Author Archive for

23
maio
23

No álbum ‘Electric Delta’, Duca Belintani revisita uma de suas raízes

Ainda nem pensávamos em pandemia quando o guitarrista Duca Belintani partiu para uma viagem sonhada durante anos. Décadas talvez. De carro, ele atravessou em 2019 os quase 1.500 quilômetros que separam as gélidas ventanias de Chicago do calor abafado de New Orleans.

Em sua maior parte, o longo trecho precisa ser percorrido por duas interstates, como são chamadas as rodovias interestaduais nos Estados Unidos, mas passa voando para os apreciadores do blues.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

01
maio
23

Aerosmith anuncia turnê de despedida após 5 décadas de estrada

“Depois de cinco décadas na estrada, dez turnês mundiais e um público de mais de 100 milhões de fãs ao redor do globo…”

Assim começa a nota divulgada pela banda norte-americana Aerosmith para anunciar a turnê ‘Peace Out’. Um jeito de dizer tchau, ou até logo.

Números grandiosos. E mesmo assim, se convidado a palpitar, eu chutaria uma quantidade maior de turnês e fãs.

O último giro do globo pelo Aerosmith prevê uma série de 40 shows a partir de 2 de setembro, quando a banda se apresentará na Filadélfia, nos Estados Unidos.

“Não é um adeus, é um tchau”, diz a banda.

O Aerosmith levará na bagagem o Black Crowes. Um bálsamo para os fãs dos grandes shows de roquenrow.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

22
nov
22

Adeus, Tremendão! Erasmo Carlos morre aos 81 anos

Os últimos tempos não têm sido fáceis para quem ama a música. Hoje é dia de nos despedirmos de Erasmo Carlos.

O Tremendão nos deixou nesta terça-feira, 22 de novembro, aos 81 anos.

Os detalhes sobre o falecimento ainda são escassos e foram divulgados apenas no período da noite desta terça, mas é a vida de Erasmo Carlos que deve ser celebrada.

O rock’n’roll dificilmente teria sido tão bem adaptado à cultura brasileira sem o talento de Erasmo Carlos, principalmente para compor.

Aprendeu três acordes com Tim Maia no fim dos anos 1950. Precisava de mais?

CONTINUE LENDO AQUI!!!

08
nov
21

‘Suicídio profissional’: 50 anos do clássico álbum ‘Led Zeppelin IV’, obra-prima do rock

Era o início dos anos 1970 e o Led Zeppelin encontrava-se nos últimos degraus da escada para o céu que faria a banda dispor acesso irrestrito a praticamente qualquer coisa que desejasse.

Ainda restavam alguns degraus a serem galgados, porém.

Lançado em outubro de 1970, “Led Zeppelin III”, como sabemos hoje, foi a antessala da apoteose da banda britânica.

Mas quando tudo está acontecendo ao mesmo tempo agora, a única certeza é a do momento que se está vivendo. O resto é conjectura.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

17
set
21

30 anos dos clássicos álbuns ‘Use Your Illusion’, do Guns N’ Roses

“Appetite for Destruction” saiu nos Estados Unidos em 1987. Os tempos, porém, eram outros. O grande hit radiofônico do álbum de estreia do Guns N’ Roses – “Sweet Child O’Mine” – estouraria no Brasil somente em 1989.

Quando isso aconteceu, o segundo álbum da banda californiana – “GN’R Lies” – já estava disponível na loja de disco mais próxima – eram muitas, creia-me.

Com o lançamento da MTV Brasil, em 1990, o Guns N’ Roses tornou-se uma febre entre os adolescentes da época, principalmente pelo videoclipe de “Patience”, que liderou o Top 10 da emissora por anos a fio.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

27
ago
21

30 anos do ‘Ten’, o clássico álbum de estreia do Pearl Jam

É raro na história do rock, especialmente dos anos 1980 em diante, uma banda sair com um disco de estreia já clássico. Raro, mas não impossível. “Ten”, do Pearl Jam, é um desses casos. O álbum de estreia da longeva banda de Seattle nasceu clássico e completa 30 anos nesta sexta-feira, 27 de agosto de 2021.

Herdeiro legítimo da mãe de todas as bandas da mais prolífica geração de Seattle, o Mother Love Bone, o Pearl Jam surgia da iniciativa de Stone Gossard e Jeff Ament. Quase todas as faixas levam a assinatura do guitarrista ou do baixista, quando não dos dois.

Coube a eles, depois do trágico fim do Mother Love Bone, ir atrás de um vocalista – Eddie Vedder – e de um guitarrista solo – Mike McCready.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

24
ago
21

Rock fica mais triste com a perda de Charlie Watts, dos Rolling Stones

“É com imensa tristeza que anunciamos o falecimento de nosso amado Charlie Watts.”

Assim começa a nota de pesar divulgada pelo agente do baterista dos Rolling Stones para informar o surgimento de mais uma estrela em um céu que, contraditoriamente, a cada dia parece mais escuro.

O baterista morreu nesta terça-feira, 24 de agosto, aos 80 anos de idade, no hospital londrino onde estava internado. A nota de pesar qualifica Watts como um “dos maiores bateristas de sua geração”, assim como um “amado pai, marido e avô”.

O texto diz ainda que a família estava junto dele no momento da morte e pede gentilmente respeito à privacidade dos familiares, dos amigos e dos demais membros dos Rolling Stones.

A causa da morte de Watts não foi divulgada.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

23
abr
21

Há 50 anos, com o clássico ‘Sticky Fingers’, os Rolling Stones davam seu grande salto adiante

A longevidade dos Rolling Stones hoje é pública e notória. Mas nem sempre foi assim. Durante décadas, a fama, as turnês extensas e as crises de convivência entre os membros alimentaram fofocas e mais fofocas sobre um iminente fim da banda de rock britânica.

Meio século atrás, entretanto, esse risco talvez nunca tenha sido tão real. No decorrer dos anos 1960, os rumos criativos da banda eram ditados mais pelo multi-instrumentista Brian Jones do que pela dobradinha Mick Jagger/Keith Richards.

A psicodelia inaugurada pelos Beatles estava em seu ápice e os Rolling Stones acompanhavam essa tendência – com muito gosto e esmero, diga-se.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

24
nov
20

Pandemia criativa: Velhas Virgens lançam novo CD; Paulão vem com novo livro

Era pra ser apenas um EP, mas a Banda das Velhas Virgens aderiu ao novo normal destes tempos de pandemia. Isto resultou – não totalmente sem querer, é claro – no 19º CD da carreira da irreverente trupe paulistana.

A ideia de “O Bar Me Chama” surgiu a partir da intenção de homenagear o roquenrow setentista sem deixar de lado a essência da banda.

Uma audição das dez músicas que compõem o trabalho mostra que o objetivo foi alcançado com sucesso.

Cada vez mais, a trajetória da Banda das Velhas Virgens assemelha-se um pouco à do AC/DC, guardadas as devidas escalas e proporções.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

05
out
20

‘Led Zeppelin III’: a antessala da apoteose

Há quem considere que o Led Zeppelin começou direto pelo quarto álbum, mais ou menos como Guerra nas Estrelas ‘começa’ no Episódio IV. Mas o zepelim de chumbo já dominava os céus em 1970, quando Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e John Bonham lançaram Led Zeppelin III, que completa 50 anos nesta segunda-feira, 5 de outubro de 2020.

A crítica já se curvara ao Led Zeppelin antes pelo blues, pelo rock, pelo peso, mas só então seria apresentada com mais profundidade aos vínculos da banda com a música folclórica anglo-saxônica, fundamental para a compreensão de tudo o que viria a seguir.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

10
set
20

As 10 mais dos Ramones

Fim de tarde de quarta-feira, começo de noite, teria que ver ao certo. Mensagem no celular. É Flavio Leonel com ares de urgência. Esqueci de alguma coisa importante para o Roque Reverso ou o palmeirista quer apenas provocar um humilde e discreto corinthiano antes do clássico.

Mas não. Ele tinha acabado de ouvir “The KKK Took My Baby Away” na Kiss FM. Eu também. Afinal, nossas desafinadas limitam-se ao futebol, ou seja lá o nome que se dê a essa aberração em que transformaram o ludopédio.

“Tava aqui ouvindo o Alternativa KISS e tocou ‘The KKK Took My Baby Away’, que é a minha segunda preferida dos Ramones. Daí lembrei que a gente nunca fez as 10 mais dos Ramones! O que é uma heresia”, escreveu meu amigo e editor.

“Lá vem trabalho”, pensei, cansado antes mesmo de começar.

Na maldade, levantei o nome do jornalista Márcio Anaya, nosso amigo comum e um dos maiores conhecedores de Ramones em Língua Portuguesa que conhecemos.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

25
jul
20

‘Back In Black’, o álbum mais vendido da história do rock, completa 40 anos

O AC/DC iniciou a década de 1980 em uma encruzilhada entre o céu e o inferno. Um passo na direção certa levaria a banda australiana a concluir com êxito o longo e custoso caminho ao estrelato. Um eventual passo em falso não colocaria em descrédito o sólido trabalho desenvolvido até aquele momento. Longe disso. Mas certamente teria privado o mundo de um dos mais brilhantes, persuasivos e surpreendentes álbuns da história do rock. Afinal, é impossível passar incólume a uma audição de “Back In Black”, o sétimo álbum de estúdio do AC/DC, que completa 40 anos neste sábado, 25 de julho de 2020.

Acima de tudo, “Back In Black” é um divisor de águas. Se há um antes e um depois na história do AC/DC, a referência é aquele discaço de capa preta, sóbria e sombria ao mesmo tempo, com o
logotipo da banda e o título do álbum em destaque.

CONTINUE LENDO AQUI!!!




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 101 outros assinantes
junho 2023
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com