26
set
17

Na quarta noite rock do Rock in Rio, Red Hot faz política e bom show; República, Sepultura e Capital fazem bonito

Red Hot no Rock in Rio - Foto: Divulgação Rock in RioPor Marcelo Moreira, do blog Combate Rock

Frequentador assíduo do Rock in Rio, o Red Hot Chili Peppers foi uma boa escolha para fechar o festival. Correto, profissional e dançante, não apresentou nada de novo, mas nem precisou. É outra das bandas que costumam subir ao palco com o jogo ganho.

Assim como as principais atrações do festival, o grupo foi escolhido por ter uma quantidade absurda de hits e clássicos, e assim foi a apresentação carioca, carismática e efervescente.

O grupo apresentou um entrosamento perfeito, mostrando que suas apresentações melhoram com o tempo. Teve até política no show, com a presença de “The Power of Equality”, canção contra a intolerância, tocada antes do combo final, não pareceu uma escolha aleatória.

A canção fechou a festa como a mensagem perfeita contra o preconceito. “Meu nome é paz, esta é a minha hora. Posso ganhar só um pouco de poder?”

O grupo conseguiu equilibrar bem canções antigas com os hits, como foi o caso de “Dark Necessities” e “The Gateway”, assim como “Can’t Stop”, Goodbye Angels” e “Give It Away”.

República, Sepultura e Capital Inicial

Os artistas de rock brasileiros que tocaram no domingo no Rock in Rio fizeram bonito em pelo menos três ocasiões, destacando-se em meio a um mar de atrações infindável, sendo que parte delas era de qualidade bastante questionável.

A banda paulista Republica chamou a atenção pelo show impecável no palco Sunset. Com seu heavy metal tradicional puxado para o hard rock, o grupo agradou o público que lotou as imediações do palco, e vibrou bastante quando a convidada especial, a violinista Iva Giracca, participou da balada “Tears Will Shine” e na pauleira “Broken”.

Mostrando bastante segurança, com um álbum que foi lançado há poucos dias, “Brutal & Beautiful”, o Republica foi um oásis de qualidade em um evento que espantou o som pesado para longe.

Sorte que mais uma vez tivemos um show de Sepultura, banda onipresente – só não rocou no Rock in Rio de 1985. Se por um lado é um absurdo o grupo estar em todas as edições do festival – será que não existem outras bandas no Brasil? -, por outro temos de agradecer por sua participação, já que o heavy metal em 2017 foi raridade.

Com a qualidade de sempre, o Sepultura se deu ao luxo de experimentar ao tocar músicas do mais recente álbum, “Machine Messiah”, além de convidar a Família Lima para a participação especial.

Os clássicos agitaram o público, como “Inner Self”, mas o Sepultura queria mesmo era dar ênfase ao novo álbum, e abriu com I Am the Enemy”, uma das mais poderosas faixas da obra. “Machine Messiah” e “Iceberg Dances” também agradaram bastante, embora poucos, de fato, soubessem do que se tratava.

Se a banda deu passo em falso com a esquisita parceria com Zé Ramalho na última edição, acertaram agora com a Família Lima, que casou bem o seu som puxado para o erudito, com violinos e cellos, com o peso do Sepultura. Uma grande apresentação.

Já o Capital Inicial fez um set bem conciso e enxuto, mas com muita energia. Provavelmente foi o melhor show da banda em todas as edições do festival.

Esbanjando vitalidade, Dinho Ouro Preto, o vocalista cantou bem e mostrou que é, atualmente, um homem de frente dos mais capazes no rock nacional.

Ele não poderia deixar de passar suas mensagens de cunho político, mas desta vez foi menos incisivo e loquaz, limitando-se a algumas generalidades sobre corrupção, mas com uma pancada direta no presidente Michel Temer, a quem a música “Que País É Este?”, já gravada por Legião Urbana e Paralamas do Sucesso, foi dedicada.

Anúncios

0 Responses to “Na quarta noite rock do Rock in Rio, Red Hot faz política e bom show; República, Sepultura e Capital fazem bonito”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Anúncios
Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Feliz 2018 para todos que curtem o bom e velho rock n' roll!!
#roquereverso

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 91 outros seguidores

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE


%d blogueiros gostam disto: