Posts Tagged ‘Charlie Brown Jr.

16
jan
15

Festival celebrará 461 anos de SP e terá Ira!, tributo ao Legião Urbana e várias bandas novas

Rock na Cidade - Cartaz de DivulgaçãoA cidade de São Paulo completará 461 anos no próximo dia 25 de janeiro e a comemoração será movida a rock n’ roll. Para manter a eterna fama de local mais identificado com o estilo musical no Brasil, o festival Rock na Cidade contará com entrada gratuita e terá como atração principal nada menos que o Ira!, uma das bandas que mais tem a cara de SP.

Além do Ira!, o evento contará com o Urbana Legion, grupo que tem integrantes do Charlie Brown Jr e Tihuana e fará um tributo ao Legião Urbana.

Ao todo, serão 40 bandas distribuídas em 5 palcos espalhados pelos 28 mil metros quadrados da Cidade Matarazzo, espaço onde funcionou o histórico Hospital Matarazzo e que promove mais uma iniciativa de democratização cultural.

A maioria esmagadora destas 40 bandas foi selecionada entre mais de 1.600 inscrições feitas por meio do programa “Temos Vagas”, da 89FM, que abre espaço para artistas em início de carreira.

A eterna “Rádio Rock”, por sinal, é a responsável pela produção do festival e conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo. Obviamente, por ter entrada gratuita, o evento está sujeito à lotação.

O festival está agendado para acontecer das 10 horas às 20 horas do dia 25 de janeiro, que, neste ano, cai num domingo.

Além do rock, o evento terá uma “Alameda Gastronomica” de food trucks, uma feira de adoção de animais e o “Palco Selfie”, onde toca quem quiser se aventurar.

Haverá ainda o “Beco Sonoro”, onde DJ’s tocarão clássicos do rock, sucessos atuais e música para dançar. Entre os escalados estão Ramilson Maia, DJ Foka e DJ’s da 89, como Luka, Thiago DJ e Cadu Previero. Estes também serão responsáveis pela apresentação das bandas, promoções e distribuição de brindes.

A Cidade Matarazzo está localizado na Alameda Rio Claro, 190, próximo ao Metrô Trianon-MASP e da Avenida Paulista.

Os organizadores recomendam, por sinal, que o público vá de bicicleta, pois há um estacionamento exclusivo para elas na Alameda Rio Claro. Mais detalhes do festival podem ser conferidos aqui, na página do evento no Facebook.

 

09
set
13

Baixista Champignon, do Charlie Brown Jr, é encontrado morto em SP

O músico Luiz Carlos Leão Duarte Junior, conhecido como Champignon, foi encontrado morto em seu apartamento, na região do Morumbi, na zona oeste de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira, dia 9 de setembro, com um tiro na boca. Baixista do grupo Charlie Brown Jr., ele era atualmente o vocalista da banda A Banca, desde a morte de Chorão, em março deste ano, por overdose.

Segundo a polícia, uma arma foi encontrada próxima ao corpo de Champignon. Ele estava em casa com a mulher, que deixou o local em estado de choque.

O caso foi registrado na 89ª Delegacia de Polícia, em São Paulo. A polícia trabalha com a hipótese de que ele tenha cometido suicídio.

O último disco do Charlie Brown Jr., “La Familia 013”, gravado antes da morte de Chorão, está programado para ser lançado neste mês.

As 13 músicas inéditas do álbum, o décimo da carreira do grupo nacional, foram gravadas pela formação com Chorão nos vocais, Champignon no baixo, Marcão e Thiago Castanho nas guitarras e Bruno Graveto na bateria.

06
mar
13

Morte de vocalista do Charlie Brown Jr. é novo desfalque para o já enfraquecido rock nacional

Os brasileiros foram surpreendidos neste dia 6 de março com a morte do vocalista do grupo Charlie Brown Jr. Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como “Chorão”, tinha 42 anos. O corpo do líder da banda nacional foi encontrado em um apartamento de Pinheiros, em São Paulo, onde ele costumava receber amigos e realizar festas. Em um tempo no qual o rock brasileiro só tem espaço na grande mídia com bandas antigas ou com grupinhos de adolescentes emos e coloridos que evergonham o estilo, a notícia representa mais um desfalque importante, já que Chorão era um dos expoentes do que sobrou de tolerável em terras tupiniquins.

As circunstâncias da morte do vocalista estão sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com o delegado Itagiba Franco, da Polícia Divisionária do Departamento de Homicídios, os paramédicos que estiveram presentes no local encontraram Chorão sem vida e sozinho em casa, de bruços no chão da cozinha, com uma das mãos machucada. Fotos e relatos dão conta que o apartamento estava revirado, sujo e com vestígios de sangue.

Conforme um boletim de ocorrência apresentado pela TV Globo, bebidas e  uma “pequena quantidade de substância branca que aparenta ser cocaína” também foram encontradas no local. O delegado preferiu, no entanto, ter em mãos uma análise mais criteriosa antes de concluir que a causa da morte seria o uso de droga. Importante destacar que, segundo relatos, Chorão estava passando por um período difícil, após uma separação conjugal.

Bastante polêmico e com envolvimento em algumas brigas famosas com outros músicos, Chorão não era exatamente uma “flor de pessoa”. Seu estilo inquieto foi, no entanto, o combustível que levou o Charlie Brown Jr. para o topo das paradas nos anos 90. Você pode gostar ou não dele ou da banda, mas não pode dizer que ali não havia uma postura rock n’ roll.

Criativo, Chorão fez várias letras que retratavam boa parte da vida de um contigente de adolescentes. A própria pegada sonora do Charlie Brown Jr. que trazia não somente o rock, mas o ska, o reggae e o rapcore, chamou demais a atenção da crítica e do público logo no primeiro álbum, “Transpiração Contínua Prolongada”, de 1997.

Depois de 11 discos gravados, dois deles ao vivo, resta agora saber se os integrantes que sobraram terão condições de levar a banda adiante, algo que, no momento, parece ser muito difícil, já que Chorão era o grande líder e verdadeiro trator que superava os diversos obstáculos enfrentados pelo grupo.

Nós, do Roque Reverso, não somos grandes fãs do Charlie Brown Jr. e repudiamos várias atitudes de Chorão ao longo de sua carreira. Hoje, no entanto, não é momento de ficar botando dedo na ferida de quem não está aqui mais para se defender.

O mínimo que podemos fazer neste dia triste para uma legião de jovens brasileiros é resgatar momentos legais da banda em videoclipes, uma outra grande marca criativa de Chorão. Para começar, fique com o primeiro hit do grupo “O Coro vai Comê!”, do disco de estreia. Depois, fique com o clipe de “Rubão”, do disco “Nadando com os Tubarões”, de 2000.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 99 outros seguidores

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias