Arquivo para 20 de novembro de 2011

20
nov
11

Primus deu show de virtuosismo no SWU e conquistou novos fãs

O Primus se apresentou na terceira e última noite do SWU Music & Arts de 2011. Num dia recheado de atrações bastante conhecidas do rock pesado e de grupos que estouraram nos anos 90, coube à banda liderada pelo excelente baixista Les Claypool o papel de representante do rock virtuose e diferente do que foi visto nos palcos principais do festival realizado em Paulínia.

Com técnica incrível, especialmente de seu líder, que também é o vocalista, o grupo conseguiu conquistar novos fãs na sua primeira passagem pelo Brasil, depois de mais de 25 anos de espera do público mais antigo conhecedor do trabalho da banda desde seu início, em 1984.

Tal qual o observado nos shows de outros nomes fortes do dia, como o Down e o Megadeth, o Primus foi obrigado a fazer uma apresentação bastante curta, de cerca de 1 hora. O grupo norte-americano tocou músicas de vários períodos da carreira, mas, justamente por causa do tempo escasso, alguns sucessos que o público estava ansioso para ver ficaram de fora.

A ausência mais sentida da noite foi “Tommy the Cat”, do álbum “Sailing The Seas of Cheese”, de 1991. Grande hit dos bons tempos da MTV, infelizmente vai ficar para uma outra oportunidade, que poderia ser aproveitada pelas empresas produtoras, já que a banda tem um público específico capaz de encher uma casa média de shows de São Paulo, por exemplo.

Se “Tommy the Cat” não foi executada, foi com uma música do mesmo álbum que o Primus iniciou sua apresentação: “Those Damned Blue-Collar Tweekers”. Les Claypool nunca foi um grande vocalista, mas seu talento no baixo é a marca principal da banda e vale cada centavo gasto em seus discos e shows.

Ao lado de seu fiel e eterno escudeiro, o guitarrista Larry LaLonde, Claypool consegue tirar sons pouco convencionais, mas longe de ser considerado algo “chato”. Completa a banda atualmente o baterista Jay Lane, que não é da formação original, mas que mostrou qualidade nas baquetas.

Na sequência do show, o Primus desfilou várias de suas músicas complexas: “Pudding Time”, “Prelude to a Crawl”, “Eyes of the Squirrel”, “Wynona’s Big Brown Beaver”, “Jilly’s on Smack”, “Over The Falls” e “Lee Van Cleef”.

Na parte final da apresentação, espaço reservado para três grandes sucessos, que bombaram nos programas alternativos da MTV da década de 90 para cá. Primeiro, o maior hit da banda: “Jerry Was A Race Car Driver”, que colocou a galera para pular. Depois, “My Name Is Mud” e para fechar, “John the Fisherman”, que trouxe mais uma aula de baixo de Claypool.

O Roque Reverso descolou no YouTube um vídeos que traz “Jerry Was A Race Car Driver” e “My Name is Mud” e outro que traz “John the Fisherman”. Se preferir, vá ao último vídeo, que traz simplesmente a apresentação do SWU na íntegra.

Set list

Those Damned Blue-Collar Tweekers
Pudding Time
Prelude to a Crawl
Eyes of the Squirrel
Wynona’s Big Brown Beaver
Jilly’s on Smack
Over The Falls
Lee Van Cleef
Jerry Was A Race Car Driver
My Name Is Mud
John the Fisherman



Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

novembro 2011
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias