Author Archive for

10
set
20

As 10 mais dos Ramones

Fim de tarde de quarta-feira, começo de noite, teria que ver ao certo. Mensagem no celular. É Flavio Leonel com ares de urgência. Esqueci de alguma coisa importante para o Roque Reverso ou o palmeirista quer apenas provocar um humilde e discreto corinthiano antes do clássico.

Mas não. Ele tinha acabado de ouvir “The KKK Took My Baby Away” na Kiss FM. Eu também. Afinal, nossas desafinadas limitam-se ao futebol, ou seja lá o nome que se dê a essa aberração em que transformaram o ludopédio.

“Tava aqui ouvindo o Alternativa KISS e tocou ‘The KKK Took My Baby Away’, que é a minha segunda preferida dos Ramones. Daí lembrei que a gente nunca fez as 10 mais dos Ramones! O que é uma heresia”, escreveu meu amigo e editor.

“Lá vem trabalho”, pensei, cansado antes mesmo de começar.

Na maldade, levantei o nome do jornalista Márcio Anaya, nosso amigo comum e um dos maiores conhecedores de Ramones em Língua Portuguesa que conhecemos.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

25
jul
20

‘Back In Black’, o álbum mais vendido da história do rock, completa 40 anos

O AC/DC iniciou a década de 1980 em uma encruzilhada entre o céu e o inferno. Um passo na direção certa levaria a banda australiana a concluir com êxito o longo e custoso caminho ao estrelato. Um eventual passo em falso não colocaria em descrédito o sólido trabalho desenvolvido até aquele momento. Longe disso. Mas certamente teria privado o mundo de um dos mais brilhantes, persuasivos e surpreendentes álbuns da história do rock. Afinal, é impossível passar incólume a uma audição de “Back In Black”, o sétimo álbum de estúdio do AC/DC, que completa 40 anos neste sábado, 25 de julho de 2020.

Acima de tudo, “Back In Black” é um divisor de águas. Se há um antes e um depois na história do AC/DC, a referência é aquele discaço de capa preta, sóbria e sombria ao mesmo tempo, com o
logotipo da banda e o título do álbum em destaque.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

18
abr
20

Há 40 anos, Bob Marley pagava do próprio bolso para tocar na festa de independência do Zimbábue

O Zimbábue celebra neste 18 de abril de 2020 quatro décadas de independência do jugo britânico. Com isso, a histórica apresentação de Bob Marley & The Wailers no Estádio Rufaro, em Harare, para celebrar a independência zimbabuana completa também 40 anos.

Durante quase um século, o Reino Unido havia explorado as terras e as riquezas do território que preferiu chamar de Rodésia em meio à criminosa partilha da África pelas potências coloniais europeias.

Depois de uma guerra civil iniciada em 1965 na qual cerca de 20 mil pessoas morreram – rebeldes marxistas negros em sua maioria -, o Zimbábue tornava-se finalmente a última colônia britânica na África a conquistar a independência. Chegava ao fim o governo da minoria branca sobre a maioria negra no Zimbábue.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

06
dez
19

Clipe de Arnaldo Antunes é censurado na TV Brasil, denuncia site

A TV Brasil, controlada pelo governo federal, censurou a veiculação do videoclipe da canção “O Real Resiste”, do ex-Titã Arnaldo Antunes.

A denúncia sobre a censura à exibição do videoclipe partiu do site BuzzFeed, cuja reportagem baseia-se em fontes não identificadas temerosas de represálias.

A letra expõe de forma poética o fosso autoritário no qual o Brasil afunda nos últimos anos, lamentável fenômeno sobre o qual este Roque Reverso vem alertando há algum tempo.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

04
dez
19

Vespas Mandarinas lança versão arrebatadora da música ‘Mariposa Tecknicolor’, de Fito Paez

A banda paulistana Vespas Mandarinas lançou uma versão arrebatadora da música “Mariposa Tecknicolor”, clássico noventista do argentino Fito Paez.

Lançada originalmente no álbum “Circo Beat”, de 1994, “Mariposa Tecknicolor” fez sucesso por toda a América Latina e hoje é parte essencial do repertório de Paez.

Com a letra em português, o Vespas Mandarinas é a mais nova banda brasileira a apostar no pop-rock de melodias grudentas de Fito Paez para colocar o público brasileiro em contato com o rock argentino.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

19
nov
19

Mötley Crüe aproveita onda de ‘The Dirt’ e anuncia retorno aos palcos

Não deu nem pra sentir falta. Não que fizesse muita. Mas menos de quatro anos depois de decretar a aposentadoria dos palcos, a banda norte-americana Mötley Crüe resolveu surfar a onda de “The Dirt” e anunciar que vai voltar para a estrada.

Em mensagem veiculada nos canais oficiais da banda, Vince Neil, Nikki Sixx, Tommy Lee e Mick Mars anunciaram na segunda-feira, 18 de novembro, a decisão de literalmente “explodir” o contrato assinado em 2014 e que pôs fim às turnês.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

22
out
19

O zepelim de chumbo alça voo: os 50 anos do álbum ‘Led Zeppelin II’

Tudo acontecia ao mesmo tempo agora em 1969. O maio de 1968 repercutia intensamente na juventude ocidental da época. Foi quando um zepelim de chumbo alçou o improvável voo que nos anos seguintes faria do Led Zeppelin a maior banda de rock’n’roll de todos os tempos.

Depois de lançar seu primeiro disco em janeiro de 1969, o Led Zeppelin chegaria ao segundo semestre daquele ano com uma bagagem de dezenas de shows pela Europa e pelos Estados Unidos e incontáveis melodias escorrendo dos dedos Jimmy Page e John Paul Jones.

Havia tema para bem mais de um disco, grande parte originada de improvisos em cima do palco e registrada da maneira que fosse possível. Tudo ao mesmo tempo agora. Mas cada coisa em seu tempo certo.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

04
out
19

Em noite eclética no Rock in Rio, Red Hot mescla ousadia com tradição; Nile Rodgers dá aula e faz povo dançar

O Red Hot Chili Peppers mesclou ousadia e tradição em seu repertório para fechar aquela que foi provavelmente a noite mais eclética e dançante do Rock In Rio de 2019 até o momento. Este foi o cenário da quinta-feira, 3 de outubro, tanto no Palco Mundo como no Palco Sunset do festival fluminense.

O dia começou com uma série de apresentações não atendidas pela área de cobertura do Roque Reverso, mas nem por isso menos valiosas.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

01
out
19

Rock dá o ar da graça com Bon Jovi, Dave Matthews e Goo Goo Dolls no domingo de Rock in Rio

O rock deu um pouco do ar de sua graça na noite do primeiro domingo do Rock In Rio de 2019. Nada lá muito pesado, mas o suficiente pra fechar em alto astral o primeiro fim de semana do festival.

Depois de bastante música brasileira pelos palcos do Rock In Rio, com destaque para ícones como Elza Soares e Alcione, o Goo Goo Dolls levou ao público um pop rock honesto e sem muita frescura na noite do domingo, 29 de setembro.

A banda fez um ótimo show, apesar de ter mostrado que segue refém do álbum “Dizzy Up The Girl”, de 1998.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

30
set
19

Apoteótico, Foo Fighters fecha primeira noite roqueira do Rock In Rio com chave de ouro

O Foo Fighters fechou com chave de ouro a primeira noite de rock do Rock In Rio de 2019, que contou com pedido de casamento no palco e um line-up animado cujo único ponto fora da curva foi o show do Weezer.

Os paulistanos do Ego Kill Talent abriram o dia com um show corajoso, animando o público mesmo com a maioria dos presentes parecendo não conhecer as músicas da banda. O público foi ao delírio quando Bob Burnquist, lenda do skate mundial, prestigiou a banda de cima do palco.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

27
jul
19

40 anos do álbum ‘Highway to Hell’, obra-prima do AC/DC e o último com Bon Scott

O AC/DC dos tempos de Bon Scott dispunha de um certo dom premonitório. Quem escolhesse o rock n’roll teria um longo a percorrer caminho se quisesse chegar ao topo, já cantava a banda desde dezembro 1975, data de lançamento de seu segundo disco, “T.N.T.”.

Dinamite pura. Pé na porta. Desde “High Voltage”, o AC/DC abria seu caminho rumo ao estrelato sem pedir licença. Depois de cinco álbuns de estúdio, a banda australiana lançaria em 1978 seu primeiro registro oficial ao vivo, “If You Want Blood”.

É um petardo depois de outro, sem trégua. Trata-se de um dos melhores discos ao vivo da história do rock como um todo, e provavelmente o melhor da história do hard rock.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

22
jun
19

‘Houses of the Holy’: a malícia está nos olhos de quem vê

A notícia da semana no mundo do rock extrapolou o bom senso. A rede social Facebook baniu publicações contendo a capa do clássico álbum “Houses of the Holy”, do Led Zeppelin, pela delirante razão de apologia à pedofilia. A empresa voltou atrás alguns dias depois, mas quando isso aconteceu diversos usuários relataram terem sido banidos de postar na rede social por terem compartilhado a publicação, que teve como origem a página Ultimate Classic Rock, com mais de 1 milhão de seguidores.

Para quem não conhece, ou não se lembra, a capa de “Houses of the Holy” traz uma montagem fotográfica na qual duas crianças nuas sobem a chamada Calçada dos Gigantes, uma deslumbrante formação rochosa natural situada na Irlanda do Norte, sob um céu alaranjado.

CONTINUE LENDO AQUI!!!




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se aos outros seguidores de 102

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com