Posts Tagged ‘Phil Rudd

27
jul
19

40 anos do álbum ‘Highway to Hell’, obra-prima do AC/DC e o último com Bon Scott

O AC/DC dos tempos de Bon Scott dispunha de um certo dom premonitório. Quem escolhesse o rock n’roll teria um longo a percorrer caminho se quisesse chegar ao topo, já cantava a banda desde dezembro 1975, data de lançamento de seu segundo disco, “T.N.T.”.

Dinamite pura. Pé na porta. Desde “High Voltage”, o AC/DC abria seu caminho rumo ao estrelato sem pedir licença. Depois de cinco álbuns de estúdio, a banda australiana lançaria em 1978 seu primeiro registro oficial ao vivo, “If You Want Blood”.

É um petardo depois de outro, sem trégua. Trata-se de um dos melhores discos ao vivo da história do rock como um todo, e provavelmente o melhor da história do hard rock.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

08
ago
18

Foto dá origem a fofocas sobre retorno do AC/DC

Reprodução de foto do The Georgia Straight publicada no TwitterA Editoria de AC/DC do Roque Reverso acaba de ser acionada para noticiar uma fofoca de última hora: Brian Johnson e Phil Rudd foram fotografados aos risos e de caneca na mão no fumódromo de um estúdio no Canadá.

Como se duas pessoas que tocaram juntas por décadas não possam tirar uma onda onde bem entenderem.

Tudo bem, não é um estúdio qualquer. Trata-se do Warehouse Studios, em Vancouver, onde o AC/DC gravou seus últimos três discos de estúdio: “Stiff Upper Lip” (2000), “Black Ice” (2008) e “Rock Or Bust” (2014).

CONTINUE LENDO AQUI!!!

21
mar
17

Que se faça o roquenrow! Os 40 anos do álbum ‘Let There Be Rock’, do AC/DC

Há exatos 40 anos era lançado “Let There Be Rock”. O quarto álbum de estúdio do AC/DC já nasceu clássico no dia 21 de março de 1977. Primoroso pela qualidade musical, “Let There Be Rock” é o que poderíamos chamar de show de roquenrow perfeito.

Sem arrego, o disco é uma pancada do início ao fim. Os vocais de Bon Scott e as guitarras de Angus Young viajam magistralmente pelas bases coesas da cozinha rítmica de Malcolm Young, Phil Rudd e Mark Evans. Foi, a propósito, a última gravação do baixista com a banda australiana.

Como era comum nos discos do AC/DC, especialmente nos anos de Bon Scott, a versão australiana antecede a versão lançada no resto do mundo e contém diferenças no repertório.

O Lado A é idêntico nas duas versões. O disco abre com “Go Down”, passa por “Dog Eat Dog” e a faixa-título “Let There Be Rock” antes de fechar com “Bad Boy Boogie”.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

09
jul
15

Baterista Phil Rudd é condenado a 8 meses de prisão domiciliar

Phil Rudd - Foto: DivulgaçãoO baterista Phil Rudd finalmente foi julgado e o resultado da decisão da Justiça da Nova Zelândia tende a complicar ainda mais um eventual retorno do músico ao AC/DC. Na quarta-feira, dia 8 de julho, a Corte Distrital da cidade de Tauranga decidiu condenar Rudd a 8 meses de prisão domiciliar.

O integrante da formação clássica do AC/DC se declarou culpado pelas acusações de ameça de morte e porte de maconha e metanfetamina que complicaram sua permanência na banda.

Este é o desfecho do caso conturbado do baterista iniciado em novembro do ano passado, quando a prisão de Rudd chocou a legião de fãs da banda australiana.

Segundo o juiz responsável pelo caso, o músico será monitorado durante 24 horas por dia.

Caso viole as determinações legais, que incluem a recomendação de não consumir álcool ou drogas, Rudd  será levado em custódia.

O baterista está afastado do AC/DC desde que sua prisão foi anunciada. No seu lugar, continua no grupo o veterano  Chris Slade, que já passou pela banda entre 1989 e 1994 e gravou com o grupo o bom disco “The Razors Edge”, de 1990.

Com a prisão domiciliar, Rudd continua com seu futuro incerto no AC/DC. A banda, por sinal, permanece lotando os shows da turnê de divulgação do álbum “Rock or Bust”, lançado em 2014.

10
mar
15

AC/DC lança clipe da música ‘Rock the Blues Away’

AC/DC - Foto: DivulgaçãoO AC/DC lançou nesta terça-feira, dia 10 de março, mais um clipe de faixa pertencente ao seu novo álbum “Rock or Bust”. Desta vez, a música contemplada é “Rock the Blues Away”.

O vídeo foi gravado no Dragonfly Bar, em Los Angeles, nos Estados Unidos, exatamente há um mês, no dia 10 de fevereiro.

O lendário grupo australiano selecionou 150 fãs para participar da gravação do clipe por meio de inscrição online. A direção é de David Mallet.

“Rock or Bust” é o sucessor do álbum “Black Ice”, de 2008. Foi lançado em dezembro de 2014 e é o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda, mas que passa por sérios problemas de saúde.

No clipe, é possível ver a participação do baterista Chris Slade, que foi confirmado oficialmente para a turnê de divulgação do novo álbum.

Slade está substituindo o titular Phil Rudd, que se meteu com a polícia no ano passado e que ainda está se entendendo com a Justiça da Nova Zelândia.

Rudd chegou a ser preso (e, depois, liberado) sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

A audiência de Phil Rudd no tribunal da Nova Zelândia está agendada para abril. Ela foi prorrogada em virtude da troca de seus advogados no caso.

Antes do vídeo de “Rock the Blues Away”, o AC/DC já havia lançado os clipes das músicas “Play Ball” e da faixa-título “Rock or Bust”.

Confira abaixo o novo clipe do AC/DC:

09
fev
15

Chris Slade toca com AC/DC no Grammy e seguirá na bateria da banda em turnê

Chris Slade - Foto: Divulgação/Alex RuffiniO AC/DC pode estar passando por momentos turbulentos, mas continua chamando a atenção com novidades nada desprezíveis. A lendária banda australiana foi um dos destaques da premiação do Grammy 2015 na noite do domingo, dia 8 de fevereiro, nos Estados Unidos.

Além de executar duas músicas que tiraram o fôlego da plateia presente, o grupo trouxe como novidade maior a volta de Chris Slade na bateria.

Slade, por sinal, confirmou, em comunicado oficial, que seguirá com a banda durante a turnê de divulgação do disco “Rock or Bust”, lançado em 2014.

Ele ficará, por enquanto, no lugar do titular Phil Rudd, que se meteu numa encrenca danada com a polícia no ano passado e que ainda está se entendendo com a Justiça da Nova Zelândia, onde chegou a ser preso (e, depois, liberado) sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

Os fãs do AC/DC têm um carinho especial por Slade, já que ele passou pela banda entre 1989 e 1994 e gravou com o grupo o bom disco “The Razors Edge”, de 1990. Também participou do ótimo álbum ao vivo “Live at Donington”, de 1991, e do clipe da música “Big Gun”, em 1993,  que fez parte da trilha sonora do filme “O Último Grande Herói”, estrelado pelo ator Arnold Schwarzenegger.

Na apresentação do Grammy, o AC/DC tocou a música “Rock or Bust“ e, na sequência, nada menos que o ultraclássico “Highway to Hell”. Se há algo a reparar logo de cara é que a segunda canção foi tocada de maneira mais lenta que o normal e com um pegada mais forte de Slade na bateria.

A expectativa fica agora para o comportamento do AC/DC durante a turnê, que está sendo bastante aguardada no mundo todo e que tem shows agendados até no megafestival norte-americano Coachella, com o grupo em destaque.

A audiência de Phil Rudd no tribunal da Nova Zelândia está agendada para abril. Ela foi prorrogada em virtude da troca de seus advogados no caso.

O disco “Rock or Bust” é o primeiro em 41 anos de AC/DC sem o guitarrista Malcolm Young, irmão de Angus e também fundador da lendária banda. No comunicado do dia 24 de setembro do ano passado, que trouxe a informação do novo álbum, o grupo confirmou a saída definitiva de Malcolm, que enfrenta problemas de saúde relacionados à demência. Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, é o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC. Ele já aparece no clipe de “Play Ball”que já não conta com a presença de Phil Rudd.

Se não mandarem tirar do ar, veja abaixo a apresentação do AC/DC no Grammy descolada no YouTube:

28
nov
14

Ouça na íntegra o novo álbum do AC/DC e veja o clipe da faixa-título

AC/DC - Foto: DivulgaçãoO novo álbum do AC/DC está previsto para chegar às lojas apenas no dia 2 de dezembro, mas já pode ser ouvido na íntegra e gratuitamente no iTunes. “Rock or Bust” é o sucessor do disco “Black Ice”, de 2008. A banda disponibilizou a audição do novo trabalho desde o dia 24 de novembro, mesmo dia no qual lançou o vídeo clipe da faixa-título.

É o primeiro disco, em 41 anos de AC/DC, sem Malcolm Young, irmão de Angus e fundador da lendária banda.

Este aqui é o link para ouvir o novo disco. Se você não tem nenhum dispositivo da Apple, você pode fazer aqui o download do iTunes no seu PC Windows.

Basta fazer o download e clicar no link sugerido para ouvir o novo som do AC/DC.

A fase não anda boa para os caras, mas a lendária banda de rock n’ roll vem superando os obstáculos. Focado no lançamento do novo álbum “Rock or Bust”, primeiro o grupo liberou no YouTube o clipe da faixa “Play Ball”, que você já havia escutado aqui no Roque Reverso.

No comunicado do dia 24 de setembro que trouxe a informação do novo álbum, o AC/DC confirmou a saída definitiva do guitarrista Malcolm Young, que enfrenta problemas de saúde relacionados à demência. Foi a confirmação de algo que já era esperado desde abril, quando rumores de que a banda terminaria transformaram a internet num verdadeiro velório.

O sobrinho de Malcolm, Stevie Young, é o substituto na guitarra base no novo álbum e na turnê de divulgação do AC/DC. Ele já aparece no clipe de “Play Ball”e também da música “Rock or Bust”.

Não bastasse a sentida ausência de Malcolm Young, o AC/DC também vive o problema de outro integrante, o baterista Phil Rudd, que chegou a parar na cadeia. No dia 6 de novembro, Rudd foi preso e indiciado na Nova Zelândia sob suspeita de ter tentado contratar um assassino de aluguel para matar dois homens.

O caso de Rudd é bem confuso. De acordo com a assessoria jurídica do músico, depois de todo o escândalo divulgado, as outras acusações, por ameaças de morte e porte de drogas foram mantidas, mas a mais grave delas, a contratação de um profissional para cometer os assassinatos, foi descartada pela polícia neozelandesa.

O baterista já não havia participado das filmagens de “Play Ball” e também da foto oficial de divulgação do álbum por problemas familiares. No clipe novo, Rudd continua de fora, enquanto aguarda julgamento justamente para o dia de lançamento do novo disco da banda.

No lugar de Rudd nos clipes, está o baterista Rob Richards, da banda solo de Adrian Smith, guitarrista do Iron Maiden.

A filmagem de “Rock or Bust” foi feita no Black Island Studio, em Londres, pela equipe do produtor David Mallet, que trabalha produzindo os clipes do AC/DC há décadas. A banda conseguiu reunir cerca de 400 fãs de diversos pontos da Europa, mas gente da Argentina, do Canadá, dos Estados Unidos e até do Brasil está presente no clipe.

Confira abaixo o novo videoclipe do AC/DC:




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias