Posts Tagged ‘Duca Belintani

04
out
17

Duca Belintani lança novo CD e videoclipe

“How Long” - Reprodução da capaO bluesman brasileiro Duca Belintani acaba de lançar “How Long”, seu mais novo CD. O trabalho aprofunda a reimersão de Duca no blues e a retomada dos vocais já observadas no EP “Rota 145” depois de uma série bem sucedida de discos instrumentais.

Em “How Long”, Duca mescla músicas de sua autoria com versões bem apanhadas para grandes clássicos do estilo, algumas delas já presentes no ótimo “Rota 145”, devidamente resenhado pelo Roque Reverso.

Entre as versões de clássicos do blues, a novidade no disco é “Baby Please Don’t Go”, de Big Joe Williams.

 

CONTINUE LENDO AQUI!!!

Anúncios
27
jun
17

Magazine e Paulão das Velhas Virgens unem forças em homenagem a Kid Vinil

Magazine em foto com Paulão - Foto: Divulgação MagazineA banda Magazine e o vocalista das Velhas Virgens, Paulão de Carvalho, vão unir suas forças para homenagear Kid Vinil. O projeto se chamará Magazine & Paulão. A informação foi confirmada em primeira mão ao Roque Reverso pelo guitarrista Duca Belintani e pelo próprio Paulão.

Banda de enorme sucesso nos anos 1980, o Magazine tinha voltado à ativa com o próprio Kid Vinil nos vocais poucos meses antes de seu inesperado falecimento em 19 de maio, em São Paulo, pouco mais de um mês depois de passar mal durante um show em Conselheiro Lafaiete, no interior de Minas Gerais.

Passado o baque inicial com a morte prematura do cantor e amigo, o baixista Lu Stopa, o baterista Trinkão Watts e o guitarrista Duca Belintani decidiram manter a banda em atividade como forma de homenagear Kid Vinil.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

12
jul
16

Com música nova e videoclipe, Duca Belintani prepara novo trabalho para 2017

Duca Belintani - Foto: DivulgaçãoTotalmente reimerso no blues tradicional, o guitarrista paulistano Duca Belintani está com música nova na praça e já prepara um próximo disco. O blues “Going Down in Mississippi” conta até com um videoclipe, lançado no canal do artista no YouTube.

Depois de uma série de trabalhos instrumentais, Duca voltou a cantar em seu último trabalho de estúdio, “Rota 145”. É possível perceber, tanto no “Rota 145” quanto em “Going Down in Mississippi”, um vocal mais rasgado em relação a antigas experiências vocais do guitarrista.

“Foi uma maneira que encontrei de cantar e poder sobressair ao som do power trio”, explicou Duca em entrevista ao Roque Reverso.

A nova música foi inspirada em uma recente viagem do guitarrista aos Estados Unidos. Apesar de a música falar do Mississippi, o clipe foi filmado em Los Angeles. Para o vídeo, Duca contou com a ajuda de Renato Moikano e de Aline Belintani, filha do guitarrista.

Além de “Going Down in Mississippi”, o próximo trabalho de Duca Belintani, programado para 2017, já conta com duas músicas ainda inéditas nas quais o guitarrista recorre a seu mais recente xodó: a cigarbox.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

21
jul
15

Guitarrista Duca Belintani lança novo disco e inova com app

Artistas Luiz Tim Ernani e Ennio Nascimento resgatam aura mística do blues na capa do CD "Rota 145", de Duca BelintaniO guitarrista Duca Belintani está com novo trabalho na praça. “Rota 145” é o quinto CD solo do artista paulistano. Mas não se trata apenas de um disco novo. A proposta de Duca é também inovadora e ousada.

Composto por cinco faixas – nas quais Duca destrincha novos e eletrizantes arranjos para tradicionais canções do blues -, “Rota 145” está mais para o que nós, os antigos, costumávamos chamar de EP.

Depois de mais de dez anos dedicando-se exclusivamente à música instrumental, Duca reassume os vocais nos clássicos “Hey Hey”, de Big Bill Broonzy, “How Long”, de Leroy Carr.

Também apresenta uma nova versão de “Na Trilha do Blues”, cuja versão original encontra-se em seu CD de estreia, “MPBlues”, lançado no ano 2000.

Perguntei a Duca por que voltar aos vocais depois de três discos exclusivamente instrumentais e com boa receptividade por público e crítica. E a resposta foi: “Na verdade, já estava fazendo isso nos shows recentes, pois queria voltar a cantar assim como no meu primeiro CD. Fiz isso em alguns shows e vi que a receptividade foi bacana. Quando fui para estúdio optei por fazer algumas instrumentais e outras cantadas tanto em português quanto em inglês.”

A este que vos escreve, porém, a faixa que mais chama a atenção é uma das duas instrumentais do CD – e que também dá nome ao novo trabalho: a inédita “Rota 145”. A outra faixa instrumental é a bela “Mean Old Frisco”, de Arthur Crudup.

Aos amantes da guitarra elétrica que porventura venham a se impressionar com os timbres obtidos por Duca, o som deriva exclusivamente de uma guitarra plugada em um drive desenvolvido em conjunto pelo guitarrista e pelo luthier de pedais Tom Tone ligado direto no amplificador, sem mais frufrus.

A inovação, por sua vez, consiste no fato de que, junto com o CD, Duca lança também um app que pode ser baixado em dispositivos móveis.

A proposta do app não se limita a informações organizadas nem à agenda de shows do guitarrista: o aplicativo dará aos assinantes acesso a futuros lançamentos de Duca, além de três músicas de “Rota 145”.

“Inicialmente foi uma ideia de marketing, mas assim que comecei a fazer e observei o mercado vi que isso poderia se tornar uma tendência, pois o artista estaria em contato diretamente com seu público sem intermediário”, declarou Duca. “Outra coisa bacana é que como uma boa parte do público não compra mais CD e escuta música no celular, achei que seria uma boa opção e assim está sendo”, prosseguiu ele.

Qualquer leitor um pouquinho mais interessado ou atento que venha a “dar um Google” por aí vai constatar que já escrevi antes sobre o trabalho de Duca, somos amigos pessoais e que, lado a lado, escrevemos recentemente a biografia de Kid Vinil, lançada em abril pela Edições Ideal. E nada disso desmerece esta resenha, pois não foram estes o fatores que me levaram a querer escrever sobre o CD. Este esforço deve-se principalmente ao diferencial da proposta de Duca.

Em tempos de rumos difusos e futuro incerto no cenário musical, o lançamento do app indica um caminho possível não só a outros artistas independentes, mas também a músicos já consagrados e com acesso à mídia tradicional mas que não conseguem levantar grandes somas em direitos autorais com suas músicas na internet.

Os atuais mecanismos de streaming pagam aos artistas migalhas em direitos autorais e fazem pouca coisa além de manter o status quo. Limitam-se a estabelecer novos atravessadores cujo único dom é vampirizar e “monetizar” os talentos artísticos alheios.

Já o desenvolvimento de aplicativos como o de Duca Belintani, com custo relativamente baixo, abre uma nova porta aos músicos capazes de mobilizar seu público na internet, ajudando-os a serem donos do próprio nariz e eliminando a figura de atravessadores.

05
mar
15

Jornalista do Roque Reverso lança biografia autorizada de Kid Vinil

"Kid Vinil – Um herói do Brasil (Biografia Autorizada)" - Reprodução da CapaMúsico, jornalista, radialista, executivo de gravadora, apresentador de TV e, acima de tudo, um amante do rock n’ roll, Kid Vinil virou o personagem central de uma biografia autorizada. Já em período de pré-venda e previsto para chegar às lojas entre o fim de março e o começo de abril, o livro “Kid Vinil – Um herói do Brasil” foi escrito pelo coeditor do Roque Reverso, o jornalista Ricardo Gozzi, em parceria com o músico Duca Belintani.

O livro tem 160 páginas e será lançado pela Edições Ideal. A biografia retrata a vida de Kid Vinil e explica o motivo de tanto respeito adquirido entre fãs, parceiros da música e boa parte da mídia especializada.

Para quem não sabe, Kid Vinil, cujo nome verdadeiro é Antonio Carlos Senefonte, começou a vida profissional na gravadora Continental e deu início à vida punk com a banda Verminose.

Tempos depois, passou para a gravadora Warner e estourou na cena musical com o grupo Magazine, dos hits históricos “Sou Boy” e “Tic-tic nervoso”.

Na TV, Kid teve passagens marcantes pela TV Cultura, onde apresentou os programas “Boca Livre” e “Som Pop”, este último uma verdadeira aula semanal de música nos Anos 80, com clipes e histórias de bandas nacionais e internacionais que ainda não tinham a MTV na época para a aparecer. Na sequência, na MTV, ele passou pelo grande programa “Lado B”, que trazia a cena alternativa do rock.

No rádio, Kid Vinil passou pelas emissoras Excelsior, Antena 1, 89FM, 97FM e Brasil 2000. Em todas elas, trouxe programas inovadores.

Nas diversas gravadoras que trabalhou, lançou no Brasil os catálogos de vários artistas, como Frank Zappa, Belle & Sebastian, Guided by Voices, Meat Puppets, Yo La Tengo e Cat Power, entre outros. Bandas nacionais, como o Ira! e o Ultraje a Rigor também foram reveladas nos programas apresentados pelo cara.

Ao Roque Reverso, Ricardo Gozzi disse que a ideia do livro foi de Duca Belintani. “Ele foi guitarrista do Kid durante um tempo e há alguns anos vinha tentando me convencer de que a história valia um livro”, disse o jornalista. “Falei pra ele marcar uma conversa com o Kid um dia.  O papo fluiu e a gente decidiu fazer”, acrescentou.

Perto de outras biografias, o processo de criação do livro foi até rápido. De acordo com Gozzi, foram dois meses de entrevistas e apuração e mais dois meses para escrever.

Para quem não sabe, não é a primeira vez que o editor do Roque Reverso elabora uma biografia sobre um representante do rock n’ roll. Em 2005, ele escreveu o livro “Velhas Virgens: 18 anos de Bar em Bar”.

A despeito de ter experiência em biografias, Gozzi disse que obstáculos não faltaram para a execução do livro. “A maior dificuldade foi justamente verificar as informações e versões das histórias, uma vez que sempre há divergências nos relatos de diferentes pessoas e na maior parte dos casos, ausência de registros sobre os fatos”, afirmou.

Com o livro pronto e prestes a chegar às lojas, Gozzi destacou que pretende fazer algo que tende a agradar os leitores deste veículo informativo aqui. “Meu próximo projeto é dedicar mais tempo ao Roque Reverso“, prometeu.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Jovem e surpreendente banda Greta Van Fleet é destaque da capa do site Roque Reverso!
Confira: https://roquereverso.com
#roquereverso #gretavanfleet Cavalera Conspiracy, com novos clipe e disco, é destaque da página principal do Roque Reverso!
Confira: https://roquereverso.com
#roquereverso #cavaleraconspiracy Este dia 24 de novembro marca o aniversário de 8 anos do Roque Reverso!!! 🎂🍰🥂🍾🎂🍰 Agradecemos a todos os nossos leitores por esta longa caminhada conosco! 😉

Prometemos, como sempre, continuar buscando notícias bacanas do gênero musical que escolhemos como estilo de vida! 👊👊👊 Viva o bom e velho rock n' roll!!! 🤘🤘🤘 ROQUE REVERSO
O site do bom e velho rock and roll
https://roquereverso.com/

Siga no Facebook:
http://tinyurl.com/maq6hhm

Siga no Twitter:
http://twitter.com/RoqueReverso

Siga no YouTube:
https://www.youtube.com/…/UCQ4pi0pxBcfr…

Siga no Instagram:
https://www.instagram.com/roquereverso/

#roquereverso Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #scottian Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 88 outros seguidores

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE