Posts Tagged ‘The Smiths

23
out
17

Morrissey libera clipe de ‘Spent The Day In Bed’, primeira amostra do novo álbum

Morrissey - Reprodução da capa do disco "Low In High School"Morrissey está com clipe novo. A música escolhida é “Spent The Day In Bed”, o primeiro single do novo álbum que o ex-vocalista dos Smiths lançará no último bimestre de 2017.

O clipe, que traz Morrissey sentado numa cadeira de rodas, chegou ao YouTube no dia 17 de outubro.

“Low in High School” é nome do novo trabalho, que será lançado no dia 17 de novembro.

O disco, cuja capa pode ser conferida ao lado, será o 11º de estúdio do músico britânico.

“Low in High School” sucederá “World Peace Is None of Your Business”, que foi lançado em 2014 e agradou público e crítica.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

Anúncios
22
ago
17

Morrissey anuncia o novo álbum ‘Low in High School’, que será lançado em novembro

Morrissey - Foto: DivulgaçãoMorrissey anunciou nesta terça-feira, 22 de agosto, o seu mais novo álbum. “Low in High School” é nome do novo trabalho, que será lançado no dia 17 de novembro.

O disco será o 11º de estúdio do ex-vocalista dos Smiths e sucederá “World Peace Is None of Your Business”, que foi lançado em 2014 e agradou público e crítica.

“Low in High School” contará com produção de Joe Chiccarelli, que já trabalhou em álbum com Frank Zappa e que ganhou o prêmio Grammy  pela colaboração nos discos do The White Stripes e do The Raconteurs.

Nesta mesma terça-feira, Morrissey informou que se apresentará no Hollywood Bowl, na cidade norte-americana de Los Angeles, em 10 de novembro, quando terá como convidado de abertura ninguém menos que Billy Idol.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

16
jun
16

30 anos do disco ‘The Queen Is Dead’, clássico dos Smiths e do rock n’ roll

"The Queen ins Dead" - Reprodução da capa2016 marca o aniversário de 30 anos de álbuns importantes e o mês de junho reservou datas próximas de dois destacados discos. O primeiro é “Invisible Touch”, do Genesis, que completou três décadas no dia 9 e contou com resenha aqui no Roque Reverso. O segundo é nada menos que “The Queen Is Dead”, dos Smiths, considerado não apenas um clássico da banda britânica como de todo o rock n’ roll.

Lançado no dia 16 de junho de 1986, o álbum traz o Smiths no seu grande momento. Se, por um lado, há o vocalista Morrissey em grande performance na interpretação das músicas e na elaboração da letras, por outro, a guitarra de Johnny Marr aparece com a representação de riffs de alguns dos hits que mais embalaram a juventude dos Anos 80 na efervescência daquela época.

Em 1986, o The Smiths já era uma banda elogiada ao extremo pela crítica especializada. Já havia lançado os discos de estúdio “The Smiths”, de 1984, e “Meat Is Murder”, de 1985, além da ótima coletânea “Hatful of Hollow”, de 1984, que trazia canções de estúdio e versões alternativas de músicas gravadas em programas da Rádio 1 da BBC.

Era um conjunto musical com o hábito de lançamento de inúmeros singles que estouravam. Com a dupla Morrissey e Marr, o grupo já havia despejado uma penca de hits que arrastaram uma imensidão de fãs pelo mundo afora.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

24
nov
15

Bom show de Morrissey em SP deixou hits dos Smiths de lado e foi presente a verdadeiro fã do cantor

Morrissey em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/MRossiMorrissey se apresentou no Citibank Hall no sábado, dia 21 de novembro, em São Paulo, e fez um show de qualidade. A despeito de deixar de lado grandes hits históricos de seu antigo grupo The Smiths, o cantor britânico mostrou que continua esbanjando qualidade nos vocais. Para um ótimo público na casa de shows paulistana, ele presentou o verdadeiro fã de sua carreira solo.

A apresentação no Citibank Hall foi a segunda em solo paulistano na mesma semana, já que ele havia feito um show mais intimista no Teatro Renault, na terça-feira, 17 de novembro.

Enquanto o Citibank foi reservado pelos organizadores para uma capacidade de 7.064 pessoas, o teatro foi escolhido pela produção para um evento com 1.565 lugares.

Com o retorno ao Brasil, com apresentações previstas também no Rio de Janeiro e Brasília nesta turnê, o eterno vocalista dos Smiths saldou uma dívida com o País, já que havia cancelado uma tour por aqui em 2013 por causa de problemas de saúde. Após o lançamento de seu mais recente disco, o bom “World Peace Is None of Your Business”, Morrissey deixou uma legião de fãs preocupada com a revelação do diagnóstico de um câncer.

Recuperado, ele mostrou que ainda tem condições de cantar dignamente. Com sua já conhecida e elogiada banda, deixou claro que não precisa se aproveitar do passado dos Smiths para conduzir sua carreira.

O show

A apresentação estava agendada para começar às 22 horas, mas Morrissey começou a tocar apenas às 22h30. Não houve atraso do britânico, apenas a meia hora de diferença foi usada pelo músico como uma espécie de preparativo, com um longo vídeo num telão central improvisado que ficava à frente do palco. Na película, vários artistas, muitos deles com influência na formação musical do cantor.

O recurso já havia sido adotado na turnê de 2012 pela América do Sul, quando o Roque Reverso não fez a cobertura do show em São Paulo, mas teve o prazer de estar presente na apresentação que Morrissey fez em Buenos Aires, na Argentina.

Ramones, Tina e Ike Turner e o The New York Dolls foram só alguns dos astros que apareceram no telão. Foi nítida, entretanto, a falta de paciência do público com o tempo de duração do vídeo no Citibank Hall, até com certa razão, pois realmente foi cansativo.

Passado o longo vídeo, foi a vez de Morrissey iniciar a apresentação com nada menos que “Suedehead”, de seu primeiro álbum solo, “Viva Hate”, de 1988. Com a exceção da quantidade inacreditável de smartphones que tentavam captar este início do show, a execução da música foi perfeita.

A despeito dos aparelhos de telefone móvel até atrapalharem a visão de alguns, foi simplesmente emocionante para os fãs das antigas, que devem ter lembrado das boas baladas que embalaram os Anos 80. Vale lembrar que, na turnê de 2012, o cantor não havia incluído esta música obrigatória no set list das apresentações feitas em São Paulo, no Rio e em Belo Horizonte, tampouco em Buenos Aires.

Antes de cantar, Morrissey já havia dito que “seria do público” naquela noite. E foi realmente isso que aconteceu. Decepções à parte de quem queria ver um show dos Smiths, não há dúvida que o artista se entregou ao seus fãs com uma boa apresentação.

Vale destacar que os telões laterais do Citibank Hall não foram usados, o que chegou a gerar algumas reclamações de quem estava na Pista Comum.

“Alma Matters”, do álbum “Maladjusted”, de 1997, manteve o ambiente animado, assim como “You Have Killed Me”, do disco “Ringleader of the Tormentors”, de 2006. Note que, nas três músicas iniciais, Morrissey deu um salto de praticamente três décadas e, com isso, satisfez os fãs de diversas idades presentes. Havia um grupo maior de pessoas que viveram os Anos 80 e 90 no Citibank Hall, mas não eram poucas as pessoas com pouco mais de 20 anos de idade que estavam na casa paulistana, o que indica que o público do astro inglês está também se renovando.

Do disco mais recente, “World Peace Is None of Your Business”, foram apresentadas ao vivo pela primeira vez no Brasil a faixa-título e as músicas “Staircase at the University”, “Istanbul”, “One of Our Own”, “The Bullfighter Dies”, “I’m Not a Man”, “Smiler With Knife”, “Kick the Bride Down the Aisle” e “Kiss Me a Lot”. Nada mal para quem queria promover o disco.

“Kiss Me a Lot”, por sinal, é daquelas que o fã sai assobiando do show e, se não tomar cuidado, fica com a música na cabeça a semana inteira.

Morrissey em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/MRossiMorrissey em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/MRossiMorrissey em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/MRossiMorrissey em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/MRossi

O detalhe é que tinha muita gente no show que queria muito ver os hits grandiosos dos Smiths. No show do Teatro Renault, Morrissey chegou a tocar algumas poucas pérolas, como “This Charming Man” e “How Soon Is Now?”. Mas, no Citibank Hall, nada de grandes clássicos da antiga banda.

Três dias depois do show, o debate que começou durante o show entre quem queria ouvir Smiths e quem aceitou a postura de Morrissey no sábado continuava nas redes sociais de fãs do artista. No fundo, os dois lados têm certa razão, pois não há como negar que o cantor ganhou exposição com a clássica banda dos Anos 80, mas também, em contrapartida, não pode ser refém de seu passado.

Da banda britânica, foram três no Citibank Hall: “Meat Is Murder”, “What She Said” e “The Queen Is Dead”.

Em “Meat is Murder”, Morrissey manteve a tradição de seu discurso contra a carne de animais sacrificados para alimentar o homem. No telão, várias imagens fortes de aves, bovinos, suínos e outros bichos sendo mortos realmente com o intuito de chocar a plateia.

Não bastasse tudo isso, letras garrafais no mesmo telão foram expostas com a mensagem: “Qual é a sua desculpa agora? Carne é assassinato.”

Em “What She Said”, talvez, sem várias pessoas perceberem, Morrissey pode ter dado o grande presente do Smiths da noite. A música do disco “Meat Is Murder” chegou a surpreender alguns por não ser algo constante em passagens anteriores do músico pelo Brasil.

“The Queen Is Dead” foi a última música do show já no bis e serve para aumentar a contagem. Mas que não seria nada mal cantar, por exemplo, “There Is A Light That Never Goes Out” ou “How Soon Is Now?”, que estiveram no set lista da turnê anterior, isso é totalmente verdade.

Durante a apresentação, não faltou a também obrigatória “Everyday Is Like Sunday”, que contou com uma roupagem um pouco diferente. O cantor inglês também não deixou de lembrar os ataques terroristas em Paris, já que, também no bis, com “I’m Throwing My Arms Around Paris”, a bandeira da França foi estampada no telão central.

Na música final, “The Queen Is Dead”, Morrissey levantou um bandeira brasileira que pegou da plateia e também chegou a tirar sua camisa, para gritos gerais do público.

Muitos podem até ter ficado decepcionados com a ausência de algo mais relevante dos Smiths. O público, no entanto, não pode reclamar de falta de qualidade e dedicação da banda. Mais do que isso, pode ter visto o último show de Morrissey em terras brasileiras, já que o cantor vive dizendo que sua saúde já não é a mesma para aguentar longas turnês.

Para relembrar o show de Morrissey em SP, o Roque Reverso descolou alguns vídeos do YouTube. Fique inicialmente com o de “Suedehead”. Depois veja os de “Alma Matters”, “Everyday Is Like Sunday” e “Kiss Me a Lot”. Para fechar, veja o de “What She Said”, filmado por nós.

Set list

Suedehead
Alma Matters
You Have Killed Me
Speedway
Ganglord
Staircase at the University
Istanbul
World Peace Is None of Your Business
One of Our Own
The Bullfighter Dies
You’ll Be Gone (Elvis Presley)
I’m Not a Man
Yes, I Am Blind
Meat Is Murder
Everyday Is Like Sunday
Smiler with Knife
Kick the Bride Down the Aisle
Kiss Me a Lot
Jack the Ripper
What She Said

I’m Throwing My Arms Around Paris
The Queen Is Dead

04
nov
15

Show do Morrissey no Rio tem data antecipada: do dia 25 para o dia 24 de novembro

Morrissey no Rio - Cartaz de DivulgaçãoMudança de data no show que Morrissey fará no Rio de Janeiro no fim de novembro. Segundo a produtora Time For Fun, a apresentação no Metropolitan (antigo Citibank Hall) será no dia 24 de novembro, um dia antes da data confirmada inicialmente.

De acordo com a Time For Fun, a alteração foi motivada por um “conflito de agenda” da casa de shows. O horário da apresentação continua o mesmo, às 21h30.

A produtora informo que aqueles que já adquiriram ingresso para a apresentação poderão utilizá-los normalmente, sem necessidade de troca. Quem não puder comparecer na nova data poderá solicitar reembolso até o próximo dia 10 de novembro. Para mais informações, o telefone da central de atendimento da produtora é o (11) 4003-5588.

Para o show no Rio de Janeiro, os valores das entradas inteiras por setor são as seguintes: Pista Premium (R$ 520,00); Pista Comum (R$ 260,00), Camarote (R$ 600,00) e Poltrona (R$ 350,00).

A bilheteria oficial é a do próprio Metropolitan, que terá capacidade para 8.432 pessoas no dia do evento.

Pela internet, é possível comprar os ingressos pelo site www.ticketsforfun.com.br ou pelos pontos de venda espalhados pelo Brasil.

Além de voltar à capital fluminense, o eterno líder do grupo The Smiths se apresentará em outras duas capitais. Em São Paulo, fará show em dois locais: no dia 17 de novembro, no Teatro Renault, com capacidade para 1.565 lugares e num show mais intimista; e no dia 21, no Citibank Hall, com capacidade para 7.064 pessoas num esquema mais tradicional. Em Brasília, fará show no Net Live, com capacidade para 6.000 pessoas, no dia 29 de novembro.

Para o show do Teatro Renault em São Paulo, as entradas inteiras para o Setor Premium custam nada menos que R$ 600,00. Para o Setor Vip, saem por R$ 580,00. Há ainda as opções de Camarote (R$ 620,00), Camarote ZZ e Plateia A (R$ 510,00), Plateia B (R$ 450,00), Balcão A (R$ 350,00), Balcão B (R$ 250,00), Balcão Visão Parcial (R$ 140,00) e Setor Vip Visão Parcial (R$ 200,00).

A bilheteria oficial (sem taxa de conveniência) é a do próprio teatro. Pela internet, é possível comprar os ingressos pelo site www.ticketsforfun.com.br ou pelos pontos de venda espalhados pelo Brasil.

Quanto à apresentação de Morrissey no Citibank Hall paulistano, os valores de ingressos inteiros por setor são os seguintes: Pista Premium (R$ 580,00); Pista Comum (R$ 270,00); Camarote I (R$ 600,00); Camarote II (R$ 550,00); Plateia Superior I (R$ 220,00); Plateia Superior II (R$ 200,00); Plateia Superior III (R$ 180,00); e Plateia Superior com Visão Parcial (R$ 100,00).

A bilheteria oficial é a do próprio local do show e há as opções de venda nos canais da Tickets For Fun já mencionados.

Em relação à apresentação em Brasília, os ingressos inteiros para a Pista Premium são os seguintes: R$ 500,00 (1º Lote); R$ 540,00 (2º Lote); e R$ 580,00 (3º Lote). Para a Pista Comum, os valores são estes: R$ 300,00 (1º Lote); R$ 340,00 (2º Lote); e R$ 380,00 (3º Lote).

A bilheteria oficial para o show na capital federal está localizada na Central de Ingressos Brasília Shopping. Há também opções de venda nos canais da Tickets For Fun já mencionados. O público em geral poderá adquirir entradas a partir de 15 de setembro.

03
set
15

Confirmados os shows no Brasil de Morrissey para novembro e de David Gilmour em dezembro

Morrissey e David Gilmour - Reprodução de Fotos de DivulgaçãoOs rumores eram cada vez mais fortes nos diversos canais de comunicação e, nesta quinta-feira, dia 3 de setembro, foi confirmada uma invasão musical britânica de peso ao Brasil no último bimestre de 2015. Primeiro, foi a vez de Morrissey, por meio da produtora Time For Fun, ratificar a passagem pelo País, em novembro, em três capitais: São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Horas depois, foi a vez de David Gilmour, por meio de sua conta oficial no Facebook, anunciar shows na capital paulista, em Curitiba e Porto Alegre no mês de dezembro.

O eterno vocalista do grupo The Smiths se apresentará em São Paulo em dois locais: no dia 17 de novembro, no Teatro Renault, com capacidade para 1.565 lugares e num show mais intimista; e no dia 21, no Citibank Hall, com capacidade para 7.064 pessoas num esquema mais tradicional. No Rio de Janeiro, Morrissey terá apresentações no Citibank de lá, que tem capacidade para 8.432 pessoas, no dia 25 de novembro [mudou]. Em Brasília, fará show no Net Live, com capacidade para 6.000 pessoas, no dia 29 de novembro.

O lendário guitarrista e vocalista do Pink Floyd, que lançará álbum novo ainda em setembro, vai se apresentar em São Paulo, no dia 12 de dezembro, no Allianz Parque, nova arena do Palmeiras. Em Curitiba, tocará no dia 14 na Pedreira Paulo Leminski. Em Porto Alegre, fará show no dia 16 na Arena Grêmio. Os preços e locais de venda de ingressos para as inéditas apresentações de Gilmour no Brasil ainda não foram oficialmente informados, mas serão divulgados pelo Roque Reverso assim que estiverem disponíveis.

Quanto aos shows de Morrissey, que cancelou apresentações na América Latina em 2013 por motivos de saúde, a Time For Fun já anunciou os preços dos ingressos. Se, por um lado, é para se comemorar a enxurrada de shows que o Brasil continua recebendo mesmo em período de crise econômica, os preços continuam deixando os fãs de cabelo em pé.

Para o show do Teatro Renault em São Paulo, as entradas inteiras para o Setor Premium custam nada menos que R$ 600,00. Para o Setor Vip, saem por R$ 580,00. Há ainda as opções de Camarote (R$ 620,00), Camarote ZZ e Plateia A (R$ 510,00), Plateia B (R$ 450,00), Balcão A (R$ 350,00), Balcão B (R$ 250,00), Balcão Visão Parcial (R$ 140,00) e Setor Vip Visão Parcial (R$ 200,00).

A bilheteria oficial (sem taxa de conveniência) é a do próprio teatro. Pela internet, é possível comprar os ingressos pelo site www.ticketsforfun.com.br ou pelos pontos de venda espalhados pelo Brasil. O público em geral poderá adquirir entradas a partir de 15 de setembro.

Quanto à apresentação de Morrissey no Citibank Hall paulistano, os valores de ingressos inteiros por setor são os seguintes: Pista Premium (R$ 580,00); Pista Comum (R$ 270,00); Camarote I (R$ 600,00); Camarote II (R$ 550,00); Plateia Superior I (R$ 220,00); Plateia Superior II (R$ 200,00); Plateia Superior III (R$ 180,00); e Plateia Superior com Visão Parcial (R$ 100,00).

A bilheteria oficial é a do próprio local do show e há as opções de venda nos canais da Tickets For Fun já mencionados. O público em geral poderá adquirir entradas a partir de 15 de setembro. Antes, porém, entre 8 e 14 de setembro, clientes dos cartões Citi e Diners Club contarão com pré-venda exclusiva.

Para o show no Rio de Janeiro, os valores das entradas inteiras por setor são as seguintes: Pista Premium (R$ 520,00); Pista Comum (R$ 260,00), Camarote (R$ 600,00) e Poltrona (R$ 350,00). A bilheteria oficial é a do Citibank Hall carioca.

Pela internet, é possível comprar os ingressos pelo site www.ticketsforfun.com.br ou pelos pontos de venda espalhados pelo Brasil. O público em geral poderá adquirir entradas a partir de 15 de setembro. Antes, porém, entre 8 e 14 de setembro, clientes dos cartões Citi e Diners Club contarão com pré-venda exclusiva.

Em relação à apresentação em Brasília, os ingressos inteiros para a Pista Premium são os seguintes: R$ 500,00 (1º Lote); R$ 540,00 (2º Lote); e R$ 580,00 (3º Lote). Para a Pista Comum, os valores são estes: R$ 300,00 (1º Lote); R$ 340,00 (2º Lote); e R$ 380,00 (3º Lote).

A bilheteria oficial para o show na capital federal está localizada na Central de Ingressos Brasília Shopping. Há também opções de venda nos canais da Tickets For Fun já mencionados. O público em geral poderá adquirir entradas a partir de 15 de setembro.

14
jun
15

Virada Cultural de 2015 volta a prestigiar o rock e tem programação caprichada para todos os gostos

Virada Cultural 2015 - Reprodução do LogoDepois de 2014 ficar marcado por algumas críticas da nação roqueira pela quantidade reduzida de representantes do rock n’ roll, a edição de 2015 da Virada Cultural paulistana volta a prestigiar o estilo de uma forma mais parecida com as das temporadas anteriores. Com uma proposta interessante de decentralizar os palcos e locais de eventos, escolhendo pontos mais espalhados da cidade e com uma programação caprichada para todos os gostos, a festa cultural promovida pela Prefeitura de São Paulo promete agitar a cidade entre os dias 20 e 21 de junho.

Mais de 1.500 atrações gratuitas estarão divididas em pontos localizados nos tradicionais espaços centrais da capital paulista, mas também haverá a adição de locais antes esquecidos, como a Avenida Paulista e o Parque Ibirapuera.

Os Sescs e CEUs, além do Centro Cultural São Paulo, também reforçarão os espaços disponíveis. Ainda serão agregados três grandes eventos paralelos à programação: o Festival Cultura Inglesa, que terá como atração principal o ex-guitarrista dos Smiths Johnny Marr; o festival francês Dia da Música; e o Experimenta Portugal.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki, o orçamento da Virada Cultural em 2015 será de R$ 14 milhões. O valor, que inclui gastos com estrutura e cachês, é semelhante ao do evento de 2014, que foi até maior, de R$ 14,4 milhões.

Em relação ao rock, a Virada de 2015 não terá grandes nomes internacionais como em edições anteriores. O evento apostará em várias atrações nacionais, da velha guarda e também da nova safra.

Um palco interessante para o público do rock ficar de olho é o Rio Branco. Será nele que boa parte das atrações do estilo vão se apresentar. Estarão ali, por exemplo, os grupos Cachorro Grande, Dr. Sin, Korzus, Krisiun, Viper, Voodoopriest e o Made in Brazil, além de figuras, como Serguei, Robertinho do Recife e Beto Lee.

Outros nomes do rock pesado também tocarão no Palco Test. Ali, tocarão várias bandas de heavy metal e o fechamento ficará por conta do Test, grupo que ficou famoso por tocar numa perua Kombi na porta das casas de show que recebiam grandes nomes do metal.

Nos Sescs, um grande nome do rock será o Ira! A banda paulistana tocará no Sesc Belenzinho na madrugada do domingo, no horário da 1h30. O Sesc Pinheiros terá no sábado, às 20 horas, um show da banda Cidadão Instigado, além dos Paralamas do Sucesso, às 23 horas do mesmo dia e às 18 horas do domingo. O Sesc Vila Mariana terá, à meia-noite do sábado, o show de André Matos.

O rock não ficará restrito aos shows tradicionais na Virada Cultural. O teatro também será representado com uma importante peça ligada ao estilo: “Rita Lee Mora ao Lado”, estrelado originalmente por Mel Lisboa e que fez bastante sucesso na capital paulista recentemente. A peça será encenada no Palco Princesa Isabel, no horário da 1 da madrugada do domingo.

Para as crianças, o rock estará presente no palco da Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato. Ali, será possível acompanhar um espetáculo com músicas dos Beatles para as crianças.

Vale destacar ainda que outras atrações de fora do rock e da música também deverão despertar a atenção do público. Uma delas será a galinhada do chef Alex Atala, que teve excesso de participantes em 2014 e que foi deslocada em 2015 do Minhocão para a Praça Roosevelt por questões de segurança.

Outra boa sacada da Virada Cultural 2015 é a Bike Tour, um passeio gratuito de ciclistas pelo centro da cidade que sairá do Shopping Light. Estão programadas 11 saídas com dez participantes cada, às 22h30 de sábado, meia-noite, 1h30 do domingo, 3 horas, 4h30, 6 horas, 9 horas, 10h30, 12 horas, 13h30 e 15 horas. É necessário se inscrever previamente pela internet, levar a própria bicicleta e equipamentos de segurança, e chegar com 30 minutos de antecedência.

Aqui neste link, você tem acesso à programação extensa e completa da Virada Cultural de 2015. A Prefeitura de São Paulo demorou para soltar a programação definitiva, mas acabou caprichando na escolha e na montagem da escalação. Fica a torcida para que a organização consiga dar conta do recado e que os vândalos e mal-intencionados de sempre fiquem bem longe da festa.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Este dia 24 de novembro marca o aniversário de 8 anos do Roque Reverso!!! 🎂🍰🥂🍾🎂🍰 Agradecemos a todos os nossos leitores por esta longa caminhada conosco! 😉

Prometemos, como sempre, continuar buscando notícias bacanas do gênero musical que escolhemos como estilo de vida! 👊👊👊 Viva o bom e velho rock n' roll!!! 🤘🤘🤘 ROQUE REVERSO
O site do bom e velho rock and roll
https://roquereverso.com/

Siga no Facebook:
http://tinyurl.com/maq6hhm

Siga no Twitter:
http://twitter.com/RoqueReverso

Siga no YouTube:
https://www.youtube.com/…/UCQ4pi0pxBcfr…

Siga no Instagram:
https://www.instagram.com/roquereverso/

#roquereverso Anthrax em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #anthrax #scottian Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept Accept em São Paulo em novembro de 2017
#roquereverso  #tombrasil  #accept

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 89 outros seguidores

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE