Posts Tagged ‘João Gordo

10
ago
19

Internação por quadro de pneumonia grave de João Gordo faz Ratos de Porão cancelar turnê

O grupo Ratos de Porão foi obrigado a cancelar uma sequência de shows por causa do estado de saúde do vocalista João Gordo. Com um quadro de pneumonia grave, o tradicional vocalista precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Camilo, em São Paulo.

Segundo comunicado oficial da banda brasileira, por enquanto, os shows até o final do ano de 2019 estão cancelados, incluindo uma turnê na Europa.

No comunicado, o Ratos de Porão ressaltou que apresentações marcadas para agosto, com as Ourinhos (10/8), Goiânia (11/8) e Fortaleza (17/8) foram mantidas, com o guitarrista Jão assumindo os vocais no lugar de João Gordo.

“A banda pede a compreensão dos fãs, já que a prioridade no momento é a saúde e melhora do mesmo”, destacou o grupo na nota oficial. “João Gordo agradece o carinho e compreensão, pois logo estará recuperado e dando o seu melhor.”

CONTINUE LENDO AQUI!!!

07
mar
18

D.R.I. volta ao Brasil em abril para 4 shows; SP e Limeira terão abertura de banda com tributo ao S.O.D.

D.R.I. - Cartaz da turnê Sul-AmericanaO D.R.I  anunciou o retorno ao Brasil em abril para shows em quatro cidades. A veterana banda de crossover thrash tocará em Belém, Limeira, São Paulo e no Rio de Janeiro.

Na capital paraense, o grupo vai se apresentar no Botequim, no dia 11 de abril. Em Limeira, tocará no Bar da Montanha no dia 13. Na capital paulista, o show será no dia 14 de abril no Fabrique Club. No Rio, a apresentação será no dia 15 no Teatro Odisseia.

Em São Paulo e Limeira haverá um atrativo a mais, já que a abertura dos shows ficará por conta do not S.O.D. : Fist Banging Maniacs, um projeto envolvendo Brasil e Estados Unidos com os seguintes músicos: Dan Lilker (Nuclear Assault, S.O.D., Anthrax e Brutal Truth). João Gordo (Ratos de Porão), Cleber (Blacking) e Guilherme (Toyshop).

CONTINUE LENDO AQUI!!!

15
mar
15

Ratos de Porão lança clipe da música ‘Prenúncio de Treta’, do álbum ‘Século Sinistro’

Ratos de Porão - Foto: DivulgaçãoO Ratos de Porão está de clipe novo. A veterana banda brasileira com grandes serviços prestados ao punk, hardcore e até ao crossover/thrash lançou o vídeo da música “Prenúncio de Treta”, que está presente no mais recente álbum do grupo, “Século Sinistro”, lançado em 2014.

A direção do clipe é de Plinio Scambora e a produção é da equipe da Pier 66 Films, que traz Natalia Mecatti, Max Lima, Rodolfo Marga e Edinho Bebs.

A local da gravação do clipe é o Centro Cultural Zapata, que fica na região central de São Paulo.

Quem reparar direito no vídeo, verá que o local é bem próximo de um templo do rock na cidade, a loja Woodstock, que foi fundamental para muitos conhecerem várias bandas do heavy metal.

A história retratada no clipe, como o próprio título da música sugere, é o “prenúncio de uma treta” vivido por uma mini banda de garotos que tem a missão de agradar uma plateia da pesada.

Note que, na bateria do mini grupo, está ninguém menos que Pietro Benedan. O garoto é filho de João Francisco Benedan, mais conhecido como João Gordo, o eterno vocalista do Ratos.

“Século Sinistro” foi lançado no ano passado, quando a banda comemorou 30 anos do clássico disco de estreia “Crucificados pelo Sistema”.

O Ratos de Porão continua com a formação que traz João Gordo (vocais), Jão (guitarra), Boca (bateria) e Juninho (baixo).

Assista abaixo ao novo clipe da banda:

20
ago
12

Valentão tenta agredir João Gordo e toma surra no palco em show do Ratos de Porão

O tempo passa e sempre tem gente que adora arranjar confusão gratuita no meio de uma maioria de pessoas interessadas em curtir um bom show de rock pesado. Só que, nem sempre, o “estraga-prazer” se dá bem totalmente… Durante a apresentação do Ratos de Porão no sábado, dia 18, em um festival de Uberlândia (MG), um “fã” da tradicional banda brasileira de hardcore xingou o vocalista João Gordo, que chamou o indivíduo para o palco para “resolver o problema”. Não satisfeito em ficar atrapalhando o show, o valentão subiu, mas levou a pior, já que a banda toda foi para cima dele para dar uma surra, com ajuda até de alguns fãs que também subiram ao palco na sequência.

Com cerca de 40 minutos de duração, a apresentação na casa Gran Hall foi encerrada, já que o instrumento do baixista Juninho Sangiorgio, um Rickenbacker, foi quebrado durante a briga. Segundo informações da imprensa local, o Ratos de Porão não prestou queixa contra o sujeito, que foi retirado do local. Ainda no palco, o guitarrista Jão disse: “Isso é imoral. Violência gratuita gera violência gratuita.”

É claro que o Roque Reverso não está aqui para fazer apologia da violência. Mas sempre existe um “mala de plantão”, em shows de diversos estilos musicais, que se acha no direito de insultar que está no palco, num ambiente que originalmente é criado para justamente o contrário: exaltar o artista.

João Gordo é, há tempos, vítima de ataques em shows. Alguns indivíduos do movimento punk e mais ainda alguns que se acham os “true punks” não engolem certas atitudes do vocalista da banda. Acusam João de ser “traidor do movimento”, seja por causa de mudanças no som do Ratos ou por causa do sucesso do vocalista como apresentador de programas de TV em emissoras “comerciais”.

O fato é que, independente do que João Gordo faz ou não deveria ter feito, isso não dá o direito de alguém do público subir ao palco para tentar agredi-lo. Não precisamos ir muito longe no tempo para lembrar da tragédia que resultou na morte do inesquecível Dimebag Darrell, ex-guitarrista do Pantera.

Em 2004, Dimebag foi baleado durante um show de seu então novo grupo, o Damageplan, em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos. A apresentação acontecia normalmente, quando um homem se aproximou do palco e atirou no guitarrista. Um tiroteio com seguranças se iniciou, deixando outros quatro mortos (incluindo o atirador) e muitos feridos.

Note que, no show do Ratos de Porão, a falha dos seguranças foi gritante. E se o valentão tivesse armado? Teríamos uma nova tragédia na música?

08
mar
12

Com anúncio de supergrupo Rock N Roll All Stars, Metal Open Air define programação final

O Metal Open Air realmente promete abalar todas as estruturas do heavy metal mundial em abril. A organização do festival brasileiro finalmente fechou a lista de atrações anunciadas e definiu a programação do evento, que vai acontecer nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Parque Independência, em São Luís, no Estado do Maranhão. O último nome anunciado para o megafestival é bombástico, já que o supergrupo Rock N Roll All Stars fará uma apresentação única e inédita no País.

Para quem nunca ouviu falar do supergrupo, ele é formado por várias figuras carimbadas do rock and roll pesado.

Gene Simmons (KISS); Joe Elliott (Def Leppard); Matt Sorum, Duff McKagan e Gilby Clarke (todos ex-Guns N’ Roses); Glenn Hughes (Deep Purple); Ed Roland (Collective Soul); Sebastian Bach (a voz original do Skid Row); Steve Stevens (Billy Idol); Mike Inez (Alice in Chains); e Billy Duffy (The Cult) são o time de estrelas que prometem um show inédito, como nunca antes visto!

O Rock N Roll All Stars se apresentará no dia 21 de abril como um dos dos headliners do Metal Open Air, ao lado do Megadeth (dia 20) e do Venom (dia 22). Para apresentar o supergrupo, como mestre de cerimônias, a organização do evento trará nada menos que o ator norte-americano Charlie Sheen, da consagrada série “Two And A Half Men”.

Importante dizer que o grande Glenn Hughes, além de tocar com o Rock N Roll All Stars, também fará um show só dele no mesmo dia. Entre as atrações nacionais recentemente anunciadas, um grande destaque é o Ratos de Porão, grupo fundamental do punk capitaneado por João Gordo.

Com a definição da última atração, a configuração final do Metal Open Air ficará desta maneira, com inúmeras bandas nacionais e internacionais das várias vertentes do heavy metal :

20 DE ABRIL
Semblant, Ânsia de Vômito, Drowned, Headhunter D.C., Hangar, Almah, Orphaned Land, Torture Squad, Exciter, Anvil, Destruction, Exodus, Symphony X e Megadeth.

21 DE ABRIL
Terra Prima, Ácido, Obskure, Dark Avenger, Shadowside, Stress, Legion of The Damned, Andre Matos, Korzus, Glenn Hughes, U.D.O., Grave Digger, Blind Guardian, Anthrax e Rock N Roll All Stars.

22 DE ABRIL
Expose Your Hate, Megahertz, Unearthly, Attomica, Motorocker, Matanza, OTEP, Shaman, Ratos de Porão, Obituary, Dio Disciples, Fear Factory, Annihilator, Saxon e Venom.

Os organizadores do festival garantem que o evento possuirá uma ampla estrutura para atender fãs do País inteiro: estacionamento externo à área do festival, camping indoor e outdoor (com banheiros e chuveiros), praça de alimentação, mais de 40 geradores de energia, dois palcos (lado a lado), camarote com área de Meet & Greet com as bandas do festival, área de convivência para os artistas, bilheterias para quem quiser adquirir ingressos na hora, entre outras facilidades. Prometem também que toda a estrutura do festival estará amparada por um grande esquema de segurança.

Todas as informações sobre bandas, valor dos ingressos, camping e merchandising oficial do Metal Open Air estarão disponível no no site oficial do evento: www.metalopenair.com. Os ingressos para o festival estão disponíveis para compra o site do evento e no site www.ticketbrasil.com.br.

O passaporte de pista para os 3 dias custa R$ 450, enquanto o passaporte de camarote está em R$ 850. Também existe a opção de passaporte, também único, para a área de camping, no valor adicional de R$ 100. Este valor dá direito à estrutura de banheiros, chuveiros e segurança.

Ingressos de pista também podem ser comprados separadamente por dia do festival, para os fãs que desejam assistir a somente uma noite do Metal Open Air. Eles custam R$ 250 por pessoa, por dia.
Há também um passaporte chamado “El Diablo”, que custa R$75 por pessoa e é válido para a entrada na boate El Diablo nos três dias do festival. O El Diablo é um clube noturno, que funcionará após o término das apresentações na área de shows do Metal Open Air. Haverá shows das bandas Baranga, Carro Bomba e Fúria Louca e performances do Festish Dolls.
O valor do “El Diablo” é apenas relativo à entrada, sendo a consumação cobrada separadamente nos dias em que você frequentar o El Diablo. Os ingressos individuais custam R$ 35 por pessoa e podem ser comprados apenas para o dia que o fã quiser freqüentar o local.
O único ponto de venda física de entradas que não cobra taxa de conveniência fica em São Luís, na Loja Harmonica (Rua Queops, 12 – Loja A (térreo) – Ed. Executive Center – Renascença II).  Nos demais pontos de venda da Ticket Brasil, há cobrança de uma taxa de 20%. Mais informações, da empresa, podem ser obtidas no telefone (11) 4901-1165.
Recentemente, a produção do festival, formada pela Lamparina Produções, Negri Concerts e CKConcerts, alertou que não tem qualquer tipo de vínculo com vendedores ou pontos de vendas avulsos, ou seja, não autorizados, que estejam possivelmente realizando a comercialização de passaportes para o festival.
Qualquer dúvida sobre o festival, poderá ser esclarecida também nesta área específica do site do evento. O evento tem tudo para ser o maior festival de rock pesado da história do Brasil.



Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 101 outros seguidores

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias