Posts Tagged ‘Lollapalooza



13
mar
16

Rock recupera no Lollapalooza 2016 parte do espaço perdido na edição de 2015

Montagem com fotos do Lolla: Alabama Shakes e Noel Gallagher (Divulgação/I Hate Flash), Tame Impala (Divulgação/Time For Fun/MRossi) e Florence and The Machine (Divulgação/I Hate Flash)O rock n’ roll pode ainda estar longe do seu merecido espaço no Lollapalooza, mas, na edição de 2016, já conseguiu recuperar parte do espaço perdido no festival de 2015, quando atrações pop e eletrônicas deixaram o estilo musical para escanteio e com poucos representantes de peso ou destaque.

Em 2016, boas apresentações de grupos ou artistas do rock que estão em evidência no mundo inteiro ou as simples manifestações que são características do bom e velho  segmento musical ajudaram demais a não deixar o Autódromo de Interlagos virar uma rave gigantesca, como chegou a ser visto no ano anterior em vários momentos.

CONTINUE LENDO AQUI!!!

12
mar
16

Lollapalooza 2016 vai rolar! Confira dicas e detalhes do festival em SP

Lollapalooza - Foto da edição de 2015 - Crédito: DivulgaçãoTudo pronto para o Lollapalooza 2016! A edição deste ano volta a trazer uma escalação um pouco menos badalada que a de outros anos e flertar com outros estilos, além do rock n’ roll. A despeito deste detalhe, a expectativa é de um festival repleto de fãs neste sábado, dia 12 de março, e no domingo, dia 13, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Ainda há ingressos, mas é bom correr, pois a expectativa dos organizadores é de cerca de 70 mil pessoas por dia.

E é bem provável que as atrações que não estão ligadas ao rock, como o rapper Eminem, atraiam mais público ou despertem mais atenção do que a do estilo que é a razão de existência deste Roque Reverso.

Serão 5 palcos, sendo 3 deles os principais (Skol, Onix e Axe) e 2 deles mais alternativos
(Kidzapalooza, para crianças, e Trident at Perry’s).

As principais atrações do rock do primeiro dia de festival serão os headliners Tame Impala, Mumford & Sons e Of Monsters and Men, além do veterano Bad Religion, o Eagles of Death Metal e o brasileiro Matanza.

Quanto ao segundo dia, os destaques do rock são os headliners Florence + The Machine, Noel Gallagher’s High Flying Birds e o premiadíssimo Alabama Shakes.

Vale lembrar que, entre os desfalques importantes de última hora, o Lollapalooza informou recentemente que, por imprevistos de ordem pessoal, a apresentação do rapper, compositor, produtor musical e ator Snoop Dogg foi cancelada e será substituída pela banda brasileira Planet Hemp, o que é uma boa para o público do rock.

Além destes nomes citados, num total de 40 atrações, completam a escalação do Lollapalooza os seguintes grupos e artistas musicais: Kaskade, Die Antwoord (headliners), Marina and the Diamonds, Cold War Kids, Flosstradamus, RL Grime, Halsey, A-Trak, The Joy Formidable, Vintage Trouble, Supercombo, Matthew Koma, Dônica, Groove Delight, Zerb, Ego Kill Talent e The Baggios, todos no primeiro dia; Jack Ü,  além de Odesza, Zeds Dead, Emicida, Duke Dumont, Walk the Moon, Twenty One Pilots, , Jungle, Marrero, Seeed, Albert Hammond Jr., Gramatik, Maglore, Jack Novak, Versalle, Karol Conka, Funky Fat e Dingo Bells, todos no segundo dia.

O Lolla Pass, ingresso que é válido para os dois dias do evento, tem os valores salgadíssimos de R$ 800,00 (inteira) e R$ 400,00 (meia). O Lolla Day, que é válido para um único dia custa R$ 450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia). Tal qual a do Lolla Pass, a compra do Lolla Day poderá ser parcelada em até 3 vezes.

As vendas foram feitas no site http://www.ticketsforfun.com.br e em todos os pontos de venda do País. Ingressos para sábado foram vendidos pela internet apenas até às 16 horas de sexta-feira. Ingressos para domingo serão vendidos pela internet apenas até meio-dia de sábado.

Nos dias 11, 12 e 13 de março, a venda dos ingressos sem taxa de conveniência será feita no próprio Autódromo de Interlagos, localizado na Avenida Senador Teotonio Vilela, 261. As bilheterias funcionam das 10 horas às 20 horas.

Dicas e detalhes

Vale ressaltar que a previsão do tempo para os dois dias do festival traz um cenário de chuvas, com maior ou menor intensidade, a partir do meio da tarde tarde. Quem já viu o que aconteceu no show que o Iron Maiden em 2009, também num mês de março, lembra muito bem da lama inacreditável que se formou perto os palcos. Portanto, é bom se preparar com capas de chuva e até sapatos ou tênis capazes de suportar a água e a lama.

Mais um detalhe sempre importante para destacar é a distância entre os palcos. Para que o som de um show não atrapalhe o outro, ela grande para percorrer no extenso autódromo. Portanto, se não quiser perder o horário de alguns shows, é sempre bom se programar e sair antes, já que a muvuca formada em alguns momentos atrapalha a caminhada de um palco para o outro.

Pelo segundo ano consecutivo será utilizado o Lolla Mango, a moeda oficial do evento. A ideia implantada na última edição, foi uma das inovações que obtiveram melhor resultado. Inclusive, para facilitar a conversão, este ano, o Lolla Mango valerá R$ 1,00.

Entre as facilidades de 2016, o Lollapalooza terá o Sempre Livre Lolla Lounge, área restrita a 2.500 pessoas. Segundo os organizadores, é uma estrutura de concreto armado com dois andares e área total de 4.000 m² que está situada estrategicamente entre os cinco palcos, proporcionando vista panorâmica de todo o Autódromo.

Os fãs que adquiriram ingresso para esta área têm direito a diversos serviços exclusivos, restaurante, bar, áreas de descanso, banheiros privativos, guarda-volumes, transmissão dos shows em telões, chill out com DJs após o último show, além do Lolla Transfer a qualquer hora do dia.

O Sempre Livre Lolla Lounge Pass (válido para os 2 dias de festival) custa R$ 900,00 e o Sempre Livre Lolla Lounge Day (válido para 1 dia de festival) custa R$ 450,00

O Lolla Transfer é o traslado especial de ida e volta do festival, saindo do Sheraton WTC com direção ao Autódromo de Interlagos por meio de ônibus, micro-ônibus ou vans. O serviço de ida será prestado das 11 horas às 19h30 (com 30 min de intervalo entre cada partida) e o serviço de volta será realizado a partir das 21h30, no sábado, e 20h30, no domingo. O acesso ao público para utilizar este serviço será por meio da entrada do hotel Sheraton WTC, na Sala WTC Club, localizado na Av. das Nações Unidas, 12559 – Brooklin Novo.

O festival de 2016 contará com as tradicionais áreas de descanso e grandes opções de alimentação, além do Kidzapalooza, espaço dedicado às crianças com line-up exclusivo e atrações especiais. Food Trucks, que fizeram sucesso em 2015, e bares estarão espalhados pelo Autódromo.

Hotel Urbano

Transporte

Da mesma maneira que em edições anteriores no local, a opção de transporte recomendada é o transporte público, apesar de haver estacionamento no local. Para quem vai de trem (disparada a melhor opção), é só pegar a Linha 9 – Esmeralda e desembarcar na estação Autódromo, que fica aberta até 1 hora da manhã do domingo e até a zero hora do último dia do festival. O portão mais próximo para entrada é o 9.

Se o fã preferir ir de ônibus, a SPTrans possui diversas linhas para o Autódromo de Interlagos, que estarão sinalizadas. Verifique no site http://www.sptrans.com.br. Na hora de ir embora, haverá uma linha especial de ônibus com destino ao Terminal Santo Amaro com dois pontos de embarque: Avenida Senador Teotônio Vilela (Portões D, M, 7 ou 8) e Avenida Jacinto Julio (Portão 9). Funcionará no sábado, das 21 horas às 2 horas do dia seguinte, e no domingo, das 20 horas até a 1 da manhã da segunda-feira.

Para quem vai de carro, o estacionamento no Autódromo de Interlagos vale somente para quem adquiriu este serviço no site da Tickets For Fun. A entrada de carros para quem tem o ticket de estacionamento será pelo Portão G.

Quinta edição consecutiva

A edição de 2016 será a quinta consecutiva do Lollapalooza na cidade de São Paulo e a terceira seguida
no Autódromo de Interlagos.

O primeiro Lollapalooza no Brasil aconteceu em 2012, quando a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows do rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

Cobertura de TV e do Roque Reverso

Quem está em casa e não conseguiu ingresso, tem a opção de ver os shows pelos canais fechados Multishow e BIS, que também transmitem pela internet com acesso livre. A TV Globo (aquela de sempre) prometeu fazer uma “cobertura especial” do Lolla, mas ela só acontecerá nas madrugadas dos dias seguintes aos shows.

Aqui no Roque Reverso, a cobertura dos shows de rock não passará batida. O site estará no Autódromo de Interlagos e leitor poderá acompanhar detalhes do festival também no nosso Twitter e no nosso canal do Facebook. Set list, atrasos e novidades importantes poderão ser vistas com maior rapidez nesses locais.

Confira abaixo os horários da edição de 2016:

12 de março – Sábado

Palco Skol
12h05 – 12h50 – The Baggios
14 horas – 15 horas – Matanza
16h10 – 17h10 – Bad Religion
18h35 – 19h50 – Tame Impala
21h30 – 23 horas – Eminem

Palco Onix
12h55 – 13h55 – Dônica
15h05 – 16h05 – Eagles of Death Metal
17h15 – 18h30 – Of Monsters and Men
19h55 – 21h25 – Mumford and Sons

Palco Axe
12 horas – 12h30 – Ego Kill Talent
12h45 – 13h30 – Supercombo
14 horas – 15 horas – Vintage Trouble
15h30 – 16h30 – The Joy Formidable
17h15 – 18h15 – Cold War Kids
18h45 – 19h45 – Halsey
20h15 – 21h15 – Die Antwoord
21h45 – 23h – Marina and the Diamonds

Kidzapalooza
12h55 – 13h55 – School of Rock
15h05 – 16h05 – Zerb
17h15 – 18h15 – Future Class

Trident at Perry’s
13h – 13h45 -Zerb
14 horas – 14h45 – Groove Delight
15 horas – 16 horas – Matthew Koma
16h15 – 17h15 – A-Trak
17h30 – 18h30 – RL Grime
18h45 – 20 horas – Flosstradamus
20h15 – 21h15 – Alok
21h30 – 22h45 – Kaskade

13 de março – Domingo

Palco Skol
12h – 12h50 – Dingo Bells
13h45 – 14h30 – Marrero
15h40 – 16h40  – Twenty One Pilots
17h50 – 19h05 – Noel Gallagher’s High Flying Birds
20h30 – 22 horas – Florence + the Machine

Palco Onix
12h55 – 13h40 – Maglore
14h35 – 15h35 – Walk the Moon
16h45 – 17h45 – Alabama Shakes
19h10 – 20h25 – Jack Ü

Palco Axe
13 horas – 14 horas – Versalle
14h30 – 15h30 – Seed
16 horas – 17 horas – Albert Hammond Jr.
17h30 – 18h30 – Odesza
19 horas – 20 horas – Jungle
20h45 – 22 horas – Planet Hemp

Kidzpalooza
12h55 – 13h40 – School of Rock
14h35 – 15h35 – Mike Tompkins
16h45 – 17h45 – Lazy Bear

Trident at Perry’s
12h30 – 13h15 – Funky Fat
13h30 – 14h15 – Karol Conka
14h30 – 15h15 – Jack Novak
15h30 – 16h30 – Gramatik
16h45 – 17h45 – Duke Dumont
18 horas – 19h15 – Zeds Dead
19h35 – 20h35 – Emicida
20h45 – 22 horas – Zedd

05
mar
16

Lollapalooza divulga os horários das atrações da edição de 2016

Lollapalooza Brasil - LogoOs organizadores do Lollapalooza anunciaram na sexta-feira, 4 de março, os horários das atrações que vão participar da edição de 2016. O festival, que acontecerá nos dias 12 e 13 de março no Autódromo de Interlagos, ainda há ingressos à venda e a expectativa é de bom público, já que as entradas estão no terceiro lote.

Serão 5 palcos, sendo 3 deles os principais (Skol, Onix e Axe) e 2 deles mais alternativos (Kidzapalooza, para crianças, e Trident at Perry’s).

As principais atrações do rock do primeiro dia de festival serão os headliners Tame Impala, Mumford & Sons e Of Monsters and Men, além do veterano Bad Religion, o Eagles of Death Metal e o brasileiro Matanza.

Quanto ao segundo dia, os destaques do rock são os headliners Florence + The Machine, Noel Gallagher’s High Flying Birds e Alabama Shakes.

O Lollapalooza também informou que, por imprevistos de ordem pessoal, a apresentação do rapper, compositor, produtor musical e ator Snoop Dogg foi cancelada e será substituída pela banda brasileira Planet Hemp. Além da performance na segunda noite do festival, o norte-americano também não faz mais parte da programação das tradicionais Lolla Parties.

A outra novidade é a banda paulista Ego Kill Talent. Formado por nomes do cenário da música pesada nacional como Jean Dolabella (bateria/guitarra/baixo | ex-Sepultura), Raphael Miranda (bateria/baixo | ex-Sayowa), Estevam Romera (guitarra/baixo | Desalmado), Theo van der Loo (guitarra/baixo | ex-Sayowa) e Jonathan Correa (vocal | Reação em Cadeia), o grupo ficará responsável pela abertura do Palco Axe, no sábado, dia 12 de março.

Além destes nomes citados, num total de 40 atrações, completam a escalação do Lollapalooza os seguintes grupos e artistas musicais: Eminem, Kaskade, Die Antwoord (headliners), Marina and the Diamonds, Cold War Kids, Flosstradamus, RL Grime, Halsey, A-Trak, The Joy Formidable, Vintage Trouble, Supercombo, Matthew Koma, Dônica, Groove Delight, Zerb e The Baggios, todos no primeiro dia; Jack Ü,  além de Odesza, Zeds Dead, Emicida, Duke Dumont, Walk the Moon, Twenty One Pilots, , Jungle, Marrero, Seeed, Albert Hammond Jr., Gramatik, Maglore, Jack Novak, Versalle, Karol Conka, Funky Fat e Dingo Bells, todos no segundo dia.

A edição de 2016 será a quinta consecutiva do Lollapalooza na cidade de São Paulo e a terceira seguida
no Autódromo de Interlagos.

O Lolla Pass, ingresso que é válido para os dois dias do evento, tem os valores salgadíssimos de R$ 800,00 (inteira) e R$ 400,00 (meia). O Lolla Day, que é válido para um único dia custa R$ 450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia). Tal qual a do Lolla Pass, a compra do Lolla Day poderá ser parcelada em até 3X.

As vendas estão sendo feitas no site http://www.ticketsforfun.com.br e em todos os pontos de venda do País. A bilheteria oficial do evento é o Citibank Hall, único local onde a taxa de conveniência não é cobrada.

O primeiro Lollapalooza no Brasil aconteceu em 2012, quando a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows do rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

Confira abaixo os horários da edição de 2016:

12 de março – Sábado

Palco Skol
12h05 – 12h50 – The Baggios
14 horas – 15 horas – Matanza
16h10 – 17h10 – Bad Religion
18h35 – 19h50 – Tame Impala
21h30 – 23 horas – Eminem

Palco Onix
12h55 – 13h55 – Dônica
15h05 – 16h05 – Eagles of Death Metal
17h15 – 18h30 – Of Monsters and Men
19h55 – 21h25 – Mumford and Sons

Palco Axe
12 horas – 12h30 – Ego Kill Talent
12h45 – 13h30 – Supercombo
14 horas – 15 horas – Vintage Trouble
15h30 – 16h30 – The Joy Formidable
17h15 – 18h15 – Cold War Kids
18h45 – 19h45 – Halsey
20h15 – 21h15 – Die Antwoord
21h45 – 23h – Marina and the Diamonds

Kidzapalooza
12h55 – 13h55 – School of Rock
15h05 – 16h05 – Zerb
17h15 – 18h15 – Future Class

Trident at Perry’s
13h – 13h45 -Zerb
14 horas – 14h45 – Groove Delight
15 horas – 16 horas – Matthew Koma
16h15 – 17h15 – A-Trak
17h30 – 18h30 – RL Grime
18h45 – 20 horas – Flosstradamus
20h15 – 21h15 – Alok
21h30 – 22h45 – Kaskade

13 de março – Domingo

Palco Skol
12h – 12h50 – Dingo Bells
13h45 – 14h30 – Marrero
15h40 – 16h40  – Twenty One Pilots
17h50 – 19h05 – Noel Gallagher’s High Flying Birds
20h30 – 22 horas – Florence + the Machine

Palco Onix
12h55 – 13h40 – Maglore
14h35 – 15h35 – Walk the Moon
16h45 – 17h45 – Alabama Shakes
19h10 – 20h25 – Jack Ü

Palco Axe
13 horas – 14 horas – Versalle
14h30 – 15h30 – Seed
16 horas – 17 horas – Albert Hammond Jr.
17h30 – 18h30 – Odesza
19 horas – 20 horas – Jungle
20h45 – 22 horas – Planet Hemp

Kidzpalooza
12h55 – 13h40 – School of Rock
14h35 – 15h35 – Mike Tompkins
16h45 – 17h45 – Lazy Bear

Trident at Perry’s
12h30 – 13h15 – Funky Fat
13h30 – 14h15 – Karol Conka
14h30 – 15h15 – Jack Novak
15h30 – 16h30 – Gramatik
16h45 – 17h45 – Duke Dumont
18 horas – 19h15 – Zeds Dead
19h35 – 20h35 – Emicida
20h45 – 22 horas – Zedd

27
jan
16

Alabama Shakes, Eagles of Death Metal, Bad Religion e Florence + the Machine tocarão nas Lolla Parties

Alabama Shakes no Audio Club - Cartaz de DivulgaçãoBoa notícia para quem prefere shows em casas menores em vez de festivais. Nesta quarta-feira, 27 de janeiro, a organização do Lollapalooza Brasil informou que algumas das bandas importantes que tocarão no festival de 2016 em São Paulo também vão se apresentar nas Lolla Parties, eventos menores em casas de shows e que contam com performances mais intimistas das atrações para os fãs. Entre os grupos de rock, estão, por exemplo, Alabama Shakes, Eagles of Death Metal, Bad Religion e Florence + Machine.

Além do detalhe de poder ver o artista preferido mais de perto e numa muvuca menor, o fã dos grupos terá preços bem menores de ingressos do que os que estão sendo cobrados para o festival. As Lolla Parties deste ano vão acontecer em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Curitiba.

Ingressos para todas as Lolla Parties estão disponíveis desde este dia 27 de janeiro, na bilheteria oficial no Citibank Hall São Paulo, localizado na Avenida das Nações Unidas, 17.955; pela internet (www.lollapaloozabr.com/tickets); e também nos pontos de vendas espalhados pelo país.

Entre as atrações participantes das Lolla Parties, o Alabama Shakes é um dos principais destaques, especialmente por estar passando por um momento de aceitação de crítica e público após o lançamento recente do novo e ótimo álbum “Sound & Color”, em abril de 2015.

Pelo projeto Lolla Parties, o Alabama Shakes tocará em São Paulo e no Rio de Janeiro. Na capital paulista, na mesma noite do dia 14 de março que contará com apresentação da banda Cold War Kids, o grupo norte-americano vai se apresentar no Audio Club. No Rio, o Alabama fará show sozinho no Circo Voador no dia 15.

Para o show do Audio Club, onde são esperadas 3 mil pessoas, os ingressos inteiros saem por R$ 220,00 (Pista) e R$ 300,00 (Mezanino Vip). A bilheteria oficial, sem taxa de conveniência é a do Citibank Hall, mas, no dia da apresentação, as entradas poderão ser compradas na própria casa da zona oeste paulistana. Pela internet, com taxa, há o site www.ticketsforfun.com.br, além de outros pontos de venda específicos.

Quanto ao show o Circo Voador, onde são aguardadas 2.500 pessoas, os ingressos inteiros para o show do Alabama custam R$ 240,00 (Lote 1), R$ 280,00 (Lote 2) e R$ 320,00 (Lote 3). A bilheteria sem taxa de conveniência fica na própria casa. Pela internet, com taxa, o fã tem a opção do site www.ingresso.com.

Outra banda esperada é o Eagles of Death Metal, famoso, infelizmente, por ser a banda que estava tocando no Bataclan na noite dos atentados terroristas em Paris em 2015. O grupo tocará em São Paulo no Cine Joia, no dia 15 de março, e terá a abertura do Vintage Trouble.

Os ingressos inteiros para Pista saem por R$ 200,00 na casa que tem público esperado de 1.400 pessoas. A bilheteria oficial, sem taxa de conveniência é a do Citibank Hall, mas, no dia da apresentação, as entradas poderão ser compradas na própria casa da zona central paulistana. Pela internet, com taxa, os endereços são os mesmos do show do Alabama Shakes.

O veterano Bad Religion tocará apenas em Curitiba. Será no dia 15 de março no Spazio Van. Os ingressos estão à venda em www.diskingressos.com.br. Na casa onde são esperadas 4.153 pessoas, as entradas inteiras para a Pista Premium custam R$ 300,00 (Lote 1), R$ 360,00 (Lote 2) e R$ 440,00 (Lote 3). Para a Pista Comum, saem por R$ 200,00 (Lote 1), R$ 250,00 (Lote 2) e R$ 300,00 (Lote 3). Para o Camarote, custam R$ 200,00; para a Mesa Ouro, R$ 200,00; para a Mesa Prata, R$ 175,00; e, para a Mesa Bronze, R$ 150,00.

Há valores promocionais ligados ao cartão de fidelidade da Disk Ingressos e também uma série de pontos físicos espalhados para a venda, como a Loja Disk Ingressos Shopping Palladium e o Teatro Positivo, entre outros.

O Rio de Janeiro também receberá pelo projeto Lolla Parties o grupo Florence + the Machine, que terá a companhia do Mumford & Sons, no palco do Metropolitan, no dia 14 de março. Na casa, que conta com a capacidade para 8.433 pessoas, os ingressos inteiros para a Pista Premium custam R$ 450,00 (Lote 1), R$ 480,00 (Lote 2) e R$ 510,00 (Lote 3). Para a Pista Comum, saem por R$ 250,00 (Lote 1), R$ 280,00 (Lote 2) e R$ 320,00 (Lote 3). Para o Camarote, custam R$ 550,00. Para a Poltrona, saem por R$ 280,00.

A bilheteria oficial, sem taxa de conveniência, fica no próprio Metropolitan. Pela internet, com taxa, há o site www.ticketsforfun.com.br, além de outros pontos de venda específicos.

Além das quatro bandas grandes citadas, as Lolla Parties ainda contarão com shows do Monsters and Men e do The Joy Formidable, no dia 13 de março, no Circo Voador, no Rio; Twenty One Pilots e Walk The Moon, no dia 16 de março, no Sacadura 154, também na capital fluminense; Marina and the Diamonds, no dia 11 de março, no Audio Club, em São Paulo; e Snoop Dogg com o projeto DJ Snoopadelic, no dia 13 de março, também na mesma casa paulistana.

O festival Lollapalooza 2016 será realizado nos dias 12 e 13 de março no Autódromo de Interlagos. A edição será a quinta consecutiva na cidade de São Paulo e a terceira seguida no autódromo.

Em 2012, no primeiro de Lollapalooza, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows do rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

03
nov
15

Lollapalooza anuncia atrações por dia e início da venda de ingresso Lolla Day para edição de 2016

Lollapalooza - Cartaz de divulgação da edição de 2016A organização do Lollapalooza anunciou nesta terça-feira, 3 de novembro, as atrações divididas por dia para a edição de 2016 que acontecerá nos dias 12 e 13 de março no Autódromo de Interlagos. De quebra, também informou o início da venda do primeiro lote do ingresso Lolla Day, que é válido para um dia do festival.

Como pode ser observado no cartaz ao lado, as principais atrações do rock do primeiro dia de festival serão os headliners Tame Impala, Mumford & Sons e Of Monsters and Men, além do veterano Bad Religion, o Eagles of Death Metal e o brasileiro Matanza.

Quanto ao segundo dia, os destaques do rock são os headliners Florence + The Machine, Noel Gallagher’s High Flying Birds e Alabama Shakes.

A edição de 2016 será a quinta consecutiva do Lollapalooza na cidade de São Paulo e a terceira seguida
no Autódromo de Interlagos.

Além destes nomes citados, num total de 40 atrações, completam a escalação do Lollapalooza os seguintes grupos e artistas musicais: Eminem, Kaskade, Die Antwoord (headliners), Marina and the Diamonds, Cold War Kids, Flosstradamus, RL Grime, Halsey, A-Trak, The Joy Formidable, Vintage Trouble, Supercombo, Matthew Koma, Dônica, Groove Delight, Zerb e The Baggios, todos no primeiro dia; Jack Ü,  Snoop Dog , além de Odesza, Zeds Dead, Emicida, Duke Dumont, Walk the Moon, Twenty One Pilots, , Jungle, Marrero, Seeed, Albert Hammond Jr., Gramatik, Maglore, Jack Novak, Versalle, Karol Conka, Funky Fat e Dingo Bells, todos no segundo dia.

O período de comercialização das entradas começou no dia 2 de setembro de 2015, antes mesmo das atrações serem conhecidas. Até então, não havia a opção do Lolla Day, apenas o Lolla Pass, que é válido para os dois dias do evento e que já está no terceiro lote, com os valores salgadíssimos de R$ 800,00 (inteira) e R$ 400,00 (meia).

O Lolla Day começou a ser vendido exatamente no dia 3 de novembro. Os ingressos do primeiro lote custam R$ 380,00 (inteira) e R$ 190 (meia-entrada). Quanto ao segundo lote, saem por R$ 380,00 (inteira) e R$ 190 (meia-entrada). O terceiro lote custará R$ 450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia).

Tal qual a do Lolla Pass, a compra do Lolla Day poderá ser parcelada em até 3X.

As vendas estão sendo feitas no site http://www.ticketsforfun.com.br e em todos os pontos de venda do País. A bilheteria oficial do evento é o Citibank Hall, único local onde a taxa de conveniência não é cobrada.

Em 2012, no primeiro de Lollapalooza, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows do rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

07
out
15

Lollapalooza anuncia line-up completo de 2016 e terá Alabama Shakes, Noel Gallagher e Bad Religion

Lollapalooza 2016 - Cartaz de DivulgaçãoO Lollapalooza 2016 já tem uma escalação definida. Na terça-feira, dia 6 de outubro, os organizadores do festival  confirmaram o line-up do evento que será realizado nos dias 12 e 13 de março do ano que vem no Autódromo de Interlagos.

Entre os nomes de destaque ligados ao rock, chamam a atenção os headliners Alabama Shakes, Florence + The Machine, Noel Gallagher’s High Flying Birds e Tame Impala. Entre as demais atrações, destaque para o Bad Religion entre as internacionais e para o Matanza entre as nacionais.

A edição de 2016 será a quinta consecutiva do Lollapalooza na cidade de São Paulo e a terceira seguida
no Autódromo de Interlagos.

Além destes nomes citados, num total de 40 atrações, completam a escalação do Lollapalooza os seguintes grupos e artistas musicais: Eminem, Jack Ü, Mumford & Sons, Snoop Dog (headliners) e Eagles of Death Metal, Zedd, Kaskade, Die Antwoord, Of Monsters and Men, Marina and the Diamonds, Cold War Kids, Odesza, Zeds Dead, Flosstradamus, RL Grime, Emicida, Duke Dumont, Walk the Moon, Twenty One Pilots, Halsey, Jungle, Marrero, A-Trak, Seeed, Albert Hammond Jr., The Joy Formidable, Gramatik, Maglore, Vintage Trouble, Supercombo, Matthew Koma, Jack Novak, Dônica, Versalle, Groove Delight, Zerb, Karol Conka, The Baggios, Funky Fat e Dingo Bells.

O período de comercialização das entradas começou no dia 2 de setembro de 2015, antes mesmo das atrações serem conhecidas.

O valor dos ingressos para 2016 está mais caro que o da edição de 2015. Entretanto, o primeiro lote do Lolla Pass, válido para 2 dias de festival, que custava R$ 660,00 (inteira) e R$ 330,00 (meia-entrada), já esgotou. Para o festival de 2015, o primeiro lote custava R$ 580,00 (inteira) e R$ 290,00 (meia).

O segundo lote do Lolla Pass custa R$ 740,00 (inteira) e R$ 370,00 (meia). O terceiro sairá por R$ 800,00 (inteira) e R$ 400,00 (meia).

As vendas estão sendo feitas no site http://www.ticketsforfun.com.br e em todos os pontos de venda do País. A bilheteria oficial do evento é o Citibank Hall, único local onde a taxa de conveniência não é cobrada.

Buscapé

Os valores para o Lolla Day, que é a entrada para um único dia também já são conhecidos, apesar de ainda não existir uma data de início de vendas divulgada. O primeiro lote custará R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia). O segundo lote sairá por R$ 420,00 (inteira) e R$ 210,00 (meia). O terceiro lote custará R$ 450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia).

Em 2012, no primeiro de Lollapalooza, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows de rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

22
ago
15

Ingressos para o Lollapalooza 2016 começam a ser vendidos a partir do dia 2 de setembro

Lollapalooza Brasil - LogoA organização do Lollapalooza já definiu a data de início de venda de ingressos para a edição de 2016. Mesmo sem ter qualquer nome oficialmente anunciado para o festival, o período de comercialização das entradas começará no dia 2 de setembro de 2015.

Será a quinta edição consecutiva do Lollapalooza na cidade de São Paulo e a terceira seguida no Autódromo de Interlagos. O evento de 2016 será realizado nos dias 12 e 13 de março.

O valor dos ingressos para 2016 está mais caro que o da edição de 2015. O primeiro lote do Lolla Pass, válido para 2 dias de festival, custa R$ 660,00 (inteira) e R$ 330,00 (meia-entrada). Para o festival de 2015, o primeiro lote custava R$ 580,00 (inteira) e R$ 290,00 (meia).

O segundo lote do Lolla Pass custará R$ 740,00 (inteira) e R$ 370,00 (meia). O terceiro sairá por R$ 800,00 (inteira) e R$ 400,00 (meia).

As vendas serão feitas no site http://www.ticketsforfun.com.br e em todos os pontos de venda do País. A bilheteria oficial do evento é o Citibank Hall São Paulo.

Os valores para o Lolla Day, que é a entrada para um único dia também já são conhecidos, apesar de ainda não existir uma data de início de vendas divulgada. O primeiro lote custará R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia). O segundo lote sairá por R$ 420,00 (inteira) e R$ 210,00 (meia). O terceiro lote custará R$ 450,00 (inteira) e R$ 225,00 (meia).

Até o momento não há atrações confirmadas, mas os nomes de Alabama Shakes, Tame Impala, Noel Gallagher e Of Monsters and Men já circularam pela internet extra-oficialmente.

Em 2012, no primeiro de Lollapalooza, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters. Em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival teve uma menor oferta do estilo que em anos anteriores. Com um grande avanço de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows de rock foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

06
ago
15

Lollapalooza 2016 será realizado nos dias 12 e 13 de março no Autódromo de Interlagos

Lollapalooza 2016 - Cartaz de DivulgaçãoO Lollapalooza 2016 já tem datas definidas. Nesta quinta-feira, dia 6 de agosto, os organizadores do festival confirmaram a quinta edição consecutiva do evento na cidade de São Paulo e escolheram os dias 12 e 13 de março para a realização do festival.

Tal qual o cenário observado nas edições de 2014 e 2015, o local escolhido para o próximo ano é o Autódromo de Interlagos, que vem agradando o público, apesar da distância entre os palcos e das longas caminhadas. As edições de 2012 e de 2013 foram realizadas no Jockey Club.

Até o momento não há atrações confirmadas oficialmente.

De certo, apesar da crise econômica que o País enfrenta (e das tentativas de certos setores perversos de transformá-la em algo jamais visto, para os mal informados), o evento já conta com patrocínios de peso, como a Skol e a Chevrolet e apoio de Fusion Energy Drink e C&A.

Se, no primeiro de Lollapalooza, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters, em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Em 2015, para quem gosta de rock n’ roll, o festival não teve a oferta de anos anteriores. Com um avanço notável de atrações dançantes e mais pops, alguns dos melhores shows foram os do lendário Robert Plant e do Smashing Pumpkins.

A despeito deste menor conteúdo ligado ao rock, o evento de 2015 foi um sucesso.  A imensa área de 600 mil metros quadrados foi dominada por 136 mil pessoas, com mais de 50 atrações que proporcionaram 56 horas de música ininterruptas.

Além da montagem dos três palcos principais, da tenda eletrônica e do Kidzapalooza em distância apropriada, o espaço escolhido possibilitou ainda a acomodação de áreas importantes para a experiência do evento, como o Chef’s Stage, o Lolla Market e o Lolla Lounge.

05
abr
15

Show do Smashing Pumpkins no Lollapalooza foi como uma ilha de rock em noite de pop e eletrônico

Smashing Pumpkins no Lollapalooza - Foto: Divulgação LollapaloozaO Smashing Pumpkins tocou no dia 29 de março no Lollapalooza 2015 e deixou uma boa impressão para os fãs novos e antigos que acompanharam a apresentação ao vivo ou pela TV. Num show relativamente curto, a banda norte-americana liderada pelo vocalista e guitarrista Billy Corgan reuniu, no Autódromo de Interlagos, na cidade de São Paulo, grandes hits que entraram para a história do rock e fizeram a cabeça dos fãs da boa música nos Anos 90.

A apresentação no Lollapalooza não chegou ao nível do grande show que a banda fez no auge da carreira no Hollywood Rock de 1996, mas superou a performance do grupo no Planeta Terra Festival de 2010.

Tal qual 2010, Billy Corgan é o único remanescente da formação original e clássica, que tocou demais naquele Hollywood Rock. A diferença, talvez, em relação ao Planeta Terra, é que os músicos que acompanharam o vocalista têm um pouco mais de bagagem.

Na bateria, por exemplo, Brad Wilk (Rage Against the Machine e Audioslave) deu um peso maior a algumas músicas. Mark Stoermer, do The Killers, ficou bem quieto no baixo, mas deu o suporte necessário à banda. Na outra guitarra, Jeff Schroeder também não fez feio e ajudou bastante Corgan.

A ótima “Cherub Rock”, do clássico “Siamese Dream”, de 1993, foi a primeira do show e trouxe a banda com uma energia até surpreendente. Outros hits, da fase áurea, como “Tonight, Tonight”, “1979” e “Disarm”, também encantaram a plateia fã do grupo, que representava quase uma ilha, num dia de festival marcado fortemente pelo pop e pela música eletrônica.

Também vale destacar as canções do bom novo álbum, “Monuments to an Elegy”, lançado no fim de 2014. “One and All”, que já havia sido elogiada aqui no Roque Reverso quando foi liberada no YouTube, foi o destaque, já que tem muito do que o Smashing Pumpkins trouxe de melhor ao rock.

Smashing Pumpkins no Lollapalooza - Foto: Divulgação LollapaloozaSmashing Pumpkins no Lollapalooza - Foto: Divulgação LollapaloozaSmashing Pumpkins no Lollapalooza - Foto: Divulgação LollapaloozaSmashing Pumpkins no Lollapalooza - Foto: Divulgação Lollapalooza

A última música da primeira parte do show foi nada menos que “Bullet With Butterfly Wings”, que tem a tradição de empolgar o mais frio dos fãs. No Lollapalooza não foi diferente e muita gente achou que esta foi a canção que mais animou a plateia.

Depois de uma breve pausa, o bis foi a volta solitária de Corgan com um violão e a execução acústica da bela “Today”, que ficou muito legal com a ajuda do público cantando. A música chegou a ser atrapalhada momentaneamente por uma queima de fogos de artifício claramente iniciada antes do combinado.

O fato inesperado deixou Corgan contrariado. Tanto que ele chegou a olhar feio, balançar a cabeça e a parar os acordes, para depois recomeçar. Por fim, um dos clássicos que estava no set list original divulgado pela banda, a música “Zero”, não foi executado, talvez porque o vocalista tenha pensado que a queima de fogos fosse um recado de que o festival estava acabando. “Heavy Metal Machine” também ficou só na promessa.

Com isso, ficou uma sensação de “quero mais” e até de frustração por parte do público que queria ouvir “Zero” e já tinha tido acesso ao set list. A análise do show foi positiva, mas a queima de fogos acabou atrapalhando.

Resta saber se Corgan, cada vez mais expondo seus sentimentos (chegou a lamentar a morte do gato durante o show) e claramente cansado do cenário atual do rock, continuará com o Smashing Pumpkins. Apesar de não ser a mesma coisa que no passado, o grupo parece ter ainda lenha para queimar em tempos de muitos questionamentos sobre o futuro do rock.

Para relembrar o show do Smashing Pumpkins no Lollapalloza, o Roque Reverso descolou vídeos da apresentação no YouTube. Fique inicialmente com “Cherub Rock”. Depois veja a banda tocando “Bullet With Butterfly Wings”. Para fechar, a execução acústica de “Today”.

Set list

Cherub Rock
Tonight, Tonight
Ava Adore
Being Beige
Drum + Fife
Stand Inside Your Love
1979
Pale Horse
Monuments
Drown
Disarm
One And All
United States
Bullet With Butterfly Wings

Today (acústico)

28
mar
15

Lollapalooza 2015 vai rolar! Confira todos os horários e detalhes do festival em SP

Lollapalloza em 2014 - Foto: DivulgaçãoVai começar o Lollapalooza 2015! A edição deste ano, que traz uma escalação um pouco menos badalada que a de outros anos, será realizada neste sábado, dia 28 de março, e no domingo, dia 29, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Com uma expectativa de um público de cerca de 80 mil pessoas por dia, o festival voltará a ter atrações para todos os gostos e disputará com o Monsters of Rock o posto de melhor evento musical da capital paulista deste ano.

Com bem menos atrações de peso do rock que nas edições dos anos anteriores, o evento deste ano deve mesmo ter entre os destaques os headliners Jack White e Robert Plant, no primeiro dia, e Pharrell Williams e Calvin Harris no último dia.

Importante chamar a atenção também para o show que será feito pelo Smashing Pumpkins, que representará o rock na segunda data e tocará no mesmo horário de Pharrell Williams, porém, é claro, em palcos diferentes, fechando o festival.

No dia 28, além de Jack White e Robert Plant, o Lollapalooza terá Skrillex, Kasabian, Bastille, Marcelo D2, Alt-J, Major Lazer, KONGOS, Fitz and the Tantrums, St. Vincent, Dillon Francis, Banda Do Mar, Ritmo Machine, Boogarins, Bula, Vintage Culture, Baleia, Nem Liminha Ouviu, Anna e E-cologyc Vs Jakko.

No dia 29, além dos Smashing Pumpkins e dos nomes citados, o festival terá Foster The People, Interpol, Steve Aoki, The Kooks, The Chainsmokers, Rudimental, Three Days Grace, Young The Giant, Pitty, Molotov, Carnage, Childish Gambino, O Terno, Mombojó, Far From Alaska, Victor Ruiz AV Any Mello, Big Gigantic, Fatnotronic, Chemical Surf e Scalene.

Uma novidade importante do dia 28 é que o show de Marina and the Diamonds foi cancelado de última hora. Segundo a organização do Lollapalooza ela permaneceu no aeroporto de Nova York por um período de sete horas, já que havia sido informada que o seu vôo havia sido adiado. Após a espera, porém, foi informada que o mesmo havia sido cancelado.

Fora da parte musical, um atração de destaque do Lollapalooza é o espetáculo interativo Fuerza Bruta, sucesso em todo o mundo. As performances serão realizadas entre um show e outro nos dois dias do festival.

Para os fãs que desejam adquirir ingresso para apenas um dia de festival, o Lolla Day custa R$ 340,00 (inteira) e R$ 170,00 (meia-entrada). Para o segundo lote, os preços serão de R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia-entrada).

Estão disponíveis também ingressos do 2º lote do Lolla Pass. As entradas, que dão acesso aos dois dias de festival, custam R$ 660,00 (inteira) e R$ 330,00 (meia-entrada).

Quem quisesse aproveitar o festival de uma maneira diferenciada, também poderia garantir o serviço exclusivo do Sempre Livre Lolla Lounge, que dá direito a transporte até o autódromo, open bar, snack bar, buffet de jantar, área de relax, banheiros exclusivos e after party de uma hora após o término do evento. O Sempre Livre Lolla Lounge Pass (2 dias de festival) custa R$ 800,00 e o Lolla Lounge Day (1 dia de festival) custa R$ 450,00, não incluindo o valor do ingresso. Este tipo de vantagem, porém, já está esgotado.

A única bilheteria para compra e retirada de ingressos ficará no Portão 7 (Avenida Senador Teotônio Vilela). Haverá um rígido controle nos portões de acesso ao Autódromo. Os ingressos oficiais possuem diversos itens de segurança que serão verificados na hora da entrada do público. A organização não se responsabiliza por ingressos adquiridos fora dos pontos de vendas oficiais e reforça que ingressos falsos não serão aceitos.

Importante ressaltar que a previsão do tempo para os dois dias do festival traz um cenário de chuvas a partir do fim da tarde. Quem já viu o que aconteceu no show que o Iron Maiden em 2009, também num mês de março, lembra muito bem da lama inacreditável que se formou perto os palcos. Portanto, é bom se preparar.

Outro detalhe importante é a distância entre os palcos. Para que o som de um show não atrapalhe o outro, há uma distância grande para percorrer no extenso autódromo.

O festival contará com as tradicionais áreas de descanso e grandes opções de alimentação, além do Kidzapalooza, espaço dedicado às crianças com line-up exclusivo e atrações especiais. Food Trucks e bares estarão espalhados pelo Autódromo e no Chef Stage haverá um cardápio variado, elaborado por 24 Chefs renomados.

Tal qual o evento de 2014, a opção de transporte recomendada é o transporte público, apesar de haver estacionamento no local.

Para quem vai de trem, é só pegar a Linha 9 – Esmeralda e desembarcar na estação Autódromo, que fica aberta até 1 hora da manhã do domingo e até a zero hora do último dia do festival. O portão mais próximo para entrada é o 9.

Se o fã preferir ir de ônibus, a SPTrans possui diversas linhas para o Autódromo de Interlagos, que estarão sinalizadas. Verifique no site http://www.sptrans.com.br. Na hora de ir embora, haverá uma linha especial de ônibus com destino ao Terminal Santo Amaro com dois pontos de embarque: Avenida Senador Teotônio Vilela (Portão 8) e Avenida Jacinto Julio (Portão 9). Funcionará no sábado, das 21 horas às 2 horas do dia seguinte, e no domingo, das 20 horas até a 1 da manhã da segunda-feira.

Para quem vai de carro, o estacionamento no Autódromo de Interlagos vale somente para quem adquiriu este serviço no site da Tickets For Fun. A entrada de carros para quem tem o ticket de estacionamento será pelo Portão G.

Se você vai de táxi, pode descer próximo aos 3 portões de acesso do festival: TL, 8 e 9. Na hora de ir embora, serão montados pontos especiais de táxi nesses portões para facilitar sua volta pra casa.

Para quem não puder ir ao festival, haverá a opção da TV e da transmissão pela internet, ambas pelo canal fechado Multishow, que ainda terá o reforço do canal Bis para shows que acontecem simultaneamente. Na TV aberta, a Globo promete passar os melhores momentos durante a madrugada.

O leitor do Roque Reverso poderá acompanhar detalhes do festival também no nosso Twitter e no nosso canal do Facebook. Set list, atrasos e novidades importantes poderão ser vistas com maior rapidez nesses locais. Nos dias seguintes, traremos também as tradicionais resenhas dos principais shows de rock.

O Lollapalooza teve três edições com sucesso de público em 2012, 2013 e 2014 no Brasil. Se, no primeiro ano, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters, em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Confira abaixo os horários da edição de 2015 e mapa elaborado pela organização (clique para ampliar):

Mapa do Lollapalooza 2015

28 de março – Sábado

Palco Skol
12h05 – 12h50 – Baleia
13h45 – 14h45 – Banda do Mar
15h55 – 16h55 – Alt-J
18h20 – 19h35 – Robert Plant and The Sensational Space Shifters
21h15 – 23h – Jack White

Palco Onix
12h55 – 13h40 – Bula
14h50 – 15h50 – Fitz and The Tantrums
17h – 18h15 – Kasabian
19h40 – 21h10 – Skrillex

Palco Axe
12h30 – 13h30 – Zimbra
14h – 15h – Boogarins
15h30 – 16h30 – Nem Liminha Ouviu
17h15 – 18h15 – St. Vincent
18h45 – 19h45 – Marcelo D2
20h15 – 21h15 – Kongos
21h45 – 23h – Bastille

Palco Perry
13h – 14h – DJ Anna
14h15 – 15h15 – Vintage Culture
15h30 – 16h30 – E-cologik Vs Jakko
16h45 – 17h45 – DJ Snake
18h15 – 19h30 – Dillon Francis
20h – 21h – Ritmo Machine
21h30 – 22h45 – Major Lazer

Palco Kidzapalooza
13h30 – 14h30 – School of Rock – Hot Dogs for Free
15h – 16h30 – B-Boyz
17h – 18h15 – DJ Chemical Surf

29 de março – Domingo

Palco Skol
11h50 – 12h35 – Scalene
13h30 – 14h15 – Molotov
15h25 – 16h25 – Interpol
17h35 – 18h50 – Foster The People
20h15 – 22h – Pharrell Williams

Palco Onix
12h40 – 13h25 – Far From Alaska
14h20 – 15h20 – Rudimental
16h30 – 17h30 – The Kooks
18h55 – 20h10 – Calvin Harris

Palco Axe
12h – 12h30 – Dr. Pheabes
13h – 14h – Mombojó
14h30 – 15h30 – O Terno
16h – 17h – Three Days Grace
17h30 – 18h30 – Pitty
19h – 20h – Young The Giant
20h30 – 22h – The Smashing Pumpkins

Palco Perry
12h15 – 13h – Chemical Surf
13h15 – 14h – Fatnotronic
14h15 – 15h – Victor Ruiz AV Any Mello
15h15 – 16h15 – Big Gigantic
16h30 – 17h30 – Carnage
17h45 – 18h45 – The Chainsmokers
19h15 – 20h15 – Childish Gambino
20h45 – 22h – Steve Aoki

Palco Kidzapalooza
13h30 – 14h30 – School of Rock – Banda Malaguetas
15h – 16h30 – B-Boyz
17h – 18h15 – DJ E-cologyk Vs Jakko

03
mar
15

Lollapalooza divulga os horários dos shows da edição de 2015

Lollapalooza 2015 - Reprodução do LogoOs organizadores do Lollapalooza divulgaram nesta terça-feira, dia 3 de março, os horários dos shows que farão parte da edição de 2015. Com bem menos atrações de peso do rock que nas edições dos anos anteriores, o evento deste ano deve mesmo ter entre os destaques os headliners Jack White e Robert Plant, no primeiro dia, e Pharrell Williams e Calvin Harris no último dia.

Vale chamar a atenção também para o Smashing Pumpkins, que representará o rock na segunda data e tocará no mesmo horário de Pharrell Williams, porém, é claro, em palcos diferentes.

O Lollapalooza será realizado nos dias 28 e 29 de março na cidade de São Paulo. Tal qual a edição de 2014, o local escolhido para o próximo ano é o Autódromo de Interlagos.

No dia 28, além de Jack White e Robert Plant, o Lollapalooza terá Skrillex, Kasabian, Bastille, Alt-J, Major Lazer, Marina and the Diamonds, KONGOS, Fitz and the Tantrums, St. Vincent, Dillon Francis, SBTRKT, Banda Do Mar, Ritmo Machine, DJ Snake, Boogarins, Bula, Vintage Culture, Baleia, Nem Liminha Ouviu, Anna e E-cologyc Vs Jakko.

No dia 29, além dos Smashing Pumpkins e dos nomes citados, o festival terá Foster The People, Interpol, Steve Aoki, The Kooks, The Chainsmokers, Rudimental, Three Days Grace, Young The Giant, Pitty, Molotov, Carnage, Childish Gambino, O Terno, Mombojó, Far From Alaska, Victor Ruiz AV Any Mello, Big Gigantic, Fatnotronic, Chemical Surf e Scalene.

Para os fãs que desejam adquirir ingresso para apenas um dia de festival, o Lolla Day, ainda no 1º lote, custa R$ 340,00 (inteira) e R$ 170,00 (meia-entrada). Para o segundo lote, os preços serão de R$ 380,00 (inteira) e R$ 190,00 (meia-entrada).

Estão disponíveis também ingressos do 2º lote do Lolla Pass. As entradas, que dão acesso aos dois dias de festival, custam R$ 660,00 (inteira) e R$ 330,00 (meia-entrada).

Quem quiser aproveitar o festival de uma maneira diferenciada, também já pode garantir o serviço exclusivo do Sempre Livre Lolla Lounge, que dá direito a transporte até o autódromo, open bar, snack bar, buffet de jantar, área de relax, banheiros exclusivos e after party de uma hora após o término do evento. O Sempre Livre Lolla Lounge Pass (2 dias de festival) custa R$ 800,00 e o Lolla Lounge Day (1 dia de festival) custa R$ 450,00, não incluindo o valor do ingresso.

Os ingressos podem ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), na bilheteria do Citibank Hall em São Paulo (Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro) e nos pontos de venda em todo o país. A compra pode ser parcelada em até 3 vezes nos cartões aceitos pela Tickets For Fun.

O Lollapalooza teve três edições com sucesso de público em 2012, 2013 e 2014 no Brasil. Se, no primeiro ano, a grande atração foi o ótimo show do Foo Fighters, em 2013, o festival contou com apresentações memoráveis do Queens of The Stone Age e do Pearl Jam. Em 2014, também ficaram marcadas apresentações como as do Soundgarden, New Order e do Arcade Fire.

Confira abaixo os horários da edição de 2015:

28 de março – Sábado

Palco Skol
12h05 – 12h50 – Baleia
13h45 – 14h45 – Banda do Mar
15h55 – 16h55 – Alt-J
18h20 – 19h35 – Robert Plant and The Sensational Space Shifters
21h15 – 23h – Jack White

Palco Onix
12h55 – 13h40 – Bula
14h50 – 15h50 – Fitz and The Tantrums
17h – 18h15 – Kasabian
19h40 – 21h10 – Skrillex

Palco Axe
12h – 12h30 – Banda 89 FM
13h – 13h45 – Boogarins
14h15 – 15h – Nem Liminha Ouviu
15h30 – 16h30 – Kongos
17h – 18h – St. Vincent
18h45 – 19h45 – SBTRKT
20h15 – 21h15 – Marina And The Diamonds
21h45 – 23h – Bastille

Palco Perry
13h – 14h – DJ Anna
14h15 – 15h15 – Vintage Culture
15h30 – 16h30 – E-cologik Vs Jakko
16h45 – 17h45 – DJ Snake
18h15 – 19h30 – Dillon Francis
20h – 21h – Ritmo Machine
21h30 – 22h45 – Major Lazer

29 de março – Domingo

Palco Skol
11h50 – 12h35 – Scalene
13h30 – 14h15 – Molotov
15h25 – 16h25 – Interpol
17h35 – 18h50 – Foster The People
20h15 – 22h – Pharrell Williams

Palco Onix
12h40 – 13h25 – Far From Alaska
14h20 – 15h20 – Rudimental
16h30 – 17h30 – The Kooks
18h55 – 20h10 – Calvin Harris

Palco Axe
12h – 12h30 – Dr. Phoebes
13h – 14h – Mombojó
14h30 – 15h30 – O Terno
16h – 17h – Three Days Grace
17h30 – 18h30 – Pitty
19h – 20h – Young The Giant
20h30 – 22h – The Smashing Pumpkins

Palco Perry
12h15 – 13h – Chemical Surf
13h15 – 14h – Fatnotronic
14h15 – 15h – Victor Ruiz AV Any Mello
15h15 – 16h15 – Big Gigantic
16h30 – 17h30 – Carnage
17h45 – 18h45 – The Chainsmokers
19h15 – 20h15 – Childish Gambino
20h45 – 22h – Steve Aoki

25
jan
15

Mesmo sem superar Rock in Rio e Lolla, Foo Fighters fez apresentação de gala em SP para 55 mil

Foo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiO Foo Fighters inaugurou a temporada de shows internacionais que passarão por São Paulo em 2015 com uma apresentação de gala e digna dos grandes nomes do rock n’ roll. Com um show de quase três horas de duração, a banda norte-americana liderada pelo incansável vocalista e guitarrista, Dave Grohl, não superou as históricas apresentações feitas no Rock in Rio de 2001 e no Lollapalooza de 2012, mas fez a festa das 55 mil pessoas presentes no Estádio do Morumbi na sexta-feira, dia 23 de janeiro.

Antes que arremessem pedras ao Roque Reverso, a constatação de que o evento no Morumbi não superou o Rock in Rio e o Lollapalooza tem a ver muito mais com o fato daquelas terem sido apresentações históricas e difíceis de serem batidas do que por alguma análise de que a apresentação na capital paulista tenha sido fraca ou ruim.

O show do Morumbi, que fez parte da primeira turnê própria da banda pelo Brasil, reuniu tudo aquilo que um bom espetáculo de rock precisa: um grupo com vontade de tocar, um público louco para cantar todas as músicas, momentos de catarse coletiva que jamais serão esquecidos por quem esteve lá e até fatos inusitados e marcantes, como o pedido de casamento de um fã feito a sua futura esposa em pleno palco.

Muitos vão dizer que o simples fato de o Foo Fighters ter um show só seu e tocar por quase 3 horas já seria um motivo para superar as apresentações citadas. Mas quem esteve no Rock in Rio com mais de 170 mil pessoas, quando a banda começava a despontar, e viu o grupo surpreender numa noite que tinha o R.E.M. como atração principal, com certeza discordará. O mesmo é válido para quem esteve no Lolla e viu a banda fazer um dos shows com mais energia dos palcos brasileiros.

O fato incontestável é que o Foo Fighters está entre os grupos mais importantes da atualidade. Não somente Dave Grohl é apontado como “o cara legal” do rock e faz tudo para manter o estilo vivo, como a banda já conta com características de grupos consagrados e tende a cada vez mais conquistar seu merecido espaço, num momento no qual o rock precisa de mais expoentes.

O show

Depois das aberturas realizadas pelo Raimundos e pela banda Kaiser Chiefs com chuva, São Pedro fez o que tem feito com o Cantareira e poupou o Foo Fighters da água. Às 21h20, com apenas 5 minutos de atraso em relação ao horário agendado, Dave Grohl & Cia subiram ao palco e iniciaram a catarse coletiva que se estenderia até a madrugada do dia seguinte.

Diferente das outras vezes, o grupo não chegou com tudo. Apareceu no palco discretamente e iniciou a apresentação com a música “Something from Nothing”, do novo e badalado disco “Sonic Highways”, de 2014. Como se a faixa já fosse um hit consagrado, o público cantou a música do início ao fim e nem se importou com um pequeno tombo que Grohl tomou durante a execução da música.

Na sequência, os hits antigos “The Pretender” e “Learn to Fly” foram tocados de uma vez só e mantiveram o público atento e participativo, com direito a uma chuva de papel picado vermelho que foi lançada logo na parte final de “The Pretender”.

Vale destacar que o som da banda estava mais baixo que o desejável para quem estava, por exemplo, na divisa da Pista Vip com a Comum. Aos poucos, com a sequência da apresentação, ele foi melhorando, em sintonia com a própria performance do grupo, que foi crescendo a cada música.

A ótima e já clássica “Breakout” fez pela primeira vez Dave Grohl cruzar a passarela que dividia a Pista Vip e que seguia até metade da Pista Comum. Empolgado, o público tentou se aproximar ao máximo do ídolo, enquanto a execução da música ficou aquém de outras apresentações pelo Brasil, como a histórica do Rock in Rio.

Em “Alandria”, o líder do Foo Fighters chegou a dizer para o público poupar as vozes porque muitas músicas seriam tocadas naquela noite. Entre os hits “My Hero” e “Walk”, que levantam até defunto, a banda trouxe “Congregation”, também do novo disco.

Grohl, por sinal, prometeu canções dos 8 álbuns e cumpriu a meta ao longo do show, cantando até mesmo o primeiro hit “I’ll Stick Around”, que passava na MTV quando a banda ainda era uma promessa depois que o Nirvana acabou e que Dave trocou a bateria pelo posto principal no Foo Fighters.

Antes de “I’ll Stick Around”, a banda veio com “Cold Day in the Sun”, com o ótimo baterista Taylor Hawkins tocando o instrumento e cantando. Houve tempo até para a banda brincar com trechos de clássicos do rock, como “War Pigs”, do Black Sabbath, e “Tom Sawyer”, do Rush, tudo durante o momento que Dave Grohl apresentou os demais integrantes ao público.

Foo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo RossiFoo Fighters em SP - Foto: Divulgação Time For Fun/Marcelo Rossi

Diversão

Importante destacar que a banda se divertiu muito durante o show, ora com a extensão e inclusão de acordes diferentes em algumas faixas, ora com as conversas animadas de Grohl com a plateia, ora com essa inclusão de coisas além do Foo Fighters. Houve fã que chegou a reclamar que queria mais música e menos conversa, mas não se pode agradar a todos.

Em “Monkey Wrench”, por exemplo, a duração da música foi estendida e o palco chegou a ficar menos iluminado, enquanto a banda tocava. Foi a deixa para o público proporcionar um lindo show de luzes por meio dos celulares por todos os cantos do Morumbi.

O Roque Reverso até testemunhou um “guerreiro” tentando acender um isolado isqueiro, numa pura demonstração de resistência no estilo “old school” dos shows de rock, mas não há dúvidas que o estádio inteiro iluminado ficou na mente dos que estiveram por ali. O próprio Dave Grohl chegou a ficar meio que “paralisado” e reconheceu que aquilo era “lindo pra caralho”.

Na sequência, o vocalista se dirigiu a um dos pontos da passarela mais próximos à Pista Comum para tocar “Skin and Bones”, com a presença do tecladista Rami Jaffee, no acordeão. Depois, da música, Grohl recebeu uma bandeira do Brasil de um fã e a enrolou no pescoço, elogiando o símbolo nacional, o futebol e as mulheres do País.

Foi quando viu um cartaz na plateia com um pedido inusitado e atendeu um fã maluco que queria pedir a futura esposa em casamento. O fã, de nome Vinícius, ajoelhado, pediu a mão de Mônica em pleno palco e levou o público ao loucura com tal feito, sendo atendido pela moça, para alegria geral.

“Então, lembre-se: se você quiser pedir sua namorada em casamento, venha a um show do Foo Fighters”, brincou nada menos que o astro principal da noite, Dave Grohl, em mais uma das suas intervenções.

O vocalista continuou na ponta da passarela para a execução solitária da balada “Wheels”, enquanto o restante da banda dava uma descansada e a plateia acompanhava com palmas.

O auge do show estaria por vir e foi em “Times Like These” que a noite no Morumbi atingiu seu momento mais interessante musicalmente, levando o público ao delírio.

Grohl continuou na ponta do palco nos primeiros acordes, cantando sozinho a faixa de uma maneira mais lenta, mas, de repente, o restante da banda apareceu no palco secundário, quase que surpreendendo a todos, bem no momento em que a música ganhou em velocidade e peso. Foi daqueles momentos em que há uma interação sensacional entre artista e plateia e que marcam grandes shows de rock. Destaque ainda para a performance de Taylor Hawkins, simplesmente detonando sua bateria com técnica invejável.

As surpresas não pararam por aí, pois a banda continuou no palco improvisado, que também era giratório, bem no centro da passarela. Foi aí que emendaram uma série de covers, como “Detroit Rock City”, do KISS, “Stay With Me”, do Faces, e duas do Queen:”Tie Your Mother Down”, que contou com Grohl na bateria e Taylor Hawkins como vocalista, e “Under Pressure”, que contou com os dois dividindo os vocais.

Após o show diferente no palco improvisado, o Foo Fighters inteiro voltou para o palco principal e emendou o petardo “All My Life”, que foi seguido por “These Days” e “Outside”, esta também do disco novo.

A penúltima da noite rivalizou com “Times Like These” entre os grandes momentos musicais do show. “Best of You” deixou a plateia hipnotizada e cantando o trecho tradicional  “ôôô” até depois da canção terminar, surpreendendo Dave Grohl, que chegou a falar brincando para o público que a música já tinha acabado.

Para fechar a grande apresentação de quase 3 horas, o sucesso “Everlong” foi tocado já com os primeiros pingos de chuva, que, depois do encerramento, viria forte, como se quisesse lavar a alma da extasiada plateia. O líder do Foo Fighters prometeu retornar ao Brasil e recebeu palmas.

Fim de show, público satisfeito e a constatação de que o Foo Fighters está entre as principais bandas do planeta, queiram ou não os chatos de plantão. O rock n’ roll agradece e precisa de grupos assim e de caras que levantem a bandeira como Dave Grohl.

Para relembrar o grande show do Foo Fighters no Estádio do Morumbi, o Roque Reverso descolou vídeos amadores de qualidade descolados no YouTube. Fique inicialmente com um que traz o início do show e as três primeiras músicas. Depois, veja “Walk” e um vídeo que traz “Times Like These” com “Detroit Rock City”. Para fechar, fique com “Best of You”.

Set list

Something from Nothing
The Pretender
Learn to Fly
Breakout
Arlandria
My Hero
Congregation
Walk
Cold Day in the Sun (com trechos de War Pigs e Tom Sawyer)
I’ll Stick Around
Monkey Wrench
PALCO ADICIONAL
Skin and Bones
Wheels
Times Like These
Detroit Rock City (KISS)
Stay With Me (Faces)
Tie Your Mother Down (Queen)
Under Pressure (Queen)
VOLTA AO PALCO PRINCIPAL
All My Life
These Days
Outside
Best of You
Everlong




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se aos outros seguidores de 100

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias

Follow Roque Reverso << on WordPress.com