Posts Tagged ‘Viper



13
set
13

Rock in Rio 2013 vem aí e o bicho vai pegar! veja os horários e os detalhes do festival

Vai começar o Rock in Rio 2013! A esperada edição do festival tem início nesta sexta-feira 13 e deve, mais uma vez, entrar para a história. Com uma programação do Palco Mundo (o principal) mais voltada ao rock do que na edição de 2011, além de boas sacadas no Palco Sunset (o secundário) que devem gerar grande repercussão, o evento deste ano promete muito, com destaque para as duas noites dedicadas ao heavy metal, o estilo que sempre teve mais a ver com festivais.

O Rock in Rio 2013 acontecerá na capital fluminense nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro. Os ranzinzas de plantão podem criticar o evento a cada edição, mas é inegável que o festival tem uma magia particular que sempre produz algum momento inesquecível para quem esteve no local ou viu pela TV.

Se, em 2011, os pontos altos do festival foram as apresentações do Metallica, do Slipknot, do System of a Down e do Coldplay, a edição de 2013 tende a ter momentos  de destaque com Bruce Springsteen, novamente com o Metallica, com o Iron Maiden, com o Slayer, Muse, Alice in Chains e Bon Jovi no Palco Mundo.

É claro que atrações que nada têm a ver com o rock, como Justin Timberlake, Beyonce e Ivete Sangalo, também devem reforçar as reclamações dos mais exigentes, mas isso é algo que aconteceu em todas as edições do festival, até mesmo na mais lendária deles, em 1985.

O Palco Sunset, que fez grande sucesso em 2011, volta com tudo e também promete coisas boas. Conhecido por promover encontros inusitados e especiais, não deve decepcionar em 2013. Entre as atrações do rock, muitas boas surpresas que devem garantir uma boa diversão para quem deseja ir além do Palco Mundo. Destaque para o retorno ao País de atrações internacionais de peso e qualidade, como os grupos norte-americanos Living Colour e The Offspring, além de Sebastian Bach e Robie Zombie, que tinha vindo para o Brasil ainda na época que tocava com o saudoso grupo White Zombie, em 1996.

Além deles, outros nomes de destaque em várias das vertentes do rock, como uma histórica reunião da banda alemã de heavy metal Helloween com seu fundador Kai Hansen, atualmente vocalista do não menos famoso Gamma Ray; do show dos brasileiros do Krisiun com os alemães do Destruction; do Viper com seu vocalista original André Matos; além do Sepultura, que vai tocar no dia 19 no Palco Mundo com o Tambours Du Bronx, mas que volta para o Sunset, no dia 22, para se apresentar com o cantor Zé Ramalho.

Fora do rock mais pesado, também haverá presenças ilustres e esperadas. Uma delas é a apresentação em conjunto de George Benson e Ivan Lins, além do show do respeitado Ben Harper.

Uma novidade interessante de 2013 é o horário da última apresentação do Palco Sunset, prevista para as 19h30. Ela vai acontecer no intervalo do primeiro show do Palco Mundo — que vai parar uma hora para que o headliner do Sunset tenha ainda mais destaque. A ideia dos produtores é que o público aproveite todas as atrações do Rock in Rio — desde o Sunset até a Rock Street e os brinquedos.

Vale lembrar que todos os ingressos disponíveis para a venda se esgotaram rapidamente. Os produtores estabeleceram um limite de 85 mil pessoas por noite, diferente da edição de 2011, quando havia um total de 100 mil pessoas por data.

Fato interessante desta edição é o grande número de pessoas anunciando em redes sociais a desistência e, consequentemente, a tentativa de venda dos ingressos. Se tiver sorte, o fã que andava triste e sem a possibilidade de ir, poderá garantir a entrada em cima da hora e, se bobear, por preços ainda menores.

Quem não conseguir esta última chance, terá a TV e a internet para acompanhar o festival. A Rede Globo deve transmitir ao vivo a apresentação da atração principal de cada dia e passar reprises dos outros shows durante a madrugada.

O canal pago Multishow, por sua vez, vai realizar uma cobertura mais completa. Começará as transmissões do Rock in Rio logo no começo da tarde (por volta das 14h30) e só para de madrugada (às 2 horas da manhã), cobrindo todos os principais shows do festival. Pela internet, há sempre a possibilidade de acompanhar os shows no site da emissora.

Aqui no Roque Reverso, o Rock in Rio não passará batido. Do mesmo jeito que em 2011, tentaremos captar o melhor do festival. Ainda tentamos estar presentes pelo menos no dia 19, quando o Metallica será o headliner, mas a “brilhante ideia” dos organizadores de jogar o primeiro dia do metal para uma quinta-feira pode gerar problemas para quem precisa trabalhar neste dia. Mas tentaremos até o fim.

O leitor do Roque Reverso poderá acompanhar detalhes do festival também no nosso Twitter e no nosso canal do Facebook. Set list, atrasos e novidades importantes poderão ser vistas com maior rapidez nesses locais.

Aqui neste link em vermelho, você pode ver todos os nomes que estarão em todos os palcos do festival. Especificamente para o Palco Mundo, a organização de datas e horários definida é a seguinte:

Dia 13
17 horas: Orquestra Sinfônica Brasileira
18h30: Show Cazuza – O Poeta Está Vivo
20h30: Ivete Sangalo
22h10: David Guetta
00h05: Beyoncé

Dia 14
18h30: Capital Inicial
20h30: Thirty Seconds To Mars
22h10: Florence and The Machine
00h05: Muse

Dia 15
18h30: Jota Quest
20h30: Jessie J
22h10: Alicia Keys
00h05: Justin Timberlake

Dia 19
18h30: Sepultura e Tambours Du Bronx
20h30: Ghost
22h10: Alice in Chains
00h05: Metallica

Dia 20
18h30: Frejat
20h30: Matchbox Twenty
22h10: Nickelback
00h05: Bon Jovi

Dia 21
18h30: Skank
20h30: Phillip Phillips
22h10: John Mayer
00h05: Bruce Springsteen

Dia 22
18h30: Kiara Rocks
20h30: Slayer
22h10: Avenged Sevenfold
00h05: Iron Maiden

20
ago
13

Com Eddie Trunk como mestre de cerimônia, Monsters of Rock tende a atrair maior atenção de fora do País

O esperado retorno do Monsters of Rock ao Brasil promete ser bastante interessante. A mais recente informação do festival que acontecerá na capital paulista é a confirmação do norte-americano Eddie Trunk, apresentador do elogiado programa “That Metal Show”, do canal VH1, como mestre de cerimônia do evento. A vinda desta verdadeira enciclopédia do heavy metal para um festival organizado em território nacional tende a gerar uma maior visibilidade internacional para o evento, já que Trunk é respeitadíssimo entre os headbangers de todo o planeta e voltará para os EUA com toda uma análise sobre o que acontecerá na cidade de São Paulo em outubro.

A marca do Rock in Rio é atualmente incomparável com outros festivais brasileiros, mas a presença do apresentador no Monsters tende elevar a importância do evento paulistano e até incentivar futuras edições.

O festival de 2013, por sinal, contou com uma atualização na grade de atrações, com a inclusão, por exemplo, do grupo Dr. Sin como grande representante do rock nacional.

O Monsters of Rock 2013 acontecerá nos dias 19 e 20 de outubro na capital paulista. A produtora XYZ Live confirmou a Arena Anhembi como o local dos shows.

No dia 19, o line-up traz o Slipknot como nome principal, além de Korn, Limp Bizkit, Killswitch Engage, Hatebreed, Gojira e Hellyeah. No dia 20, o Aerosmith é o headliner e conta com a companhia de Whitesnake, Ratt, Buckcherry, Queensrÿche (com Geoff Tate nos vocais), Dokken, Dr. Sin e Doctor Pheabes.

Os ingressos para o Monsters of Rock custam R$ 300,00 para um único dia do festival. A organização também disponibilizou um passaporte com o preço de R$ 560,00 que é válido para os dois dias do evento. Os valores são para o primeiro lote e, portanto, com o término, podem ficar mais caros num lote seguinte.

Os organizadores esperam um público de 40 mil pessoas em cada dia de evento. A censura é de 16 anos.

As vendas não-físicas estão sendo feitas por meio do site http://bit.ly/AppLivePass e pelo telefone 4003-1527. O único local que não cobra taxa de conveniência são as bilheterias do Estádio do Morumbi, das 10 horas às 18 horas, sem funcionamento nos dias de jogos de futebol. Outros pontos de venda sujeitos à taxa de conveniência podem ser consultados aqui neste link.

Nas quatro edições que aconteceram no Brasil na década de 90, os festivais da série Monsters of Rock sempre foram predominantemente de heavy metal. Enquanto os eventos de 1994, 1995 e 1996 aconteceram no Estádio do Pacaembu, o festival de 1998, foi realizado na pista de atletismo do Ibirapuera.

A primeira edição, em 1994, trouxe quatro bandas nacionais (Angra, Dr. Sin, Viper e Raimundos) e quatro internacionais (Suicidal Tendencies, Black Sabbath, Slayer e KISS).

Na edição de 1995, o número de atrações aumentou. A única banda nacional foi o Virna Lisi. Já entre o nomes internacionais, os representantes foram Rata Blanca, Clawfinger, Paradise Lost, Therapy?, Megadeth, Faith No More, Alice Cooper e Ozzy Osbourne.

Na edição de 1996, o grupo Raimundos foi o único brasileiro. Na parte internacional, os nomes foram Heroes del Silencio, Mercyful Fate, King Diamond, Helloween, Biohazard, Motörhead, Skid Row e Iron Maiden.

O Monsters de 1998 também trouxe grande número de atrações. Entre os brasileiros, os representantes foram o Dorsal Atlântica e o Korzus. Do lado internacional, Glenn Hughes foi o primeiro a tocar, seguido por Savatage, Saxon, Dream Theater, Manowar, Megadeth e Slayer.

23
jun
13

Ingressos para o Monsters of Rock custam R$ 300 e começam a ser vendidos no dia 25 de junho

Monsters of Rock-LogoOs ingressos para o Monsters of Rock custam R$ 300,00 para um único dia do festival. A organização também disponibilizou um passaporte com o preço de R$ 560,00 que é válido para os dois dias do evento. Os valores são para o primeiro lote e, portanto, com o término, podem ficar mais caros num lote seguinte.

Como já havia informado o Roque Reverso, as vendas começam no dia 25 de junho. O horário de início para a comercialização é o das 10 horas.

O Monsters of Rock 2013 acontecerá nos dias 19 e 20 de outubro na capital paulista. A produtora XYZ Live confirmou a Arena Anhembi como o local dos shows.

No dia 19 se apresentam Slipknot, Korn, Limp Bizkit, Killswitch Engage, Hatebreed e Gojira. No dia 20 é a vez do Aerosmith, Whitesnake, Ratt, Buckcherry e Queensrÿche (com Geoff Tate nos vocais). O evento contará com dois palcos.

Os organizadores esperam um público de 40 mil pessoas em cada dia de evento. A censura é de 16 anos.

As vendas não-físicas serão feitas por meio do site http://bit.ly/AppLivePass e pelo telefone 4003-1527. O único local que não cobra taxa de conveniência são as bilheterias do Estádio do Morumbi, das 10 horas às 18 horas, sem funcionamento nos dias de jogos de futebol. Outros pontos de venda sujeitos à taxa de conveniência podem ser consultados aqui neste link.

Nas quatro edições que aconteceram no Brasil na década de 90, os festivais da série Monsters of Rock sempre foram predominantemente de heavy metal. Enquanto os eventos de 1994, 1995 e 1996 aconteceram no Estádio do Pacaembu, o festival de 1998, foi realizado na pista de atletismo do Ibirapuera.

A primeira edição, em 1994, trouxe quatro bandas nacionais (Angra, Dr. Sin, Viper e Raimundos) e quatro internacionais (Suicidal Tendencies, Black Sabbath, Slayer e KISS).

Na edição de 1995, o número de atrações aumentou. A única banda nacional foi o Virna Lisi. Já entre o nomes internacionais, os representantes foram Rata Blanca, Clawfinger, Paradise Lost, Therapy?, Megadeth, Faith No More, Alice Cooper e Ozzy Osbourne.

Na edição de 1996, o grupo Raimundos foi o único brasileiro. Na parte internacional, os nomes foram Heroes del Silencio, Mercyful Fate, King Diamond, Helloween, Biohazard, Motörhead, Skid Row e Iron Maiden.

O Monsters de 1998 também trouxe grande número de atrações. Entre os brasileiros, os representantes foram o Dorsal Atlântica e o Korzus. Do lado internacional, Glenn Hughes foi o primeiro a tocar, seguido por Savatage, Saxon, Dream Theater, Manowar, Megadeth e Slayer.

No post de anúncio do line-up, o Roque Reverso descolou vídeos de algumas bandas, mas ficaram faltando os de alguns outros grupos de importância no rock. Agora, é a vez de você ver mais três vídeos.

Para começar, fique com o vídeo do Queensrÿche tocando “Eyes of Stranger” no HSBC em 2012. Depois, veja o Limp Bizkit com o clipe de “Golden Cobra”. Para fechar, veja o Ratt com o vídeo de “Round and Round”.

17
jun
13

Monsters of Rock anuncia atrações; Slipknot, Aerosmith, Whitesnake e Korn estão entre elas

O festival Monsters of Rock já tem as atrações da edição de 2013. A produtora XYZ Live anunciou nesta segunda-feira, dia 17 de junho, os nomes que estarão no evento programado para os dia 19 e 20 de outubro na capital paulista. De quebra, confirmou a Arena Anhembi como o local dos shows. Ratificando os rumores que circulavam pela internet, Slipknot, Aerosmith, Whitesnake e Korn são os principais grupos.

Além dessas bandas outras atrações são o Limp Bizkit, o Queensrÿche, o Ratt, o Hatebreed, o Killswitch Engage, o Gojira e o Buckcherry.

A venda de ingressos começa no dia 25 de junho, mas os valores ainda não foram divulgados oficialmente.

Os organizadores esperam um público de 40 mil pessoas em cada dia de evento. O evento contará com dois palcos.

O dia 19, um sábado, é destinado aos grupos um pouco mais novos. Lá, vão se apresentar o Slipknot, Korn, Limp Bizkit, Killswitch Engage, Hatebreed e Gojira. No dia 20, é a vez das bandas um pouco mais clássicas: Aerosmith, Whitesnake, Ratt, Buckcherry e Queensrÿche (featuring Geoff Tate plus guests).

De acordo com os organizadores, o festival não se restringirá somente aos dois dias de show no Anhembi. A partir de agosto, será lançado o “Desafio de Bandas Monsters of Rock”, que selecionará nomes para se apresentarem no palco de novas bandas.

Na semana do evento, vários shows serão programados com as bandas selecionadas nos principais bares e casas de rock de São Paulo. Estão programadas ainda exibição de filmes de rock e a montagem de uma galeria com objetos de outras edições do festival. Nos dias dos shows no Anhembi, será montada ainda a Avenida do Rock, com bares, restaurantes e lojas temáticas.

Nas quatro edições que aconteceram no Brasil na década de 90, os festivais da série Monsters of Rock sempre foram predominantemente de heavy metal. Enquanto os eventos de 1994, 1995 e 1996 aconteceram no Estádio do Pacaembu, o festival de 1998, foi realizado na pista de atletismo do Ibirapuera.

A primeira edição, em 1994, trouxe quatro bandas nacionais (Angra, Dr. Sin, Viper e Raimundos) e quatro internacionais (Suicidal Tendencies, Black Sabbath, Slayer e KISS).

Na edição de 1995, o número de atrações aumentou. A única banda nacional foi o Virna Lisi. Já entre o nomes internacionais, os representantes foram Rata Blanca, Clawfinger, Paradise Lost, Therapy?, Megadeth, Faith No More, Alice Cooper e Ozzy Osbourne.

Na edição de 1996, o grupo Raimundos foi o único brasileiro. Na parte internacional, os nomes foram Heroes del Silencio, Mercyful Fate, King Diamond, Helloween, Biohazard, Motörhead, Skid Row e Iron Maiden.

O Monsters de 1998 também trouxe grande número de atrações. Entre os brasileiros, os representantes foram o Dorsal Atlântica e o Korzus. Do lado internacional, Glenn Hughes foi o primeiro a tocar, seguido por Savatage, Saxon, Dream Theater, Manowar, Megadeth e Slayer.

Para celebrar os nomes do Monsters of Rock de 2013, o Roque Reverso descolou vídeos dos medalhões do festival no YouTube. Para começar relembre o Slipknot no Rock in Rio 2011 com “Duality”. Depois, veja o Aerosmith arrebentando com “Dream On” na Arena Anhembi também em 2011.

Na sequência, veja um vídeo do Whitesnake tocando “Love Ain’t No Stranger” na mesma Arena Anhembi em 2011 e outro do Korn executando “Freak on a Leash” no Credicard Hall em 2010.

06
maio
13

Confirmada a volta do festival Monsters of Rock para o mês de outubro

Monsters of Rock - Foto: ReproduçãoAgora é oficial! O festival Monsters of Rock voltará a ser realizado no Brasil em 2013. Conforme curto comunicado da produtora XYZ Live distribuído nesta segunda-feira, dia 6 de maio, o evento acontecerá nos dias 19 e 20 de outubro.

Não foi divulgado, por enquanto, onde será o festival. Também não são conhecidos os preços dos ingressos e as atrações. A XYZ Live apenas destacou que estes detalhes serão anunciados em breve.

O slogan do evento é: “O Festival que é Puro Rock”.

Importante lembrar que, nas quatro edições que aconteceram no Brasil na década de 90, os festivais eram predominantemente de heavy metal. Enquanto os eventos de 1994, 1995 e 1996 aconteceram no Estádio do Pacaembu, o festival de 1998, foi realizado na pista de atletismo do Ibirapuera.

A primeira edição, em 1994, trouxe quatro bandas nacionais (Angra, Dr. Sin, Viper e Raimundos) e quatro internacionais (Suicidal Tendencies, Black Sabbath, Slayer e KISS).

Na edição de 1995, o número de atrações aumentou. A única banda nacional foi o Virna Lisi. Já entre o nomes internacionais, os representantes foram Rata Blanca, Clawfinger, Paradise Lost, Therapy?, Megadeth, Faith No More, Alice Cooper e Ozzy Osbourne.

Na edição de 1996, o grupo Raimundos foi o único brasileiro. Na parte internacional, os nomes foram Heroes del Silencio, Mercyful Fate, King Diamond, Helloween, Biohazard, Motörhead, Skid Row e Iron Maiden.

O Monsters de 1998 também trouxe grande número de atrações. Entre os brasileiros, os representantes foram o Dorsal Atlântica e o Korzus. Do lado internacional, Glenn Hughes foi o primeiro a tocar, seguido por Savatage, Saxon, Dream Theater, Manowar, Megadeth e Slayer.

Para comemorar a volta do festival mais pesado da história no Brasil, o Roque Reverso descolou vídeos de cada headliner das edições anteriores. Fique no começo com o Kiss tocando “Heaven’s on Fire”. Depois, veja Ozzy em “No More Tears” e o Iron Maiden com “Hallowed Be Thy Name”. Para fechar, veja o Slayer, com uma dobradinha de “Mandatory Suicide” e “Angel of Death”.

26
mar
13

Rock in Rio fecha line-up de palco secundário com Living Colour, Offspring, Sebastian Bach, Robie Zombie e mais

A organização do Rock in Rio definiu neste dia 26 de março a programação completa do Palco Sunset, espaço conhecido por promover encontros inusitados e considerado o palco secundário do festival que acontecerá na capital fluminense nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro. Entre as atrações do rock, muitas boas surpresas que devem garantir uma boa diversão para quem deseja ir além do Palco Mundo, o principal do evento. Destaque para o retorno ao País de atrações internacionais de peso e qualidade, como os grupos norte-americanos Living Colour e The Offspring, além de Sebastian Bach e Robie Zombie, que tinha vindo para o Brasil ainda na época que tocava com o saudoso grupo White Zombie, em 1996.

Além deles, outros nomes de destaque em várias das vertentes do rock, como uma histórica reunião da banda alemã de heavy metal Helloween com seu fundador Kai Hansen, atualmente vocalista do não menos famoso Gamma Ray; do show dos brasileiros do Krisiun com os alemães do Destruction; do Viper com seu vocalista original André Matos; além do Sepultura, que vai tocar no dia 19 no Palco Mundo com o Tambours Du Bronx, mas que volta para o Sunset, no dia 22, para se apresentar com o cantor Zé Ramalho.

Ao todo, conforme destacou a produção, serão 26 artistas internacionais, sendo que 28 encontros entre nacionalidades acontecerão sempre a partir das 14h40 na Cidade do Rock. Há tempos, o público já sabia que haverá também a apresentação em conjunto de George Benson e Ivan Lins, além do show do respeitado Ben Harper.

Uma novidade interessante de 2013 é o horário da última apresentação do Palco Sunset, prevista para as 19h20. Ela vai acontecer no intervalo do primeiro show do Palco Mundo — que vai parar uma hora para que o headliner do Sunset tenha ainda mais destaque. A ideia dos produtores é que o público aproveite todas as atrações do Rock in Rio — desde o Sunset até a Rock Street e os brinquedos.

Vale lembrar que  a venda oficial de ingressos para o festival começa no dia 4 abril, às 10 horas, no site do festival. O valor do ingresso é de R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia-entrada). O Rock in Rio não cobra taxa de conveniência e as entradas serão entregues pelos Correios ou podem ser retirados diretamente em local físico no Rio de Janeiro, a partir de 16 de julho (local a ser divulgado em breve pela Ingresso.com). Nos dias de festival, a retirada acontecerá somente na Cidade do Rock.

Recentemente, a organização do festival iniciou uma venda especial de ingressos para clientes de cartões badalados do Itaú, que se esgotou rapidamente. Os produtores estabeleceram um limite de 85 mil pessoas por noite, diferente da edição de 2011, quando havia um total de 100 mil pessoas por data.

No dia 30 de outubro de 2012, houve uma pré-venda de 80 mil Rock in Rio Cards, cartões que garantem a entrada para a edição de 2013 do festival no Brasil. Eles se esgotaram em 52 minutos de venda.

Aqui neste link em vermelho, você pode relembrar todos os nomes já anunciados para o Palco Mundo, assim como o line-up dos outros palcos do festival.

Especificamente para o Palco Sunset, a organização de datas definida é a seguinte:

Dia 13
Living Colour e Angélique Kidjo
Maria Rita + Convidado
Orelha Negra e Flávio Renegado
Vintage Trouble e Jesuton

Dia 14
The Offspring
“Viva Raul Seixas” com Detonautas, Zeca Baleiro e Zélia Duncan
Marky Ramone e Michael Graves
B Negão e Autoramas

Dia 15
George Benson e Ivan Lins
Kimbra e Olodum
Nando Reis e Samuel Rosa
Aurea e Black Mamba

Dia 19
Rob Zombie
Bullet For My Valentine
Sebastian Bach
Almah e Hibria

Dia 20
Ben Harper e Charlie Musselwhite
Grace Potter e Donavan Frankenreiter
Mallu Magalhães e Banda Ouro Negro
The Gift e Afroreggae

Dia 21
Gogol Bordello e Lenine
Ivo Meirelles, Fernanda Abreu e Elba Ramalho
Moraes Moreira, Pepeu Gomes e Roberta Sá
Orquestra Imperial e Lorenzo Jovanotti

Dia 22
Sepultura e Zé Ramalho
Helloween e Kai Hansen
Destruction e Krisiun
Viper com André Matos

20
nov
12

Set list, fotos e vídeos do show do KISS em SP no dia 17 de novembro

O KISS voltou a São Paulo para se apresentar para cerca de 25 mil pessoas na Arena Anhembi no dia 17 de novembro. A banda norte-americana deu sequência à parte brasileira da sua “Monster Tour”, que já havia passado no dia 14 por Porto Alegre e que também passou pelo Rio de Janeiro no dia 18. Com um show repleto de efeitos visuais, pirotecnia e muitos hits, o grupo mostrou mais uma vez que não perdeu a majestade quando o assunto é espetáculo.

Tal qual a apresentação realizada na capital gaúcha, o KISS mesclou vários de seus clássicos com músicas de seu novíssimo álbum “Monster”, o 20º disco da banda que saiu do forno em outubro. O set list, por sinal, foi idêntico ao de Porto Alegre e ao repertório que seria repetido no dia seguinte no Rio de Janeiro.

O público viu o grupo iniciar a apresentação com “Detroit Rock City” e encerrá-la com “Rock and Roll All Nite”. Muitos podem até criticar o KISS pela imensa quantidade de clichês dos shows de rock que a banda utiliza. Mas, como já foi escrito por vários críticos musicais, o conjunto dos EUA é o grande inventor de boa parte destes clichês e, por isso, tem o direito de usá-los à exaustão.

Vale lembrar que, antes do espetáculo proporcionado pelo KISS, a abertura ficou com o Viper, grande banda nacional que se reuniu neste ano, inclusive com o vocalista André Matos de volta. Depois, Paul Stanley (vocal e guitarra), Gene Simmons (vocal e baixo), o ótimo Eric Singer (bateria) e Tommy Thayer (guitarra) levaram a plateia ao delírio.

Uma novidade bem interessante é que o show de São Paulo foi transmitido ao vivo pelo Portal Terra para todo o País em HD. No YouTube, se não retirarem o vídeo do ar, você pode assistir aqui na íntegra.

Além deste presente, o Roque Reverso selecionou mais três vídeos com grandes momentos da apresentação. Para começar, fique com a abertura com “Detroit Rock City”. Depois, veja a execução de “Psycho Circus” e, no mesmo vídeo, a clássica “Lick It Up” e “I Was Made for Lovin’ You”.


Set list

Detroit Rock City
Shout It Out Loud
Calling Dr. Love
Hell or Hallelujah
Wall of Sound
Hotter Than Hell
I Love It Loud
Outta This World
(Solo de guitarra e bateria)
(Solo de baixo)
God of Thunder
Psycho Circus
War Machine
Love Gun
Black Diamond

Lick It Up
I Was Made for Lovin’ You
Rock and Roll All Nite

15
nov
12

Set list, fotos e vídeos do show do KISS em Porto Alegre; e mais detalhes sobre SP e Rio

O KISS se apresentou em Porto Alegre na noite da quarta-feira, dia 14 de novembro, para cerca de 10 mil fãs. O grupo norte-americano iniciou no Gigantinho a parte brasileira da sua “Monster Tour”, que ainda passará por São Paulo, no dia 17, na Arena Anhembi, e, no Rio de Janeiro, no HSBC Arena, no dia 18. A turnê divulga o novíssimo álbum “Monster”. É o 20º disco da banda e saiu do forno em outubro.

Conforme o set list, que você pode ver após o final do texto, o KISS mesclou grandes sucessos da carreira, como “I Love It Loud”, “Lick It Up” e “Rock and Roll All Nite”, com músicas do novo trabalho, como “Hell or Hallelujah”. A abertura ficou com “Detroit Rock City”, com direito à banda descendo ao palco por meio de uma espetacular plataforma (veja o vídeo abaixo).

Importante destacar que o show começou com nada menos do que 2 horas e 25 minutos de atraso. Marcada inicialmente para as 21 horas, a apresentação demorou para começar porque houve um atraso com os quatro caminhões que continham pedaços do palco.  Os veículos traziam os equipamentos de som, luz e pirotecnia do Paraguai, onde a banda também se apresentou no dia 12, mas chegaram a ficar temporariamente retidos na Alfândega.

Segundo os relatos da imprensa presente, enquanto a banda brasileira Rosa Tattoada fazia a abertura, a estrutura do palco ainda passava por sua fase final de montagem. O público ficou impaciente durante a espera e chegou a vaiar a produção, a ponto de um locutor pedir paciência aos fãs.

Depois que o grupo norte-americano subiu ao palco, a impaciência deu lugar à euforia, com o público de Porto Alegre celebrando um verdadeiro espetáculo. Após fechar a primeira parte da apresentação com “Black Diamond”, o KISS voltou para o bis com “Lick It Up”,  “I Was Made for Lovin’ You” e “Rock and Roll All Nite”, esta última com direito à tradicional chuva de papel picado, em clima de grande festa.

Agora, o KISS tem a missão de levar a alegria a São Paulo e Rio de Janeiro. As entradas para os shows das capitais paulista e fluminense podem sem compradas no site www.livepass.com.br.

Para o show de São Paulo, os ingressos, já no segundo lote, custam R$ 320,00 para a Pista, contra R$ 300,00 do já esgotado primeiro lote. Quanto à apresentação do Rio de Janeiro, os valores são de incríveis R$ 650,00 (Pista Premier); R$ 320,00 (Pista); R$ 450,00 (Cadeira nível 1); R$ 220,00 (Cadeira nível 3); e R$ 550,00 (Camarote).

Uma novidade em relação ao show de São Paulo é que o Portal Terra transmitirá com exclusividade a apresentação na Arena Anhembi. Ela poderá ser acompanhada ao vivo em vídeo e de graça para todo o País em HD (ou padrão standard, a depender da velocidade de banda do internauta), inclusive por tablets, smartphones e TVs conectadas Sony.

Vale lembrar que, tanto na capital paulista como no Rio de Janeiro, a abertura ficará por conta do Viper, grande banda nacional que se reuniu neste ano, inclusive com o vocalista André Matos de volta. O show do grupo brasileiro faz parte da histórica turnê ‘To Live Again Brasil 2012′, em que a grupo tocou na íntegra seus dois discos de estreia, “Soldiers of Sunrise” e “Theatre of Fate”.

Para os gaúchos relembrarem a passagem do KISS e paulistas e cariocas ficarem ainda mais na expectativa, o Roque Reverso selecionou vídeos amadores descolados no YouTube da apresentação no Gigantinho. Para começar, fique com todos os detalhes da abertura do show e com “Detroit Rock City”. Depois, veja o tradicional show pirotécnico de Gene Simmons e a clássica “I Love It Loud”. Para fechar, assista ao vídeo de “Love Gun”.

Set list

Detroit Rock City
Shout It Out Loud
Calling Dr. Love
Hell or Hallelujah
Wall of Sound
Hotter Than Hell
I Love It Loud
Outta This World
(Solo de guitarra e bateria)
(Solo de baixo)
God of Thunder
Psycho Circus
War Machine
Love Gun
Black Diamond

Lick It Up
I Was Made for Lovin’ You
Rock and Roll All Nite

04
maio
12

Ingressos para 1º show da turnê histórica do Viper com Andre Matos já estão à venda

Já estão à venda os ingressos para o primeiro show da turnê histórica do Viper com o vocalista Andre Matos. A apresentação, que acontecerá no Via Marquês, em São Paulo, no dia 1º de julho, marcará o início da “To Live Again Tour”.

A turnê celebrará a volta da banda à cena metálica depois de um longo hiato; o retorno de Andre aos vocais do grupo após 22 anos de sua saída; e, principalmente, os 25 anos do lançamento do disco “Soldiers of Sunrise”, de 1987.

O valor das entradas é de R$ 50,00 para a Pista; R$ 100,00 para o Camarote; e R$ 170,00 para um Ingresso Especial, que dá direito a camarote central, assistir à passagem de som de duas música e encontrar com a banda. Todos estes preços são para o primeiro lote promocional.

Os ingressos podem ser comprados no site da Ticket Brasil (http://ticketbrasil.com.br/novos/), onde há cobrança de taxa de serviço. Podem ser obtidos sem a taxa no próprio Via Marquês e na lendária loja Baratos Afins, da Galeria do Rock. Outros pontos de venda sem a taxa de cobrança são a Metal CD’s Santo André (Rua Dona Elisa Fláquer, 184 – Centro – Santo André/SP); a Sick’n’Silly (Alameda Jaú, 1529 – Jardim Paulista – São Paulo); e a Chilli Beans (Rua Carlos Weber, 654 – Vila Leopoldina – São Paulo).

A promessa é de que pela, primeira vez, o grupo brasileiro tocará os dois primeiros álbuns, “Soldiers of Sunrise” e “Theater of Fate” (1989), na íntegra. Além do retorno histórico de Andre Matos, a banda contará com Pit Passarell (baixo), Felipe Machado (guitarra) e Guilherme Martin (bateria).

Hugo Mariutti assumirá a outra guitarra no lugar de Yves Passarell, que está atualmente no Capital Inicial e deve fazer apenas algumas participações na turnê, que ainda terá mais datas divulgadas em breve.

O retorno de Andre Matos aos vocais do Viper é algo para se comemorar. O talentoso músico sempre foi respeitado pelas suas grandes qualidades com a voz. E foi no Viper que ele apareceu, numa época em que o heavy metal nacional começava a despontar e que a banda chamava a atenção por aqui ao lado do Sepultura.

Depois da gravação do “Soldiers of Sunrise” e “Theater of Fate”, Andre saiu do Viper e montou o Angra. Depois, criou o Shaman e, mais recentemente, estava em carreira solo. 

O Viper, por sinal, ainda fez grande sucesso depois de gravar os álbuns “Evolution” (1992) e “Coma Rage (1994).  Mais tarde, lançou o álbum “Tem pra Todo Mundo” (1997), que desagradou os fãs do metal por trazer letras em português e músicas fora do estilo.

Para comemorar a reunião histórica do Viper, o Roque Reverso descolou vídeos no YouTube. Primeiro, uma raridade: a banda, com Andre Matos, tocando ao vivo no saudoso programa Matéria Prima, de Serginho Groisman, na TV Cultura. A qualidade não é das melhores porque vem de VHS, mas vale o registro dos bons tempos, com “To Live Again” e o hino “Living For The Nigth”. O outro vídeo é de “Rebel Maniac”, com o Viper sem Andre Matos (Pit Passarell assumiu os vocais), mas fazendo grande sucesso na MTV.




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Siga o Roque Reverso no Instagram!!!

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se aos outros seguidores de 104

julho 2020
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com