Arquivo para janeiro \31\-02:00 2012

31
jan
12

The Cult lançará novo álbum em maio; veja a capa e a lista de faixas

A banda The Cult lançará disco novo no dia 22 maio. “Choice of Weapon” é o primeiro álbum do grupo britânico desde 2007, quando o elogiado “Born Into This” teve boa aceitação de crítica e público. O disco terá 10 faixas e conta com a produção da dupla Bob Rock e Chris Goss.

Se Chris Goss já produziu álbuns do Queens of The Stone Age, Bob Rock tem uma série de trabalhos de ponta com grandes bandas do rock, como o Bon Jovi, o Mötley Crüe, The Offspring, Skid Row e o Metallica, grupo que, no grande clássico “Black Album”, teve importante contribuição do competente produtor para definitivamente romper as barreiras do metal.

O próprio Cult teve discos produzidos por Bob Rock. O destaque, sem a menor dúvida, foi o excelente Sonic Temple, de 1989. Assim, já foi mais do que provado que existe química entre o grupo e o produtor.

“Choice of Weapon” foi gravado em diversos estúdios nos Estados Unidos e terá novamente o Cult comandado pela dupla Ian Astbury (vocal) e Billy Duffy (guitarra). O baixista Chris Wyse e o baterista John Tempesta completam o grupo, que fez um grande show em São Paulo em 2011.

Além da edição normal, o disco novo da banda terá uma versão exclusiva para fãs. O chamado Fan Pack do álbum contará com as dez faixas originais e mais duas músicas ao vivo. Virá também com uma revista exclusiva de 132 páginas com a história da banda, o making of do disco, entrevistas com os músicos, além de fotos inéditas do grupo.

O Fan Pack já está em fase de pré-venda neste link. Será entregue para quem o adquirir a partir do dia 14 de maio. Se você quiser conhecer uma das músicas do álbum novo, o Cult liberou o download da faixa “Lucifer” neste link, onde você também apenas ouvi-la, se desejar.

Veja abaixo a lista de músicas de “Choice of  Weapon”:

1. Honey from a Knife (3.06)

2. Elemental Light (4.46)

3. The Wolf (3.33)

4. Life > Death (5.33)

5. For The Animals (4.28)

6. Amnesia (3.02)

7. Wilderness Now (4.33)

8. Lucifer (4.40)

9. A Pale Horse (3.14)

10. This Night In The City Forever (4.45)
29
jan
12

Morrissey voltará ao Brasil para shows em março

Depois de muitos boatos, Morrissey confirmou sua volta ao Brasil. O ex-vocalista da banda The Smiths fará três shows em março no País, por onde passou para se apresentar pela única e última vez em 2000. O cantor vai fazer a alegria dos fãs no Pepsi on Stage, em Porto Alegre, em 7 de março; na Fundição Progresso, no Rio, no dia 9; e no Via Funchal*, em São Paulo, em 11 de março. Há quem aposte que um segundo show na capital paulista seja confirmado, mas, por enquanto, isso é apenas especulação.

Além do Brasil, Morrissey passará por outros países da América do Sul, como Chile, Argentina, Peru e Colômbia. Não há informações ainda sobre os preços dos ingressos para Porto Alegre, Rio e SP, mas os detalhes deverão ser divulgados em breve.

O ex-vocalista dos Smiths dispensa maiores apresentações. Talentoso nas letras, conseguiu atrair uma legião de fãs jovens e adolescentes nos anos 80, levando os Smiths para um patamar que só era comparável, na época, ao do U2 e do Echo & The Bunnymen, grandes bandas do cenário ainda alternativo naquele período que, depois, explodiram com inúmeros sucessos na cena inglesa, de maneira idêntica ao grupo de Morrissey e do talentoso guitarrista Johnny Marr.

“How Soon is Now?”, “Ask”, “Panic”, “The Boy With the Thorn in His Side”, “Bigmouth Strikes Again”e “There Is A Light That Never Goes Out” são só alguns dos grandes sucessos dos Smiths que entraram para sempre para a história do rock e da música.

Após o fim dos Smiths, em 1987, o cantor decidiu partir para a carreira solo e produziu grandes hits que também jamais serão esquecidos. “Everyday Is Like Sunday”e “Suedehead” são só alguns exemplos de grandes músicas criadas pelo sempre polêmico Morrissey.

O último lançamento oficial do cantor foi a ótima coletânea “The Very Best of Morrissey”, que saiu em abril e contém 18 canções. O último disco com inéditas lançado pelo inglês foi “Years of Refusal”, de 2009.

Morrissey é um dos ícones do rock dos anos 80. Para comemorar a volta do cantor ao Brasil, o Roque Reverso descolou três vídeos no YouTube. Da carreira solo, fique com “Suedehead” e “Everyday Is Like Sunday”. Do tempo dos Smiths, fique com “Panic”.

*Inicialmente, o cantor havia informado que o show em São Paulo seria no Espaço das Américas, mas a XYZ Live, organizadora no Brasil, corrigiu, informando que a apresentação será no Via Funchal.

Logo depois, houve nova mudança. Veja aqui.

25
jan
12

Paulistana da gema, banda 365 fará show de comemoração de 25 anos do 1º álbum

Se existe uma banda com a cara da aniversariante São Paulo, esta banda é o 365. Talvez, ao lado do já saudoso Ira!, o grupo seja um dos poucos do rock capazes de transformar os detalhes, fatos e marcas da maior metrópole do País em combustível para as boas músicas. Um pouco sumido do cenário roqueiro (gravou seu último disco em 2005), o 365 fará no sábado, dia 28 de janeiro, no Sesc Belenzinho, um show para comemorar os 25 anos de seu primeiro álbum: “365”, de 1987.

A imperdível apresentação marcará também o relançamento dos dois primeiros álbuns (o já citado e “Cenas de um Novo País”, de 1990) no projeto “2 em 1”, da Warner Music. O show contará com as participações de Mau (líder e vocalista do grande Garotos Podres), Fábio Golfetti (vocalista do não menos importante Violeta de Outono) e Mingau, atual baixista do Ultraje a Rigor que já passou pelo 365.

O show está marcado para começar às 21h30. Os ingressos custam R$ 24, sendo que há descontos para quem possui a carteirinha do Sesc: as entradas saem a R$ 12 e a R$ 6, dependendo do tipo de matriculo do usuário. O Sesc Belenzinho fica na Rua Padre Adelino, 1000, no Belenzinho.

O 365 foi fundado em 1983, no auge do movimento punk-rock e new wave no Brasil, que também ainda vivia seus últimos anos de ditadura. Inicialmente, o grupo foi composto por Miro de Melo (bateria), Tiquinho (guitarra), Adauto (baixo) e Oclinhos(voz). Em 1985, passou por uma reformulação com a entrada de Ari Baltazar (guitarra), Mingau (baixo) e Finho (vocal). Com um estilo voltado para o pós-punk, sua música foi intitulada por alguns críticos como “rock de combate”.

Antes do primeiro álbum, o 365 lançaria um disco-mix contendo as músicas “São Paulo” e “Canção para Marchar”. A canção “São Paulo” se tornaria um grande sucesso e, posteriormente, um clássico do rock nacional. Além disso, também se transformou em melodia obrigatória para comemorar o aniversário da capital paulista – no ótimo blog Combate Rock, do Grupo Estado, a música ganhou em 2012, em votação feita pela internet, como a que tem “a cara” da cidade.

Com a repercussão positiva do disco-mix de 1985, o grupo finalizou, em 1987, seu primeiro álbum homônimo, contendo entre outras músicas, uma versão inesquecível de “Grândola, Vila Morena”. A música do cantor e compositor português Zeca Afonso, em sua versão original, foi utilizada, na década de 70, como senha de sinalização durante a Revolução dos Cravos, em Portugal.

No ano de 1989, já com o baixista Callegari (ex-Inocentes) substituindo Mingau, o 365 lançou o segundo álbum, com destaque para as músicas “Cegos Movimentos” e “Anos 70”. Em 1995, participou da coletânea inglesa “Oi! It’s a World Invasion, vol. 2”, com as músicas “Pamela” e uma versão de “Violência e Sobrevivência” do Lixomania.

Após esta gravação, o baterista Miro de Melo lançou com a banda Fogo Cruzado um álbum homônimo. Já o vocalista Finho e o guitarrista Ari Baltazar formaram a banda M.M.D.C., que participou da coletânea “Urbanoise” e lançou o álbum “Non Ducor Duco”.

Em 1998, foi lançada a coletânea “365 – 1987/1997”, organizada por Miro de Melo contendo sucessos do grupo com materiais de fitas e gravações ao vivo. Em 2005, gravaram seu último álbum de inéditas: “Do Outro Lado do Rio”.

O Roque Reverso acredita que músicas do 365 são ótimas para comemorar os 458 anos que estão sendo completados por São Paulo neste dia 25 de janeiro. Para entrar na onda das homenagens a essa grande cidade e comemorar também o show da banda, escolhemos um vídeo do YouTube do grupo tocando, em 2011, a música “São Paulo” no Estúdio Show Livre.

Parabéns, Sampa!

24
jan
12

Megadeth é confirmado como headliner do Metal Open Air e virá pela 10ª vez ao Brasil

Tem mais novidade na escalação do Metal Open Air! De acordo com os organizadores do evento, o Megadeth é a mais nova atração confirmada para o festival que será realizado nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. Mais do que isto, o grupo norte-americano de thrash metal está escalado como headliner e deve ser o último a tocar em um dos dias do evento.

Será a décima passagem da banda pelo Brasil. Desde que tocou no Rock in Rio de 1991, o grupo liderado por Dave Mustaine voltou ao País em 1994, quando fez turnê própria; em 1995, quando tocou no segundo Monsters of Rock; em 1997, quando se apresentou no Estádio do Palmeiras, no Aniversário da 89FM; em 1998, quando tocou no quarto e último Monsters of Rock; em 2005 e 2008, quando voltou novamente em turnê própria. Mais recentemente; passou por aqui em 2010, quando celebrou os 20 anos do álbum “Rust in Peace”; e, no ano passado, quando se apresentou no SWU Festival Music & Arts.

O Megadeth se junta ao extenso leque de bandas que prometem fazer do Metal Open Air o maior festival de heavy metal da história no Brasil. Anthrax, Exodus, Venom, Obituary, Destruction, Blind Guardian, Grave Digger, Fear Factory, U.D.O., Dio Disciples, Anvil e OTEP são os nomes confirmados, por enquanto. O grupo dinamarquês Volbeat cancelou sua participação no dia 23 de janeiro.

No front nacional, a escalação também está caprichada! Krisiun, Matanza, Andre Matos, Korzus, Dark Avenger, Torture Squad, Shaman, Drowned, Unearthly, Attomica, Hangar, Terra Prima, Semblant, Obskure, Headhunter D.C. e Expose Your Hate são os nomes conhecidos.

Segundo os organizadores do evento, ainda há muitas bandas nacionais e internacionais participantes a serem anunciadas em breve. Eles também garantem que o festival possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias já está no terceiro lote, com o valor atualizado de R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Ainda não há previsão de venda de passaportes diários. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Os ingressos poderão ser adquiridos no cartão de crédito em até 12x com encargos reduzidos e também através de boleto bancário. Além da venda na internet, os passaportes poderão ser comprados em um ponto de venda fixo.

Por enquanto, o único ponto de venda física que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.

Para manter a tradição de homenagear a vinda das grandes bandas ao Brasil, o Roque Reverso descolou uma relíquia. Um vídeo do Megadeth tocando “Symphony of Destruction” no show que fez no Estádio do Palmeiras em 1997. Este jornalista teve o prazer de ver oito das nove passagens do grupo pelo Brasil e considera esta a melhor apresentação que assistiu da banda. Não por acaso, foi a última vez que o País viu a formação clássica de Mustaine, David Ellefson (baixo), Nick Menza (bateria) e Marty Friedman (guitarra). Fique abaixo com o raríssimo vídeo encontrado no YouTube.

23
jan
12

Rita Lee anuncia afastamento dos palcos, mas diz que não deixará estúdios

A cantora Rita Lee anunciou no fim de semana que não pretende mais fazer shows. A confirmação foi feita no domingo, 22 de janeiro, via Twitter, onde a eterna roqueira fez questão de destacar que a aposentadoria era restrita aos palcos.

“Aposento-me de shows, da música nunca. Quem me viu ontem [sábado] pode bem atestar minha fragilidade física. Saio de cena absolutamente paixonadacocês”, escreveu Rita no microblog.

No sábado, dia 21, ela se apresentou no Circo Voador, no Rio de Janeiro.  Lá, a cantora chegou a afirmar aos fãs que aquela seria sua penúltima vez em um palco – o último show da sua mais recente turnê está agendado para o dia 28 de janeiro, em Aracaju.

Na segunda-feira, Rita fez questão de ressaltar, novamente via Twitter, que o afastamento era somente dos palcos. “Aposentar dos palcos não significa parar de cantar, au contraire, vou ser rato de estúdio, tenho material para gravar mais cinco discos de inéditas”, escreveu.

A cantora se prepara para lançar, em março, “Reza”, seu primeiro álbum só com músicas inéditas desde 2003, quando ela gravou “Balacobaco”.

Rita Lee iniciou a carreira no final dos anos 60  com Os Mutantes, banda de rock psicodélico que provocou verdadeira revolução na cena pop brasileira. Depois, em carreira solo, empunhou a bandeira do rock nacional, enriqueceu a MPB e fez grandes trabalhos, especialmente na época em que era acompanhada pela ótima banda Tutti-Frutti, que tem as raízes roqueiras do paulistano bairro da Vila Pompeia.

Em tempos de pouquíssimas coisas boas no rock nacional, o anúncio da “aposentadoria” dos palcos de Rita Lee só serve para deixar a cena roqueira ainda mais fraca. Atualmente, falta gente com atitude, ousadia e qualidade como Rita não só no estilo, mas em vários gêneros musicais.

Para homenagear a grande Rita, o Roque Reverso descolou no YouTube um grande momento de sua carreira. Fique com a música “Ôrra Meu”, executada no primeiro Rock in Rio, em 1985. Um clássico!

 

22
jan
12

Metal Open Air caminha para ser maior festival brasileiro de heavy metal da história

Depois da surpresa inicial no ano passado com o anúncio de um grande festival internacional de heavy metal no Nordeste, fica cada vez mais claro, agora, em 2012,  que o Metal Open Air caminha para se concretizar como o maior evento de heavy metal da história do Brasil. Não bastasse já ter anunciado grupos do calibre de Anthrax e Exodus, a organização do festival vem fazendo cada vez mais a alegria dos fãs das diversas vertentes do metal com a escalação de nomes capazes de consagrar a primeira edição do evento como algo inesquecível.

Os nomes internacionais recentemente anunciados foram os da banda U.D.O., criada por ninguém menos que Udo Dirkschneider, que é ex-vocalista e criador do clássico Accept; e do veteraníssimo e pesado Venom. Também foram confirmados o Fear Factory; os canadenses do Anvil; e o Dio Disciples, supergrupo criado há pouco tempo para homenagear o saudoso Ronnie James Dio e que tem no vocal o ótimo Tim “Ripper” Owens, que substituiu Rob Halford no Judas Priest.

Além destes grupos, outras atrações internacionais do Metal Open Air são as bandas alemãs de metal Blind Guardian e Grave Digger; o clássico grupo dos EUA de death metal Obituary; a respeitada banda de thrash metal da Alemanha Destruction; além de nomes como o OTEP e o Volbeat.

No front nacional, a escalação também está caprichada! Krisiun, Matanza, Andre Matos, Korzus, Dark Avenger, Torture Squad, Shaman, Drowned, Unearthly, Attomica, Hangar, Terra Prima, Semblant, Obskure, Headhunter D.C. e Expose Your Hate são os nomes conhecidos.
O Metal Open Air será realizado nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. Segundo os organizadores do evento, ainda há muitas bandas nacionais e internacionais participantes a serem anunciadas em breve.
Eles também garantem que o festival possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.
Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias já está no terceiro lote, com o valor atualizado de R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Ainda não há previsão de venda de passaportes diários. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Os ingressos poderão ser adquiridos no cartão de crédito em até 12x com encargos reduzidos e também através de boleto bancário. Além da venda na internet, os passaportes poderão ser comprados em um ponto de venda fixo.

Por enquanto, o único ponto de venda física que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.

20
jan
12

Disco que comemora os 50 anos da Anistia Internacional trará versões de Bob Dylan

Com agências internacionais

Ainda como parte das comemorações do aniversário de 50 anos da Anistia Internacional, a gravadora Universal Music lançará no dia 7 de fevereiro o álbum “Chimes of Freedom”, no qual uma extensa lista de artistas interpreta músicas de Bob Dylan. Elvis Costello, Patti Smith, Pete Townshend, Queens of The Stone Age, Bad Religion, Brian Ferry, Eric Burdon, Joan Baez, Lenny Kravitz, Mark Knopfler e Seal & Jeff Back, entre outros, são só alguns dos nomes importantes do rock que vão participar do disco quádruplo que vai incluir 73 canções (76 na versão digital).

“Chimes of Freedom” faz longo percurso pela música de Dylan, com canções super conhecidas, como “Blowin’ In The Wind”, a cargo de Ziggy Marley (filho de Bob Marley), “Knockin’ on Heaven’s Door”, pelas mãos do produtor RedOne e do músico Nabil Khayat, e “Like a Rolling Stone”, cantada por Seal & Jeff Beck. Neste link do Facebook, você pode ter acesso ao trabalho.

A Anistia Internacional, que em 1977 recebeu o Prêmio Nobel da Paz, trabalha desde 1961 a favor dos princípios expostos na Declaração Universal dos Direitos Humanos, um compromisso também representado pelo americano Bob Dylan durante toda sua carreira.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

janeiro 2012
D S T Q Q S S
« dez   fev »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias