07
maio
17

Raimundos fazem releitura de sucessos em turnê acústica, mas sem perder a ‘paulera’

Raimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe BonatelliPor Circe Bonatelli*- Especial para o RR

Os Raimundos estão em turnê nacional para divulgação do lançamento do DVD acústico, que traz um compilado de grandes sucessos e algumas músicas mais recentes. Todas as faixas têm releituras muito originais, com os riffs pesados das guitarras substituídos pelo instrumental de uma “mini big band” de veia roqueira. Embora o novo projeto não tenha canções inéditas, é como se tivesse. Com roupagem acústica e novos arranjos, as músicas ganharam versões capazes de surpreender.

A linha de frente do show tem Digão (violão e vocal), Canisso (baixo acústico), Marquim (violão e backing vocal), Caio (bateria) além do ex-guitarrista do Charlie Brown Jr, Marcão (violão).

O palco é complementado pelos músicos no comando de percussão, teclados, violinos, sax, trompete e trombone. Também estão lá o triângulo e a sanfona, que marcaram o forró-core criado pelo grupo.

A turnê tem a participação especial de Fred Castro, baterista da formação original dos Raimundos, assumindo as baquetas em duas músicas (“Selim” e “Cintura Fina”). Já o DVD do show acústico, gravado em novembro de 2016 em Curitiba, tem outras presenças ilustres, como Ivete Sangalo (em A Mais Pedida), Dinho Ouro Preto (Mulher de Fases) e Alexandro Carlos (Deixa eu Falar).

Repertório e show

Os Raimundos passaram por São Paulo no sábado, 6 de maio, em um ótimo show no Teatro Bradesco. A casa estava lotada, com cerca de 1.400 pessoas, numa comunhão que mostrou mais uma vez a fidelidade dos fãs à banda.

O espetáculo acústico entusiasma com um repertório de 27 músicas. Todas são apresentadas em novas versões, mas sem perder a essência. A abertura do show tem “Gordelícia”, uma das músicas de trabalho do último álbum (“Cantiga de Rodas”, 2014). A música – de letra maliciosa, pegada rock/reggae, com metais e novos arranjos – dá o tom do que será o show acústico.

Em seguida vêm sucessos dos velhos tempos. Com “Palhas do Coqueiro” (“Raimundos”, 1994), “O Pão da Minha Prima” (“Lavô Tá Novo”, 1995) e “Papeau Nuky Doe” (“Cesta Básica”, 1996), a banda levanta de vez a galera, que tem as letras na ponta da língua.

Depois, é hora da ‘paulera’. As trilhas “Rapante” (“Raimundos”) e “Sereia da Pedreira” (“Lavô Tá Novo”) comprovam que é possível fazer rock pesado em um show acústico.

Raimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe BonatelliRaimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe BonatelliRaimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe BonatelliRaimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe Bonatelli

Mesmo com as guitarras fora de cena, a essência do bate-cabeça está lá, graças ao compasso da bateria, aos arranjos muito bem acertados, ao volume dos demais instrumentos e, principalmente, à força de Digão no vocal. Esse tempero bem equilibrado é a marca do repertório, que se estende por cerca de duas horas.

No show de São Paulo, a única música cover foi “Lugar ao Sol”, entoada como uma homenagem ao Charlie Brown Jr, banda com quem os Raimundos dividiram a liderança do rock nacional entre as décadas de 1990 e 2000 e formaram uma história de grande amizade.

As apresentações da turnê acústica têm sido feitas em teatros, dando um ar mais sofisticado. Em São Paulo, o local tinha carpete vermelho, poltronas estofadas e plateia rodeada pelos chamados balcões nobres nas partes altas das laterais.

Foi inusitado ver a legião de camisas pretas se acomodando por ali. Quinze minutos antes do show começar, uma voz educada nos alto-falantes orientava os presentes a tomarem seus assentos e desligarem os celulares. Quinze minutos depois, a galera de pé rodava a camisa e batia cabeça nas rodas punk.

Raimundos em SP - Foto: Roque Reverso/Circe Bonatelli

No palco, atrás da banda, um telão de led passa vídeos desenhados numa estética pop art, com temas ligados às músicas. Tem, por exemplo, as caveiras com chapéu de cangaceiro (marca registrada da banda) e bundas atoladas no selim da bicicleta. Tudo bem caprichado, afinal é uma ocasião especial.

Durante o show, dá pra ver que os caras estão felizes com o novo trabalho. Digão e Canisso fazem gracinhas e interagem com o público. Todo mundo bem à vontade. No meio da apresentação, anunciam a presença de Fred, que tem o nome gritado pela multidão.

‘Chupa, Rodolfo!’

O ex-vocalista Rodolfo Abrantes, que deu uma guinada na vida e deixou a banda em 2001, também foi lembrado. Em alguns momentos, pode-se ouvir entre o público o grito “Chupa, Rodolfo !!!”. De fato, a banda está muito bem, e ele perdeu um show ótimo. Azar dele. Por outro lado, é preciso ressaltar que, de alguma forma, ele estava lá. As músicas que mais acendem a galera ainda são da época de Rodolfo como vocalista e peça-chave como letrista.

Em suma, o projeto acústico dos Raimundos é nota 10 e dá um novo gás à banda. Tomara que também sirva de inspiração para futuros álbuns de inéditas.

Para relembrar alguns dos bons momentos do show dos Raimundos no Teatro Bradesco, o Roque Reverso trouxe vídeos que também podem ser conferidos no YouTube. Fique inicialmente com o de “Gordelícia”. Depois, fique com os de “Mulher de Fases” e “A Mais Pedida”. Para fechar, fique com “Eu Quero Ver o Oco”.

Set list 

Gordelícia
Palhas do Coqueiro
O Pão da Minha Prima
Papeau Nuky Doe
Rapante
Sereia da Pedreira
El Mariache
Nega Jurema
I Saw You Saying
Be a Bá
Mulher de Fases
Mas Vó
Dubmundos
Bonita
Opa, Peraí Capeta
Baculejo
A Mais Pedida
Reggae do Maneiro
Selim (com Fred)
Cintura fina (com Fred)
Cera quente
Deixa eu Falar
Lugar ao sol (Charlie Brown Jr)
Me lambe
Puteiro em João Pessoa
Esporrei na Manivela
Eu Quero Ver o Oco

 

*Circe Bonatelli é jornalista da Agência Estado e amante do bom e velho rock n’ roll
Anúncios

3 Responses to “Raimundos fazem releitura de sucessos em turnê acústica, mas sem perder a ‘paulera’”


  1. 8 de maio de 2017 às 05:50

    Toda e qualquer ação que traga o rock nacional para os holofotes novamente merece aplausos!
    Parabéns aos Raimundos pela iniciativa deste novo álbum!
    E que esta turnê seja um sucesso!

  2. 2 Carol
    8 de maio de 2017 às 11:49

    O DVD foi gravado em novembro… (:


Deixe um comentário (para isso, insira seu endereço de e-mail e o nome)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Se você tem interesse na divulgação da sua empresa, seu trabalho ou banda, o Roque Reverso é um veículo que possui um respeitável número de leitores. Entre em contato conosco para conhecer nossos diversos planos:  roquereverso@hotmail.com

Preencha abaixo para receber atualizações do nosso blog em primeira mão e gratuitamente pelo seu e-mail! Não se esqueça de confirmar o recebimento do e-mail depois.

Junte-se a 88 outros seguidores

maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Roque Reverso no Twitter

Categorias

O Roque Reverso está no ar!!!

Seja bem-vindo ao blog do rock and roll! Clique para acessar o post de abertura do blog!

Post inicial

Estatísticas

  • 521,114 hits
SOBRE VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE

SOBRE OS VÍDEOS COMPARTILHADOS DO YOUTUBE


%d blogueiros gostam disto: