29
jan
16

Com influência setentista nítida, banda Descolados do Mundo traz o álbum ‘Labirinto’

Reprodução da capa de 'Labirinto', do grupo Descolados do Mundo O Descolados do Mundo está com trabalho novo na praça. “Labirinto”, segundo CD desta banda formada em 2009 em Santo André, saiu em outubro do ano passado, mas só começou a ser divulgado agora. E o Roque Reverso tem o prazer de ser o primeiro site a resenhar o disco.

Com influência setentista nítida, flertando a todo o tempo com o hard rock e o progressivo, o Descolados do Mundo define-se como uma banda de roquenrow.

E não é preciso dizer mais. As guitarras de Rick Franchiose e Erick Vieira são muito bem arranjadas e a cozinha formada pelo baixista André Miskalo e pelo batera Daniel Berrettini é segura, itens essenciais para qualquer banda de rock que se preze.

As letras variam entre críticas sociais, crônicas do cotidiano e questões existenciais. A maior parte das letras é escrita pelo vocalista Sandro Moretti e pelo baterista Daniel Berrettini. “Temos ideias semelhantes e muitas vezes complementamos o que o outro escreve”, explicou Daniel numa breve entrevista por Facebook.

“Labirinto” é produzido produzido por Alexandre Fontanetti, que já trabalhou, entre outros nomes, com o Golpe de Estado e com Rita Lee. Faixa-título, “Labirinto” apresenta, segundo Daniel, “uma metáfora que representa a confusão dentro da cabeça das pessoas em momentos de tomada de decisões na vida”.

A música de trabalho, “Psicose”, abre o CD e serve quase como uma compilação das temáticas abordadas pela banda. Com direção, roteiro e ilustração de André Kitagawa, o clipe de “Psicose” está no YouTube e merece ser apreciado tanto pela música quanto pelo vídeo.

O Roque Reverso traz aqui o clipe de “Psicose” e o link para as músicas da banda disponíveis no soundcloud. Se você não conhece, como era o meu caso até outro dia, vale a pena conferir.


0 Responses to “Com influência setentista nítida, banda Descolados do Mundo traz o álbum ‘Labirinto’”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Curtas do Roque Reverso -> Para você que está pensando em ir ao aguardado show que o Greta Van Fleet realizará em São Paulo na Audio, uma notícia nada boa: os ingressos estão já no terceiro lote e saltaram do valor inicial de R$ 220,00 (https://roquereverso.com/2019/02/04/greta-van-fleet-snow-patrol-e-outras-bandas-tocarao-nas-lolla-parties-em-sp/) para inacreditáveis R$ 320,00 (inteira). Integrantes da equipe do Roque Reverso se deslocaram por volta das 13h30 (horário de Brasília) deste sábado, 9 de fevereiro, ao longínquo Credicard Hall, na zona sul da capital paulista, e tiveram esta nada agradável "surpresa", ao tentar fugir das famigeradas taxas de conveniência e entrega. Obviamente, como não temos carteirinha de estudante (e não adotamos mecanismos fora dos meios legais para adqui-la), como não existe facilidade alguma (como parcelamento ou coisa parecida) e como tivemos a sensação de "assalto", decidimos não comprar. Tudo porque há uma linha divisória clara entre ser fã de uma banda e ser trouxa. Sabemos que o Greta Van Fleet é uma ótima banda, que é uma promessa cada vez mais clara de algo bom e duradouro para o rock n' roll e que, muito provavelmente, vai ganhar um ou mais prêmios Grammy na cerimônia do domingo, nos Estados Unidos. Mas os organizadores de shows brasileiros vêm abusando demais em relação aos preços de ingressos de quem só pode pagar entrada inteira.Resta a cada fã se sujeitar ou não a estes abusos. Com este caso relatado e com as últimas negativas de credenciais de imprensa que o Roque Reverso vem recebendo da assessoria de imprensa da Time For Fun (suspeitamos de retaliação por fazermos nossas habituais criticas jornalísticas nas resenhas de shows), é muito provável que este veículo de imprensa fique fora das coberturas dos shows do Greta Van Fleet, tanto do Lollapalooza Brasil, como do show na Audio pelas Lolla Parties. É muito triste especialmente para nós, que fomos um dos primeiros veículos brasileiros a falar da banda e o primeiro do País a publicar uma entrevista exclusiva com os integrantes. Não desistiremos tão fácil de ir, mas avisamos nossos queridos leitores do ocorrido. #roquereverso #gretavanfleet

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 100 outros seguidores

janeiro 2016
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias


%d blogueiros gostam disto: