15
jun
21

Festival In-Edit Brasil será pelo segundo ano consecutivo online

O festival In-Edit Brasil será realizado pelo segundo ano consecutivo online, em virtude da pandemia de covid-19. A edição de 2021 do grande evento de documentários musicais vai acontecer entre os dias 16 e 27 de junho e terá mais de 50 filmes nacionais e internacionais inéditos no circuito comercial.

Tradicionalmente realizado em São Paulo, o festival, por ser online, acabará alcançando todo o território nacional.

Toda a programação do In-Edit estará disponível no site e na plataforma do festival, no endereços: in-edit-brasil.com e br.in-edit.tv.

Parte da programação estará disponível também na plataforma do Sesc Digital, no endereço sescsp.org.br/cinemaemcasa, e no canal Tamanduá, no endereço tamandua.tv.br, com acesso gratuito.

A partir de 28 de junho até 28 de setembro, 11 títulos do Panorama Brasileiro ficarão disponíveis na Spcine Play, no endereço spcineplay.com.br, também com acesso gratuito.

O grande homenageado desta edição é o diretor D.A. Pennebacker, considerado um dos maiores nomes do documentário mundial de todos os tempos, e um dos pioneiros do “Cinema Direto”.

O festival apresenta dois clássicos da fase musical do cineasta, “Dont Look Back” (1967), sobre a turnê inglesa de Bob Dylan, e “Monterey Pop” (1968), sobre o evento que inaugurou a era dos grandes festivais de rock, além de curtas metragens pouco conhecidos do diretor.

Completando a homenagem, o In-Edit convida a premiada diretora Chris Hegedus, sua viúva e parceira artística, para um bate-papo virtual sobre a carreira e obra do diretor.

O festival celebra mais um ano com a safra de documentários musicais no Panorama Brasileiro, apesar da crise no setor. Divididos em Competição Nacional, Mostra Brasil e Curtas Brasileiros, os filmes apresentam personagens como João Ricardo (Secos & Molhados), Jair Rodrigues, Luiz Melodia, Chico Mário (irmão de Henfil e Betinho), Alzira E, o maestro e compositor José Siqueira, o rapper Speedfreaks, a banda Made In Brazil, o road movie com Yamandu Costa e o guitarrista argentino Lúcio Yanel, Zeca Baleiro desvendando os sons do Maranhão, hip hop nacional (com Marcelo D2, Mano Brown, Karol Conká), entre outros.

Já no Panorama Mundial, o festival traz 22 títulos inéditos, sobre artistas contemporâneos e que marcaram a música internacional das últimas décadas, entre eles, a banda dinamarquesa Lukas Graham, a pioneira do rock Suzi Quatro, o DJ MOBY,  o cantor Phil Lynott (da banda Thin Lizzy), a banda inglesa IDLES, o cantor Shane MacGowan (vocalista da banda The Pogues),  o cantor Shannon Hoon (da banda Blind Melon), o cantor chileno Jorge Farías (El Negro Farías), Poly Styrene (vocalista da banda X-Ray Spex), e  a banda pop The Go-go’s.

Outros documentários se debruçam sobre histórias que merecem ser contadas, como a do Synthwave, uma corrente eletrônica underground inspirada em certas trilhas sonoras do cinema americano dos anos 80; Rockfield, a Fazenda do Rock, por onde passaram Ozzy Osbourne, Oasis, Queen, entre outros; as pioneiras da música eletroacústica; e da construção de ritmos e projetos musicais de países como Gana, Uganda e Congo.

A Programação Paralela promoverá debates gratuitos com Chris Hegedus, com o diretor canadense Sam Dunn, com todos os diretores e diretoras dos longas participantes da Competição Nacional e da Mostra Brasil, além de convidados especiais, como o cantor e compositor Nasi, vocalista da banda Ira! e protagonista do documentário “Você Não Sabe Quem Eu Sou”, que será lançado nacionalmente durante o festival.

Para finalizar, o cineasta Marcelo Machado, diretor de “Tropicália”, “Com a Palavra, Arnaldo Antunes”, “O Piano que Conversa”, entre outros,  ministra uma master class sobre as diferentes vertentes do documentário musical, exploradas a partir de sua própria obra.

Ainda como parte da Programação Paralela, o festival apresentará shows inéditos, concebidos em diálogo com os filmes da programação, com a participação de artistas como Nasi, Alzira E, DJ Hum, João Ricardo, a banda Made in Brazil, o grupo Gritando HC, além de homenagens musicais ao maestro e José Siqueira e ao rapper Speedfreaks.

Festival In-Edit Brasil será pelo segundo ano consecutivo online


0 Responses to “Festival In-Edit Brasil será pelo segundo ano consecutivo online”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 102 outros seguidores

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com

%d blogueiros gostam disto: