Posts Tagged ‘New Wave of British Heavy Metal

30
jan
16

Def Leppard lança clipe da música ‘Dangerous’ que poderá ser jogado no Guitar Hero Live

Def Leppard - Reprodução do clipe de "Dangerous"O Def Leppard está com um novo clipe. Desta vez, a banda britânica lançou o vídeo da música “Dangerous”, presente no novo álbum “Def Leppard”, que chegou aos fãs no fim de outubro do ano passado.

A direção do clipe é de Frank Gryner. No vídeo, há uma mistura de imagens do grupo num cenário futurista que já havia sido visto no clipe da música “Let’s Go”.

A grande novidade do vídeo de “Dangerous” é que ele foi lançado em primeira mão no dia 27 de janeiro no Guitar Hero Live, novo jogo da Activision. Mais do que ficar restrito ao mundo dos clipes, o vídeo poderá ser jogado, fazendo parte do pano de fundo do tradicional game.

Nessa nova proposta da Activision, há o GHTV, que é um sistema de transmissão contínua de videoclipes. Ali, centenas de vídeos estarão disponíveis, abrangendo todos os diferentes estilos musicais, com novos vídeos sendo continuamente adicionados ao acervo para o jogo.

As músicas “Dangerous” e “Let’s Go” fazem parte do disco “Def Leppard”, que é o 11º disco do grupo. O álbum sucedeu “Songs from the Sparkle Lounge”, de 2008, e representou o rompimento de um grande hiato de 7 anos sem um álbum de inéditas dos músicos.

A produção do novo disco é de Ronan McHugh e da própria banda, que fez parte da geração da New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM) e que consolidou nos EUA nos Anos 80 uma popularidade movida pelo hard rock.

Confira abaixo o novo clipe de “Dangerous” e depois, o vídeo promocional do mesmo clipe no Guitar Hero Live:

30
out
15

Def Leppard lança clipe da faixa ‘Let’s Go’ no dia da chegada do novo álbum

Def Leppard - Foto: DivulgaçãoO Def Leppard lançou nesta sexta-feira, dia 30 de outubro, o clipe da música “Let’s Go”. A liberação do vídeo no YouTube foi feita exatamente no mesmo dia da chegada do novo álbum da banda britânica aos fãs.

O disco “Def Leppard” é o 11º disco do grupo. Sucedeu “Songs from the Sparkle Lounge”, de 2008, e representou o rompimento de um grande hiato de 7 anos sem um álbum de inéditas dos músicos.

A produção é de Ronan McHugh e da própria banda, que fez parte da geração da New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM) e que consolidou nos EUA nos Anos 80 uma popularidade movida pelo hard rock.

“Def Leppard” foi gravado no estúdio do vocalista Joe Elliott em Dublin, na Irlanda. Além dele, o grupo continua com a formação que se mantém intacta há mais de duas décadas. Vivian Campbell e Phil Collen continuam nas guitarras. Rick “Sav” Savage  está no baixo e Rick Allen mantém o posto de baterista.

A música “Let’s Go” já era conhecida pelos fãs. Foi divulgada no dia 15 de setembro, quando o grupo britânico trouxe todos os detalhes do novo trabalho.

Depois dela, a banda liberou mais recentemente, no dia 16 de outubro, a faixa “Dangerous”.

Com 14 músicas, o disco “Def Leppard” está disponível nos formatos de CD, LP duplo, download digital e streaming.

No vídeo bacana de “Let’s Go”, o grupo aparece tocando em meio a imagens futuristas. Depois de vários anos sem um conteúdo musical novo, é bastante gratificante ver o Def Leppard, tão importante para o rock, de volta.

Confira abaixo o novo clipe de “Let’s Go”:

16
out
15

Def Leppard libera música ‘Dangerous’, a segunda do novo álbum previsto para 30 de outubro

Def Leppard - Reprodução de Montagem descolada no Facebook da bandaO Def Leppard liberou para os fãs nesta sexta-feira, dia 16 de outubro, mais uma música do aguardado novo disco. A faixa da vez é “Dangerous”.

É a segunda canção do álbum novo “Def Leppard”, que tem o dia 30 de outubro como data prevista para o lançamento.

A primeira música foi “Let’s Go”, divulgada no dia 15 de setembro, quando o grupo britânico trouxe todos os detalhes do novo trabalho.

“Def Leppard” será o 11º disco da banda. Foi gravado no estúdio do vocalista Joe Elliott em Dublin, na Irlanda.

Teve a produção de Ronan McHugh e do grupo, que fez parte da geração da New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM) e que consolidou nos EUA nos Anos 80 uma popularidade regada a hard rock.

O novo trabalho sucederá “Songs from the Sparkle Lounge” de 2008, o que representa o rompimento de um grande hiato de 7 anos sem um álbum de inéditas.

Com 14 faixas, o disco sairá pela Bludgeon Riffola na América do Norte, pela Ward Records no Japão e pela EarMusic no restante do planeta.

De acordo com a EarMusic, “Def Leppard” estará disponível nos formatos de CD, LP duplo, download digital e streaming.

Além de Joe Elliott, a banda permanece com a formação que se mantém intacta há mais de duas décadas. Vivian Campbell e Phil Collen continuam nas guitarras. Rick “Sav” Savage  está no baixo e o guerreiro Rick Allen mantém o posto de baterista.

Ouça abaixo a música “Dangerous”:

15
set
15

Def Leppard libera faixa ‘Let’s Go’ e divulga nome, data, capa e lista de músicas de novo álbum

Def LeppardO Def Leppard divulgou nesta terça-feira, 15 de setembro, todos os detalhes de seu aguardado novo álbum, que tem simplesmente o próprio nome do grupo. De quebra, a banda britânica também liberou para audição a música “Let’s Go”, que é a primeira de uma lista de 14 faixas gravadas.

A data oficial de lançamento de “Def Leppard”, cuja capa pode ser vista ao lado, é o dia 30 de outubro.

O álbum sairá pela Bludgeon Riffola na América do Norte, pela Ward Records no Japão e pela EarMusic no restante do planeta.

Conforme a EarMusic, o novo trabalho estará disponível nos formatos de CD, LP duplo, download digital e streaming.

“Def Leppard” será o 11º disco do grupo. Sucederá “Songs from the Sparkle Lounge” de 2008, o que significa o rompimento de um hiato de 7 anos sem um álbum de inéditas.

O novo trabalho foi gravado no estúdio do vocalista Joe Elliott, em Dublin, na Irlanda. Foi produzido pelo próprio Def Leppard e por Ronan McHugh.

Além de Elliott, a banda continua com a formação que se mantém intacta há mais de duas décadas: Vivian Campbell e Phil Collen (guitarras), Rick “Sav” Savage (baixo) e Rick Allen (bateria).

Em junho, o Vivian Campbell revelou que novamente está em uma batalha contra o câncer. Em junho de 2013, ele já havia sido diagnosticado com linfoma de Hodgkin, tipo de câncer no sistema linfático. Com o retorno da doença, o guitarrista perdeu alguns shows do grupo para seguir em etapas de tratamento.

É mais um fato triste de uma banda que já passou por algumas tragédias. Em 1984, o baterista Rick Allen perdeu um dos braços num acidente de carro e, em 1991, o guitarrista Steve Clark, que foi sucedido por Campbell, morreu em virtude de problemas com alcoolismo.

O Def Leppard fez parte da geração da New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM) na segunda metade dos Anos 70. Consolidou nos Estados Unidos nos Anos 80 uma popularidade impressionante regada a hard rock e com discos históricos, como o “Pyromania”, de 1983, e o “Hysteria”, de 1987. Um disco novo da banda faz bem para o rock n’roll.

Escute abaixo a faixa “Let’s Go” e veja a lista de faixas do novo álbum:

1. Let’s Go
2. Dangerous
3. Man Enough
4. We Belong
5. Invincible
6. Sea Of Love
7. Energized
8. All Time High
9. Battle Of My Own
10. Broke ‘N’ Brokenhearted
11. Forever Young
12. Last Dance
13. Wings Of An Angel
14. Blind Faith

02
ago
15

Saxon divulga clipe da faixa-título de novo álbum que será lançado em outubro

Reprodução da capa do disco "Battering Ram", do SaxonOutra banda que está com clipe novo é o bom e velho Saxon. O veterano grupo britânico de heavy metal divulgou no dia 31 de julho no YouTube o vídeo da música “Battering Ram”, que é simplesmente a faixa-título do disco novo da banda que será lançado no dia 16 de outubro via UDR Music.

A capa, que pode ser vista ao lado, já pode ser considerada uma das mais bem feitas do ano.

A produção do novo álbum é de Andy Sneap, que já trabalhou com Megadeth, Testament, Exodus e Accept.

O produtor, ao lado do vocalista Biff Byford, já havia sido o responsável pelo disco anterior do Saxon, “Sacrifice”, de 2013. Em “Battering Ram”, eles repetem a dose.

O novo trabalho do Saxon é o 21º de estúdio do grupo do Reino Unido. Foi gravado no condado inglês de Derbyshire.

Por sinal, o clipe da música “Battering Ram” traz cenas gravados no mesmo estúdio.

Veja abaixo o novo vídeo do Saxon:

03
set
14

30 anos do clássico álbum ‘Powerslave’, do Iron Maiden

Powerslave - Reprodução da Capa3 de setembro de 2014 marca o aniversário de 30 anos de um dos maiores álbuns da história do heavy metal. Exatamente há três décadas, o Iron Maiden lançava o disco “Powerslave”, considerado por muitos fãs como o melhor da lendária banda britânica.

O álbum faz parte daquela sequência obrigatória do Iron Maiden para qualquer ser que pretende conhecer o heavy metal. Veio depois de “The Number of the Beast”, de 1982, e “Piece of Mind”, de 1983. Antecedeu  “Somewhere in Time”, de 1986, e “Seventh Son of a Seventh Son”, de 1988.

O reconhecimento de que “Powerslave” não é um disco comum já começa pela capa, uma das mais interessantes e, para muitos, a melhor do Iron Maiden.

Elaborada pelo sensacional “Derek Higgs”, ela vai de encontro à letra da faixa-título que remete à história do Egito e seus faraós e escravos. O mascote Eddie é a figura central entre os sarcófagos e esfinges existentes numa arte que traz uma riqueza de detalhes impressionante.

O álbum conta na abertura com uma música que não deixa pedra sobre pedra. “Aces High” é um dos maiores clássicos do Iron Maiden e do heavy metal. Traz o grupo quase que em estado de perfeição: Bruce Dickinson afiadíssimo nos vocais, Steve Harris quase destruindo o baixo, Dave Murray e Adrian Smith sintonizadíssimos nas guitarras e Nicko McBrain com a bateria em batidas bem regulares e rápidas.

Enfim, um entrosamento invejável que já dá uma noção do que vem pela frente.  Este jornalista lembra da primeira vez que ouviu a faixa, ainda em fita cassete gravada de um álbum de um amigo. Foi tantas vezes escutada que, por pouco, ela não estourou por puro desgaste.

“2 Minutes to Midnight” é a segunda música e o segundo clássico do disco. Obrigatória há anos no set list dos shows do Iron Maiden, ela é um pouco mais cadenciada que “Aces High”, mas o peso está mantido e o entrosamento também.

Quando um grupo está no auge, ele se dá ao luxo de gravar uma faixa instrumental. E, na terceira faixa, “Losfer Words (Big’ Orra)”, a banda dá mais uma pequena amostra de seu potencial, mas falta um vocal de Dickinson para deixa-la 100% Iron Maiden. “Flash of the Blade” é a quarta da lista e tem uma introdução matadora de guitarra seguida por novas provas de que o topo era o local do grupo.

“The Duellists” é a quinta faixa de “Powerslave” e, talvez, uma das mais injustiçadas da banda. Tudo porque é uma das músicas mais completas do Iron Maiden, mas nunca chegou a estourar como merecia. Nesta parte do disco, o trio Harris, Murray e Smith parece que nasceu para tocar junto e Bruce, mais uma vez, canta com perfeição. No solo de guitarras, Murray e Smith fazem um duelo dos mais lindos de todo o heavy metal, capaz de arrepiar o mais frio dos fãs.

“Back in the Village” abria na época o chamado Lado B. É a menos badalada do disco, mas também tem seus encantos, especialmente o riff complexo e matador.

A faixa-título “Powerslave” é a sétima e penúltima do álbum. As clássicas “cavalgadas de guitarra” que marcam a composição influenciaram inúmeras bandas do estilo e serviram também para consagrar o disco.

“Rime of the Ancient Mariner”  fecha o álbum como se fosse uma história à parte do disco. Longa com os seus mais de 13 minutos, ela tem uma séria de mudanças de ritmo e também está entre as preferidas dos fãs. Foi escrita a partir do poema homônimo do poeta romântico inglês do século XVIII, Samuel Taylor Coleridge.

Fim do disco e a sensação é a de que um trator passou pelo seu cérebro, uma obra prima do heavy metal, do rock e da música produzida por um grupo em seu maior momento.

A importância deste disco é tão grande que sua turnê de divulgação, a “World Slavery Tour”, foi uma das maiores da história do rock e rendeu um indispensável álbum ao vivo, o famoso “Live After Death”, lançado em 1985.

A turnê também foi marcada pela vinda do Iron Maiden ao Brasil pela primeira vez, justamente na primeira edição do Rock in Rio. As apresentações da banda no festival também entraram para a história e fizeram com que o grupo ganhasse ainda mais fãs no País e em todo o mundo.

Para celebrar os 30 anos do grande álbum “Powerslave”, o Roque Reverso descolou vídeos no YouTube. Fique inicialmente com os clipes oficiais de “Aces High”, “2 Minutes to Midnight” e “Powerslave”. Para fechar, fique com o vídeo ao vivo de “Rime of the Ancient Mariner”, extraído do documentário Flight 666, que acompanhou a primeira parte da turnê mundial “Somewhere Back In Time World Tour” em 2008, quando o Iron tocou músicas de sua época de ouro.

31
out
11

Set list e vídeos do show do Saxon em SP

O Saxon passou pelo Brasil e se apresentou em São Paulo no dia 22 de outubro, no HSBC Brasil. Como já era esperado, a banda britânica de heavy metal fez um show elogiado por crítica e público, que não chegou a lotar a casa, mas compareceu em um número considerável.

Liderada pelo eterno vocalista Biff Byfford, o grupo trouxe à capital paulista os componentes básicos que consagraram o Saxon como um dos maiores representantes da New Wave Of British Heavy Metal.

“Hammer Of The Gods”, faixa de abertura do recém-lançado álbum “Call To Arms, deu início à apresentação de duas horas que levou fãs ao delírio.

O Roque Reverso descolou o set list do show no HSBC Brasil. Fique abaixo com a lista de faixas e com alguns vídeos da apresentação descolados no YouTube.

Para começar, fique com “Heavy Metal Thunder”. Depois veja os clássicos “Power and Glory” e “Pricess of The Night”.

Set list

Hammer of the Gods
Heavy Metal Thunder
Never Surrender
Chasing the Bullet
Motorcycle Man
Back in ’79
And the Bands Played On
Mists of Avalon
Demon Sweeney Todd
Call to Arms
Dallas 1 PM
Rock ‘n’ Roll Gypsy
Rock the Nations
Battle Cry
When Doomsday Comes (Hybrid Theory)
Denim and Leather
20,000 Ft
Wheels of Steel

Crusader
747 (Strangers in the Night)
Power and the Glory
Ride Like the Wind

Bass solo
Strong Arm of the Law
Princess of the Night




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 100 outros seguidores

junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias