Arquivo para julho \31\-02:00 2013

31
jul
13

The Offspring fará show em SP no dia 15 de setembro; ingresso de pista comum sai por R$ 220

O grupo norte-americano The Offspring se apresentará em São Paulo no dia 15 de setembro, um dia depois de participar do Rock in Rio 2013 no Palco Sunset. A banda veterana de punk rock tocará no Credicard Hall.

Os ingressos para o show têm os seguintes valores por setor: Pista Comum (R$ 220,00); Pista Premium (R$ 450,00); Camarote 1 (R$ 500,00); Camarote 2 (R$ 450,00); Plateia Superior 1 (R$ 180,00); Plateia Superior 2 (R$ 160,00); Plateia Superior 3 (R$ 140,00); e Plateia Superior com Visão Parcial (R$ 90,00).

Clientes dos cartões Citi, Credicard e Diners contarão com a pré-venda exclusiva entre os dias 1º e 7 de agosto. O público em geral poderá adquirir as entradas a partir do dia 8 de agosto.

Os ingressos estarão disponíveis na bilheteria do Credicard Hall, único local que não cobra taxa de conveniência.

As outras opções são a internet, no site da Tickets For Fun; pelo telefone 4003-5588; e demais pontos de venda em todo o País.

No Rock in Rio, todos os ingressos já estão esgotados há um bom tempo. O Offspring está no palco secundário, onde também haverá uma homenagem a Raul Seixas feita pela banda Detonautas, Zeca Baleiro e Zélia Duncan.

No mesmo local da capital fluminense, também se apresentarão  Marky Ramone e Michael Graves, além de B Negão e o grupo Autoramas. No Palco Principal, estarão os grupos Muse, Florence and The Machine, Thirty Seconds To Mars e o Capital Inicial.

Para comemorar a volta da banda The Offspring a São Paulo, o Roque Reverso descolou um clipe clássico da banda no YouTube. Fique abaixo com “Self Esteem”:

30
jul
13

Ingressos para show de Bruce Springsteen em SP têm o valor de R$ 260 a R$ 540

Bruce Springsteen é mais uma das atrações do Rock in Rio que dará uma esticada até São Paulo. O cantor norte-americano fará show único,  com a The E Street Band, no Espaço das Américas, no dia 18 de setembro.

Os ingressos, que podem ser comprados no site www.livepass.com.br, saem por R$ 260,00 para a Pista Comum. Para a Pista Premium, as entradas estão sendo vendidas por R$ 540,00 e, para o Mezanino, por R$ 480,00. O início das vendas acontece no dia 31 de julho.

No Rock in Rio, onde todos os ingressos estão esgotados, Springsteen tocará no dia 21 de setembro no Palco Principal. Além dele, o guitarrista John Mayer, o cantor Phillip Phillips e o grupo brasileiro Skank são as atrações.

O retorno de Springsteen a São Paulo acontecerá após 25 anos de ausência na cidade. Em 1988, ele se apresentou no Estádio do Palmeiras.

Com cerca de 25 álbuns lançados em sua carreira, o primeiro em 1973, o cantor já vendeu mais de 120 milhões de álbuns em todo o mundo. Tem um disco – “Born To Run” (de 1975) – na relação dos 200 álbuns definitivos do Rock and Roll Hall of Fame e já recebeu prêmios importantes como o Grammy (20 vezes), o American Music Awards (quatro vezes) e até um Oscar, o prêmio máximo do cinema, pela canção “Streets of Philadelphia”, em 1994.

Para comemorar a volta de Springsteen à capital paulista, o Roque Reverso descolou exatamente o clipe do cantor que venceu o Oscar.

29
jul
13

Alice in Chains fará show em SP no dia 26 de setembro

Alice in Chains - SPO Alice in Chains se apresentará em São Paulo no dia 26 de setembro. Conforme a produtora XYZ Live, a banda norte-americana de Seattle tocará no Espaço das Américas.

A venda dos ingressos começará no dia 7 de agosto pelo site www.livepass.com.br. Os valores das entradas, contudo, não foram divulgados.

O show do Alice in Chains na capital paulista acontecerá poucos dias depois de a banda se apresentar no Rock in Rio. Os músicos de Seattle estarão no festival no dia 19, no palco principal, ao lado do Metallica, do Ghost e do Sepultura com o grupo Tambours Du Bronx.

Os norte-americanos estiveram pela última vez no Brasil em 2011 no SWU Festival, Mesmo com a chuva que aumentou justamente no show da banda, a apresentação foi excelente.

Nas apresentações do Rock in Rio e do Espaço das Américas, o público brasileiro poderá ter a oportunidade de ouvir os grandes hits da carreira da banda e também as músicas do mais recente CD do grupo, “The Devil Put Dinosaurs Here”, lançado em maio deste ano.

Aqui no Roque Reverso, os leitores já assistiram a dois clipes do novo trabalho: das músicas “Hollow” e “Stone”.

Fica abaixo com o mais recente Lyric Video divulgado pelo grupo, da música “Voices”:

28
jul
13

Dr. Sin lança clipe da música ‘Lady Lust’

A banda brasileira Dr. Sin lançou no dia 22 de julho o videoclipe da música “Lady Lust”, que pertence ao mais recente disco do grupo, “Animal”, de 2011. O clipe foi gravado no HSBC Brasil, durante show realizado no último dia 13 de julho.

A direção é de Plinio Scambora.

O grupo, que é um dos melhores do País, continua levando com dignidade a bandeira do hard rock, mesmo sem o reconhecimento que deveria ter da grande mídia.

O Dr. Sin é uma das atrações do Rock in Rio 2013, que acontecerá na capital fluminense nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro.

A banda tocará no dia 19 de setembro no Palco Sunset, espaço conhecido por promover encontros inusitados e considerado o palco secundário do festival. No caso do show do Dr. Sin, o encontro será com a banda República e com o norte-americano Roy Z.

Importante lembrar que, no mesmo dia, no Palco Mundo, que é o principal, a programação traz o Metallica como atração maior, além do Alice in Chains, o Ghost e a união do Sepultura com o Tambours Du Bronx.

Veja abaixo o novo clipe do Dr. Sin:

27
jul
13

Set list do show do grupo The Breeders em SP

O grupo norte-americano The Breeders se apresentou em São Paulo no dia 24 de julho no Cine Joia. A banda liderada por Kim Deal, que deixou recentemente o Pixies, trouxe à capital paulista, na 21ª edição do pocket festival Popload Gig,  a turnê comemorativa dos 20 anos do lançamento do disco “Last Splash”.

Na data na qual a cidade teve o dia mais frio em 52 anos, o Cine Joia ficou lotado com 1.300 pessoas. Para muitos, foi uma noite histórica, com o resgate de grandes momentos dos Anos 90.

Mais do que isso, a banda não somente tocou o álbum “Last Splash” na íntegra como presentou o público com um enorme bis.

Dividido em duas partes, ele veio repleto de hits antigos, como “Safari” e “Hellbound”, e ainda contou com covers dos Beatles e do Guided by Voices.

O Roque Reverso descolou no YouTube dois vídeos do show em São Paulo. Fique abaixo com a clássica “Cannonball” e com o hit alternativo “Hellbound”.

Set list

New Year
Cannonball
Invisible Man
No Aloha
Roi
Do You Love Me Now?
Flipside
I Just Wanna Get Along
Mad Lucas
Divine Hammer
SOS
Hag
Saints
Drivin’ on 9
Roi Reprise

Shocker in Gloomtown (Guided by Voices)
Head to toe
Happiness Is a Warm Gun (Beatles)
Safari
Opened
Oh!
Limehouse

Iris
Hellbound

26
jul
13

Mick Jagger faz 70 anos e continua se recusando a envelhecer

Mick Jagger faz 70 anos de idade neste dia 26 de julho de 2013. Vocalista de uma das bandas mais importantes do rock em todos os tempos, o The Rolling Stones, o britânico bota muita gente mais nova do estilo no chinelo com sua inesgotável energia, que pode ser verificada a cada show do grupo.

As inúmeras rugas presentes no rosto de Jagger podem até denunciar a velhice desta lenda do rock, mas quantos senhores de idade capazes de dançar, pular, vibrar com o rock n’ roll você conhece? Quantos continuam cantando com qualidade músicas de uma banda formada há mais de 50 anos?

Na verdade, Mick Jagger é um dos símbolos de uma geração que viveu bem demais a juventude nos Anos 60 e se recusa, de maneira mais do que correta, a se transformar em pessoas velhas sem atividade e entregues à idade avançada.

A vitalidade do vocalista serve, talvez desde que virou quarentão, como exemplo para inúmeras pessoas. Quem viveu a segunda metade do Século XX consegue se lembrar muito bem que, especialmente antes dos Anos 80, a imagem da velhice já chegava pouco depois dos 40 anos.

Quem se atreve a virar um velho sem atividade ou sem vontade de viver com a existência de Mick Jagger?

Como o assunto do Roque Reverso é o bom e velho rock n’ roll, nada melhor do que clipes dos Stones para homenagear o eterno vocalista. E com ele no palco, onde mostra como ninguém a tradicional energia contagiante…

Fique com “Gimme Shelter”, em show realizado em 1997 em St. Louis, no Missouri; “Sympathy For The Devil”, em apresentação feita em Austin, no Texas, em 2006; e, claro, “(I Can’t Get No) Satsfaction”, num vídeo que retratou o histórico show dos Stones na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 2006.

25
jul
13

30 anos do álbum “Kill ‘Em All”, o primeiro do Metallica

Kill 'Em All25 de julho de 2013 marca uma data de grande importância para rock. Há 30 anos, o Metallica lançava o seu primeiro álbum, o ótimo  “Kill ‘Em All”, que mudou o heavy metal e trouxe para os fãs uma nova vertente mais agressiva e rápida do estilo: o thrash metal.

Numa época na qual o hard rock e o próprio heavy metal, especialmente nos Estados Unidos, estavam sendo dominados por bandas maquiadas demais e com cabelos mais espalhafatosos do que o normal, quatro caras que ainda tinham o rosto com as espinhas do final da adolescência deram uma verdadeira chacoalhada na cena oitentista.

Suas letras, de maneira diferente da que era vista no cenário do hard rock norte-americano, não focavam mulheres gostosas, carros e festas.

Traziam uma certa revolta adolescente que tinha como base sonora um heavy metal tocado na velocidade da luz, sem deixar uma certa técnica de lado.

Com o  “Kill ‘Em All”, o Metallica trazia para o público uma cena criativa que bombava na Bay Area de São Francisco com uma série de bandas que consolidariam, ao lado do grupo precursor, o thrash metal. Exodus, Testament, Forbidden, Vio-lence e Death Angel foram alguns dos nomes que se beneficiariam daquele disco e que também seriam reconhecidos pela imprensa especializada.

Para concretizar a gravação do disco, porém, nada foi tão fácil para a banda. Numa época na qual a internet não existia, tudo era menos prático do que os dias de hoje.

A própria criação do grupo foi inusitada para os padrões de hoje, já que, ainda em Los Angeles, em 1981, James Hetfield respondeu a um anúncio que o baterista dinamarquês Lars Ulrich havia colocado no jornal local. Lars queria formar uma banda, colocando em prática suas influências, entre elas o Deep Purple, o Iron Maiden e o Diamond Head. James, que, além do metal, também tinha influência musical vinda do punk, juntou-se então ao cara que seria seu companheiro de grupo até os dias de hoje.

Pouco mais tarde, outro anúncio de jornal recrutou outro guitarrista: nada menos que Dave Mustaine, que possuía um equipamento invejável para a época e tinha um conhecimento musical também nada desprezível. Para o baixo, Ron McGovney foi o escolhido, mas não ficaria muito tempo.

Tudo porque, após gravarem uma fita demo denominada “No Life ´Til Leather” e fazer certo sucesso na cena underground, Ulrich e Hetfield assistiram, em 1982, a um show da banda Trauma, que contava com um baixista que os impressionou absurdamente: simplesmente o grande Cliff Burton.

Engajados na aquisição de Burton, Hetfield, Lars e Mustaine descartam McGovney e seguiram as exigências do talentoso baixista, que fez todos se mudarem para São Francisco.

Com alguns shows e encrencas arranjadas por Mustaine, que bebia além do suportável, Lars e Hetfield tomaram a decisão de mandar embora aquele que pouco mais tarde fundaria nada menos que o Megadeth, outro gigante do thrash. Para o lugar do guitarrista, Kirk Hammett, do Exodus, foi recrutado e a formação definitiva para a gravação do álbum foi consolidada.

Ajudados pelo promotor Johnny “Z” Zazula, que viu talento no grupo e decidiu montar a própria gravadora, a Megaforce Records, os músicos finalmente lançaram o  “Kill ‘Em All”. A ideia de nome inicial era “Metal Up Your Ass”, mas houve um consenso de que tal título era “um pouco” ofensivo demais.

Para quem gosta de thrash metal, é impossível achar alguma música ruim no disco. “Hit the Lights”, The Four Horsemen, “Motorbreath” e “Jump in the Fire” são verdadeiros petardos sonoros que fazem tudo tremer. A pérola instrumental “(Anesthesia) Pulling Teeth” traz o baixo de Cliff Burton num dos maiores momentos do músico e é apenas um momento de menor intensidade até a chegada de “Whiplash”, que fechava o então Lado A com a agressividade de poucas canções.

O Lado B não deixa o peso e a velocidade caírem. “Phantom Lord” e “No Remorse” obrigam a cabeça a se movimentar intensamente. “Seek & Destroy” é um ultraclássico do thrash e a última, “Metal Militia”, era uma mensagem para os desavisados de que o Metallica estava chegando para ficar, e por um longo tempo, no cenário musical.

A banda sempre mudaria nos discos seguintes, com a introdução de partes mais melódicas e mais técnica, mas “Kill ‘Em All” foi o álbum que apresentou uma vertente nova do heavy metal para o mundo.

Para celebrar o grande disco, o Roque Reverso descolou clipes no YouTube. Fique com vídeos super amadores de shows da banda em 1983, tocando “No Remorse”, “Seek & Destroy” e “Hit the Lights”, estes dois últimos ainda com Dave Mustaine.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

julho 2013
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias