Posts Tagged ‘Exodus

03
set
19

Exodus é a atração principal do Setembro Negro Festival nos dias 6, 7 e 8 em SP

A 13ª edição do Setembro Negro Festival será realizada em São Paulo nos dias 6, 7 e 8 de setembro. O festival de música extrema acontecerá no Carioca Club.

A atração principal do evento é o veterano Exodus, um dos maiores expoentes do thrash metal da Bay Area de São Francisco.

Além da banda norte-americana, que toca na sexta-feira, 6, outras 17 bandas internacionais e mais 6 brasileiras desfilarão o mais puro som extremo nos três dias de festival.

Estão escalados os seguintes grupos: At War, Cirith Ungol, Dead Congregation, Demolition Hammer, Baixo Calão, Expose Your Hate, Full Of Hell, Incantation, Rotten Sound, Monolord, Impurity, Exodus, Legion Of The Damned, Midnight, Monstrosity, Necrophobic, Pathologic Noise, Gorgasm, Grave Desecrator, Svarttjen, Shaytan, Vomitory, Night Demon e UADA.

Como na edição passada, haverá material promocional das bandas participantes e do festival para a venda.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

01
dez
15

Exodus volta ao Brasil em janeiro para shows em SP, Rio, BH e mais 4 cidades

Exodus - Cartaz de Divulgação O Exodus voltará ao Brasil para shows em janeiro de 2016 em sete cidades, numa verdadeira maratona diária. A banda norte-americana de thrash metal se apresentará em Limeira no dia 21 (Bar da Montanha); Fortaleza no dia 22 (Armazem); Manaus no dia 23 (Teatro Manauara); São Paulo no dia 24 (Carioca Club); Belo Horizonte no dia 26 (Music Hall); Curitiba no dia 27 (Music Hall); e Rio de Janeiro no dia 28 (Circo Voador).

Como não há uma produtora única para os shows, as informações sobre ingressos ainda estão um pouco desorganizadas, mas já há plena venda em várias cidades.

Em Limeira, por exemplo, está tudo bem adiantado. O convite já está no segundo lote. A versão promocional/estudante/meia-entrada está saindo por R$ 100,00. Mais informações podem ser obtidas neste link.

Em Fortaleza, o ingresso inteiro de Pista está também no segundo lote. O preço é de R$ 200,00, mas há opção de meia-entrada. A venda está sendo feita pela Ticket4U no seguinte link.

Para o show de Manaus, o primeiro lote inteiro de Pista sai por R$ 150,00 até o dia 31 de dezembro. O segundo lote, entre os dias 4 e 22 de janeiro, custará R$ 180,00. O terceiro lote, no dia do evento, custará R$ 200,00. As entradas estão sendo vendidas no site Ingresse no seguinte link.

Em São Paulo, o ingresso de meia-entrada e promocional (com 1 quilo de alimento não perecível) de primeiro lote está sendo vendido por R$ 100,00 para a Pista. Quanto ao Camarote, nas mesmas condições, a entrada sai por R$ 200,00. O fã pode adquirir no site Clube do Ingresso neste link, onde também há informações de outros locais de venda.

Na capital mineira, a entrada inteira para a Pista (em primeiro lote) custa R$ 200,00, mas há opção promocional e de meia-entrada. Para o Camarote Open Bar, o ingresso sai por R$ 160,00. A venda está sendo feita no site Central dos Eventos neste link, onde há também informações de outros locais para a compra.

Em Curitiba, o ingresso inteiro para Pista (em primeiro lote) custa R$ 180,00, com opção de promocional e meia-entrada. Para o Camarote, sai por R$ 280,00. A venda está sendo feita pelo site TicketBrasil, neste link.

Finalmente no Rio, o ingresso inteiro para Pista está sendo vendido, em primeiro lote, por R$ 200,00, mas há a opção de meia-entrada e promocional (quando o fã leva um quilo de alimento não-perecível). O segundo lote sai por R$ 240,00. A venda é feita pelo site Ingresso.com.

Vale lembrar que, nas bilheterias das várias casas de shows que receberão o Exodus, a compra do ingresso pode ser feita sem a taxa de conveniência. Muitos destes locais, porém, só aceitam dinheiro vivo.

A turnê da banda que passará pelo Brasil em 2016 ainda promove o álbum “Blood In, Blood Out”, de 2014, quando o grupo passou pelo País pela última vez.

10
set
14

Exodus lança faixa com participação de Kirk Hammett e que fará parte de novo álbum

Exodus - "Blood In, Blood Out" - Reprodução da CapaO Exodus liberou no YouTube a faixa “Salt The Wound”, que fará parte do novo álbum do grupo previsto para a primeira quinzena de outubro via Nuclear Blast.

A música ultrapesada da banda norte-americana de thrash metal traz duas novidades relevantes: é a primeira divulgada após o retorno do vocalista Steve “Zetro” Souza e também vem com um solo de ninguém menos que Kirk Hammett, guitarrista do Metallica que fez parte do Exodus nos Anos 80.

Se você gosta de thrash metal, “Salt The Wound” vem com inúmeras características que marcam o estilo: riff poderoso e rápido, vocal agressivo e de qualidade, bateria bem colocada e com um bumbo duplo animalesco.

“Blood In, Blood Out” é o nome do disco novo do Exodus. A capa, que pode ser vista acima, foi ilustrada pelo artista sueco Pär Olofsson.

O novo álbum sucederá “Exhibit B: The Human Condition”. de 2010. A produção ficou com Andy Sneap.

No total da versão original, serão 11 faixas que farão parte de “Blood In, Blood Out”. Além de Kirk Hammett, outra figura importante do thrash metal que dará sua contribuição ao novo trabalho do Exodus será Chuck Billy, vocalista do Testament, na faixa “BTK”.

Vale lembrar que o Exodus voltará ao Brasil justamente em outubro para shows em quatro capitais do País. A turnê brasileira começará no dia 1° de outubro, em Belém, no Botequim. Depois, seguirá, no dia 2, para Brasília, Minas Brasília Tennis Club; no dia 4, para São Paulo, no Carioca Club; e, no dia 5 de outubro, chegará ao Rio de Janeiro no Circo Voador.

Será a primeira vez de Steve “Zetro” Souza no Brasil. Pertencente a um período importante da carreira do Exodus, ele gravou sucessos de destaque da banda, como a música “Toxic Waltz”, cujo clipe bombou nos programas de heavy metal da MTV nos Anos 80.

Escute abaixo a ótima faixa “Salt The Wound” e note como “Zetro” Souza está em forma. Veja abaixo também a lista de faixas do novo álbum do grupo.

Lista de Faixas:

1. Black 13
2. Blood In Blood Out
3. Collateral Damage
4. Salt The Wound
5. Body Harvest
6. BTK
7. Wrapped In The Arms Of Rage
8. My Last Nerve
9. Numb
10. Honor Killings
11. Food For The Worms

29
jun
14

Divulgados os valores dos ingressos para o show do Exodus em SP

Exodus - Reprodução do Cartaz do show em SPA produtora 8X8 Live anunciou os valores do show que o Exodus realizará no dia 4 de outubro, em São Paulo, no Carioca Club. A banda norte-americana de thrash metal se apresentará em capitais do Brasil e o retorno ao País ganhou um componente especial depois que, recentemente, o grupo anunciou a saída do vocalista Rob Dukes para a volta de Steve “Zetro” Souza.

Para o show da capital paulista, o público terá a opção de Pista e Camarote, com vários lotes e tipos de promoção. O valor inteiro na porta, no dia do show, é de R$ 230,00 para a Pista e de R$ 320,00 para o Camarote.

Em ambos os casos, há a opção de meia-entrada e a promoção Metal do Bem, na qual os fãs pagarão a metade do valor total, se levarem 1 quilo de alimento não-perecível (exceto sal e açúcar) no dia do evento. Os alimentos serão doados para a instituição Caminhando, que realiza um trabalho de inclusão social de jovens e adolescentes com deficiência física e intelectual.

De forma antecipada, os ingressos inteiros de 1° Lote para a Pista e para o Camarote saem pelos preços de R$ 160,00 e R$ 240,00, respectivamente, também com a promoção de valor pela metade, tanto para os estudantes quanto para o esquema Metal do Bem.

No 2° Lote, o valor integral para a Pista é de R$ 180,00 e o de Camarote é de R$ 260,00. No 3° Lote, o preço de cada setor sobe para R$ 200,00 e para R$ 280,00. Também aqui, claro, há a opção de metade do valor para estudantes e para quem levar alimentos não-perecível (exceto sal e açúcar).

Os ingressos para este show começam a ser vendidos a partir da zero hora do dia 1º de julh. Na internet, podem ser adquiridos nos sites http://www.ticketbrasil.com.br e http://www.clubedoingresso.com.

Em relação aos pontos físicos, além das bilheterias do Carioca Club, há a opção de compra na loja Hole, na Galeria do Rock; na loja Cada Qual (Rua Augusta, 2171); no Shopping Oriente 500 (Rua Oriente, 500 2º andar – Brás); além das lojas Metal Music, de Santo André (Rua Dona Elisa Fláquer, 184), e Age Of Dreams, de São Bernardo (Avenida Marechal Deodoro, 1754 – 2º Andar loja 33/36). Informações mais atualizadas podem ser vistas aqui.

Pertencente a um período importante da carreira do Exodus, “Zetro” Souza gravou sucessos de destaque da banda, como a música “Toxic Waltz”, cujo clipe bombou nos programas de heavy metal da MTV nos Anos 80. O grupo já passou diversas vezes pelo Brasil, mas esta será a primeira com o vocalista por aqui.

25
jun
14

Confirmada a turnê do Exodus no Brasil com Steve ‘Zetro’ Souza para outubro

Exodus - Cartaz de DivulgaçãoEstá confirmada a volta do Exodus ao Brasil no mês de outubro. Conforme a produtora 8X8 Live, a banda norte-americana de thrash metal fará shows em três capitais do País.

A turnê brasileira, segundo a 8×8 Live, começará no dia 1° de outubro, em Belém, no Botequim. Depois, seguirá, no dia 4, para São Paulo, no Carioca Club; e, no dia 5 de outubro, chegará ao Rio de Janeiro no Circo Voador.

Detalhe importante é que, no site oficial da banda, a turnê anunciada para a América Latina traz o dia 5 de outubro com show em Porto Alegre, no Opinião, além de uma apresentação no dia 3 de outubro, em Manaus, na Arena Aparecida.

A 8×8, que já trouxe inúmeros shows importantes para o País, confirmou, no entanto, que a data do dia 5 é do Rio de Janeiro e não ratificou as cidades de Porto Alegre e Manaus. Não descartou, porém, a possibilidade de outras apresentações pelo Brasil.

O retorno do Exodus ganhou um componente especial depois que, recentemente, o grupo anunciou a saída do vocalista Rob Dukes para a volta de Steve “Zetro” Souza.

Pertencente a um período importante da carreira do Exodus, “Zetro” Souza gravou sucessos de destaque da banda, como a música “Toxic Waltz”, cujo clipe bombou nos programas de heavy metal da MTV nos Anos 80. O grupo já passou diversas vezes pelo Brasil, mas esta será a primeira com o vocalista por aqui.

De acordo com a 8×8 Live, novas informações sobre ingressos serão anunciadas em breve. Especificamente sobre o show de São Paulo, eles deverão ser vendidos a partir de 1° de julho.

 

08
jun
14

Steve ‘Zetro’ Souza volta ao Exodus para o lugar de Rob Dukes

Steve "Zetro" Souza - Foto:  DivulgaçãoNovidade importante no Exodus que deve mexer com os fãs. Steve “Zetro Souza” está de volta como vocalista da banda norte-americana de thrash metal no lugar de Rob Dukes.

A informação foi trazida em primeira mão pelo site especializado Blabbermouth.net e depois confirmado em nota pelo líder do Exodus, o guitarrista Gary Holt. No comunicado, ele deixou clara a sua admiração por Dukes, mas disse que o grupo precisava desta mudança.

“Como uma banda, todos nós tivemos que fazer uma escolha muito difícil. Não temos nada além de amor e admiração por Rob Dukes e a mais profunda gratidão pelo trabalho duro que ele colocou nos grandes trabalhos do Exodus”, destacou Holt. “Mas, neste momento, Tom (bateria), Lee (guitarra), Jack (baixo) e eu pensamos que uma mudança era necessária e a escolha unânime para continuar os trabalhos foi a de trazer de volta Steve Souza”, explicou.

Souza também soltou uma nota comemorando seu retorno ao grupo da Bay Area de São Francisco: “Passei grande parte da minha vida com Exodus. Aquele sangue flui através de mim, [e] apesar de não estar na banda durante os últimos 10 anos, você não pode apagar química que nós temos. estou muito animado!”

Rob Dukes entrou no Exodus em 2005 justamente para substituir Souza. O vocalista que volta à banda teve anteriormente duas passagens: entre 1986 e 1993 e entre 2002 e 2004.

Com Souza nos vocais, o grupo lançou um dos clipes mais famosos do heavy metal dos Anos 80 na MTV: “Toxic Waltz”, que você pode conferir abaixo.

 

25
jul
13

30 anos do álbum “Kill ‘Em All”, o primeiro do Metallica

Kill 'Em All25 de julho de 2013 marca uma data de grande importância para rock. Há 30 anos, o Metallica lançava o seu primeiro álbum, o ótimo  “Kill ‘Em All”, que mudou o heavy metal e trouxe para os fãs uma nova vertente mais agressiva e rápida do estilo: o thrash metal.

Numa época na qual o hard rock e o próprio heavy metal, especialmente nos Estados Unidos, estavam sendo dominados por bandas maquiadas demais e com cabelos mais espalhafatosos do que o normal, quatro caras que ainda tinham o rosto com as espinhas do final da adolescência deram uma verdadeira chacoalhada na cena oitentista.

Suas letras, de maneira diferente da que era vista no cenário do hard rock norte-americano, não focavam mulheres gostosas, carros e festas.

Traziam uma certa revolta adolescente que tinha como base sonora um heavy metal tocado na velocidade da luz, sem deixar uma certa técnica de lado.

Com o  “Kill ‘Em All”, o Metallica trazia para o público uma cena criativa que bombava na Bay Area de São Francisco com uma série de bandas que consolidariam, ao lado do grupo precursor, o thrash metal. Exodus, Testament, Forbidden, Vio-lence e Death Angel foram alguns dos nomes que se beneficiariam daquele disco e que também seriam reconhecidos pela imprensa especializada.

Para concretizar a gravação do disco, porém, nada foi tão fácil para a banda. Numa época na qual a internet não existia, tudo era menos prático do que os dias de hoje.

A própria criação do grupo foi inusitada para os padrões de hoje, já que, ainda em Los Angeles, em 1981, James Hetfield respondeu a um anúncio que o baterista dinamarquês Lars Ulrich havia colocado no jornal local. Lars queria formar uma banda, colocando em prática suas influências, entre elas o Deep Purple, o Iron Maiden e o Diamond Head. James, que, além do metal, também tinha influência musical vinda do punk, juntou-se então ao cara que seria seu companheiro de grupo até os dias de hoje.

Pouco mais tarde, outro anúncio de jornal recrutou outro guitarrista: nada menos que Dave Mustaine, que possuía um equipamento invejável para a época e tinha um conhecimento musical também nada desprezível. Para o baixo, Ron McGovney foi o escolhido, mas não ficaria muito tempo.

Tudo porque, após gravarem uma fita demo denominada “No Life ´Til Leather” e fazer certo sucesso na cena underground, Ulrich e Hetfield assistiram, em 1982, a um show da banda Trauma, que contava com um baixista que os impressionou absurdamente: simplesmente o grande Cliff Burton.

Engajados na aquisição de Burton, Hetfield, Lars e Mustaine descartam McGovney e seguiram as exigências do talentoso baixista, que fez todos se mudarem para São Francisco.

Com alguns shows e encrencas arranjadas por Mustaine, que bebia além do suportável, Lars e Hetfield tomaram a decisão de mandar embora aquele que pouco mais tarde fundaria nada menos que o Megadeth, outro gigante do thrash. Para o lugar do guitarrista, Kirk Hammett, do Exodus, foi recrutado e a formação definitiva para a gravação do álbum foi consolidada.

Ajudados pelo promotor Johnny “Z” Zazula, que viu talento no grupo e decidiu montar a própria gravadora, a Megaforce Records, os músicos finalmente lançaram o  “Kill ‘Em All”. A ideia de nome inicial era “Metal Up Your Ass”, mas houve um consenso de que tal título era “um pouco” ofensivo demais.

Para quem gosta de thrash metal, é impossível achar alguma música ruim no disco. “Hit the Lights”, The Four Horsemen, “Motorbreath” e “Jump in the Fire” são verdadeiros petardos sonoros que fazem tudo tremer. A pérola instrumental “(Anesthesia) Pulling Teeth” traz o baixo de Cliff Burton num dos maiores momentos do músico e é apenas um momento de menor intensidade até a chegada de “Whiplash”, que fechava o então Lado A com a agressividade de poucas canções.

O Lado B não deixa o peso e a velocidade caírem. “Phantom Lord” e “No Remorse” obrigam a cabeça a se movimentar intensamente. “Seek & Destroy” é um ultraclássico do thrash e a última, “Metal Militia”, era uma mensagem para os desavisados de que o Metallica estava chegando para ficar, e por um longo tempo, no cenário musical.

A banda sempre mudaria nos discos seguintes, com a introdução de partes mais melódicas e mais técnica, mas “Kill ‘Em All” foi o álbum que apresentou uma vertente nova do heavy metal para o mundo.

Para celebrar o grande disco, o Roque Reverso descolou clipes no YouTube. Fique com vídeos super amadores de shows da banda em 1983, tocando “No Remorse”, “Seek & Destroy” e “Hit the Lights”, estes dois últimos ainda com Dave Mustaine.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias