03
maio
18

Gibson entra com pedido de recuperação judicial e pretende centrar foco em guitarras

Reprodução de Modelo de Guitarra Gibson - Foto: DivulgaçãoA Gibson, uma das maiores fabricantes de guitarras do mundo, entrou neste início de maio de 2018 com um pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos. Em miúdos, a empresa quebrou e vai ter uma última chance de sanar suas finanças antes de um possível encerramento de atividades.

Soa como mais um golpe ao já abalado mundo do rock. Afinal, a Gibson não está sozinha nessa bancarrota.

A também norte-americana Fender, principal concorrente internacional da Gibson, vai mal das pernas, assim como a Guitar Center, uma rede de lojas espalhada pela América do Norte na qual muitos guitarristas seriam capazes de pagar aluguel para viver em suas dependências.

Os motivos da quebra da Gibson são variados. Vão dos maus negócios, passam pela repercussão de normas mais rigorosas para o comércio da jacarandá, madeira nobre usada pela fabricante, e culminam na falta de interesse das gerações mais jovens pelo rock, estilo para o qual guitarra e Gibson são sinônimo.

Alguns modelos de guitarra fabricados pela Gibson são tão icônicos quanto os guitarristas que a esmirilham: a “Lucille” 335 de B.B.King; a SG cereja de Angus Young; a Flying V de Albert King; a Les Paul nas mãos de Peter Frampton, Slash, Randy Rhoads, Zakk Wylde e tantos outros; a guitarra de dois braços magistralmente manejada por Jimmy Page.

Impossível citar todos.

Até mesmo Eric Clapton, que a partir dos anos 1970 passou a ter sua imagem pública vinculada à concorrente Fender, imortalizou riffs nos braços de uma ES-335 nos tempos do Cream.

De todo modo, não se trata do fim da Gibson. A recuperação judicial vai exigir da empresa um foco maior em seu negócio principal, justamente a fabricação e venda de instrumentos musicais de alta qualidade.

E a boa notícia, segundo a própria Gibson enfatizou, é que a venda de guitarras segue lucrativa para a empresa, ainda que não tanto quanto há algumas décadas.

Modelos de guitarra da Gibson - Foto: Divulgação

Anúncios

0 Responses to “Gibson entra com pedido de recuperação judicial e pretende centrar foco em guitarras”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 96 outros seguidores

maio 2018
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: