanhã, outras cidades foram inseridas na lista de contempladas. Os ingressos custam de R$ 30 a R$ 40.  

Um detalhe importante de última hora é que a MovieMobz, empresa responsável pela retransmissão dos shows dos Big Four no Brasil, divulgou um comunicado dizendo que, por conta de falhas operacionais, a reapresentação foi cancelada em algumas salas do País e, com isso,  a Rede Cinemark não poderá exibir o filme em todos os cinemas programados. 

De acordo com a MovieMobz, os clientes que adquiriram o ingresso na internet terão o valor da compra estornado automaticamente pela Ingresso.com em até dez dias úteis. Já no caso de compras realizadas na bilheteria dos complexos que não exibirão o show, destacou que os clientes devem ir ao cinema no qual a operação foi efetuada. Lá haverá um caixa exclusivo para a devolução do valor do ingresso.  As cidades de Campinas, São Bernardo, São José dos campos, Osasco, Guarulhos, Niterói, Vitória, Campo Grande, Goiânia, Natal e Manaus não exibirão mais o show. 

Além do Cinemark, outras redes de cinema estão participando da reapresentação, com o UCI e a Centerplex. Veja neste link as salas selecionadas. 

Vale lembrar que o show que será retransmitido contou com gerou um momento histórico para o rock and roll. Foi em Sofia que as bandas do thrash metal fizeram uma inédita jam com os membros dos 4 grupos no palco durante a execução da música “Am I Evil”. 

No show de Sofia, o Metallica, que fechava o dia, voltava para o bis e chamou os integrantes de Slayer, Megadeth e Anthrax para o palco. Com exceção dos guitarristas do Slayer (ninguém justificou até agora a ausência deles), todos se juntaram e curtiram o momento histórico, que contou com James Hetfield (Metallica), Joey Belladonna (Anthrax) e Dave Mustaine (Megadeth) nos vocais. O grande momento já havia sido disponibilizado pelo Roque Reverso neste post.

21
jul
10

Echo & The Bunnymen: Veja os preços paras os ingressos dos shows em SP e BH

Já estão à venda, desde o dia 19, os ingressos para as duas apresentações que o Echo & The Bunnymen realizará no Brasil em outubro, no dia 11, no Credicard Hall, em São Paulo; e, no dia 12, no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte. Até o dia 25, as vendas serão feitas de maneira exclusiva para os clientes com cartões Credicard, Citibank e Diners. A partir do dia 26, começa a venda para o público em geral. 

Segundo a Time For Fun, que é  organizadora dos eventos, o Echo está prometendo, para o show de São Paulo, tocar na íntegra seu lendário álbum “Ocean Rain”, além de seus principais hits e clássicos. Para o show em Belo Horizonte, promete tocar alguns dos sucessos de seu ultimo álbum, “The Fountain”, e também alguns dos seus principais hits aclamados pela crítica. 

A produtora informou que as vendas de ingressos estão sendo feitas pela internet (www.ticketsforfun.com.br), pelo telefone (4003-5588), bilheterias oficiais e canais de venda espalhados pelo País

O show de São Paulo começará às 21h30 e tem duração prevista de aproximadamente 1 hora e meia. A abertura da casa está prevista para as 20 horas. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos. Para as idades de 12 e 13 anos, será permitida a entrada acompanhada dos pais ou responsáveis legais. Para as pessoas de 14 anos em diante, será permitida a entrada dos jovens desacompanhados. 

O show de Belo Horizonte começará às 20 horas e também tem duração prevista de aproximadamente 1 hora e meia. A abertura da casa está prevista para as 18h30 e a classificação etária é de 16 anos. 

Confira abaixo os preços para os ingressos dos shows em SP e BH:

SÃO PAULO

 

CAMAROTES NO SETOR I

NORMAL

R$ 250,00

½ ENTRADA

R$ 125,00

 

CAMAROTES NO SETOR II

 

R$ 200,00

 

R$ 100,00

 

POLTRONAS SETOR I

POLTRONAS SETOR II

 

R$ 200,00

R$ 180,00

 

R$ 100,00

R$ 90,00

 

EM PÈ NA PLATÉIA

 

R$120,00

 

R$60,00

 BELO HORIZONTE

NORMAL ½ ENTRADA
 

Pista (1º lote)

 

R$90,00

 

R$ 45,00

 

Pista (2º lote)

 

R$100,00

 

R$ 50,00

 

Pista (3º lote)

 

R$120,00

 

R$60,00

20
jul
10

Cavalera Conspiracy confirmado como atração do SWU Festival em Itu

O Cavalera Conspiracy, grupo dos irmãos Max e Igor Cavalera, foi confirmado como mais uma atração do SWU Music and Arts Festival, evento que acontece entre os dias 9 e 11 de outubro na fazenda Maeda, em Itu, no interior de São Paulo. Será a primeira vez que a banda se apresentará no Brasil e este será um momento histórico para os fãs do thrash metal e para a dupla, que criou o Sepultura, envolve-se em brigas familiares e ficou mais de 10 anos separada, até voltar, em 2008, com o primeiro álbum (“Inflikted”) deste novo grupo. 

A organização do festival vem divulgando aos poucos as atrações do evento, apesar de já estar vendendo os ingressos desde o dia 13 de julho. Para o dia 11 de outubro, que é uma segunda-feira, véspera de feriado, além do Cavalera Conspiracy, estão confirmadas as bandas Linkin Park, Pixies, Incubus e o DJ Erol Alkan. Para o dia 10, já foram anunciadas as presenças dos grupos Kings of Leon, Dave Matthews Band, Sublime with Rome, Regina Spektor, DJ Sharam, Jota Quest, Capital Inicial, Markus Schulz e Roger Sanchez. Para o dia 9, não há ainda nada confirmado. 

Os ingressos para os dois últimos dias do festival estão sendo vendidos, por enquanto, em lote promocional. Informações mais detalhadas podem ser obtidas aqui e os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.ingressorapido.com.br. As entradas também estão disponíveis pelo telefone 4003-1212 (de segunda a sábado, das 9 horas às 22 horas, e domingos e feriados das 11 horas às 19 horas) e em mais de 60 pontos de venda por todo o País. 

Quem gosta de thrash metal, sabe a importância da apresentação dos irmãos Cavalera em terras brasileiras. Criativos e ótimos músicos, eles levaram o Sepultura a um sucesso mundial estrondoso nos Anos 90 e fizeram o nome do Brasil brilhar em inúmeros países. Era muito gratificante ver vários fãs gringos com bandeiras brasileiras nos diversos festivais europeus que o Sepultura tocou naquela época. 

No auge do sucesso, brigas internas e familiares, fizeram Max sair do Sepultura, que nunca mais foi a mesma banda, apesar dos membros restantes mostrarem muita luta para tentar seguir a carreira. Alguns álbuns depois, foi a vez de Igor sair, o que deixou o conjunto ainda mais desfalcado. 

O sonho dos fãs antigos sempre foi uma reunião do Sepultura com Igor e Max juntos, mas ainda há muita coisa para ser arrumada entre eles e os membros Andreas Kisser e Paulo Júnior. A volta de Igor e Max por meio do Cavalera Conspiracy fez bem para a música, já que o disco “Inflikted” traz uma energia que não era vista há tempos no próprio Sepultura depois da saída de Igor. 

Para comemorar a vinda do Cavalera Conspiracy ao Brasil, o Roque Reverso selecionou alguns vídeos. Direto no YouTube, veja o vídeo da música “Sanctuary”, do álbum “Inflikted”, que traz Igor detonando na bateria. Depois, assista à apresentação da banda no Graspop Metal Meeting, na Bélgica, tocando a clássica “Roots Bloody Roots”, do Sepultura.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

julho 2010
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias