05
dez
09

Glenn Hughes no Brasil

O baixista e vocalista Glenn Hughes chega ao Brasil na próxima semana para apresentações em São Paulo e em Santa Catarina. Também conhecido como “The Voice of Rock”, Hughes teve passagens pelo Trapeze e marcou época na década de 70 pelo Deep Purple no clássico álbum “Burn” e nos bons “Stormbringer” e “Come Taste the Band”.

Conforme informações do site Whiplash, os show confirmados são estes:

11/12/2009 – Lages/SC
Glenn Hughes no V Orquídea Rock Festival
Informações: http://www.orquideanegra.com/festival

14/12/2009 – São Paulo/SP
Show acustico – “An evening with Glenn Hughes”
Rhino Pub: http://www.rhinopub.com.br

16/12/2009 – São Paulo/SP
Glenn Hughes & Casa das Máquinas
Carioca Club

Postos de vendas: Galeria do Rock, em São Paulo (lojas Die Hard / Aqualung / Consulado do Rock) e loja Metal Mania  em Campinas/ SP
Vendas online: http://www.ticketbrasil.com.br

18/12/2009 – Florianópolis/SC
Floripa Music Hall : http://www.floripamusichall.com.br

Para relembrar, os tempos de Deep Purple, temos um vídeo capturado no Youtube da clássica “Burn” em um festival em 1974, com Hughes no baixo e cantando ao lado do então iniciante David Coverdale, que depois montaria o Whitesnake. Dê uma olhada no que o cara fazia com a voz ao vivo e sem contar com os equipamentos modernos de hoje, que conseguem fazer milagres com algumas vozes dos mais famosos vocalistas do rock.


2 Responses to “Glenn Hughes no Brasil”


  1. 1 Fortuna
    8 de dezembro de 2009 às 14:54

    Jurassic Park: os shows serão abertos pelo Casa das Máquinas. Pelo menos nos anos 70, o Casa era uma boa banda de rock, como muitas da época que não fizerem o sucesso merecido, em grande parte porque o Brasil da ditadura era um tanto MPB. Surgiram bandas de todos os estilos em voa na época: hard rock (Made in Brazil), progressivo (Vímana e O Terço)e algumas fusões estranhas, como o “rock rural” do Sá e Guarabira e o “samba rock” do Lee Jackson. O Máquina era algo hard progressivo, talvez. Por fora, o pré-punk amalucado do Joelho de Porco.
    Sucesso mesmo só fizeram Raul Seixas e Rita Lee – o Mutantes eram mais comentados que vendidos. Na minha modesta opinião, tiveram muito mais mérito que o rock farofeiro dos anos 80.

  2. 2 flavioleonel
    10 de dezembro de 2009 às 00:50

    Falou tudo, Fortuna! Raul e Rita detonam a maioria da bandas dos anos 80. Mas, perto das bandas de hoje, as dos anos 80 parecem música clássica!


Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 101 outros seguidores

dezembro 2009
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias


%d blogueiros gostam disto: