Posts Tagged ‘A-wop-bop-a-loo-bop-a-lop-bam-boom

13
jul
19

Shows diversos em SP e boas atrações na TV marcam o Dia Mundial do Rock

O sábado, 13 de julho de 2019, marca mais um Dia Mundial do Rock. A coincidência da data marcante para o estilo ter caído justamente num sábado foi benéfica para a agenda de bandas e canais de televisão interessados em festejar o assunto que move este Roque Reverso.

Cidade ainda pulsante do rock, São Paulo terá diversos shows bacanas ao longo do dia, vários deles na região central, o que facilita a locomoção dos fãs. Bandas, como o Ira!, o Angra, o Golpe de Estado, Supla, As Mercenárias e o Krisiun, são exemplos de nomes representativos que farão apresentações gratuitas no chamado “Centrão”.

Entre os canais de TV, o sempre ótimo BIS e o Music Box Brazil terão uma grade com várias atrações ligadas ao rock.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

13
jul
17

Dia do Rock: sempre há o que comemorar

GiF com montagem feita com fotos clássicas do RockPor Marcelo Moreira, do Blog Combate Rock

De um lado, o veterano astro, já milionário (ou nem tanto), brada contra o “roubo” de sua arte e se nega a fazer novo trabalho autoral, preferindo a comodidade dos royalties de hits antigos, rotos e desgastados – mas ainda lucrativos.

Do outro, o moleque sonhador que junta os trocados suados ganhos em botecos aqui e ali, louco para entrar em um estúdio “meia boca”, mas barato, para gravar três músicas próprias para um EP, que será divulgado gratuitamente nas rede sociais, ou distribuídos em pen drives de bar em bar ou na rua, quem sabe no metrô.

No meio dos dois mundos a anos-luz de distância está um vácuo que a modernidade e a tecnologia ainda não conseguem preencher em um tempo em que a arte e a cultura perderam o status de “bens intangíveis”. Arte e cultura ficaram muito baratas e, por consequência, descartáveis e menosprezadas. Existe futuro nessas atividades?

CONTINUE LENDO AQUI!!!

13
jul
15

Rock and roll can never die! Feliz Dia Mundial do Rock!!!

Led Zeppelin em apresentação nos Anos 70 - Foto: DivulgaçãoChega até ser piegas o oportunismo de alguns veículos que nunca dão a importância merecida ao estilo musical no Dia Mundial do Rock. Quando menos se espera, é possível ver emissoras de TV ou sites com a “maior atitude”, contrastando com o que é visto no restante do ano, quando o gênero perde espaço para os funks, pagodes e axés da vida. Para nós do Roque Reverso, o rock n’ roll, é a razão de existir e, por isso, a lembrança da data é simplesmente uma obrigação.

Como sempre lembramos, respiramos o rock nos 365 dias de cada ano e sempre lutamos para que ele tenha seu merecido espaço respeitado via notícias de última hora, curiosidades, resenhas de shows e visibilidade para novas bandas brasileiras que procuram um lugar ao sol.

Em todo dia 13 de julho, também gostamos de fazer um balanço do estilo, que há alguns anos vem passando por crises criativas internacionalmente e, principalmente, no Brasil, onde os grandes nomes continuam sendo os mesmos de 30 anos atrás.

Por meio da nossa seção Drops Rock Brazuca, continuamos dando espaço a novas bandas ou a grupos que não costumam ter muita visibilidade nos grandes veículos. E é por lá que notamos que ainda há esperança do surgimento de um grande nome para dar visibilidade ao rock.

Quanto ao balanço do rock ao vivo em 2015, já tivemos importantes shows pelo Brasil e festivais que já deixaram saudades. Entre os shows, o que dizer, por exemplo, da histórica apresentação do Ministry em São Paulo, assim como a passagem do Foo Fighters pelo Brasil e, mais recentemente, o grande show que o Sepultura fez na capital paulista para comemorar os 30 anos de carreira.

Entre os festivais, o Lollapalooza 2015 ficou menos rock e mais dance, mas ainda foi possível achar coisas boas do estilo que adoramos, como as apresentações de Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

No Monsters of Rock de 2015, o público do heavy metal mostrou, pela enésima vez, que é o mais fiel quando presenciou dinossauros da vertente mais pesada do rock, como Ozzy Osbourne, KISS, Judas Priest e Accept, só para citar os que mais chamaram atenção no festival que aconteceu em São Paulo.

Agora para o segundo semestre, o Rock in Rio deve escrever mais uma vez um capítulo na história de 30 anos de sucesso que se completam em 2015. É tão certo como é tão tradicional que não haverá somente rock no evento da capital fluminense, mas também é bem totalmente possível (e esperado) que alguns dos grandes nomes presentes no festival, como o Metallica, o Faith No More, o Slipknot, Rod Stewart, o Queens of The Stone Age e o System of a Down, venham com apresentações que serão lembradas daqui a vários anos.

Mesmo com seu atual estado de pouco prestígio no mainstream, o rock n’ roll ainda tem garantida a manutenção de um espaço justamente pela resistência de fãs que continuam consumindo música, via internet, volta do vinil ou pelo comparecimento aos caros shows que acontecem no País. E, nós, do Roque Reverso, sempre estaremos contando esta história para nossos queridos leitores.

Se alguém ainda não sabe, apesar de ter sido criado nos anos 50, o rock ganhou pra valer uma data de comemoração apenas em 1985, ano do primeiro Live Aid, concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia realizado exatamente no dia 13 de julho daquele ano em Londres e na Filadélfia. O evento foi organizado pelo músico Bob Geldof (cantor da banda irlandesa Boomtown Rats) e teve a participação de vários astros de rock.

Para celebrar mais um Dia Mundial do Rock, o Roque Reverso descolou alguns shows que marcaram o Rock in Rio em 30 anos de história. Para começar, fique com o show do Whitesnake na primeira edição, de 1985. Depois, veja o do Faith No More, na segunda, de 1991. Na sequência, assista ao grande show de Neil Young com o Crazy Horses, de 2001; o show do Metallica em 2011 e a apresentação de Bruce Springsteen em 2013.

Rock and roll can never die! Feliz Dia Mundial do Rock!!

13
jul
14

I Wanna Rock! Feliz Dia Mundial do Rock n’ Roll!!!

Elvis Presley - Foto: DivulgaçãoMais uma vez comemoramos a data do estilo musical que é a razão da existência do Roque Reverso. Como já dissemos, a despeito de vivermos o rock n’ roll 24 horas por dia e 365 dias por ano, é sempre bom existir um momento para celebrar uma parte da música que anda há algum tempo menos criativa que em outras décadas.

Em relação a 2013, o Dia Mundial do Rock de 2014 pouco mudou, se compararmos as novidades e lançamentos de qualidade e, principalmente, se colocarmos a lente no rock nacional, ainda carente de bandas capazes de jogar o lixo que domina a maior parte das rádios e TVs.

No campo dos shows, com a ótima Copa do Mundo realizada no Brasil, os produtores baixaram um pouco a bola e foram poucas as bandas que se apresentaram por aqui no fim do primeiro semestre. Metallica e Megadeth salvaram a lavoura do heavy metal nos primeiros cinco meses de 2014 e o Lollapalooza foi o festival grande que atraiu as atenções.

Para a segunda metade do ano, há a expectativa de uma quantidade maior de shows para compensar o semestre inicial um pouco menos agitado que o dos últimos anos.

Em relação aos meios de comunicação, ironicamente, um dos veículos responsáveis pelo quase sepultamento do rock na TV do brasileiro acabou revelando para o grande público um grupo que poderá seguir um caminho interessante. No programa “SuperStar”, da TV Globo, a vitória da banda Malta foi comemorada pelos amantes do estilo.

Não que o grupo tenha trazido alguma novidade, mas a qualidade dos músicos, especialmente do ótimo vocalista Bruno Boncini, dá a esperança de que bons discos sejam lançados e que uma parte do público brasileiro seja atraída para o rock novamente.

A banda faz um estilo mais próximo de um Nickelback e aposta em letras românticas, mas traz pitadas de rock pesado e convence. No programa da TV Globo, eles se destacaram pela apresentação de uma série de músicas próprias, mas a versão que fizeram de “I Don’t Want To Miss A Thing”, do Aerosmith, deixaria até Steven Tyler admirado, se ele assistisse ao programa.

Fora da TV, que não tem mais a MTV entre os canais abertos desde o ano passado, o rock sobrevive principalmente em estações de rádio que só tocam o gênero, como a 89FM e a Kiss FM. No caso da primeira, desde julho de 2013, a parceria de naming rights com o portal UOL foi encerrada e emissora voltou a se chamar simplesmente 89 FM A Rádio Rock. A Kiss FM, por sua vez, vem ganhando território em outras capitais do País, além de São Paulo, como Brasília, outro reduto importante brasileiro.

Nós, do Roque Reverso, caminhamos para o aniversário de cinco anos em novembro e continuamos tentando trazer informações legais para os leitores. Parceiros vem chegando aos poucos e já foi possível até a realização de uma promoção bacana com o sorteio de um livro sobre a vida de Kurt Cobain, do Nirvana.

O fato, caros leitores, é que focar o rock na terra que conta com o domínio do pagode, axé, funk e sertanejo não é uma missão simples. Mas, de maneira diferente de setores mais emos do estilo, ninguém aqui está para ficar choramingando, mas sim batalhando pelo estilo que adoramos.

Para quem não sabe, apesar de ter sido criado nos anos 50, o rock ganhou pra valer uma data de comemoração apenas em 1985, ano do primeiro Live Aid, concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia realizado exatamente no dia 13 de julho daquele ano em Londres e na Filadélfia. O evento foi organizado pelo músico Bob Geldof (cantor da banda irlandesa Boomtown Rats) e teve a participação de vários astros de rock.

Nunca deixamos de comemorar a data e sempre descolamos vídeos no YouTube para lembrá-la. Em 2014, o presente que daremos são alguns shows na íntegra de algumas bandas em 2014. Fique inicialmente com as apresentações do Metallica e do Iron Maiden no Rock Am Ring da Alemanha. Na sequência, veja os shows do Pixies e do Red Hot Chili Peppers no Lollapalooza de 2014, o primeiro na Argentina e o segundo no Chile. I Wanna Rock!

13
jul
13

Dia mundial do rock não se resume a uma simples data, mas é sempre bom comemorar o 13 de julho

Hoje é mais um Dia Mundial do Rock. Quem curte o estilo já está cansado de saber que ele sempre acontece no dia 13 de julho, mas também tem total noção de que tudo não se resume a uma simples data.

Os verdadeiros apreciadores do bom e velho rock n’ roll vivem o estilo nos 365 dias de cada ano. As demonstrações vão desde alguma música que é ouvida em casa, no carro ou no trabalho até o próprio jeito de se vestir.

Mas, numa terra atualmente infestada por uma grande quantidade de lixo cultural, não custa nada comemorar o Dia Mundial do Rock.

É sempre bom mostrar que o gênero continua vivo, apesar das inúmeras vezes que sua morte foi decretada.

Para quem não sabe, apesar de ter sido criado nos anos 50, o rock ganhou pra valer uma data de comemoração apenas em 1985, ano do primeiro Live Aid, concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia realizado exatamente no dia 13 de julho daquele ano em Londres e na Filadélfia. O evento foi organizado pelo músico Bob Geldof  (cantor da banda irlandesa Boomtown Rats) e teve a participação de vários astros de rock.

Razão fundamental para a existência do Roque Reverso, o rock n’ roll jamais deixará de ser comemorado por aqui.

Tradicionalmente, descolamos vídeos no YouTube para lembrar do Dia Mundial do Rock e, mais uma vez não deixaremos de fazer isso. Desta vez, decidimos escolher alguns vídeos com trechos de shows que marcaram a história do rock.

Para começar, assista aos Beatles, com “Twist and Shout” na histórica apresentação de 1965, no Shea Stadium, em Nova York, naquele que foi o primeiro grande show realizado em um estádio.

Depois, veja o mestre eterno Jimi Hendrix executando “Purple Haze” no maior festival de todos os tempos, o de Woodstock, em 1969.

Na sequência, assista ao Led Zeppelin tocando “Black Dog” no Madison Square Garden, em 1973.

Para fechar, veja o Queen com “We Will Rock You”, no histórico show realizado no Estádio de Wembley, em 1986.

A-wop-bop-a-loo-bop-a-lop-bam-boom!

13
jul
11

A-wop-bop-a-loo-bop-a-lop-bam-boom! Feliz dia mundial do rock!!!

Hoje é o Dia Mundial do Rock. Este estilo musical é o “culpado” pela existência do blog e não deixaríamos de falar sobre o assunto justamente neste dia 13 de julho. Apesar de passar atualmente por um momento desfavorável de criatividade, o rock já é algo que faz parte da vida das pessoas e jamais vai morrer, ao contrário do que muitos já disseram desde os anos 50, nos diversos momentos de crise do estilo. Enquanto existir um adolescente rebelde, um apreciador de elementos sonoros pulsantes ou algum fã de qualquer idade que já tenha presenciado um bom show de rock and roll, não há possibilidade alguma de o estilo desaparecer.

Para quem não sabe, apesar de ter sido criado nos anos 50, o rock ganhou pra valer uma data de comemoração apenas em 1985, ano do primeiro Live Aid, concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia realizado exatamente no dia 13 de julho daquele ano em Londres e na Filadélfia. O evento foi organizado pelo músico Bob Geldof  (cantor da banda irlandesa Boomtown Rats) e teve a participação de vários astros de rock.

A quarta-feira terá vários eventos para comemoração da data especial.  Em São Paulo, a partir das 13 horas, a Galeria do Rock fará uma “mesa redonda” para debater o estilo com o tema “Os Caminhos do Rock Brazuca”. O evento está previsto para ser realizado no sexto andar do prédio localizado no centro da capital paulista.

No Sesc Vila Mariana, às 20h30 e com ingressos esgotados, a clássica banda brasileira Made in Brazil apresentará canções de nomes importantes da história do estilo, como os Stones, Chuck Berry e Little Richard. No Bar Na Mata Café, o ex-baterista do Guns N’ Roses Matt Sorum participará de show com a banda brasileira Kiara Rocks. A partir das 21 horas, no Manifesto Bar, vai acontecer a “Rock N’ Roll Celebration Party”, com jams de integrantes das bandas Angra, Shaman, Korzus, entre outros grupos.

A comemoração não ficará restrita ao dia de hoje, já que, amanhã, dia 14, no HSBC Brasil, a rádio paulistana Kiss FM fará um show comemorativo de aniversário de 10 anos. Na mesma noite, subirão ao palco da casa paulistana os roqueiros Nasi, Frejat, Marcelo Nova e Roger Moreira para tocar um repertório caprichado do  rock. Mais informações podem ser obtidas aqui.

Para comemorar o Dia do Rock, o blog descolou no YouTube alguns vídeos de músicas clássicas do estilo, todos que com homenagens ao estilo e a palavra rock no nome. Para começar, Joan Jett  & The Blackhearts, com “I Love Rock N’ Rock”. Na sequência, Ramones, com “DoYou Remember Rock ‘N’ Roll Radio?”. Depois, Led Zeppelin, com “Rock N’ Roll” e os Stones, com “It’s Only Rock ‘N’ Roll (But I Like it). Temos, do rock nacional, um vídeo do Made in Brazil e o Velhas Virgens tocando ao vivo o clássico “Minha Vida é Rock ‘N’ Roll”. Para fechar, uma música que não tem a palavra “rock” no título, mas que tem a frase onomatopeica que está no título deste post: Tutti Frutti, com o lendário Little Richard. A-wop-bop-a-loo-bop-a-lop-bam-boom! Feliz Dia Mundial do Rock para você!!!




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 100 outros seguidores

julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias