24
set
17

The Cult dá bronca em público, mas entrega show bem feito no São Paulo Trip

The Cult no São Paulo Trip - Foto: Divulgação Mercury Concerts/ Ricardo MatsukawaA Arena do Palmeiras recebeu o The Cult na primeira noite do novíssimo festival São Paulo Trip na quinta-feira, 21 de setembro. A banda britânica entregou um show curto, porém muito bem feito e de qualidade para um público majoritariamente formado por fãs do The Who, atração principal do primeiro dia do evento.

A apresentação, contudo, ficou marcada pela sonora bronca que o polêmico vocalista Ian Astbury deu na plateia.

Em tempos nos quais os celulares tem mudado diversos hábitos e criados outros, o músico não poupou a dispersão e a falta de envolvimento do público presente com as músicas, especialmente na primeira metade do show.

Fatores importantes, como o dia da apresentação (uma quinta-feira) e a maioria formada por fãs do Who, também ajudaram na certa apatia do público. O Cult, por sua vez, também poderia ter trazido mais hits de sua história recheada de músicas que embalaram um geração inteira.

O show começou pontualmente às 19h45 e logo de cara com a ótima “Wild Flower”, que costuma levantar qualquer tipo de público. Em outros tempos, a plateia pularia intensamente no ritmo da música e cantaria a plenos pulmões o refrão marcante da canção. O que se viu, no entanto, foi mais uma contemplação do que um agito.

Em pleno dia de semana, o Allianz Parque, por mais que tenha uma excelente localização, não estava com a lotação esperada definida. Muitos ainda chegavam ao local, em meio ao trânsito pesado que afetava a região dos bairros da Pompeia e da Lapa desde o fim do período da manhã. Este detalhe também pode ter atrapalhado uma vibração maior, já que havia ainda muitos pontos vazios na arena alviverde.

O Cult seguiu com mais um hit, “Rain”, que é bacana foi tocada com maestria, mas que tem uma levada um pouco mais lenta que a música tocada anteriormente. “Dark Energy” e “Peace Dog” ajudaram a, em vez de esquentar mais o show, a dar uma esfriada, já que não estavam entre as mais conhecidas do público.

Até então, Astbury apenas mostrava veladamente que não gostava da recepção do público. Ora com olhares, ora com caretas e gestos dirigidos aos mais próximos do palco, ele tentava “acordar” a plateia de alguma maneira. Ele chegou a puxar tradicionais coros de “olê, olê, olê, Brasil”, mas a reação continuava abaixo do esperado pela banda.

The Cult no São Paulo Trip - Foto: Divulgação Mercury Concerts/ Ricardo Matsukawa The Cult no São Paulo Trip - Foto: Divulgação Mercury Concerts/ Ricardo MatsukawaThe Cult no São Paulo Trip - Foto: Divulgação Mercury Concerts/ Ricardo Matsukawa The Cult no São Paulo Trip - Foto: Divulgação Mercury Concerts/ Ricardo Matsukawa

Mais um ótimo hit, “Lil’ Devil”, até poderia esquentar o show, mas a mais recente “Deeply Ordered Chaos”, além de “The Phoenix” e “Rise” não conseguiram dar sequência ao processo de incentivo desejado pelo vocalista.

Musicalmente, o show era de grande qualidade, como costumam ser as apresentações do Cult por aqui. Não estava no nível das três performances mais recentes da banda em São Paulo, mas era um show com categoria.

Billy Duff na guitarra e John Tempesta na bateria eram os destaques da apresentação. O primeiro, por sinal, parece melhorar a cada vinda para cá.

O hino “Sweet Soul Sister” veio em seguida e conseguiu fazer o público cantar junto, mas ainda não era no nível que Astbury desejava, por mais que ele até elogiasse o público batendo palmas. “Beautiful, Beautiful”, disse.

Durante o show, ele já havia feito uma indagação, questionando se aquele era mesmo o público de São Paulo, tradicionalmente um dos mais quentes do mundo. Foi então que deu uma bronca constrangedora e pediu mais vibração e participação do público.”Lazy” (preguiçoso) foi uma das palavras usadas pelo vocalista quando se dirigiu a uma das extremidades do palco.

Depois da bronca mais forte, o Cult emendou nada menos que “She Sells Sanctuary”, que conseguiu finalmente fazer uma parcela maior do público pular. “Ah, isso sim é São Paulo”, exclamou agora o vocalista mais calmo.

“Fire Woman” e “Love Removal Machine” fecharam a apresentação com chave de ouro e apenas comprovaram que o Cult continua em forma e capaz de produzir bons shows. Talvez, um melhor dia para a banda seria ou o do Guns N’ Roses ou do Aerosmith, já que haveria públicos mais em linha com o som do grupo.

O Cult, por sinal, tem uma pegada mais de shows em casas fechadas do que em arenas. Prova disso é que as apresentações recentes da banda na capital paulista em 2006, 2008 e 2011 foram superiores a este do São Paulo Trip. A de 2011, que contou com cobertura o Roque Reverso, chegou a deixar o público com “gosto de quero mais”.

Para relembrar a boa apresentação do The Cult no São Paulo Trip, o Roque Reverso descolou vídeos no YouTube. Fique inicialmente com a abertura e a execução de “Wild Flower”. Depois, veja a nossa filmagem para “Rain”, seguida por um vídeo de “Sweet Soul Sister”. Para fechar, veja a banda tocando “She Sells Sanctuary” e “Fire Woman” num vídeo e “Love Removal Machine” no outro.

Set list

Wild Flower
Rain
Dark Energy
Peace Dog
Lil’ Devil
Deeply Ordered Chaos
The Phoenix
Rise
Sweet Soul Sister
She Sells Sanctuary
Fire Woman
Love Removal Machine

Anúncios

0 Responses to “The Cult dá bronca em público, mas entrega show bem feito no São Paulo Trip”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Bon Jovi no São Paulo Trip 2017 realizado na Arena do Palmeiras
#roquereverso #bonjovi #saopaulotrip #allianzparque Bon Jovi no São Paulo Trip 2017 
#roquereverso #bonjovi #saopaulotrip #allianzparque The Cult no São Paulo Trip 2017 - Ian Astbury
#roquereverso #thecult #saopaulotrip #allianzparque The Cult no São Paulo Trip 2017
#thecult #saopaulotrip #allianzparque #roquereverso The Who no São Paulo Trip - Foto: Flavio Leonel/Roque Reverso
#thewho #saopaulotrip The Who no São Paulo Trip - Foto: Flavio Leonel/Roque Reverso
#thewho #saopaulotrip

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 89 outros seguidores

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

Estatísticas

  • 549,143 hits
SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE


%d blogueiros gostam disto: