Posts Tagged ‘Adoniran Barbosa

25
jan
13

A falta que faz o Ira! num 25 de janeiro

Já escrevemos aqui no Roque Reverso, também num dia 25 de janeiro, sobre a importância incontestável de São Paulo na cena brasileira para o estilo que é a razão da existência deste veículo informativo. E se, para muitos, a capital paulista é a mais rock n’ roll do País, para outra quantidade nada desprezível, o Ira! é o grupo que pode ser considerado com a maior identificação com a cidade; aquele com a cara desta gigante metrópole.

Nesta data tão especial para os paulistanos, na qual os sentimentos positivos sobre a cidade são resgatados, fica ainda mais clara a falta que faz esta banda que encerrou as atividades em 2007.

No Facebook e nas demais redes sociais, fotos e vídeos sobre São Paulo são postados pelos usuários, que tentam, de alguma forma, demonstrar seu amor por uma cidade que vinha sendo muito mal cuidada pela gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, que não deixa saudades. Quando o assunto é o fundo musical para acompanhar as fotos, é claro que há os tradicionais sambas clássicos de Adoniran Barbosa, talvez o maior símbolo do cancioneiro paulistano. Mas, se o som escolhido é o rock, o Ira! tem tudo a ver com a metrópole.

Os mais entendidos podem até lembrar que o 365, digníssimo grupo que sempre exaltou a capital paulista das maneiras mais intensas, é uma banda que pode ser considerada a mais paulistana do rock. Outros vão também lembrar dos Titãs, que é o grupo de maior sucesso comercial da cidade. Ou dos Mutantes, praticamente um precursor do rock na cidade e no País.

As opiniões realmente não pode ser totalmente descartadas. Mas o Ira! é um conjunto musical que conseguiu fazer com que as músicas com a cara de São Paulo fossem idolatradas por gente que até não curte o município, fato muito comum em muitos locais do Brasil, que classificam paulistas e paulistanos como “prepotentes” e “metidos”.

Do sotaque marcante do vocalista Nasi e dos vocais de fundo super paulistanos do grande guitarrista Edgard Scandurra até as letras e atitudes que o grupo produziu na extensa carreira iniciada em 1981, tudo tem cheiro de São Paulo e faz com que seja uma missão difícil desvincular a banda da metrópole.

“Envelheço na Cidade”, “Longe de Tudo”, “Vitrine Viva”, “Nas Ruas”, “Gritos na Multidão”, “Pobre Paulista”, “Pegue essa Arma”, “Manhãs de Domingo”, “Tarde Vazia”, “É Assim que me Querem”, “Vou me Encontrar” são só alguns dos exemplos de canções que trazem ingredientes que retratam o que há de bom e ruim em São Paulo. Músicas com cara de uma cidade com qualidades e defeitos que sempre se reinventa e surpreende, apesar do descrédito dos mais implicantes.

Quem gosta do Ira! hoje está orfão do som da banda, já que, para imensa tristeza dos fãs, os componentes brigaram feio e não há o menor sinal de que haverá um retorno. O núcleo principal do grupo, representado por Nasi e Scandurra, foi justamente o setor da banda que implodiu em 2007 por razões que vão desde alguns excessos do vocalista até o desgaste natural de uma convivência de quase 30 anos.

Nasi sempre teve um comportamento explosivo, mas verdadeiro, e tem sua legião de fãs justamente por isso. Scandurra é mais na dele e sempre foi o mais criativo dos quatro. O baixista Ricardo Gaspa é um dos melhores do Brasil e o batera André Jung também é citado por vários músicos como um grande conhecedor do instrumento.

Recentemente, em diversas entrevistas, Nasi lavou roupa suja em público e acabou expondo até detalhes da vida pessoal e amorosa dele e de Edgard Scandurra, o que deixou o guitarrista ainda mais emputecido com o comportamento daquele que já foi seu grande companheiro. Com isso, a volta do grupo é algo praticamente impensável e quase impossível.

Enquanto os fãs sonham com a volta do Ira! e a lacuna do grupo no cenário nacional não é preenchida, o jeito é reviver grandes momentos desta banda com vídeos no YouTube. Aproveitando o aniversário de São Paulo como fundo, o Roque Reverso descolou três clipes da banda. Fique no começo com o mais clássico, “Envelheço na Cidade”. Depois, veja o vídeo de “É Assim que me Querem”. Para fechar, é claro, “Pobre Paulista”, na versão ao vivo.

14
maio
10

SP se prepara para a Virada Cultural 2010; veja o mapa e informações do evento

A capital paulista se prepara para a Virada Cultural de 2010, que reunirá, entre amanhã à noite e domingo, uma série de atrações ligadas à música, teatro, dança, cinema, entre outras manifestações artísticas. O Roque Reverso já cantou a bola há alguns dias que, pelo lado do rock, a maior atração será o Living Colour, que se apresentará no palco da Praça Júlio Prestes, bem próximo da Sala São Paulo, às 3 horas, na madrugada de sábado para domingo.

Também já informamos que o palco da Praça Júlio Prestes é marcado pela diversidade, já que vai reunir, além do Living Colour, representantes de outros estilos musicais, como as cantoras Zélia Duncan e Céu, o músico Toquinho e até coisas como o ABBA The Show — banda que faz covers do ultrabrega grupo sueco.

Para quem quer ver só rock mesmo, o palco escolhido é o da Avenida São João. Lá, deverão se apresentar a banda de hard rock L.A. Guns; o Grand Mothers Re:Invented, que reúne membros da banda Mothers of Invention, do lendário Frank Zappa; o Krisiun; a banda Velhas Virgens homenageando o ícone do samba paulistano Adoniran Barbosa; a cantora Pitty; os Raimundos; Titãs e Arnaldo Antunes, entre outros.

Fora do rock, há atrações bem legais, como o multiinstrumentista Hermeto Pascoal, no palco do Vale do Anhangabaú; um palco só para o reggae na Alameda Barão de Limeira; o Baile do Simonal, liderado por Wilson Simoninha e Max de Castro, na Praça da República; e o cantor Arrigo Barnabé cantando Lupicínio Rodrigues, no palco do Largo do Arouche; entre outros.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) prepara operação especial para monitorar o trânsito na região central da cidade para a realização da Virada.

Para garantir a segurança e a fluidez do tráfego, bem como o acesso do público ao evento, a CET contará com 290 operadores de tráfego, e utilizará 750 cavaletes, 60 super cones, 50 faixas e 40 banners de orientação. No sábado, a partir das 17 horas, serão feitos os bloqueios para o evento. Serão cinco, todos na região central, que ficarão fechados até a madrugada do domingo.

A CET recomenda que as pessoas utilizem o transporte público para chegar ao evento. Ônibus e metrô estarão funcionando em horários especiais. Para esclarecimento de dúvidas de trânsito, ligar 1188 – Fale com a CET. O serviço atende 24 horas por dia para informações sobre trânsito, ocorrências, remoções, reclamações e sugestões.

Quanto ao transporte público, neste ano, a São Paulo Transporte (SPTrans) criou uma linha especial de ônibus para facilitar o deslocamento daqueles que querem aproveitar as atividades oferecidas pela Virada Cultural. A linha circular 2001/10 Terminal Bandeira/Terminal  Princesa Isabel, Amaral Gurgel e Parque D. Pedro II, vai operar ininterruptamente das 16 horas do sábado, dia 15 de maio, até as 24 horas do domingo, dia 16.

Segundo os organizadores da Virada, o circuito foi definido de modo a passar pelos pontos onde há concentração de atividades e espetáculos. A linha conta com 6 ônibus, todos acessíveis, que farão partidas a cada 10 minutos.

Mais notícias da Virada Cultural 2010, poderão ser acompanhadas aqui. Já a programação completa pode ser vista aqui. O Roque Reverso, que tem como meta principal assistir ao show do Living Colour, também descolou para seus leitores o mapa do evento. Bom divertimento!!!

Clique para ampliar

Clique para ampliar




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias