Posts Tagged ‘Arena Anhembi

18
set
18

Summer Break Festival trará Noel Gallagher’s High Flying Birds e Foster the People a Curitiba e SP

Summer Break Festival - Cartaz de DivulgaçãoA produtora Time For Fun anunciou o Summer Break Festival com nada menos que dois nomes de peso da música internacional: Noel Gallagher’s High Flying Birds e Foster the People. O evento com as duas bandas será realizado em Curitiba e São Paulo no mês de novembro.

Na capital paranaense, o Summer Break Festival 2018 será realizado no dia 7 de novembro na Pedreira Paulo Leminski. Na capital paulista, o festival acontecerá no dia 8 de novembro na Arena Anhembi.

Os ingressos para as duas datas do festival poderão ser adquiridos a partir do dia 20 de setembro, às 9 horas, pela internet (www.ticketsforfun.com.br).

Às 12 horas da mesma data, as entradas poderão ser compradas na bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – Credicard Hall e Fnac Curitiba) e nos pontos de venda espalhados pelo Brasil.

Clientes do Cartão Elo tem desconto de 50% no valor da inteira e poderão parcelar os valores em até 5 vezes. Demais cartões aceitos pela Tickets For Fun poderão parcelar em até 3 vezes o valor do ingresso.

Para o evento em Curitiba, as entradas inteiras têm os seguintes valores: Pista (R$ 320,00); Pista Premium (R$ 600,00) e Camarote (R$ 650,00).

CONTINUE LENDO AQUI!!!

05
nov
17

Mesmo com a ausência de ‘She’, Green Day faz show de grande interação e na medida para fãs em SP

Green Day em SP - Foto: Flavio Leonel/Roque ReversoO Green Day se apresentou em São Paulo na noite da sexta-feira, 3 de novembro, e conseguiu trazer aos fãs dedicados um show empolgante e na medida. Para uma Arena Anhembi com um público de cerca de 25 mil pessoas, o grupo norte-americano desfilou hits e músicas do bom álbum recente “Revolution Radio”, de 2016.

A despeito de entregar uma apresentação na medida para os fãs mais dedicados, a banda deixou de fora do repertório um hit que gerou uma ausência bastante sentida pelo público: “She”, do ótimo e essencial disco “Dookie”, de 1994.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

27
abr
15

Monsters teve cancelamento do Motörhead, festa de Ozzy, Judas Priest matador e KISS apoteótico

Montagem MonstersA edição de 2015 do Monsters of Rock chegou ao fim no domingo, dia 26 de abril, e deve ter deixado a maioria dos fãs que estiveram na Arena Anhembi satisfeitos, a despeito de contratempos relacionados à organização, segurança e detalhes que sempre podem ser ajustados nos próximos eventos. Entre os momentos que serão lembrados no futuro, destaque para o cancelamento surpreendente do Motörhead, a festa do rock pesado promovida por Ozzy Osbourne, dois shows matadores em dois dias consecutivos do Judas Priest e a apresentação apoteótica do KISS.

Além destes eventos proporcionados pelos maiores medalhões do festival, outros bons shows chamaram a atenção do público, como os do Accept, do Unisonic, do Primal Fear, sem contar outros momentos marcantes gerados pelo Manowar e até pelo Steel Panther, cuja apresentação foi marcada pelo topless de algumas fãs.

De longe, o maior ponto negativo do festival foi a ausência de transmissão pela TV ou pela internet. Como já dissemos anteriormente aqui neste Roque Reverso, quem perdeu com esta mancada foram o rock e aquele fã que não conseguiu estar em São Paulo para prestigiar o grande festival. Nas redes sociais, a reclamação sobre este problema foi uma das que mais apareceu, ainda mais com os preços salgados que sobraram para quem não conseguiu comprar os primeiros lotes de ingressos.

Em relação à organização, as reclamações maiores se concentraram principalmente no primeiro dia de festival. Com uma única entrada para o público, filas enormes se formaram em volta do Anhembi. Houve casos de pessoas que demoraram duas horas esperando para entrar e que perderam os shows que desejavam assistir. No segundo dia, este problema não ficou escancarado e, perto do horário das apresentações mais importantes, à noite, foi possível chegar com certa rapidez no local.

Furtos também foram observados na Arena Anhembi, especialmente de celulares. Outro ponto que mereceu reclamação foi o preço de alimentação e bebida. Cerveja a R$ 10,00, a latinha, é um desrespeito.

De volta à parte que interessa, os headliners fizeram bons shows. A despeito da idade que bate à porta de Ozzy e do KISS, ambas as atrações acabaram justificando a condição de nomes principais do evento. O eterno vocalista do Black Sabbath mantém um carisma que continua arrastando uma legião de fãs para os shows. Enquanto isso, o KISS sabe como poucos transformar os shows em experiências sensacionais que permanecerão para sempre nas mentes dos participantes.

Outra escolha bem sacada foi colocar o Judas Priest para tocar nos dois dias. A banda de Rob Halford & Cia repetiu a tradição de grandes shows no Brasil e, musicalmente, foi a melhor do festival. Falando em música, o som do Monsters também merece elogios, pois estava nítido e num volume ideal em vários dos pontos da lotada pista.

A decepção do Monsters entre as bandas foi o cancelamento do Motörhead. Com o líder Lemmy Kilmister apresentando um sério distúrbio gástrico, seguido de uma forte desidratação, a alternativa foi a desistência da banda. Os demais integrantes do grupo chegaram a fazer um show improvisado com membros do Sepultura, mas a insatisfação e tristeza foi geral no Anhembi. O pior de tudo é que, com a saúde cada vez mais fraca de Lemmy, nada indica que o Motörhead retornará ao Brasil no curto prazo.

O fã do Judas Priest que foi no sábado acabou ganhando, com o problema de Lemmy, um repertório mais extenso. Assim foi possível ver a banda de Rob Halford num show maior do que os que geralmente são observados em festivais.

O evento de 2015 não superou as edições históricas que foram realizadas na década de 90 no Estádio do Pacaembu, tampouco o festival de 1998 na pista de atletismo do Ibirapuera. Em relação ao Monsters de 2013, contudo, o de 2015 parece ter ficado mais encorpado, com os dois dias bem distribuídos e com uma quantidade de público que, sem a menor dúvida superou a capacidade oficial do Anhembi, de cerca de 35 mil pessoas

Nos próximos dias, o Roque Reverso trará resenhas de alguns dos shows do Monsters of Rock. Além dos textos, serão descolados vídeos legais no YouTube e fotos oficiais. Fiquem ligados!

Como aperitivo dos shows do Monsters, o Roque Reverso trouxe alguns vídeos do YouTube. Fique inicialmente com Ozzy e banda executando “War Pigs”, do Black Sabbath. Depois, veja o Judas Priest tocando “Electric Eyes”. Veja ainda o KISS com “Rock and Roll All Nite” e o Accept com “Balls To The Wall”.

13
abr
13

Set list, fotos e vídeos do show que o grupo The Cure fez em SP no dia 6 de abril

O The Cure passou pela capital paulista no dia 6 de abril, na Arena Anhembi. Para um público estimado pela organização do evento de 30 mil pessoas, a banda britânica cumpriu a promessa e fez um show extenso, com mais de 3 horas e um set list de 40 músicas, para nenhum fã colocar defeito.

O repertório se justificava, pois o grupo não vinha para as terras brasileiras há 17 anos! Já havia estado no Brasil em 1987 e 1996, sendo que, na segunda vez em solo brasileiro, participou da última edição do saudoso Hollywood Rock como headliner.

O show em São Paulo foi o segundo da banda nesta passagem pelo Brasil. Antes, o Cure se apresentou no Rio de Janeiro, no dia 4 de abril, no HSBC Arena, onde o público não chegou a lotar o local, que é bem menor que a Arena Anhembi.

Na capital paulista, porém, o público também foi inferior aos 40 mil que a produtora XYZ Live pretendia colocar inicialmente no Estádio do Morumbi. Este era o local inicial anunciado para a apresentação, mas os organizadores transferiram o show para o Anhembi, alegando que alteração na agenda de montagem para o GP de Fórmula Indy que acontecerá no começo de maio possibilitou a realização do show do Cure onde a produtora sempre preferiu.

No Anhembi, com este imenso repertório, não houve espaço para reclamações de ausência de músicas. Estavam lá praticamente todos os hits e boas músicas do grupo: “In Between Days”, “Just Like Heaven”, “Lullaby” e “Friday I’m in Love” foram algumas da primeira parte do show. “The Lovecats”, ” The Caterpillar”, “Close to Me” e “Boys Don’t Cry” vieram no extenso último bis da noite.

Para relembrar alguns dos grandes momentos do show do The Cure em São Paulo, o Roque Reverso descolou quatro vídeos amadores bem filmados no YouTube. Fique inicialmente com “Just Like Heaven”. Depois, assista aos vídeos de “Lullaby” e “Friday I’m in Love”. Para terminar, a clássica “Boys Don’t Cry”.

Set List

Open
High
The End of the World
Lovesong
Push
In Between Days
Just Like Heaven
From the Edge of the Deep Green Sea
Pictures of You
Lullaby
Fascination Street
Sleep When I’m Dead
Play for Today
A Forest
Bananafishbones
Shake Dog Shake
Charlotte Sometimes
The Walk
Mint Car
Friday I’m in Love
Doing the Unstuck
Trust
Want
The Hungry Ghost
Wrong Number
One Hundred Years
End

The Kiss
If Only Tonight We Could Sleep
Fight

Dressing Up
The Lovecats
The Caterpillar
Close to Me
Hot Hot Hot!!!
Let’s Go to Bed
Why Can’t I Be You?
Boys Don’t Cry
10:15 Saturday Night
Killing an Arab

19
mar
13

Show do The Cure em SP é transferido do Morumbi para a Arena Anhembi

Mudanças no show que o grupo britânico The Cure fará em São Paulo no dia 6 de abril. Segundo a produtora XYZ Live, a apresentação, que estava agendada para acontecer no Estádio do Morumbi, será agora realizada na Arena Anhembi. De acordo com os organizadores, a modificação tem ligação com o GP de Fórmula Indy que será realizado na capital paulista só no dia 5 de maio.

A XYZ destacou que os planos iniciais já previam que a banda de Robert Smith tocaria no Anhembi, mas a montagem da estrutura da Fórmula Indy atrapalhava a programação para a apresentação do Cure.

Com a alteração na agenda desta montagem, foi aberta a possibilidade do evento acontecer onde os produtores desejavam inicialmente.

Os fãs que compraram os ingressos e querem, depois desta mudança, devolvê-los e ter seu dinheiro de volta, devem entrar em contato com a empresa Livepass, caso a compra tenha sido feita pela internet, ou ir ao ponto de venda.

Entradas previamente adquiridas para Pista Premium e Pista no Estádio do Morumbi continuam válidas para Arena Anhembi. Compradores de ingressos para outros setores (excluindo Pista Premium e Pista) deverão acessar  o site  www.livepass.com.br para politica de troca de setores ou reembolso.

O show em São Paulo é o segundo da banda nesta passagem pelo Brasil. Antes, o Cure se apresenta no Rio de Janeiro, no dia 4 de abril, no HSBC Arena.

Na capital fluminense, os preços das entradas são os seguintes: Pista (R$ 300,00); Pista Premier (R$ 600,00); Camarote (R$ 600,00); Nível 1 Lateral (R$ 500,00); Nível 1 Frontal (R$ 450,00); Nível 3 (R$ 200,00). Para todos os locais, há a possibilidade da compra da meia entrada.

Em São Paulo, agora só há dois setores: Pista (R$ 275,00) e Pista Premium (R$ 500,00). Para ambos os locais, há a possibilidade da compra da meia entrada.

Além dos shows no Brasil, a turnê que marca o retorno dos músicos à América do Sul após 17 anos ainda contará com passagens por Paraguai, Argentina, Chile, Peru e Colômbia. A banda já esteve no Brasil em 1987 e 1996. Na segunda vez em solo brasileiro, participou da última edição do saudoso Hollywood Rock. Naquele festival o grupo se apresentou na mesma noite que Smashing Pumpkins, Supergrass e White Zombie.

26
set
11

Set list, fotos e vídeos dos shows do Red Hot Chili Peppers em SP e no Rock in Rio

O Red Hot Chili Peppers passou pelo Brasil em setembro para duas apresentações, uma em São Paulo,  no dia 21, e outra no Rock in Rio, no dia 24. Os dois shows fizeram parte da nova turnê mundial da banda norte-americana, baseada no álbum “I’m With You”, lançado em agosto deste ano.

Foi a primeira passagem do grupo pelo Brasil desde a turnê “By The Way”, vista em 2002 no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. As apresentações também marcaram a primeira vez no País do novo guitarrista do grupo, Josh Klinghoffer, que substituiu John Frusciante.

Por conta da quantidade incrível de shows que vem acontecendo no Brasil nesta época do ano e pela dificuldade de liberação de credenciamento de imprensa, o Roque Reverso, infelizmente, não pode presenciar ao vivo ambas as apresentações. Não deixaria, porém, de fazer um registro da passagem de uma banda tão importante como o Red Hot pelo Brasil.

Em matéria de espetáculo, é claro que o show do Rio de Janeiro, com 100 mil pessoas, ganhou maior evidência, tanto que até contou com transmissão ao vivo da TV Globo para todo o Brasil. Em São Paulo, mesmo com a ideia infeliz da organização de marcar o show para uma quarta-feira, o público não decepcionou e fez uma grande festa também.

Entre as opiniões relacionadas ao show de São Paulo, o blog ouviu dos fãs que a banda até fez um show bom, mas faltou aquela vibração vinda do palco que costuma ser passada em videoclipes, por exemplo. De fato, na apresentação do Rio, televisionada, foi fácil notar isso, especialmente em relação ao vocalista Anthony Kiedis. É claro que essa colocação não se aplica ao cara que é a alma da banda: o baixista Flea, que, se um dia sair do Red Hot, põe fim a tudo. É impressionante como ele mantém o pique durante todo o show, como se tivesse ligado nos 220 volts.

Entre as músicas tocadas, os fãs sentiram falta de alguns clássicos, como “Knock Me Down”, “Suck My Kiss” e “Fight Like a Brave”. A sensação nítida é que o grupo fez um show mais voltado para um rock mais pop do que para o som pesado que marcou a banda durante grande parte da carreira.

Abaixo, você pode conferir as fotos oficiais e o set list do show do Rock in Rio e, depois, algumas fotos oficiais e a lista de músicas em São Paulo. Na sequência fique com alguns vídeos do YouTube. Para começar três do Rio: “Highter Ground”, “Californication” e “By the Way”. Depois, dois de São Paulo: “Otherside” e “Give it Away”.

Set list do Show no Rock in Rio

Monarchy Of Roses
Can’t Stop
Charlie
Otherside
Look Around
Dani California
Under the Bridge
Factory of Faith
Throw Away Your Television
Pea
The Adventures of Rain Dance Maggie
Me & My Friends
Did I Let You Know
Higher Ground
Californication
By The Way
 
Around The World
Blood Sugar Sex Magik
Give It Away
 
 

Set list do Show em SP

Monarchy of Roses
Can’t Stop
Tell me Baby
Scar Tissue
Look Around
Otherside
Factory of Faith
Throw Away Your Television
The Adventures of Rain Dance Maggie
Me & My Friends
Under the Bridge
Did I Let You Know
Higher Ground
Pea
Californication
By the Way
 
Dance, Dance, Dance
Don’t Forget Me
Give It Away
 
24
jun
11

Agora é oficial! Red Hot Chili Peppers fará show em SP no dia 21 de setembro

Está confirmado! O Red Hot Chili Peppers fará show em São Paulo neste ano. A ratificação dos quentes rumores que circulavam na internet foi feita nesta sexta-feira pela produtora XYZ Live. O grupo norte-americano se apresentará na capital paulista, no palco da Arena Anhembi, no dia 21 de setembro, três dias antes do grande show que fará no Rock in Rio 2011, na capital fluminense. 

Será uma boa oportunidade para os paulistanos conhecerem algumas músicas do novo álbum da banda, “I’m With You”, que teve a produção do mago Rick Rubin e tem o dia 30 de agosto com data de lançamento. Será possível também ver se o novo guitarrista do grupo, Josh Klinghoffer, substituirá bem o grande John Frusciante, que deixou o conjunto em 2009. 

A banda de abertura em São Paulo será o Foals, grupo inglês que é definido pelos próprios integrantes como uma “mistura de indie rock e dance punk”. 

Os preços dos ingressos são de R$ 200 para a pista comum e de R$ 500 para a famigerada pista Premium, todos com direito a compra com carteirinha de estudante. O início das vendas está agendado para o dia 5 de julho e o único local onde não será cobrada taxa de conveniência será a bilheteria do Estádio do Morumbi.  

Há também a possibilidade de compra por meio da internet no site www.livepass.com.br. Mais informações podem ser obtidas no telefone 4003-1527.

A nova turnê do Red Hot Chili Peppers na América do Sul começa no dia 11 de setembro em Bogotá, na Colômbia. O grupo passará depois por São José, na Costa Rica, no dia 12 de setembro; Lima, no Peru, dia 14 de setembro; Santiago, no Chile, dia 16 de setembro; e Buenos Aires, na Argentina, dia 18 de setembro. Depois chega ao Brasil, onde fará as apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias