Posts Tagged ‘Dave Growl

08
abr
12

Set list, fotos e vídeos do grande show do Foo Fighters no Lollapalooza em SP

Depois de uma espera de anos dos fãs, o Foo Fighters finalmente se apresentou novamente no Brasil. A banda foi a atração maior do Lollapalooza 2012, festival que, pela primeira vez, foi realizado em solo nacional. Para um público estimado de 75 mil pessoas, o grupo norte-americano liderado pelo ex-Nirvana Dave Grohl fez a alegria da plateia no Jockey Club de São Paulo, no dia 7 de abril, com um grande número de sucessos da carreira e, claro, com canções do mais recente álbum “Wasting Light”, lançado em 2011.

Foi a primeira vez que a banda veio a São Paulo. Antes, a única passagem do Foo Fighters pelo País havia sido no Rock in Rio de 2001, quando o grupo fez, na mesma noite que contou com o grande R.E.M., um show energético e histórico para 190 mil pessoas, com direito a Grohl comemorando o aniversário em pleno palco.

Perto de outros festivais recentes, como o SWU e o Rock in Rio de 2011, o line-up do Lollapalooza é bem mais modesto. No dia da apresentação do Foo Fighters, o que mais parecia era que várias bandas estavam abrindo para o grupo num show comum.

Durante a apresentação do Foo Fighters, a velha garra e dedicação ao rock de Dave Grohl foi mantida. O vocalista, por sinal, em vários momentos teve que se desdobrar para sanar seus problemas recentes de voz em algumas músicas.

“All My Life” foi a música de abertura e contou com Grohl correndo pela passarela que seguia para o meio do público. Depois dela, muitos hits da banda, como “My Hero”, “Learn to Fly”, “White Limo”, “Breakout”, “Big Me” e “Walk”, entre outros sucessos.

Em “Cold Day in the Sun”, Grohl foi para o instrumento que o consagrou no Nirvana, enquanto o ótimo baterista Taylor Hawkins foi para os microfones. Hawkins também cantou “In the Flesh?” depois, do Pink Floyd, mas tocando seu instrumento ao mesmo tempo, em outro grande momento da apresentação.

No final da primeira parte do show, o Foo Fighters executou “Best of You” e o público, após uma ação de flash mob, levantou cartazes com o grito “Oh”, que faz parte da música, para admiração de Grohl, que fez questão de elogiar a plateia.

No intervalo, enquanto a plateia gritava pela volta da banda, os telões mostravam a banda nos camarins, numa bela sacada. Para aumentar o suspense daqueles que não conheciam o set list, Grohl brincava com o público, fazendo gestos de que tocaria só mais uma, duas ou três músicas. A plateia, claro, queria sempre mais e acabou tendo isso na sequência.

Na metade do bis, um grande momento foi a participação da clássica roqueira Joan Jett, que executou duas de suas músicas: “Bad Reputation” e o hino “I Love Rock ‘n’ Roll”.

Antes de terminar o show com “Everlong”, Dave Grohl pediu desculpas a São Paulo por ter demorado tanto tempo para tocar na cidade. Mas do que isso, prometeu que não demoraria novamente tanto para voltar à capital paulista.

Para relembrar alguns dos grandes momentos do show do Foo Fighters no Lollapalooza, o Roque Reverso manteve a tradição de descolar vídeos no YouTube de presente para os fãs. Para começar, fiquem com “All my Life”. Depois, veja “Walk” e o encontro histórico do grupo com a grande Joan Jett em “Bad Reputation” e “I Love Rock ‘n’ Roll”. Se quiser ver o show na íntegra, há aqui a opção também no YouTube.

Set list

All My Life
Times Like These
Rope
The Pretender
My Hero
Learn to Fly
White Limo
Arlandria
Breakout
Cold Day in the Sun
Long Road to Ruin
Big Me
Stacked Actors
Walk
Generator
Monkey Wrench
Hey, Johnny Park!
This is a Call
In the Flesh?
Best of You

Enough Space
For All the Cows
Dear Rosemary
Bad Reputation
I Love Rock ‘n’ Roll
Everlong

14
fev
12

Foo Fighters leva 5 prêmios do Grammy em noite de brilho de Paul McCartney e volta dos Beach Boys

Motivo de piada entre os roqueiros desde que o Jethro Tull venceu o Metallica na década de 80 na categoria de Melhor Performance de Metal, a premiação do Grammy há tempos não trazia uma noite com tantos ingredientes interessantes para os amantes do rock and roll.

A despeito da justa concentração de prêmios nas mãos da boa cantora britânica Adele e das homenagens sem fim à finada Whitney Houston,  a festa do dia 12 de fevereiro, realizada em Los Angeles (EUA), contou com o Foo Fighters como o grande vencedor do rock, com os lendários Beach Boys se apresentando ao vivo e com o não menos importante Paul McCartney encerrando  a festa com três músicas dos Beatles.

Segundo a imprensa internacional, 39 milhões de telespectadores acompanharam a premiação nos Estados Unidos. Foi a segunda maior audiência da premiação na TV norte-americana desde 1984.

Vivendo grande fase, o Foo Fighters colheu os frutos do seu ótimo álbum “Wasting Light”, lançado no ano passado. O grupo de Dave Grohl venceu 5 prêmios: Melhor Performance Rock, com a música “Walk”; Melhor Performance Hard Rock/Metal (???), com “White Limo”; Melhor Música de Rock, com “Walk”; Melhor Álbum de Rock (“Wasting Light”); e Melhor Vídeo Versão Longa, com “Back And Forth”.

Durante a festa, a banda tocou “Walk” e fez bonito, com Dave Grohl vestindo uma camisa linda do Slayer. Numa das vezes que subiu ao palco para receber o Grammy, ele defendeu em discurso a música feita com simplicidade e com menos parafernália eletrônica.

Quanto aos Beach Boys, o lendário grupo norte-americano fez sua primeira grande reunião desde o anúncio do retorno, feito no ano passado, para a comemoração dos seus 50 anos de carreira. Inicialmente, os veteranos foram homenageados pelos grupos Maroon 5 e Foster the People e, em seguida, tocaram a clássica “Good Vibrations”. Antes do fim da canção, eles foram discretamente acompanhados pelos vocalistas das bandas anteriores e, depois, aplaudidos de pé pela plateia.

A festa contou com Paul McCartney em dois momentos distintos. Primeiro ele tocou a música “My Valentine”, com Diana Krall no piano, ainda na segunda metade da premiação. Depois, no encerramento da cerimônia, ele convidou um time de primeira para tocar um medley com três músicas do clássico álbum “Abbey Road”, dos Beatles. O público vibrou com  “Golden Slumbers”, “Carry That Weight” e “The End”, com o ex-beatle sendo acompanhado por Bruce Springsteen, Dave Grohl e Joe Walsh, num grande duelo histórico de guitarras ao apagar das luzes.

O Roque Reverso tentou buscar vídeos das apresentações, mas o Grammy parece querer evitar qualquer tipo de divulgação pelo YouTube. Basta sair algo que logo eliminado da lista de vídeos, sem o entendimento de que alguns momentos tem de ser relembrados por quem gosta de música. Por enquanto, conseguimos descolar a apresentação dos Beach Boys no primeiro vídeo, com  “Good Vibrations”. Na sequência, um segundo vídeo com o grande Paul trazendo as três músicas do “Abbey Road”, tendo a companhia de outras feras.

26
ago
10

Queens of the Stone Age é confirmado para o dia 11/10 no SWU Festival!!!

Depois de muitos boatos e de grande expectativa da galera que é fã da banda, o organização do Festival SWU Music and Arts confirmou a vinda do grande Queens of the Stone Age para o evento que será realizado entre os dias 9 e 11 de outubro na fazenda Maeda, em Itu, no interior de São Paulo!!! De acordo com a organização do festival, o show da banda norte-americana formada na Califórnia acontecerá no dia 11, quando também vão se apresentar o Pixies, o Cavalera Conspiracy, o Linkin Park, o Avenged Sevenfold e o Yo La Tengo,  entre outros. 

Liderado pelo vocalista e guitarrista Josh Homme, o QOSTA tem ao todo cinco álbuns de estúdio, sendo “Songs for the Deaf”, de 2002, o mais famoso. O álbum confirmou o grupo no mainstream, especialmente por conta dos hits “No One Knows” e “Go with the Flow”, além de mostrar músicas muito bem tocadas, com um som pesado que bebe na fonte do Stoner Rock. O álbum, por sinal, teve Dave Growl, líder do Foo Fighters, como baterista convidado e mereceu elogios da crítica especializada, que já havia recebido muito bem o disco “Rated R”, de 2000. 

Além destes dois trabalhos, o QOSTA já havia iniciado com o álbum “Queens of The Stone Age”, de 1998. Depois do “Songs for the Deaf”, foram lançados os bons ““Lullabies To Paralyze”, de 2005, e “Era Vulgaris”, de 2007. 

Na única passagem da banda pelo Brasil, no Rock in Rio III, houve uma baita confusão com o ex-baixista Nick Oliveri, já que ele se apresentou no palco completamente nu, e foi preso. Na época, ele justificou a atitude “após ter visto cenas do Carnaval na TV”. 

Os ingressos para o evento , que também terá shows do Rage Against the Machine, do Kings of Leon, do Mars Volta, do Dave Matthews Band e do Incubus nos dias 9 e 10, estão à venda pelo site http://www.ingressorapido.com.br e nos pontos de venda do festival. A entrada para um único dia custa R$ 190 (pista comum) e R$ 560 (pista vip). O passaporte para os três dias, tem o valor de R$ 570 (pista comum) e R$ 1.680 (pista vip). 

Para comemorar a vinda desta ótima banda, o Roque Reverso, para variar, descolou três vídeos no YouTube. Para começar, nada menos que “No One Knows” e “Go with the Flow”. Para terminar, “3’s & 7’s”, do mais recente álbum “Era Vulgaris”. Se alguém ainda não tinha motivo para ir ao festival, a vinda do Queens of The Stone Age tende a derrubar qualquer argumento. Imperdível!




Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso site em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 104 outros seguidores

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Bandas, estilos, festivais, etc

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

Categorias