Arquivo para 25 de novembro de 2009

25
nov
09

As 10 mais do AC/DC

Não faz muito tempo uma amiga me perguntou meio do nada quais eu considerava as cinco maiores bandas de rock de todos os tempos. Missão ingrata essa.

Tentei me esquivar da pergunta, sabendo que injustiças seriam cometidas e que listas no estilo “Alta Fidelidade” podem ser facilmente contestadas. Afinal, o que vale é o gosto pessoal de cada um.

Ela insistia e eu me esquivava. “Rock Rock? Ou Hard Rock? Ou Heavy Metal?” Não tinha escapatória. Ela queria saber o que eu achava. Então soltei minha lista, pensada na hora, nas primeiras maiores bandas de todos os tempos que surgiram na minha cabeça.

Não me lembro agora de todas as respostas. Lembro-me apenas que o Led Zeppelin encabeçava a lista e que fiz injustiça a vários monstros sagrados do rock’n’roll. Acontece com as melhores listas.

Comentei com o Flavio e ele achou legal o lance de listas. Sugeriu então que eu mandasse minha lista de 10 melhores músicas do AC/DC na minha opinião, por ocasião do show, claro.

Então elaborei minha lista e mostrei a ele:

1 – Jailbreak
2 – Back in Black
3 – Highway to Hell
4 – Hell’s Bells
5 – The Jack
6 – For Those About Rock (We Salute You)
7 – T.N.T.
8 – If You Want Blood (You Got It)
9 – Thunderstruck
10 – Ride On

O primeiro comentário dele foi: “Pô, como não tem ‘You Shook Me All Night Long’”?

Ao que respondi: “Também não tem ‘Dirty Deeds Done Dirt Cheap’, ‘Rock’n’Roll Ain’t Noise Pollution’, ‘Showbusiness’, ‘Moneytalks’, ‘Whole Lotta Rosie’ e várias outras. Então ou eu amplio a lista ou você faça a sua”.

Ele fez então a dele.

1 – Highway to Hell
2 – Back in Black
3 – You Shook Me All Night Long
4 – Touch Too Much
5 – Let There Be Rock
6 – Whole Lotta Rosie
7 – For Those About Rock (We Salute You)
8 – Jailbreak
9 – It’s a Long Way to the Top (If You Wanna Rock ‘n’ Roll)
10 – Hell’s Bells

E pra você, leitor, quais são as dez mais do AC/DC?

Ricardo Gozzi

25
nov
09

Missão árdua para os australianos na sexta-feira em SP

Já vamos começar com um pouco de polêmica, pois, na visão deste blogueiro, o AC/DC terá uma árdua missão na sexta-feira para superar as apresentações de outras duas bandas que passaram em novembro pelas terras paulistanas. Não há dúvida alguma que os australianos são capazes de transformar o Morumbi num grande  salão de festas para avôs, pais e filhos, como fizeram em 1996, quando passaram pelo Estádio do Pacaembu. Mas vale destacar o show que o Faith no More realizou no Maquinaria Festival no último dia  7 e a apresentação que o Twisted Sister fez no Via Funchal no dia 14. Ambas as apresentações  já estão no Top 5 dos melhores shows de 2009.

De um lado, o Faith no More mostrou que, apesar dos anos de separação  da banda, continua com aquela pegada marcada pela cozinha entre o baixo de Billy Gould e a bateria de Mike Bordin, devidamente puxada pelo vocal do brilhante Mike Patton, um dos maiores “frontman” do rock, que parece estar cantando ainda melhor do que na década de 90.

Do outro, o Twisted Sister, que, com o lendário vocalista Dee Snider, surpreendeu até o mais dedicado fã com um dos shows mais animados que São Paulo viu nos últimos tempos. Quem foi ao Via Funchal saiu com a sensação de ter voltado ao início dos anos 80, quando os norte-americanos estouravam nas paradas com os hinos adolescentes “We’re not Gonna Take it” e “I Wanna Rock” , do álbum “Stay Hungry”.

Para o leitor do blog, selecionei dois vídeos do Youtube com duas músicas tocadas nos shows dessas duas ótimas bandas de estilos diferentes. Note no vídeo do Twisted Sister como, ao mesmo tempo, Dee Snider consegue comandar a platéia e como a banda se surpreende com a participação do público. No vídeo do Faith no More, repare no vocal de Patton para a música “Ashes do Ashes”, do disco “Album of the Year”, e na levada do sempre competente Mike Bordin na bateria.

A torcida agora é para os velhinhos australianos fecharem o ano paulistano com chave de ouro. Se repetirem o feito de 96, quando realizaram o maior show que este blogueiro já viu, o público roqueiro poderá ter a certeza que ainda existe diversão e qualidade dentro do seu estilo musical preferido, que está capengando ultimamente com uma crise criativa imensa, mas que ainda tem as bandas antigas para mantê-lo acima dos demais.

Flavio Leonel

25
nov
09

Roque Reverso no AC/DC

A assessoria de imprensa a cargo do show do AC/DC confirmou hoje nosso credenciamento para a apresentação de sexta-feira em São Paulo. Eu e Flavio cobriremos o show pela Agência Estado, onde trabalhamos.

Depois de fazermos nossa matéria, publicaremos aqui no Roque Reverso nossas impressões sobre este que vem sendo anunciado como o show mais visto no mundo em 2009.

Podemos dizer, inclusive, que o retorno do AC/DC ao Brasil foi o estopim maior deste blog, uma ideia que cultivávamos havia já alguns anos e só agora resolvemos colocar em prática.

O credenciamento será feito entre as 17h e as 20h30 da sexta-feira. E, pelo que conheço de São Paulo, será preciso rezar aos deuses da chuva, do trânsito e do rock’n’roll para que consigamos chegar ao Morumbi, um dos lugares mais inacessíveis desta cidade quando se trata de um evento cultural ou esportivo de grande porte.

 




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se aos outros seguidores de 100

novembro 2009
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com